História Por que o certo parece ser tão errado? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Hero 6 (Operação Big Hero), Detona Ralph
Personagens Alistair Krei, Baymax, Cass, Fred, Go Go Tomago, Hiro Hamada, Honey Lemon, Professor Robert Callaghan, Ralph, Tadashi Hamada, Vanellope von Schweetz, Wasabi
Tags Big Hero Glich, Incesto, Vaniro
Exibições 30
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Festa, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


é isso, fiquei meio sem tempo esse mês por causa de uma feira de conhecimento na escola.

Capítulo 8 - Capitulo 7


Pov. Venellope

Eu. Definitivamente.estou. ficando.louca

 

EU QUERO SABER QUE POHA ESTÁ ACONTECENDO COM OS MENINOS

Primeiro foi o Turbo que vive enchendo o saco, depois foi meu IRMÃO que me beijou, e depois o diretor. 3 DIAS DEPOIS

 

Acordei 5 minutos antes do despertador tocar, levantei logo para tomar banho. Demorei um pouco mais no banho do que o normal por que sim,sai do quarto e fui me arrumar, terminei e bati na porta do Hiro

H: já to indooo

V: okay- esperei mais uns 3 minutos até ele aparecer na porta e me dar um beijo na bochecha

H: vamos?

V: u-hum

Descemos a escada e fomos para a cozinha, encontramos a mesa pronta- obra da empregada fantasma- e começamos a comer, estávamos um bom tempo adiantados, então comemos bem devagar, terminamos e saímos para ir a escola, caminhamos um ao lado do outro em silêncio

H: nós ainda vamos ligar pra aquele cara do parque?

V: claro

H: existe pessoa mai teimosa que você ?

V: sim, você

H: hum engraçadinha

V: eii, você chamou o diretor de otário?

H: tinha até esquecido disso

V: pois é né, hoje sem falta

H: por favor Vane, não fode com seu onii-chan

V: calado, você vai fazer isso sim, trato é trato

H: você é uma pessoa do mal Vane

V: mas você me ama – esbarrei meu ombro com o seu de propósito

H:nem um pouquinho convencida né

V: convencida? Nunca, a palavra certa é realista

H: okay senhorita realista, hoje tem aula de física avançada pra mim, e você?

V: química

R:eu faço a mesma aula que você Vane

H:PUTA QUE PARIO- algumas pessoas olharam para nós com um certo ar de reprovação

V: fala baixo idiota- dei um tapa em sua nuca

H: baixo idiota

V: sua maturidade me impressiona cada dia mais maninho

R: ele é sempre assim

V: infelizmente Rancis

H: cara, você tem que me ensinar a chegar desse jeito ninja nas pessoas, eu ia assustar geral

V: não precisa nem chegar de mansinho, é só mostrar sua cara- lhe mostrei um sorrio maldoso e irônico

H: aiiii, meu kokorooooo, isso não se faz Vane

V: chora não bebê – lhe abracei de lado

H:deixa quieto

R: ei Vane, seu pé está melhor?

V: ah, sim o inchaço parou e eu consigo mexer melhor ele, o Medico achou melhor eu esperar um tempinho pra voltar pro meu skate – entramos na escola , eu e o Rancis fomos para um canto e o Hiro pro outro

H: tchau alpinista de calçada, tchau ninja

V: tchau resto de aborto

R: até mais Hiro

Caminhamos um pouco até chegar perto da Taff e do Turbo

R: por que chamou ele de resto de aborto? Vocês são gêmeos

V: cara, não estraga a brincadeira

T: ohayo Vane, ohayo Rancis

V e R: ohayo

TF: ohayo

R: quais são as aulas de vocês agora?

TF: equação

T:química,gosto muito dessa aula pra estudar um pouco as formulas que dão certo, principalmente a nossa – ele passou o braço sobre o meu ombro e me puxou pra perto dele

TF: cara, que cantada mais idiota

T: isso é recalque seu sobre a Vane

TF: me erra garoto

T: dane- se – tirei o braço do Turbo do meu pescoço por me sentir meio mal, sei lá.

V: vou pra sala

T: tudo bem, eu e o ninja aqui também vamos

Entramos no colégio , troquei os sapatos e peguei meu material junto com os meninos,fui direto para a sala, esperei o sinal tocar com a cabeça apoiada na mesa,e continuei assim até meu ‘’querido’’ professor aparecer, assisti a aula com o tédio  de sempre, sorte que nossa aula é bem curta, então logo o sinal tocou e começou outra aula,dessa vez ciências, estudamos sobre mitose e meiose, tééééédiiioooo,o sinal do recreio tocou e como sempre quando eu não estava aguentando

V: LIVRE ESTOU, LIVRE ESTOU, NÃO IA MAIS AGUENTAR

T: menos Vane, bem menos

TF:deixa ela Turbo, sei como é, diferente de você que gosta de estudar

T: ela é a única alpha que não é c.d.f

V: já ouviu falar de super-dotados?

T: engraçadinha

R: a culpa não é dela se é verdade

V: falou e disse Rancis

R: é, eu sou demais – deu uma piscadinha com o olho direito pra mim

TF,T e V:  menos, muito menos

R:nossa

V: vamos sair daqui logo, não aguento mais o cheiro de informação

T: você definitivamente não é normal

TF: falou o cara que pode transformar o próprio corpo

Levantamos das cadeiras e fomos para s corredores lotados de alunos e nos separamos, fui pro meu armário guardei os  materiais e peguei os da próxima aula, andei até a quadra de esporte, andei até o final da arquibancada onde o Willyan já estava.

WL: oi Vane

V: oi Willyan- ví ele fazer um bico muito infantil , não aguentei e dei uma gargalhada alta

WL: isso não é justo

V: foi mal Will

WL: bem melhor, e o seu pé?

V: tá bem melhor, daqui a pouco tempo posso até correr

WL:sabe que eu podia deixar você de repouso né?

V: sabia, mas não ia deixar de vir a escola por causa disso

WL: mas você é super- dotada

V: isso não significa que eu não tenha que estudar, infelizmente, do que adianta ser super- dotado se não souber o conteúdo?

WL: nossa, sou um ótimo diretor, incentivando alunos a não estudar

V: admita, ninguém aguenta a escola, somente os c.d.f

WL: você é c.d.f

V:não é diferente

WL: como

V: c.d.f não significa nada mais que cú de ferro, ou seja, passa horas estudando, nerd estuda pouco e consegue um bom conhecimento geral, e há a classe dos super-dotados que possuem atividade cerebral bem maior que os dois grupos anteriores

WL: fiquei até envergonhado agora

V: não precisa disso- ri por que notei que suas bochechas realmente estavam vermelhas

V:que kawaii, tá ficando vermelhinho

WLL:e-eii, isso não tem graça- ri mais quando surpreendentemente ele ficou ainda mais vermelho

V: eu preciso ir agora

WL: eu vou com você , tenho que resolver a próxima reunião de professores

V: então vamos- saímos de debaixo da arquibancada e fomos para os corredores,encontramos meu irmão por obra do destino, ou da zoeira

V:oi Hiro

H: oi Vane, oi diretor

WL:oi Hiroshi

H: posso falar uma cois rapidamente com o senhor?

WL: claro, pois não

H: o senhor é um completo imbecíl- e logo vi ele sai correndo quase fazendo subir poeira no chão, ri do seu desespero e por ter cumprido a  aposta

WL:o que foi isso?

V:apenas uma pequena aposta

WL: você é má, tchau

V: sei que sou, tchau

Fui direto pro refeitório, comi rapidamente e voltei pra sala, assisti as ultimas três aulas, duas de inglês e outra de artes e fui para o corredor, guardei meu material e coloquei meus sapatos,no lado de fora o Hiro já me esperava com uma cara nada boa, fomos pra casa em um silêncio perturbador, tentei puxar assunto, mas ele tava muito puto, chegamos em casa depois de muito tempo, tentei subir as escadas rápido, mas logo senti suas mãos em minha cintura e me jogou em seu ombro como se eu fosse um saco de batatas, bati em suas costas e em seu peito,mas ele não soltou, merda.

Ele me jogou no sofá e sentou em cima de minhas pernas me imobilizando e prendeu meus pulsos em cima da minha cabeça

H: o que você fez não foi legal Vane, merece um castigo

V: c-c-como assim?o que você vai fazer?

Ele prendeu meus dois braços com uma mão só e levantou um pouco minha blusa, já sabia o que ia acontecer

V: não Hiro, esper... HAHAHAHAHA PARA PORRA HAHAHAHAAHA DESCULPAAAAA- me contorci embaixo dele com as cócegas que estavam me dando uma agonia filha  da puta

H: desculpar? Na-na-não, você vai pagar por aquela aposta

V: NÃÃÃÃAOOO, HAHAHAHAHAHAHAHA, PERA HAHAHA,EU FAÇO QUALQUER COISA – ele parou o ataque e eu finalmente pude respirar um pouco, e com respirar eu quis dizer puxar o ar desesperadamente para dentro de meus pulmões

H: huum, isso ficou interessante, continue

V: errr,sorvete por uma semana?

H: nah, isso é pouco, sorvete por duas semanas e meia e metade dos seus pacotes de doritos

V:como sabe disso?

H: sabendo oras

V: uma semana dois dias e quatro pacotes

H: feito, agora vamos tomar banho, não to suportando o cheiro da escola na minha roupa

V:idem

Levantamos e subimos as escadas, eu prefiro que continuemos assim, é bem melhor, parecemos irmãos normais


Notas Finais


bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...