História Por um mundo melhor. - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drogas, Sexo, Shoujo(romance)drama
Visualizações 115
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa a demora ❤ boa leitura

Capítulo 37 - Restaurante ❤


Fanfic / Fanfiction Por um mundo melhor. - Capítulo 37 - Restaurante ❤

P.O.V Fred

Ao sair do parque eu e a Lind fomos para o carro em direção a um restaurante almoçar.

Depois de chegar no restaurante escolhido eu estacionei o carro e entramos.

Ao entrar lá tivemos uma surpresa.

Fred: a Julie e Matt estão... se beijando?!

Lind: Onde?

Fred: Ali!!!- digo apontando para eles.

Lind: Caramba Fred... eu não acredito que eles não contaram pra gente! Vamos lá.

Segurei em sua mão.

Fred: Lind... eles estão tendo um encontro olha... seria crueldade atrapalhar...

Lind: por que você sempre tem que ter razão?!

Fred: Acho que já nasci assim.

Ela deu uma risada sem graça.

Lind: Vamos comer em outro lugar?

Fred: Sim...

Entrelacei nossas mãos e fomos até o carro.

Lind: Suas mãozinhas são macias.

E virei pra ela e dei um beijinho em sua boca.

Ela deu um sorriso e entramos no carro.

Fred: Onde quer ir namorada?

Lind: Não sei namorado. Quer comer algo específico?

Fred: Bom não... e você?

Lind: Só não quero comer besteira.

Fred: Ok... conheço um restaurante aqui perto. Gosta de comida Japonesa?

Lind: já comi uma vez...

Fred: O restaurante é muito bom, confia.

Lind: Estou confiando.- diz ela dando uma piscadinha pra mim.

Entramos no carro .

Colocamos o cinto.

Fred: Namorada?

Lind: Oi namorado.

Fred: Adoro te chamar assim...

Ela apertou as minhas bochechas enquanto-a acariciava.

Lind: Eu te amo meu amor..

Sinto meu rosto ficar quente.

Não acredito que eu e a Lind estamos namorando...

Fred: Eu também te amo minha pequena.

Lind: Não era bebê?

Fred: Você é meu pequeno bebê.

Lind: Ownnnt... I Love You.

Fred: I Love Too.

Depois de 30 minutos chegamos no restaurante.

P.O.V Lind

Descemos do carro

Lind: Bonito o restaurante .

Fred: Sim. Vamos entrar?

Lind: Sim vamos.

Entramos no restaurante e nos sentamos

Fred: O que quer pedir?

Lind: Bom... Eu gostaria de comer sushi e sashimi com arroz. (Capa)

Fred: Eu quero lámen... vou pedir.(capa)

Lind: Ok.

Fred: Garçom!

Garçom: Karera wa sudeni karera ga nozomu mono o kettei shimashita?

Lind: Hai, watashitachiha, rāmen, o Amerika, sushi ya sashimi ni shitaidesu.

Garçom: Sudeni anata no yōkyū o motte kimasu.

Lind: Hai.

Ele saiu.

Fred: Fala japonês?

Lind: Hai .

Fred: Que bonitinha

Lind: arigatou gozaimasu.

Fred: O que você e ele disseram?

Lind: - já sabem o que querem? - Sim, nós queremos uma sushi,sashimi, lámen e arroz - Já trago o seu pedido.

Fred: Ouwn... que namorada poliglota que eu tenho .

Lind: Hai, Domo arigatou.

Fred: pare de falar em japonês... eu não entendo

Lind: Gomenasai (sinto muito) 

Garçom: Koko de kanojo no wakai rikuesuto ga arimasu. (Aqui está seu pedido jovem)

Fred: Eba.

Lind: arigatou gozaimasu.

Garçom: Shokuyoku

Lind: Arigatou.

Fred: Meu lámen chegou graças ao meu bom Deus.

Lind: Estou com bastante fome.

Fred: eu também...

Pegamos os pedidos e começamos a comer.

Lind: Quer um pouco?

Fred: Sim.

Peguei o hashi e dei um sushi na sua boca.

Lind: O que acha?

Fred: Muito bom.... Quer um pouco de lamen ?

Lind: Sim...

Ele pegou sua colher e me deu um pouco.

Fred: Gostou?

Lind: Sim... ainda não acredito que vi a Julie e o Matt. Eu vou matar eles!

Fred: Calma.... pode ser recente.

Lind: Foda-se eu ainda ... é... pode ser recente...

Fred: Tá vendo .

Lind: Mas mesmo assim...

Fred: Deixa que segunda eu mato ele.

Lind: Matamos juntos.

Fred: Ok.

Lind: Seus pais eles....

Fred: Estão em casa a essa hora...

Lind: Eu... estou com medo Fred...

Fred: Calma Lind .

Lind: Vou tentar...- digo comendo um sashimi.

Depois de 20minutos.

Fred: acabei .

Lind: Fred eu não aguento maiis.... me ajuda.

Fred: Ok...- ele pega o seu hashi e me ajuda a terminar de comer .

5 minutos depois.

Lind : Pronto.

Fred: Gostou?

Lind: M-muito.- digo com dificuldade pois estou cheia.

Fred: Que bom.

Lind: Hmm..

Fred: O que ?

Lind: O biscoito da sorte.

Fred: Ouwn é verdade.

Ele se levantou e foi até um lugar que eu não reparei e voltou com 2 biscoitos em uma espécie de caixinha.

Lind: Vamos ver ...- digo pegando um deles

Fred: o que está escrito?

Lind: "Dê valor as coisas boas da vida, não se desespere, confie no próximo e em pouco tempo seus desejos se tornaram realidade"

P.O.V Fred

Fred: nossa.

Lind: e o seu?

Fred: "Aquilo que você sempre sonhou está a sua espera"

Vamos nos casar então.

Lind: Profundo.

Fred: Pois é.

Lind: O que você sempre sonhou?

Fred: Bom.. eu sempre quis casar, ter filhos um bom emprego. Essas coisas sabe.

Lind: Casar? Sério?

Fred: Sim... eu sempre quis...- abaixo minha cabeça.- me casar com você...- digo baixinho.

Ele se sentou do meu lado.(eles estavam sentados de frente um para o outro)

Lind: Tem sonho de se casar comigo?

Fred: Eii eu sei que é uma viadice da minha parte mas...

Ela me interrompeu com um beijo.

Ela segurou a minha nuca e eu coloquei uma mão em sua cintura e a outra em seu joelho.

A forma como ela explorava cada canto da minha boca .

Deixava o beijo cada vez melhor.

Nos separamos por falta de ar.

Depois de respirar um pouco nos beijamos novamente.

Nossas línguas entraram em guerra.

Eram beijos necessitados vindo da parte de ambos.

Estou começando a me excitar.

É inevitável .

Tirei a mão de sei joelho e coloquei um palmo a cima .

Eu iria tentar nada . Apenas ficar assim

Ela tirou a mão da minha nuca e colocou nas minhas costas.

A sua outra mão passeava pelo o meu pescoço acariciando ele.

Péssima hora amiguinho...(me refiro ao pênis)

A mão que estava em sua cintura escorregou e foi para o bumbum mas tirei imediatamente.

Coloquei a mão retirada em sua outra coxa sem alisar e sem passear.

Apenas coloquei lá.

Nesse momento estava minhas duas mãos em suas duas coxas.

As mãos delas uma em minhas costas e a outra que do meu pescoço desceu e foi para a minha perna.

Sempre que faltava ar nos separamos e nos beijamos de novo.

Lind: I-isso foi incrível .

Fred: Foi...

Lind: Sabe... casar seria uma boa daqui uns 6 anos.

Fred: Sim seria.

Ela passou a mão no meu rosto e a outra ainda estava localizada em minha perna.

Ela se aproximou e me deu vários beijinhos estalados.

Eu não consegui controlar a minha excitação.

Me afastei

Lind: Tudo bem?

Fred: S-s-sim.... eu vou no banheiro.

Lind: ok.

O banheiro estava vazio.

Amém .

Desço o zíper da calça e começo a me masturbar.

Eu não posso obrigar a Lind a fazer isso comigo.

Fiquei fazendo isso durante um tempo até que me ajeito lavo bem as mãos e volto para a mesa

Fred: Voltei.

Lind: Tudo bem?

Fred: Sim... vamos pra casa?

Lind: Vamos.

Chegando lá...



Notas Finais


Continua? ❤💓💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...