História Por um acaso (Malec) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Instrumentos Mortais
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Magnus Bane
Tags Malec
Visualizações 130
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voooooltei pessoas
Bora pro cap

Capítulo 8 - "Entregador ?...Não "


                 29 de Julho, 2017

Faltavam 4 dias para seu aniversário e Izzy ainda insistia em fazer uma festa, sendo que ele nem tinha tantos amigos assim pra comemorar, mas como sabia que não iria conseguir convence-la a não fazer o único jeito era ceder.

Izzy iria ficar esses dias na sua casa, até que seu aniversário passasse e ele estava feliz, sua irmã era a pessoa mais especial pra si, bom, ele não tinha mais ninguém mesmo.

Deixou ela em casa já que a mesma não podia ir pra sua escola, pelo simples motivo de não estudar na mesma, pois Robert havia proibido. Estava andando pelos corredores, perdido em pensamentos de como essa festa seria que nem viu quando alguém havia o puxado para dentro de uma minúscula sala - que deveria ser do zelador - e o encurralado na parede.

- Bom dia Alexander - disse Magnus sussurrando em seu ouvido, o fazendo arrepiar-se.

- Magnus ? - Alec perguntou.

- Quem mais seria ? - Magnus perguntou deslizando o nariz por seu pescoço, fazendo assim Alec ofegar baixinho.

Magnus não deu tempo para Alec responder, pois havia o puxado pela cintura colando seus corpos e o beijando. Alec levou as mãos aos cabelos de Magnus, os puxando com uma certa força, fazendo Magnus dar um sorriso em meio ao beijo. O ar já estava fazendo falta no pulmão de ambos, tendo assim que quebrar o beijo.

- Estava com saudade de beijar seus lábios - Magnus disse dando uma mordida no lábio inferior de Alec.

- Não mais do que eu - fala Alec antes de atacar a boca de Magnus novamente.

Já estavam descabelados, com as roupas amassadas e os lábios vermelhos de tanto se beijarem, até que Alec lembra que tinha que ir pra aula.

- Magnus - fala Alec empurrando de leve o ombro dele para separar o beijo.

- Hum ? - Magnus perguntou ainda embriagado com os beijos de Alec.

- Eu tenho aula -disse Alec, mas sem fazer menção de soltar-se de Magnus.

- E ? - Magnus disse fazendo pouco causo.

- Magnus ! - Alec disse indignado.

- Calma baby, eu tava brincando, vem vamos - disse Magnus dando uma risada e puxando Alec pela mão, antes de verificar se o corredor estava vazio.

Alexander já estava indo, quando sente Magnus o puxar novamente pelo braço, fazendo os corpos dos dois colidirem e o dando um último beijo, deixando Alec com um sorriso bobo no rosto.

Suas aulas já haviam passado e Alec decide ir a pé, mesmo que demorasse um pouquinho. Seguia pelas ruas de NY, com o vento batendo em seus cabelos, os bagunçando mais que o normal, mas sem deixá-los feios. Ouve uma buzina e quando vira pra ver, era uma ferrari que já conhecia bem, Magnus abaixa a janela e pisca pra ele, o fazendo corar.

- Aceita uma carona ? - Magnus pergunta.

Alec entra e a primeira coisa que diz, é :

- Oi amor da minha vida.

- Que ? - Magnus pergunnta com uma sobrancelha arqueada.

- Que o que ? - Alec pergunta.

- Você me chamou de " amor da minha vida " -Magnus disse imitando a voz de Alec.

- Quem falou que era você ? - Alec perguntou.

- Que eu saiba eu sou o único aqui - Magnus disse irônico.

- Eu estava falando do carro - disse Alec revirando os olhos e depois rindo da carranca que Magnus fez.

- Tanto faz - Magnus diz com a cara fechada, fazendo Alexander rir mais ainda.

Magnus não havia falado mais nada durante o caminho com a cara fechada, fazendo Alec achar graça da situação.

- Hey, vai ficar assim o dia todo ? - perguntou Alec com um sorriso brincalhão e irônico ao mesmo tempo.

Magnus continuou dirigindo e não o respondeu.

- Tem certeza que vai me ignorar ? - Alec perguntou passando o nariz pelo pescoço de Magnus, fazendo assim ele se arrepiar.

- Agora você quer atenção ? - Magnus pergunta - Conversa com o carro - Magnus diz afastando Alec.

- Sério ? Você vai mesmo ficar com ciúmes do carro ? - Alec perguntou e Magnus novamente não respondeu.

Decido então a não tentar mais, ficou quieto o caminho inteiro até chegar a frente de seu prédio. Já tava pronto pra sair do carro, quando Magnus o puxa para o colo dele, beijando-o logo em seguida.

- Não consigo ficar muito tempo te ignorando - disse Magnus ofegante após quebrar o beijo.

- Bom saber - Alec disse, antes de recomeçar o beijo.

Depois de ter se despedido de Magnus e das várias seções de beijos, Alexander entra em casa, se deparando com Isabelle o olhando com um sorriso malicioso.

- O que foi ? - pergunta pra Izzy franzindo o cenho.

- Quem era que tava com você naquele carro super chique, hein ? - ela pergunta.

-An... er, bom - Alexander sem embolava, fazendo Isabelle segurar o riso.

- Tô esperando ainda - disse Izzy.

- U-um amigo - Alec disse.

- Um amigo, é ? - Izzy perguntou arqueando a sobrancelha - Sei - ela disse ainda desconfiada, sabendo que era mentira, mas que seu irmão uma hora iria te contar.

Já havia anoitecido e os irmãos decidiram pedir uma pizza pra comer vendo um filme, Alec estava escolhendo um filme, enquanto Isabelle tomava um banho, até que a campanhia  toca, pensando ser o entregador vai lá abri-la.

Paralisa e arregala os olhos, não era o entregador, muito longe disso.

Era Jace.


Notas Finais


Gostaram?
Jace é inocente ou não ?
Jace merece uma chance ?
Alec e esse amor pela ferrari de Magnus haha
Obrigada pelos favoritos e por comentarem.
Comentem por favor !
Beijinhos, Lenna.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...