História Por ti...tudo - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae abo
Visualizações 66
Palavras 1.399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - O cio chegou, e com ele...O LEMON!!! 😏😏😏






  –n-não– falou baixando a cabeça

–não o que?– Jaebum voltou a levantar o rosto do ômega.

–não! Eu não quero que você me deixe com o Kai, eu quero que você me tome para sí, eu quero ser ser omega Im Jaebum, eu...eu quero ter sua marca alfa–

Jaebum não podia ouvir melhor coisa em toda sua vida, a partir dali parou de controlar seu desejo de possuir aquele ômega e sentiu o calor do cio lhe percorrer por todo o corpo, Jaebum segurou firme na cintura de Youngjae unificando mais os corpos e ouviu o Ômega gemer com o contacto pois o mesmo também já estava entrando no cio, os dois uniram as bocas tentando fundir os corpos em um beijo ardente cheio de desejo e luxuria.

–em, com licença, mas, não acham melhor ir para um lugar mais privado?– perguntou um alfa e logo viu Jaebum colocar Youngjae no colo e correr dali.

Jaebum jogou Youngjae na cama e o Ômega prontamente abriu as pernas acomodando o alfa ali que logo tomou os lábios alheios em um beijo afoito enquanto acariciava o corpo do menor que gemia ao mínimo contacto.

O alfa rasgou a camisa do ômega tratando logo de maltratar aqueles mamilos rosadinhos enquando Youngjae puxava os fios de Jaebum buscando mais e mais prazer, coisa que obteve pois sentiu a mão de Jaebum adentrar seus calções e precionar um digito contra sua entrada.

–aaaann...J-Jaebumie...– gemeu o Ômega e aranhou a nuca de Jaebum que para ele aquilo foi uma motivação a colocar outro dedo e começar a penetra-los no Ômega que gemia sem pudor querendo mais e mais, e obvio o alfa apesar de quere penetrar aquele omega, ainda queria o saborear por inteiro por isso retirou os calções de Youngjae o rasgando e afastou bastante as pernas do mesmo observando aquela entrada rosada piscante pedindo para ser fodida com força.

Jaebum se baixou e inalou aquele perfume doce e maravilhoso e querendo satisfazer aquele desejo de saborear aquele ômega, levou sua boca até ali sugando todo o lubrificante adocicado e depois penetrou sua língua ali.

Youngjae gemeu arranhando os lençóis com força, aquilo era uma tortura, Jaebum estava literalmente lhe fodendo com a língua e Youngjae podia ter um orgasmo com o prazer que estava lhe sendo proporcionado naquele momento.

–A-alfa...aaahh, p-por favor...me-me possua...me foda...me faça seu, me tome alfa, me tome...– implorou chorando entre os gemidos de prazer já sentindo o orgasmo por perto.

Jaebum não podia negar a aquele pedido tão bem feito então logo baixou sua calça e viu Youngjae se virar de 4 e se empinar direitinho desejando que Jaebum entrasse logo em sí. porém o alfa lhe pegou brutamente lhe virou o deixando de costas, Youngjae não entendeu nada e viu os olhos negros e vermelhos de Jaebum fixarem-se aos seus, era normal alfas não se pronunciarem muito nos cios mas aquilo já começava a assustar Youngjae que...

–Aaaaaaaahhh!!!!– Youngjae berrou ao sentir o falo todo de Jaebum em seu interior, ômega esse que se sentia rasgado ao meio, lagrimas estavam escorrendo por sua face e quando iria pedir para Jaebum se retirar, sentiu o pénis do mesmo entrar e sair de si com uma rapiez incrível e aqueles movimentos foram se repetindo vezes e vezes.

–J-Jaebum...– choramingou sentindo dor e mais dor, tudo bem que queria ser fodido mas daquele jeito não

Jaebum não queria machucar Youngjae mas aquele corpo, aquele calor, aquele cheiro...estava sego de desejo por isso a única coisa que lhe emportava era seu prazer e mais nada.




00000




Youngjae foi olhando seu corpo manchado no espelho após o banho e se assustou ao ouvir batidas na porta.

–esta tudo bem?– perguntou Jaebum do outro lado da porta

–e-esta sim– Youngjae pegou uma toalha cobrindo seu corpo e abriu a porta sendo observando dos pés a cabeça pelo alfa.

–não me canso de olhar para seu corpo– comentou Jaebum

–mesmo com marcas?– perguntou baixando a cabeça, nos três dias tinha sido assim, ele meio que temia Jaebum.

–hey, me perdoe, eu estava no cio, estava fora de mim, eu não quis te magoar–

–eu sei– disse olhando previamente para o alfa mas depois voltou a baixar a cabeça.

–faltam 4 dias ate seu cio acabar, e prometo que esses dias irãm ser diferentes, te deixo ate comandar se você quiser– disse segurando nas mãos do ômega que o olhou sorrindo.

–sério?–

–claro– jaebum selou breve os lábios de Youngjae –já te fiz meu Ômega, agora me faça seu alfa– disse acariciando o rosto de Youngjae que sorriu ainda mais.




Youngjae jogou Jaebum na cama o fazendo ficar encostado a cabeceira e sentou em seu colo lhe tomando os lábios em um beijo feroz enquanto rebolava suas nádegas nuas no pênis coberto pela cueca de Jaebum que gemia entre o beijo e segurava aquela cintura final o ajudando nas reboladas que davam prazer e desejo a ambos

Youngjae foi descendo seus beijos mordidas e chupadas pelo queixo, pescoço, ombro, peitoral, abs até que chegou ao cós da cueca de Jaebum onde deu um aperto nas bolas do mesmo só para o ver gemer desejoso. O ômega sentia seu lubrificante natural lhe escorrer pelas coxas e seu reto implorar por Jaebum dentro de si mas Youngjae queria se vingar da brutalidade com que Jaebum tinha lhe possuído em seu cio.

–Jae...por favor, rápido– pediu o alfa já não sabendo se aguentaria mais a vontade e colocar aquele ômega de 4 e o foder até perder os sentidos.

Youngjae sorriu e passou a retirar a box do alfa lentamente com a boca fazendo uma expressão sexy oque deixava o mesmo mais excitado.

Assim que Jaebum ficou com o membro exposto, Youngjae Babou por ele e logo passou sua língua na glande saboreando o pré-gozo e viu Jaebum gemer com aquele mini contacto, logo Youngjae deu uma sugada ali abocanhando o falo de uma vez só e ouviu um belo grunhido sair dos lábios de Jaebum que jogou a cabeça para trás.

Youngjae acariciava as bolas de Jaebum enquanto o shupava com intencidade como se quisesse engolir o falo do alfa e de vez em quando dava umas mordidinhas pela extensão levando o alfa as ultimas de sua sanidade.

–Jae...ande logo– mandou mas oque viu foi Youngjae retirar seu falo da boca e aproximar seus rostos unindo as bocas partilhando o sabor do alfa que logo o segurou pelas nádegas o encaminhando até seu falo pulçante que já exibia veias bem visiveis,

Youngjae abraçou Jaebum pelo pescoço e aproximou seus lábios a orelha do alfa.

–me foda alfa– Sussurrou e logo gritou ao sentir Jaebum o penetrar violentamente e cosequentemente lhe acertar a prostata lhe proporcionando um prazer sem igual.

Youngjae queria mais, queria sentir mais aquele prazer e com ajuda de Jaebum, começou a cavalgar no pênis do alfa que acertava sua próstata vezes e vezes sem conta com velocidade sem igual, estavam segos de desejo e prazer, queria o corpo um do outro mais que tudo no mundo, Jaebum segurava e penetrava Youngjae com possessividade como se dissesse que aquele ômega era só seu, sua propriedade e de mais ninguém, enquanto Youngjae gemia se deixando completamente a mercer daquele alfa gemendo repetidamente que era só dele, que queria ser possuido por ele para sempre e por mais ninguém.

A penetração estava muito gostosa e os dois queriam desfrutar mais daquilo. Logo Jaebum colocou Youngjae de 4 voltando a lhe penetrar sem delongas dando tapas naquela bunda empinada e branquinha que acabou ficando vermelha de tapas, sendo glorificado com os gemidos de satisfação vindo do ômega que deixava lágrimas de prazer molharam os lençois que eram aranhados por seus dedos sentindo seu corpo fazer um vai e vem gostoso e prazeiroso.

Jaebum acertou uma ultima vez no ponto sensível do ômega e apos sentiram uma onda de prazer diferente das outras assim se derramando ao mesmo tempo.

Youngjae amoleceu seu corpo na cama enquanto Jaebum ainda jogava jatos de semen no interior do ômega que se sentia completo com aquele líquido em seu interior.

Assim que o nó se desfez, Jaebum se deitou ao lado de agora seu ômega e ficou o encarando, aquele rosto angelical cansado porém ainda belo, Jaebum aproximou os rostos e tomou os lábios do ômega que sorriu fraco e depois lhe sussurrou "eu te amo" vendo um sorrisinho naqueles lábios antes do ômega adormecer.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...