História Por trás da realidade - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens G-Dragon
Exibições 50
Palavras 997
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Divirtam-se.

Capítulo 5 - Ainda não pode acabar!


Fanfic / Fanfiction Por trás da realidade - Capítulo 5 - Ainda não pode acabar!

...
-Não pode ser... *retruco* mas esse barulho é... de máquinas, estão ligadas ao meu corpo! Como assim o que houve?!
-____ acontece que você teve um aborto espontâneo, sinto muito, e devido a este fato você está internada no hospital aqui de Seul . *Médico*
-Mas doutor! Eu nem sabia que estava grávida! Faz pouco tempo que tive relações sexuais... *que?!*
-Calma, é normal em alguns casos não se notar devido a curto período. Você também teve um curto período de coma após o aborto o que a fez não lembrar do passado recente.*Médico*
-... doutor, obrigada. *última e única pessoa com quem me relacionei foi com o GD*
Agora está explicado o por que do capítulo anterior parecer algo fumado, eu precisava contar para o Ji! Me sintia tão fraca e inútil!
-____ mais uma relato, diante aos exames que realizamos enquanto estava em coma descobrimos que você não pode ter filho homem, se houver, o mesmo terá deficiência e curto período de vida.*Médico*
-*no primeiro momento me via triste e oprimida, mas ainda há esperanças, pensei* doutor, alguém esteve comigo nesse período?
-A sim, ficou sua mãe no período da manhã e da noite um moço chamado JiYong que dizia ser seu namorado.*Médico*
Pera! Para tudo, mininaaa o GD me chamou de NAMORADA... será que ele... vai me pedir em compromisso sério?!
-Doutor, só mais uma pergunta, aonde eles estão?
-Agora são... *olha o relógio* 19h e é o seu namorado que a acompanha, ele foi buscar suas roupas extras no carro e cobertor, mas avisei a sua mãe que você acordou e logo ela chega também.*Médico*
Que loucura, me sentia muito cheia de atenção... então GD entrou no quarto, correu para a beira da maca ao meu lado esquerdo, caiu de joelhos chorando e tremendo as mãos de alegria em me ver acordada.
-A...amor! *Ji me acariciava com as mãos no rosto, estava com uma calça preta jeans, uma camisa branca estampada de vermelho e uma blusa de frio moletom preto* não se preocupe com nada agora e nem com o antes, o que importa é que você está de volta e muito bem! Eu te amo muito *sussurrou*
-Ji! Obrigada por me fazer companhia todo esse tempo, eu também te amo muito e não sei o que seria de mim sem você.. mas pera e os shows? Ji, estou te atrapalhando de mais com tudo isso.
-Não acredito que você disse isso, bobinha! *Ji apertou minha bochechas e riu* Você não atrapalha meu projeto de vida não! Lembra? Você é especial pra mim.
Eu o olhei profundamente e sorri alegremente com toda essa declaração de amor que soava como música, Ji deitou-se na cadeira inclinável a minha direita e a todo momento me acariciava.
-Agora que está em companhia os deixo a sós e receberá auta depois de amanhã, para ter certeza de que ficará bem. *Médico*
-Sim, obrigado doutor, cuidarei bem dela *Ji respondeu com sorriso estampado*
TOC...TOC...TOC, alguém batia na porta.
-Pode entrar! *digo*
Entrou e era minha mãe.
-Filha! Você voltou! Está bem? Oi, JiYong. *Mãe*
-Sim, estou muito bem, Ji cuida como se eu fosse seu neném... *não devia ter dito isso*
-____ Você deve estar morrendo de fome que eu te conheço! Vou buscar *Ji*
Ji saiu do quarto fazendo com que ficasse sozinha com minha mãe.
-O JiYong é muito bom pra você____, mas o que ele fez e você também foi um erro, como vai ser sua vida agora? *mãe sermão*
-Posso muito bem levar minha vida em um relacionamento saudável e estudar ao mesmo tempo, não estou e nem vou perder nada *indago*
-Tabom, se você quer assim tudo bem, agora que aconteceu isso tudo é mais fácil ficar junto mesmo, mas não esquece... ele é muito famoso *mãe*
Ela me fez refletir naquele momento, mas sabe...
-Cadê o Ji? Está demorando de mais...
A porta abriu, saiu balões de lá, sim aqueles de coração vermelho com glitter, pétalas brancas eram atiradas junto e Ji entrou cantando If you, ele estava de terno branco com uma gravata borboleta preta, e eu comecei a chorar, Ji é muito romântico, até que chegou ao meu lado e sussurou no meu ouvido.
-____ você aceita namorar comigo, e quando completar 18 anos se casar comigo? *Ji*
-Claro que eu aceito seu louco! *minha boca quase arrebentava e ficava igual o coringa de tanto que sorrir*
Ji me botou uma aliança de compromisso que nunca vi um tão lindo! Era rosê e havia pedrinhas brancas com cor de pérola e estava escrito atrás seu nome.
-Ji, eu te amo muito! *e lhe dei um beijo*
Minha mãe teve de ir pois não podia ficar dois no turno da noite, mas me parecia satisfeita com tudo.
-Amor, vou ficar ao seu lado e aproveitar cada momento que tenho com você! Ah e eu trouxe hambúrguer escondido pra ti! *sorriu e me entregou*
Logo comi, nossa estava morrendo de fome.
-Parece um esquilinho comendo *Ji rindo e me acariciando*
-Blee *resmunguei de boca fechada*
-Sabia que você vai morar comigo agora? *Ji*
-Tosc tosc... que? *assustei*
-Não gostou da idéia? é que é uma tradição da minha família, quando se está em compromisso. *Ji*
-Eu adorei! Mas precisava perguntar a minha mãe...
-Eu já conversei com ela! Aceitou, disse que eu cuidaria bem de você. *Ji*
Ai que BEAUTIFUL vou morar com o GD pra sempre!
-E seus amigos? Não ligam?
-____ comprei uma casa só pra gente. *Ji bagunçou meu cabelo, que por sinal já tava*
-Você... é muito louco! Por isso eu te amo! Seu mané *bagunçei o cabelo dele também e rimos um do outro*
-Agora vamos dormir! Foi muita emoção pra hoje. *Ji me deu um beijo na testa e cobriu-se com o cobertor*
-Boa noite... Ji. *queria dormir de conchinha mas não era possível no hospital, então estava eu na maca e Ji na cadeira inclinável*
1 ano depois...
-Ji! Preciso de contar uma coisa...


Notas Finais


Continuem e comentem friends! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...