História Por que Pérola? - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chiyo, Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Moegi, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Pain, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shino Aburame, Shizune, Temari, TenTen Mitsashi, Udon
Exibições 27
Palavras 1.096
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem o atraso hehe,mas hoje eu não vou deixar vocês na mão.

Capítulo 57 - Como gente normal


-_- 12:00 AM QUINTA-FEIRA-_-_-

POV'S HINATA

Acordei sentindo meu corpo doer,eu estava de cara pro chão.

Que estranho eu não costumo cair da cama enquanto durmo,deve ser a falta de noção de quem dormia no Chão a um dia atrás.

Sentei no chão e Aspen veio se espregar em mim.

-Aspen!!-Falei sorrindo e fazendo carinho nele,Shizune deve ter trazido ele de volta pra casa.

Ele sempre fica assim quando eu saio por muito tempo de casa,todo animadinho.

Levanto do chão com ele no colo,tenho certeza de que eu vou me arrepender disso mais tarde,Minha roupa vai ficar cheia de pelo.

Procurei meu celular e já eram 12:05,tudo isso !!Eu estava realmente cansada.

Minha barriga roncou agora.

Coloquei Aspen no chão e fui na cozinha,estava tudo do jeito que eu deixei quando sai.

-Maldita!!! -Falei vendo a geladeira vazia.

Hanabi comeu tudo enquanto estava aqui.

Reviro os olhos e volto pro quarto.

eu pretendia passar o dia de pijama morta no sofá,mas parece que tenho que sair pra comer.

Tomo um banho rápido,Visto uma calça jeans branca ,uma blusa roxa que caia no onbro e um sapato cano médio preto.

Deixei o cabelo solto e peguei dinheiro.

Sai de casa e tranquei.

Eu sei exatamente onde ir quando não tem comida.

Desci a rua e observei as pessoas olharem pra mim,era sempre estranho pra eles me verem andando na rua,eu nunca fico muito tempo em casa,bom eles vão ter que se acostumar.

Entrei na lanchonete mais próxima e sentei numa das mesas.

-Olha só que surpresa,é muito raro te ver por aqui Saori -Falou Suiguetsu segurando o caderninho de anotações e me direcionando um sorriso sensual.

-Olá Suiguetsu,eu quero um Hambúrguer,Refri e Batata frita por favor -Falei forçando o sorriso.

-A essa Hora isso não é besteira de mais? -falou ele.

Ai qual o problema dele?Eu fiz o meu pedido não tem que falar mais nada.

-Eu acordei agora nem a pau eu vou comer comida decente no momento -Falei um tanto grosseira.

-Entendi,você tem que dormir mais cedo Saori-San,De qualquer forma que refrigerante você quer?-falou ele pensando que pode dar opinião na minha vida.

-Coca-cola.-Falei vendo ele anotar e sair.

Olhei pela Janela até um outro imbecil aparecer e ficar saltitando do outro lado do vidro.

Ele entrou e sentou comigo.

-Olha só quem deu as caras,Viajou pra onde dessa vez? -falou Deidara jogando os cabelos pra trás como sempre fazia.

Ele me lembra a versão feminina do Ken.

Eu tinha o conhecido no mercado,fizemos compras juntos.

-Londres-Falei sem muito interesse.

-Você tem algum motivo especial nessa viagens? -perguntou interessado.

-Eu fui a um funeral,a minha...minha mãe morreu -Falei ainda séria,era uma Meia verdade.

Vi o rosto dele se contorcer e esperei ouvir a frase que sempre vem acompanhada com essa expressão.

-Eu sinto muito eu não...eu...me desculpe -Ele falou parecendo realmente preocupado.

-Ahh tudo bem,nós não eramos próximas (eu a Odeio),Ela me largou quando eu era muito nova.-Falei indiferente.

-Ahh...Eu já vou indo,depois você me fala como era Londres,até mais -Ele falou Saindo desajeitado.

-Aqui,o seu Amigo não vai pedir?-perguntou Suiguetsu.

-Não ele já foi embora,então o Shisui já saiu do Hospital? -Perguntei lembrando que aqueles dois são amigos.

-Ahh ele voltou pra lá,ele recentemente foi atropelado,sabe o básico,ele não olhou para os dois lados da rua,Licença tem uns clientes ali,até mais -Falou ele se afastando.

Ataquei o meu Hambúrguer e minhas batatas,repiti as batatas e o refrigerante.

Sai da lanchonete com a barriga estufada de tanto comer,mas se eu morrer agora eu morro feliz.

por falar em morrer feliz acho melhor eu começar a pensar no meu futuro de pessoa normal.

Voltei pra casa e peguei meu notebook.

Pesquisei várias opções de cursos que eu poderia fazer e no final eu escolhi Gastronomia,assim poderia ter o restaurante que Kakashi falou.

Não que seja o meu SONHO,eu apenas me agrado com a idéia,gosto de cozinhar.

Enviei minha matrícula para uma Universidade próxima a minha casa pelo notebook mesmo.

Só tenho que esperar ser chamada pra iniciar o curso.

Assim que coloquei o notebook de lado e levantei do sofá me estabaquei no chão com tudo.

-Maldito colete salva-vidas!! -falei enfurecida pela queda ter me machucado .

Por falar nisso eu não preciso mais dessas coisas.

Levantei e fui atrás de caixas pra colocar todo aquele equipamento bélico que eu mantenho em casa.

Empacotei tudo e passei a fita para fechar as caixas.

Sobraram só duas facas e uma arma na minha casa,nunca se sabe quando pode aparecer um ladrão.

Coloquei as caixas pra fora com um pouco de dificuldade porque isso é muito pesado.

Agora tenho que levar pro carro que está do outro lado da rua.

Suspirei um tanto alto porque imediatamente um grupo de adolescente puxa sacos apareceram e se ofereceram pra me ajudar,como eu não sou besta aceitei.

-Nossa que pesado,o que tem aqui?-perguntou um deles balançando uma caixa que se me lembro bem eu coloquei granadas.

-Não balança assim!! -Falei um pouco alto de mais.

-É que tem...tem coisas muito importantes da minha infância nessa caixa,seja mais delicado por favor.-Pedi sendo o mais adorável que eu conseguia.

Eu devia ter deixado explodir as granada tudo logo pra ele parar de ser idiota.

-Ahh me desculpa!-Falou o menino corando enquanto recebia um tapa na cabeça por outro deles.

-Tenha mais cuidado com as coisas que são importantes para a Senhorita -o garoto do tapa falou um tanto sério.

quando terminaram eles sairam rindo do garoto que me chamou de Senhorita.

Adolescentes são tão idiotas,suspirei e entrei no carro.

em menos de 15 minutos eu já estava na casa de Shisuze entregando cinco caixas cheias de armas.

-Você tem mesmo certeza?você adora armas -Falou Shizune me olhando preocupada.

-Eu adoro armas,ma agora eu sou uma ciudadã normal,cidadãos normais não tem armas em casa.-Falei quase chorando pelas minhas faquinhas.

-Entendi,você tem razão,Antes que eu me esqueça o Kakashi pediu pra você assinar isso aqui -falou Shizune me entregando um monte de documentos.

Eram documentos de confidencialidade de tudo o que eu vivi e vi na OSIEJ até Hoje.

-Ahh claro,como está? Kakashi me falou das suspeitas -Falei colocando meu nome em umas cinquenta linhas.

-Das minhas certezas você quer dizer,porque eu estou gravida sim,de duas semanas -Falou Shizune sorrindo.

-Meus parabéns -falei sorrindo.

Ela merece isso,ela nunca tem muito tempo para ficar com o marido,quando fica ele cai desmaido na cama de tão cançado,talvez um filho faça Kakashi se distanciar um pouco do trabalho para focar na familia.

-Obrigado,eu deixaria você ser madrinha,mas a Sakura Já me pediu esse cargo-Falou Shizune sorrindo.

-Tudo bem,eu acho que não sei lidar com crianças,vou apenas olhar de loge  -falei sorrindo.

-Entendi,mas como vão as coisas com Sasuke? -Ela perguntou sorrindo.

-O Sasuke?Eu vou me encontrar com ele hoje a noite pra alguma surpresa que ele preparou ou sei lá -Falei normalmente.

na verdade eu estou animada mas ela não precisa saber disso.

-Um encontro! que ótimo,o que está fazendo aqui ?vamos agora fazer umas compras -Ela levantou e sem me dar mais explicações me puchou pra fora da casa.


Notas Finais


Hora do desapego,mas ela encarou numa boa soltar as armas dela kkk
até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...