História Por quem os sinos tocam... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 5
Palavras 386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Voltei com mais um capítulo!

Quero pedir que leiam as notas finais, okay?

Espero que vocês gostem...

Capítulo 2 - Me arrependi...?


Primeira lembrança off:

Cada vez que eu lembro desse dia, solto um maldito sorriso involuntário. Você deve estar pensando " Meu deus! Ela odeia ele agora! ", " Essa história terminou ali, naquele dia. " ou "  Ela mal suporta sorrir lembrando dele.". Não, não e não. Não foi nada disso. Ao mesmo tempo que eu tinha todo aquele amor guardado em mim por ele, eu o odiava na mesma intensidade por ele ser quem era e por me fazer amar inocentemente, sem ter intenção alguma.

Até que no dia dessa minha lembrança, eu descobri que... Bom, isso não vem ao caso agora né? Não posso contar uma parte da história antes da hora senão eu vou estraga-lá. Não vai ter sentido você saber a explicação antes de saber o momento de tensão minutos antes da revelação dele. Apenas vou deixar claro que o meu pensamento no final daquele parágrafo mudou um pouquinho.

Então, continua ai lendo a minha lembrança dele que logo logo você vai ficar sabendo o que eu descobri nesse dia. 

Primeira lembrança:

Ela correu para seu quarto assim que chegou em casa. Não conseguia pensar em mais nada, só no que havia acabado de acontecer.

Ela: Eu contei! Não acredito que eu contei! Por que eu fiz isso? Como eu sou burra! Agora sim eu vou perdê-lo!

Ela se encolhia em sua cama e chorava mais e mais. Não conseguia aceitar o fato de que ela tenha finalmente contado para seu grande amor que o amava.

Desconhecido: Você não é burra! Esperou tanto tempo com medo de contar a verdade para ele e agora que contou, se arrepende?

Ela: Um pouco...

Desconhecido: Por que?

Ela: E você ainda pergunta? Pessoas que possuem amores como o meu, tem medo de não serem correspondidas e por isso guardam em si esse segredo... Assim como eu, preferem deixar como está do que perder a pessoa que amamos.

Desconhecido: Mas você não deixou como estava. Não aguentou ouvi-lo dizer aquelas coisas e por isso brigaram. Naquele momento de tensão, seus sentimentos falaram mais alto e se falaram, era porque você estava segura de contar a verdade.

O desconhecido fez ela pensar por um bom tempo até que foi despertada de seus devaneios por uma batida na porta da varanda de seu quarto.

Era ele...

Continua? […]


Notas Finais


Muito provavelmente eu irei postar um capítulo por mês, que no caso seriam todos os dias 19 dos meses mas como eu já tinha o capítulo 2 pronto, decidi postar antes do dia 19.

Espero que tenham gostado!

Comentem o que acharam e compartilhem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...