História Por trás das câmeras - Namjin - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin
Visualizações 248
Palavras 1.760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi oi!


Sim, depois de tanto tempo eu finalmente voltei. Peço desculpas pela demora para postar, mas bem, vocês já sabem o motivo, prometo que o próximo sairá mais rápido!

Eu ainda não revisei, então se tiver algum erro me desculpem.



😉😉😉

Capítulo 10 - Seus olhos denunciam tudo


Fanfic / Fanfiction Por trás das câmeras - Namjin - Capítulo 10 - Seus olhos denunciam tudo

POV Namjoon 


-É sério isso? Eles dormiram juntos? Eu não estou acreditando, eu nem sabia que eles eram tão próximos a ponto de dormirem no mesmo quarto e provavelmente na mesma cama. Tudo bem que o Tae e o Jin hyung sempre foram amigos, assistem desenhos juntos, e gostam de cozinhas juntos as vezes... Será que eles tem um caso secreto e eu nunca pensei nisso? Aish, se isso for verdade me sentirei um idiota por nunca ter notado. Mas faz sentido, o hyung sempre está com o Tae, e em questão de afinidade, acho que tirando eu, o Tae é quem mais tem afinidade com o Seok... Aaah esses pensamentos estão me deixando louco! - nesse momento eu estava caminhando pela rua feito um idiota sem rumo, eu já havia passado pela entrada da cafeteria, porém perdi todo meu apetite hoje mais cedo. Logo eu teria que voltar para o apartamento, eu teria que dar as caras lá, eu precisava terminar de compor a música que comecei a escrever com Hoseok.

Eu caminhava pela rua, chutando pedrinhas pelo caminho, mal olhava para onde estava indo, apenas seguia em frente, pego meu celular, com receio, tinha medo que alguma ligação estive nele, coloco meu celular no modo avião - Não quero atender, os dongsaengs que viram tudo e provavelmente entenderam, eles são espertos, e eu não estou afim de receber uma ligação deles querendo explicações... Eu apenas queria saber, por que estou me sentindo assim. Por que saber que o Jin hyung gosta mim me faz querer gostar dele também? Eu queria apenas, poder protege-lo... - me distraio olhando para as ruas movimentadas onde vez ou outra eu esbarrava em alguém, mas logo volto de meus devaneios quando me pego pensando no gosto de Jin - Seu gosto de tão bom... O que eu fiz, foi loucura! Na verdade, eu nem sabia o que estava fazendo, na hora, pária até que eu já era experiente naquilo, mas eu não fazia ideia, eu apenas queria ver meu hyung satisfeito, queria dar carinho para ele, eu queria ouvir ele chamar meu nome...

-Heey, vai acabar sendo atropelado se continuar longe assim! - me viro assustado, levo a mão até o peito para amenizar minha respiração que se encontrava acelerada - Como está Kim oppa?

-K-kim oppa? - encaro a menina.

Uma jovem, aparentemente pouco mais nova que eu e também mais baixa, lá pelos seus 1,65. Usava um meia calça preta, estava com um sobretudo preto que cobria quase todo seu corpo, usava um gorro e um cachecol ambos da cor vinho, uma sapatilha marrom se destacava​ na paleta de cores de sua roupa, a única cor que se destacava combinava com a cor de seus olhos, única parte do corpo dela visível pois a mesma usava uma máscara também de cor preta. A garota estava com uma bolsa, na verdade, se parecia mais com uma mala. A jovem esfregava as mãos enquanto olhava para mim.

-Não se lembra de mim né oppa? - a garota me olhava, seu olhar era frio, mas me lembrava algo -Tudo bem, você não é o primeiro a se esquecer! - a menor segura meu braço e me puxa para dentro de uma lanchonete - Vamos comer algo, estou morrendo de fome!

Eu apenas caminhei juntamente a garota que me puxava, observando aqueles seus olhos castanhos como tronco velho. Eu poderia me perder naquele olhar se não fosse tirado de meus pensamentos quando ela se senta em uma mesa.

-Então é... - decido me manifestar, pois até agora me mantinha calado - Eu te conheço? Me desculpe por não me lembrar...

-Tudo bem oppa, digamos que eu esteja bem diferente desda última vez em que nos vimos! - a garota diz enquanto olha o cardápio de lanches -Alias, soube que virou um idol, quer dizer que finalmente seu sonho pode ser real... - ela desviou o olhar do cardápio e me encarou por alguns segundos -Mas também soube que você debutou em um grupo... Você desistiu de ser cantos do hip-hop oppa?

-Não! Eu só... - eu parei de falar, fiquei admirado por ela saber tanto de mim, será que era uma saseng? Se fosse eu estaria correndo sérios perigos - Não desisti, a bighit apenas fez mudanças, eu e o Suga hyung fomos contra no início, mas acabamos cedendo, e talvez esse tenha sido a melhor escolha de nossas vidas! - digo com brilho no olhar, relembrando de todos os momentos juntos daqueles seis garotos o que arranca uma pequena risada da garota.

-Você parece realmente feliz com eles oppa, isso é ótimo, fico feliz em te ver bem. Só de pensar o quanto você sofreu pra agora ser conhecido por quase toda a coreia, é realmente encantador.

Eu encarei a garota, ela não falava como uma saseng, ela era delicada e nada esterica. A garçonete chegou e a garota fez seu pedido, fiz o meu também é a garçonete se afastou da mesa, desviei meu olhar para a janela, vi o frio do lado de fora e dentro da lanchonete estava tão quentinho e aconchegante. Por algum motivo, meus pensamentos vão para Jin hyung, penso se ele está bem lá no apartamento, se ele e os meninos estão tomando café tranquilamente, será que ele também está pensando em mim? Mas afinal, por que estou pensando nele agora?

-Pensando em alguém? -sou tirado de meus pensamentos com a pergunta da garota - A seus olhos denúnciam tudo, estava pensando em alguém? Quem a pessoa sortuda oppa?

-Eu, estava apenas pensando nos meninos do grupo...

-Seus olhos diziam que estava pensando em alguém especial. Ao menos... - a garota para de falar e solta uma risada - Qual dos seis é esse seu alguém especial? - eu arregalei os olhos - BINGO! - a garota falou alto, quase num grito, depois se desculpou - Um dos garotos, você estava pensando em um especificamente, quem é ele oppa, pode me contar! -ela dizia animada.

- Eu não sei se devo, nem ao menos sei seu nome!

-Aish... - a garota parecia decepcionada.

Nesse instante a garçonete chegou com nosso pedido, peguei meu lanche e a garota fez o mesmo. Antes de começar a comer, a jovem tirou seu gorro, fazendo com que seu cabelo se soltasse e caísse sobre seu rosto, aqueles fios castanhos, eu já havia visto antes, eu sabia agora, quando ela tirou a máscara foi minha confirmação, eu conhecia aquela garota! Mas de onde?

-Escola de inglês! - olho para ela confusa - Nós nos conhecemos no curso de inglês, éramos da tuma da sua tia avó, se lembra agora Kim oppa? - ela diz sorrindo.

-Mi Kyung? - digo encarando seus olhos castanhos, e a garota logo sorri.

-Olá de novo oppa.

A Mi era uma estudante de intercâmbio, ela optou por fazer um curso de inglês enquanto estava Coréia, assim aprendia melhor o idioma do país. Lembro-me que seus pais eram separados, pai coreano e mãe americana, ela morava com sua mãe, porém quando completou 15 anos, sua mãe a enviou para morar na Coréia com seu pai, pois a mesma iria a uma "turnê" de negócios, a achou que seria ruim para Kyung lhe acompanhar.

Nesses dois anos em que ela morou na Coréia, Kyu foi minha melhor amiga, ela estava sempre comigo, e sempre apoiando meu sonho de virar cantor. Nossa despedida foi cruel e dolorosa, na época em que entrei para a bighit a garota me contou que iria partir. Acabamos perdendo o contato durante minha época de treinie e eu pensei que nunca mais iria ve-la.

-Você está tão diferente, não está mais usando óculos, deixou os cabelos crescerem, seu rosto está mais fino!

-Sim, eu mudei bastante! - a garota sorriu -Mas a conversa não é sobre mim, é sobre você, é esse seu alguem especial!

-Seok... - soltei quase como um suspiro.

-Seok o nome dele? - a garota disse é em seguida deu uma mordida em seu lanche, ela parecia feliz em saber seu nome -E ele é do grupo?

-Sim, ele é um integrante do BTS. - digo também mordendo meu lanche.

-Você gosta dele oppa? Como mais que amigos? - seus olhos brilhavam.

-Eu não sei Kyu... Até três dias atrás eu tinha uma namorada, agora estou afim de um homem, isso é loucura não é? - a garota ri -Ei! Não ria desse situação!

-Desculpa oppa, é que mesmo com todo esse seu jeito machão, sempre achei que você fosse homossexual - ela segura para não ri novamente -Me desculpe mesmo!

-Aish, como assim? Eu gay?

-Ué, se está gostando desse tal Seok é gay sim, ou no mínimo bi!

-Bi?... - faria sentido, eu ter tido outras namoradas e agora estar me sentindo atraído pelo meu hyung.

-É Namjoon, bi! Jogar pros dois times! Não é difícil de entender!

-Aish eu entendi! - dou um peteleco no braço da mesma que da uma risada em seguida -Só não tinha me passado pela cabeça...

-Você é lerdo oppa! - a garota ainda ria -Mas então, já disse para o Seok como se sente? Ele é mais velho? Mais novo? Alto? Me fala!

-Aish... Mais velho, quase mesma altura que eu e bem... Digamos que já.

-E ele? - Kyu apoio seus cotovia na mesa se segurou sua cabeça com as mãos enquanto me olhava animada.

-Bom... - eu contei para ela tudo que aconteceu desde nossa volta da última turnê, contei o que aconteceu na madrugada e contei como me sentia sobre ele e Tae, enquanto ela apenas me olhava prestando atenção - Resumindo, é isso!

-Uau, nem imagino que você fez mesmo isso tudo, quer dizer que só nos encontramos novamente porque você teve ciúmes do Seok e saiu para espairecer! - ela sorriu divertida - Preciso agradecer a esse garoto!

-Ciumes? Eu não estava com ciúmes!

-Aqueles ali são o Seok e o Tae? - a garota disse apontando para janela. Rapidamente desvio meu olhar para lá e não identifico ninguém, logo ouço uma risada - Eu nem sei como eles são! Você realmente está com ciúmes, assuma seus sentimentos oppa!

-Mas Kyu, eu fui uma idiota, e se ele não gostar mais de mim? - digo cabisbaixo.

-Para com isso Kim, quem não gosta de você afinal? - ela sorri e segura minha mão - Diga a ele como se sente!

-Eu vou tentar...

-Eu vou te ajudar! - levanto a cabeça encarando a garota confusa - Um jantar, hoje à noite, eu irei falar com o Seok e descubrir se ele gosta mesmo de você! Se ele gostar e eu aprovar - ela da ênfase na última palavra como se fosse minha mae, eu apenas assinto divertido - Estará em suas mãos confessar seus sentimentos! Você topa?

-Topo!


Notas Finais


Então foi isso galera!!!!

Estou aqui nas notas finais para desejar a todos um feliz natal e um ótimo ano novo, não sei se consigo postar ainda esse ano, se eu não consegui, vejo vocês no início do ano que vem! Me aguardem e nunca desistam de mim! ❤❤


Ps: O que vocês acharam da Mi Kyung?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...