História Por trás das câmeras! Bts. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bamyeom, Jikook, Markson, Namjin, Suga, Vhope
Visualizações 11
Palavras 1.958
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ola turminha, mais um capitulo pra vcs e se deus quiser hj tem mais capítulos pra vcs.

Espero que vcs gostem.

Não esquecem de comentar e dar um favoritos, por favor.

Capítulo 17 - Festa part. 3 - Eu menti cacete!


Fanfic / Fanfiction Por trás das câmeras! Bts. - Capítulo 17 - Festa part. 3 - Eu menti cacete!

ANTERIORMENTE...

- Ei Bambam! - chamei enquanto me sentava ao seu lado - quero te ajudar a provocar o yuguie. - disse e le me olhou com olhos arregalados.


  - E como vc vai fazer isso? - perguntou desconfiado.

  - Vem comigo. - Chamei o puxando em direção ao banheiro, entramos e logo tranquei a porta - Olha presta atenção - Contei o meu plano e ele ficou animado com isso, planejamos tudo, agora era só botar em pratica.


    CAPITULO DE HOJE...

    ~ Bambam povs ~

Por que nós temos que nos apaixonar por pessoas erradas? Eu sei que sou maloqueiro, atrevido e as vezes barraqueiro, mas poxa, eu so queria a atenção dele, o afeto dele, que ele demonstrasse que sente alguma coisa por mim. Será que é tão difícil assim? Serio mesmo que eu tenho que partir pra provocações só pra ele me notar?

  O plano que o jimin elaborou é perfeito, não tem como dar errado. O plano é o seguinte: O jimin e eu vamos convencer o barman a me cantar. Eu vou estar sentado no meu lugar que é perto do Yugyeom, ai o barman chega e começa me elogiando, ai nós vamos ficar conversando e trocando flertes. Plano perfeito, so falta por em pratica.

  - Bambam vamos, eu consegui convencer o barman. - acordei dos meus devaneios com o jimin me puxando.

 - Ta, mais como é o nome dele? - perguntei.

 - O nome dele é Chung-hee, mas, quando ele chegar perto vc finge que não o conhece. Eu já expliquei tudo pra ele, como ele deve chegar e tudo mais. - disse ele em um folego só parando pra respirar - agora vc só precisa ir la sentar essa bunda naquele sofá e fingir que esta triste, o que não é mentira. - ele disse a ultima parte em deboche.

 
 - Não deboche de mim, doi muito ficar assim por alguém sabia? - disse o encarando.

  - Desculpa. - pediu ele sem graça - agora vai lá vai.

 Fui andando ate o sofá e me sentei no mesmo, o yugyeom não olhou pra mim em nenhum momento. Fiquei ali apenas observando os outros meninos dançando, até o casal namjim que havia sumido apareceu. Esse casal é fofo de mais!

  - Por que estes belos olhos se encontram sem brilho algum? - me assustei com a voz mais logo relaxei ao ver que era o barman.

  - Talvez porque eu não esteja satisfeito com algo - respondi o encarando e ele me encarou de volta. - Acho que eu vi vc la no bar.

 - Talvez porque eu estava la servindo bebidas! - respondeu ele e eu ri e não foi um risada forçada, essa foi de verdade. - E Então, não vai me dizer o seu nome anjo? - juro que fiquei parecendo um tomate quando ele me chamou de anjo.

  - C-Claro, me chamo Bambam - respondi entendendo a mão pra ele. - E vc, não vai dizer o seu nome?

  - Me chamo Chung hee, mais pode me chamar de oppa se quiser. - disse beijando a minha mão. Cavalheiro.

  - Tudo bem. - respondi olhando pra baixo envergonhado. - O que fez com que o belo cavalheiro se sentasse ao meu lado? - perguntei fazendo uma voz grossa.

  - O belo cavalheiro é por sua conta, mais fui atraído pelos belos olhos e a beleza de um certo príncipe, majestade! - respondeu fazendo uma pequena reverência.

  - Oh! Este príncipe é tão belo assim cavalheiro? - perguntei.

  - O mais belo que eu já vi, majestade - disse ele me encarando. Se eu fiquei envergonhado? Sim. - pena que seus olhos sejam tão tristes.

 - Tristes? Humm... Vc pode alegra-los cavalheiro! - disse sorrindo pra ele.

 - Eu posso? Mais como eu faço isso? - perguntou ele confuso.

 - Talvez ele só precisa de uma pessoa que o chame para dançar. - disse colocando a mão no queixo como se estivesse pensando. - Então, vc chama ele pra dançar, uh?

 - Boa ideia majestade! Como não pensei nisso antes? - ele se levantou com um enorme sorriso e me estendeu a mão - me daria a honra desta dança pequeno príncipe?

  - Claro! Com prazer. - sorri segurando a sua mão e me levantando. Ele nos guiou até a pista de dança onde começamos a dançar "Photograph-ed sheeran".


  
   ~ Yugyeom ~

Bambam e o jimin sumiram durante a festa. Eu conversava distraído com o jungkook sobre várias coisas começando de música até comida, ou seja, falamos de tudo. Logo vejo Bambam se aproximando, mas sem o jimin. Onde eles se meteram? Decidi ignorar pois se eu desse muita bola ele não ia sair do meu pé. Continuei conversando até ver a feição do jungkook mudar completamente enquanto olhava para algo atrás de mim, segui o seu olhar e logo meu sangue ferveu ao ver a cena atrás de mim. Bambam e o cara que estava trabalhando como Barman da festa. Mais que porra é essa aqui?

  já ia me virar pra xingar quando sinto as mãos do jungkook me segurar.

  - Ei cara, deixa ele. Ele só ta conversando. - Disse ele me soltando.

  - Conversando? Esse cara deve ta dando em cima dele isso sim. - disse bufando de raiva. Tentei prestar atenção no que ele conversavam. Péssima ideia. O tal barman, tava flertando com ele. " ...mas pode me chamar de oppa se quiser ". Pera, o que? É isso mesmo produção? Mais que cara abusado.

  - Terra chamando Yugyeom! - acordei dos meus pensamentos com o jungkook abanando as mãos na minha frente em uma tentativa de me chamar.

  - Hamm...? O que foi? - perguntei.

 - Ta no mundo da lua caralho, eu to aqui falando contigo porra! - disse ele revoltado.

 - Desculpa, é que... É que... aish. Esse barman ta flertando com ele jungkook. - disse passando a mão no cabelo.

  - E o que vc tem a ver com isso? Vc mesmo disse que não gosta do Bambam yugyeom. - disse ele me olhando desconfiado.

 - Eu menti cacete, eu menti. Eu gosto sim dele, eu só não consigo lidar com isso. - disse bagunçando os cabelos de forma desesperada.

 - Pois sinto te dizer amigo, que o cara que tu gosta ta indo agora mesmo na pista de dança com o barman dançar essa musica que ta tocando abraçadinhos - ele disse me fazendo virar rapidamente pra pista de dança vendo aquele barman filho da puta abraçar o Bambam pela cintura.

 - Filho da puta! - rosnei me levantando pronto pra ir la e quebrar a cara daquele filho da mãe.

 - Onde vc pensa que vai? - ouvi a voz do Jimin e logo braços me agarrarem pela cintura me fazendo sentar-se novamente.

 - Me deixem ir lá, eu não vou permitir que esse barman se aproveitar do MEU Bambam. - disse tudo num fôlego só.

 - "SEU Bambam?" Ah Yugyeom me poupe, se poupe e nos poupe né amor. - disse o jimin sarcasticamente - Quando ele tava aqui querendo chamar sua atenção vc ignorou todas as tentativas dele. Sabe como ele se sentiu? Ou melhor sabe como ele ta se sentindo? Seja homem e tome vergonha nessa sua cara, deixa ele curtir a vida dele poxa. - disse o jimin alterando um pouco a voz. Se doeu ouvir isso? Muito. Estou me sentindo um lixo, perdedor, babaca, idiota, estupido tudo que começa com " i " menos inteligente.

  - Vc tem razão, eu fui um idiota tentando esconder meus sentimentos e nem percebi que estava afastando ele de mim. - senti minha garganta fechar - estava tentando me privar desse sentimento que não me dei a oportunidade de vive-lo, de sentir. - senti as primeiras lagrimas caindo - eu pensava que ele estaria sempre atrás de mim, que nunca me deixaria em paz. E isso de alguma maneira me deixava feliz, pois eu pensava que nunca iria perde-lo, mas agora eu sinto como se estivesse perdendo ele pra outro que pode fazer ele muito mais feliz do que eu, e isso me doi, doi do fundo da minha alma pensar nessa possibilidade - soltei um soluço forte.

  - Vc ainda pode ter ele - disse o jimin se sentando ao meu lado.

  - Como? Ele deve estar magoado, triste e com raiva de mim. - disse balançando a cabeça em negativo.

  - Vc ainda pode ter ele se lutar por ele yugyeom, mostra que vc esta disposto a tudo pra ter ele do seu lado, que vc sente o mesmo que ele. - dessa vez foi o jungkook a se pronunciar.

  - O kook tem razão, vcs dois se gostam. Lutem por isso, enfrentem todos os obstáculos pra ficarem juntos. Não deixe nada nem ninguém separar vcs.

  - Obrigado! Obrigado mesmo por me apoiarem - disse limpando as lagrimas.

  - A gente sempre vai estar aqui - disse o jungkook bagunçando o meu cabelo.

  -  Agora, vai la no banheiro lavar esse rosto e depois volta aqui que eu tive uma ideia absurda pra essa noite ficar melhor. - disse o jimin com uma cara maliciosa.

   - O que vc ta aprontando jimin? - perguntou eu e o jungkook em uníssono.

   - Logo mais vcs vão saber. Agora vai yugyeom e jungkook leva ele pra ele não fazer nenhuma merda. - disse ele se levantando e saiu andando sei la pra onde. Eu e o jungkook nos entreolhamos dando de ombros indo em direção ao banheiro.


       ~ Jimin povs ~

Vão me chamar de louco? Vão. Mais é por uma boa causa? Com certeza.

  Já ouviram falar em " Verdade ou Desafio" ? Ou " Verdade ou Consequência?" Pois bem, eu Park Jimin declaro que hoje nessa festa maravilhosa, vai ter " Verdade ou Desafio" meus queridos leitores.

  O que eu tenho que fazer é simplesmente chamar todos os meninos, pegar uma garrafa de bebida vazia e uma cheia, sentar em uma roda e seja oque deus quiser. Vamos ao ataque. Cheguei perto do casal namjim.


  - Desculpa atrapalhar o casal mais, eu preciso fazer um comunicado e quero todos la no sofá. Vcs me ajudam a chamar todos? - perguntei fazendo carinha fofa.


  - O que vc ta aprontando jimin? - perguntou o jin desconfiado.


  - Eu nada Jin-omma, eu so preciso fazer um comunicado. - disse fingindo inocência. - E ai, vão me ajudar ou não?

  - Tudo bem vai...- disse o Jin puxando o Namjon mais antes eu pude ouvir ele dizendo um " isso vai dar merda Namjon". E vai querido Jin. Fui até o bar e pedi duas garrafas de bebidas, uma cheia e a outra vazia. Chamei todos os meninos e fomos até o sofá onde alguns já se encontravam.

  - Então Jimin, o Jin disse que vc tem um comunicado a fazer. Diz logo o que é pois a gente ta deixando de curtir a festa - disse o suga fazendo todos começaram a falar ao mesmo tempo me deixando zonzo.

  - SILÊNCIO! - falei alto fazendo todos se calarem. - E suga, a festa vai ficar muito melhor pois eu quero propor uma brincadeira pra vcs.

  - Que brincadeira? - perguntou o Jb cruzando os braços.

  - O nome da brincadeira é... - fiz suspense e todos ficaram me olhando curiosos - Verdade ou Desafio - Soltei pausadamente.

  - Eu disse que ia dar merda! - suspirou o Jin.

 - Ah vai gente, é só uma brincadeira inofensiva. - disse tentando convence-los.

 - Até que pode ser legal! - disse o Mark - Eu topo.

 - Se ele vai eu também vou - disse o Jackson. Alguns ficaram na dúvida mais depois toparam. E que comesse o jogo.


Notas Finais


Eita que vem merda.
E ai tão curiosos pro próximo capitulo?

Como eu disse lá em cima, se deus quiser eu posto mais um capitulo hj.

Beijos pra todas as Armys do brasil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...