História Por que o verbo to be é fácil - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Min Hyuk, Show Nu
Tags Antares Ajudou :3, Aquariusmon, Esse Ano É Do Monsta X!, Monsta X, Showmin, Vem First Win!
Exibições 32
Palavras 2.502
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAA EU TO APAIXONADA POR ESSA CAPA!!! ME SOCORRE MINHA SANTA HEECHULIANA EU VOU MORRER AAAA!!!

Pois bem, AAAAAAAA FIQUEM COM ESSA ONE QUE SAIU DO NADA DA MINHA CABEÇA NA TL COM A UNNIE <3

Capítulo 1 - Shownu o irritante.


Fanfic / Fanfiction Por que o verbo to be é fácil - Capítulo 1 - Shownu o irritante.

 

Por que o verbo to be é fácil.

Capítulo 01 – Shownu o irritante.

 

___ Por favor, queridos lembrem, não é apenas porque esse assunto vocês estão vendo desde a 2ª série que podem largar. – Kim KiBum nosso (lindo) professor de Língua Inglesa repassou pela centésima vez desde que começou sua aula.

 

Suspirei fundo KiBum-Hyung era lindo, um amor de pessoa para fala a verdade, mas sua aula não bate com meus gostos (desculpa querido), inglês é uma merda! Eu não irei sair da Coréia então por que diabos preciso saber a merda to be?

 

O sinal tocou anunciando o início do intervalo e o fim da tortura de KiBum, peguei meus cadernos e sai da sala passando uma música de G-Dragon (amo esse homem), abri meu armário depositando lá os livros e pegando meu mangá de One Piece traduzido por coreano.

 

Assim que fechei meu armário colocando a senha mais uma vez uma pessoa, não o demônio! Sim, o demônio smile me esperava com um grande sorriso de dentes caninos pontudos.

 

___ Hello, dear. --Ele provocou. Hyun Woo sabia como ninguém, eu odiava inglês e o próprio fazia questão de me provocar com isso.

 

No mesmo momento fechei a cara e dei um dedo do meio junto com o polegar revelando um pouco da minha tatuagem de chamas que circulava o braço em um giro de 360º graus.

 

Ignorei a figura do meu melhor amigo (se Kihyun ouvir isso) e fui para a máquina de doces mais longe possível, em outras palavras no corredor do ginásio de esportes (irônico não? Uma máquina de doces em um local de uma boa saúde).

 

Enquanto andava Shownu tentava chamar minha atenção (em palavras mais curtas cutucando meu corpo com uma vara reta chamando meu nome), se eu não tivesse aula de Yoga todo o santo dia hás 18:0Oh provavelmente esse meu lindo fone que está passando Fxxk It estaria dando voltas e voltas pelo pescoço do meu Hyung.

 

Não é exagero!

 

Uma coisa que eu posso confirmar para vocês meus leitores, Soo Hyun Woo é a reencarnação do demônio da minha antiga vida de anjo.

 

___ Min, Min, Min. -- Ele cutucava minha bochecha com o indicador.

 

Ok, aulas de Yoga que se dane, principalmente Fxxk It (não me digam que G-Dragon está lendo isso).

 

___ FALA DEMÔNIO! -- Esbravejei com muita raiva.

 

___ Nada hihihi. -- Riu como aqueles personagens de anime.


 

Pela segunda vez seguida meu dedo do meio estava direcionado para a criatura, agora sem o polegar. Coloquei a nota de Won na máquina e digitei para pegar um saco de jujubas e uma barra e chocolate.

 

Ainda andando em direção ao ginásio, entrei no enorme cômodo de arquibancadas, cestas de basquete, mastros de volêi, redes de futebol e os brasões do colégio nas paredes.


 

Sentei na arquibancada com Shownu para tirar minha santíssima paciência e fiquei vendo o mozão das horas vagas Shin Hoseok jogando basquete com seu melhor amigo Chae HyungWon. Nhé! Os dois reis que chatice!


(Chatice pior é você ficar crushando o popular sabendo que para você foda-se as hierarquias escolares. Por que eu não poderia me apaixonar por pessoas mais simples e glitterizadas? Kwon  Ji Yong é um bom pretendente.)

 

Como Shownu cresceu comigo, no mesmo bairro, mesma rua, mesmo gosto para sorvete e blá, blá, blá, ele sabia muito bem que eu tinha uma quedinha (vulgo buraco da minhoca) por Wonho, então o mesmo sempre ficava com raiva com esses meus suspiros sobre o capitão de basquete.

 

___ Você sabe que ele é hétero certo? -- Shownu me olhou agora sem brincadeira, o mesmo olhar quando se preocupava comigo. Quando meu irmão mais velho TaeMin faleceu em um acidente de carro com seu namorado Minho foi esse olhar que direcionou para mim. Um olhar acolhedor e protetor.

 

___ Sim… -- Disse vago, sabia muito bem onde ele queria chegar.

 

Wonho sempre foi famoso por seu descarte de pessoas, ele nunca pegava a mesma pessoa e se pegava era porque tinha algo mais envolvido além de saídas casuais. Eu nunca fui eu alvo (não sei se isso é bom ou frustrante) e nem Shownu, mas um amigo nosso já foi, ChangKyun seu nome. Se não fosse por Kihyun na sua vida ele tava lá sendo um trouxa que corria atrás de uma boa foda de Wonho.

 

___ Então! -- Shownu se irritou já pegando no chocolate no meu casaco -- Pare de se iludir Minnie! HoSeok é um cara que não presta.

 

Diga isso para meu coração.

 

O único som feito era dos tênis de marca derrapando no piso encerado e de Shownu abrindo e mastigando minha barra de chocolate (quero dizer, minha ex-barra de chocolate).

 

___ Eu te falei isso de HyungWon e você me ouviu? -- Ele ficou quieto e engoliu o pedaço de chocolate. Ok, ótimo Minhyuk! Você acabou de jogar um vaso inteiro de álcool em uma antiga ferida -- Não! Isso mesmo, preferiu quebrar a cara a me ouvir.

 

___ Eu não quero que isso se repita! -- Disse já se levantando e indo embora.

 

Droga! Droga!

 

Enquanto Last Dance passava nos fones, minha cabeça estava abaixada entre meus braços. Por que eu preciso ser tão idiota assim?


 

I am - I’m

 

As aulas acabaram como uma tortura, filosofia com K.Will (não me perguntem sobre esse nome, K.Will nunca contou sobre seu nome a ninguém, apenas o diretor sabe) e álgebra com os dentes amarelados Si-Young. Nessas últimas aulas mandei mais de dez mensagens para Shownu por minuto e nada dele me responder.

 

A última aula de K.Will acabou e como um grande estraga prazer que prazer que essa praga sempre foi mandou “para o lar” uma pesquisa pequenina -- sinta lhe a ironia -- sobre os mitos gregos. Enquanto eu caminhava para fora com minha mochila e os fones passando Hot Pink das Deusas EXID meu olhar tentava ser o Google Maps e encontrar Shownu, porém nem consegui o cheiro.

 

~Platina para Smile Flash

 

Estou indo p casa

te encontro mais trde?  12:40


 

Cinco minutos se passaram e a visualização veio (uma coisa boa, ele tá vendo, mas ta me ignorando), mais uma vez olhei para ambos os lados e nada. Suspirei fundo e coloquei meu celular no bolso traseiro, o clima estava frio, frio o suficiente para minhas mãos irem para meu casaco tentando se esquentar.

 

Meus passos eram rápidos, sempre que eu voltava com Shownu tentava ir em câmera lenta aproveitando a conversa e a companhia do meu amigo desde a infância, perto dele eu me sentia seguro. Hyun Woo era alto e musculoso enquanto eu era o contrário, apenas era alguns centímetros mais alto que Kihyun. Hoje eu não tinha um Hyunnie para me proteger dos ladrões enquanto andava distraído, hoje era por conta própria.


 

Minha casa não era longe do colégio, ao contrário disso, era apenas duas quadras dali, um caminho que passa correndo quando estou acompanhado de Shownu sem que nem percebemos, porém quando sozinhos por mais que quero vou devagar.

 

E com esse pressentimento quase tive um mini-ataque cardíaco no joelho, mas o mini ataque no joelho foi para o coração quando o dono dos fios brancos e pontas azuis sorriu para mim (ouviram isso? Olha o tiro).

 

___ Oi! -- Disse com um sorriso que fazia seus olhos se fecharem -- Minhyuk certo? Temos aulas de K-bosta-Will juntos.

 

Ok, eu não gosto nem um pouco de Kiwi, mas mesmo ele sendo um chato de carteirinha ele não merecia o jeito que HoSeok o chamou (se quiser me dar um décimo K.Will, não reclamo)

 

___ Você mora por aqui? -- Respondi acenando a cabeça rapidamente -- Eu moro no mesmo caminho, mas com muita caminhada ainda.


 

Ok, o Deus novo filho de Afrodite tá falando comigo? Me? Euzinho? Que macumba boa foi essa vizinha? Me belisque Shownu! Se for um sonho não me acorde Omma.


 

No mesmo momento fiquei um pouco para baixo, Hyunnie… Será que ele já chegou em casa?

 

Pelo visto minha energia negativa (lembrar de tomar um banho de sal grosso) afetou meu boy magic, que no mesmo momento mudou o rumo da conversa.

 

___ O que houve entre você e o HyunWoo-Hyung? -- Fiquei calado, poucas pessoas sabiam como a “brincadeira” de HyungWon machucou Shownu, e entre elas está eu e Kihyun.

 

___ Nada, nós estamos bem. -- Falei vago.

 

Um ponto negativo para Lee Minhyuk. Maldito dom que não veio! Por que eu não sei mentir tão bem quanto Taemin?

 

___ Não é o que parece. -- Tentava me acompanhar no passo e mordi o lábio inferior frustrado.

 

Droga Wonho! Por que você não pode ser lerdo tipo eu?

 

Aumentei o passo, não quero ser estraga prazer, porém aquele assunto não era de sua conta, mas como eu falo isso sem parecer que estou fugindo? Eis a questão.

 

___ Ok, não posso mencionar esse assunto certo? -- Tentou mais uma vez, confirmei com a cabeça -- Então hoje vai ter uma festa na minha casa quer ir?

 

Arregalei os olhos por dentro, nessas horas minha voz não saia de maneira alguma, respirei fundo ia falar me lembrei do que Shownu me disse uma vez.


 

“___Min, você sabe que pode confiar em mim certo?”

 

No momento engoli em seco, graças G-Dragon! Entrei rapidamente em casa trancando a porta logo em seguida.


 

___ 21:00H! ESPERO VOCÊ LÁ MINHYUK! -- Gritou -- ATÉ!

 

Olhei pela janela e o mesmo ia seguindo em frente com as mãos atrás da cabeça sem se importar com nada. Fechei a cortina dando um suspiro aliviado e subi as escadas. Omma minha única companhia (tirando meu gato ShowMin) estava em seu turno no hospital, em outras palavras me deixando sozinho, e em palavras mais resumidas eu ficava sozinho a tarde toda com meu gato que sumiu de uma hora para outra e comida para esquentar.

 

Assim que entrei lá tudo estava normal, o quarto arrumado sem o computador ligado em um som baixinho, é, nada mudou nesse curto período de tempo. Abri a janela que ficava de frente com a do quarto de Shownu e joguei umas pedrinhas.

 

Depois de várias pedrinhas perdidas peguei meu celular e liguei para o mesmo, já chega de frescura!

 

___ Alô? -- A voz embriagada pelo sono deixava ainda mais sexy. EPA! Minhyuk de Deus! Vamos procurar um pastor né amigo?

 

___ Sua janela está aberta? -- Fui curto.

 

___ Sim… -- Respondeu confuso --... MinHyuk?

 

Não respondi, desliguei o celular enfiando no bolso da calça e abri sua janela com esforço e meu tronco para fora, assim que abri entrei de um modo que acontece apenas em fanfics e filmes (tipo Velozes e Furiosos) e encontrei Hyunnie coçando os olhos. (Que sena fofa minha gente! Não dá vontade de adotar esse treco?)

 

___ Se você caísse eu não ia ligar para a emergência. -- Sincero não é? Puxei a ele.

 

Dei de ombros sem nem me importar, afinal como se eu Lee Minhyuk, o ser mais divertido que existe nesse pequeno mundinho ia deixar vocês sem minha presença. Mas assim que lembrei o meu objetivo com tudo isso me joguei em cima do mesmo que arregalou e abraçou minha cintura.


 

___ O que?

 

Mesmo se segurando não adiantou e caímos na cama, ele por baixo e eu por cima, minha cabeça estava em seu peitoral nu, enquanto minhas mãos abraçavam seu pescoço, as fortes palmas rodearam minha cintura com força então rimos, rimos com vontade, como se a melhor piada fosse contada.

 

___ SHOWNU? -- Tia Soo gritou do andar de baixo -- VOCÊ TÁ BEM? MINHYUK ESTÁ AÍ CERTO?

 

Nós dois rimos mais ainda, desde pequenos nós dois fazíamos isso. Se um de nos dois sumissem era só procurar o outro e tirar as informações.

 

___ BOA TARDE TIA SOO! -- Gritei com um sorriso e Shownu tampou os ouvidos -- COMO A SENHORA TÁ?

 

Ela riu com gostosura, Shownu era filho único e morava com a mãe em época letiva, já como seus pais se separam quando ainda era pequenininho ele ficava assim, passava um tempo com a mãe e depois com o pai. (O pai de Hyunnie é o melhor, ele faz um ótimo ramen de porco.)

 

___ PRÓXIMA VEZ USE A PORTA QUERIDO! -- Sempre era assim, ela me mandava usar a porta para entrar na casa. Revirei os olhos e escutei as ladainhas de Tia Soo -- SE QUISEREM COMER EU FIZ PUDIM!

 

___ MAIS TARDE MÃE! -- Shownu gritou.


 

Então tudo ficou quieto sendo escutado apenas a televisão onde passava um programa de culinária. Hyun me olhou e tirou uma mão da minha cintura e começo a fazer cafuné em minhas madeixas

 

___ O que ouve? -- Shownu você não é meu crush, mas com esse olhar eu começo a repensar quem é e quem não é.

 

___ Me desculpe. -- Olhei para todos os cantos, menos para seu rosto. É eu sei, pessoa orgulhosa é foda.

 

___ O que? Não ouvi. Acho que precisava falar em inglês. -- Provocou.

 

Eu sabia! Soo Hyun Woo é um grande babaca irritante! Mas só porque eu comecei com as coisas erradas eu deixo passar.


 

___ Sorry Hyunnie. -- Falei baixinho.

 

A risada agora não tão escandalosa como de alguns minutos atrás deixou meus pelos arrepiados, aquela voz rouca e mascúla… Shownu você é muito pornô! Eu espero que Deus tenha piedade de sua alma.


 

De alguma forma aquele pornô humano conseguiu me levantar fazendo meu rosto ficar na curva de seu pescoço. Eu conseguia sentir sua respiração.

 

___ Ok babe. -- Sua voz fica mais pornô ainda quando ele fala inglês. QUE É ISSO SHOWNU? ASSIM MINHA SANIDADE VAI TOMAR NO CU! Como HyungWon recusou esse homão? Trouxa! (Pior do que eu)


 

Meu coração começou a bater mais rápido, será que eu estava entrando em uma parada cardíaca especial chamada Shownu eu Não To Bem? Ok, Minhyuk respire fundo, hora de colocar as hora de Yoga em prático.

 

___ Hyunnie… -- Disse abafado pelo seu cheiro e que cheiro! (Anotação: fazer Shownu dizer que perfume ele usa)

 

___ Hum?

 

___ Wonho me convidou para sua festa hoje? -- Disse com toda minha coragem e o quarto ficou calado. F-O-D-E-U! -- Vamos? Eu e tu, tu e eu?

 

Eu queria ver sua reação, mas ao mesmo tempo não queria. Indeciso eu né? Acreditem, TaeMin era pior.

 

___ Sério?

 

___ Yes please! -- Joguei minha carta na mesa. Shownu adora quando alguém fala inglês perto de si ( mesmo eu odiando).

 

Ouvi o mesmo respirar pesado e soltar um “shit” baixinho, mas nem me importei. Ele ia, eu tenho fé!

 

___ Ok, ok! -- Se rendeu-- Eu vou, mas se eu achar algo estranho tiro nós dois de lá na mesma velocidade que eu aceitei.

 

___ Valeu Hyunnie! -- Minha barriga começou a roncar -- Vamos comer pudim? Eu nem almocei ainda.

 

___ NADA DISSO! VOCÊ VAI COMER DIREITO, OUVIU MINHYUK?! -- Tia Soo gritou de lá de baixo mais uma vez.


Minha única pergunta: como ela conseguiu ouvir?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...