História Por Você - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lucas "T3ddy" Olioti
Exibições 18
Palavras 808
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Você não vai morrer


Fanfic / Fanfiction Por Você - Capítulo 14 - Você não vai morrer

Ficamos nos olhando por alguns torturantes segundos até que ele vem até meu rosto, e me beija suavemente tranquilo. Correspondo sem nenhum esforço e logo paramos aos selinhos e ele passa a me olhar novamente, e sorri um lindo sorriso.

— Pode parecer loucura minha... — ele abaixa a cabeça e retorna a me olhar em seguida — Mas eu to me apaixonando por você. — um meio sorriso se mantêm em sua linda e bela esculpida boca, e sorrio involuntariamente — Sei que tá muito cedo, mas é a verdade.

— Eu também estou. — digo com o olhar vidrado no seu e ele sorri passando o polegar em meu queixo — Mas eu não quero que você se apaixone por mim. — um nó se dá em minha garganta imaginando o pior para minha vida e ele olha sem entender — Eu posso morrer Lucas, e se você se apaixonar por mim você vai sofrer quando isso acontecer, e eu não quero que ninguém sofra por minha causa. — lágrimas picam os cantos de meus olhos e ele nega com a cabeça.

— Você não vai morrer. — ele diz com firmesa e aceno positivo com a cabeça.

— Há probabilidade disso acontecer... — deixo as lágrimas caírem e mexo em meus dedos mordendo os lábios.

— Não! — ele levanta da cama e me olha — O médico disse que em duas ou três sessões você estaria melhor! — sua voz me passa indignação enquanto me pergunto o por que Will disse isso a ele.

— O tumor pode e não pode diminuir Lucas!

— E por isso você pensa o pior? — diz se virando de costas e bufa. Por que ele tá assim? — Olha Amanda, eu quero te mostrar que você pode sobreviver tá legal? — ele diz pegando em meu rosto com ambas mãos e olhando em meus olhos.

— Mas eu... — ele me interrompe.

— E ai você vai lutar pela sua vida! Por que tem pessoas que te amam, e que estam te amando e te querem bem. — seus olhos se avermelham e assinto o olhando — Agora chega disso. Vêm vamo comer alguma coisa. — estende sua mão, e à pego levantando da cama.

Eu não sei se quero sobreviver, sabendo que se o tumor se for novamente, ele pode voltar. Se for pra ser assim, que acabe logo com tudo de uma vez, e eu não sofro mais.

Parando na porta do quarto, ele se vira e me dá um leve beijo na bochecha passando as mãos em meus cabelos.

Em seguida vamos para a cozinha e fazemos um lanche para nós.

Conversamos enquanto comemos, e logo o ar ficou leve e bem humorado. Ele é um cara legal, e vejo que ele não se deixa levar pela fama e o dinheiro que tem. É um homem simples e honesto.

Não falamos nada sobre nossa transa, que foi boa por sinal, mas acho que ele está com vergonha. Sei lá né...

Achei bonitinho o jeito que ele disse comigo no quarto. Ele mostrou estar preocupado com minha saúde, e com meu bem estar. E querer ter algo com ele eu até quero, por que como eu disse, eu estou apaixonada! Apaixonada por esse lindo sorriso, esses olhos chamativos, essa boca deliciosa... E esse jeito de ser que ele tem! Eu estou apaixonada por Lucas! Mas eu não quero fazê-lo sofrer se algo acontecer comigo, e isso pode acontecer... Mas eu quero também curtir a minha vida, e viver um amor antes que eu já não possa mais sair do hospital.

— Ei... — escuto Lucas me chamar e me viro para ele na cama. Eu estava dormindo. Por que estou aqui? Conversamos sobre nós, já que estamos nos apaixonando, decidimos ficar perto um do outro enquanto podemos estar. E eu quero isso também! — Sua mãe. — ele me estende meu celular e arregalo os olhos enquanto ele sorri sapeca. Como eu fui esquecer dela meu Deus?

Pego o celular de sua mão, e atendo enquanto ele ri.

— Oi mãe. — fecho os olhos e mordo os lábios esperando seu sermão.

— Eu sei que você está no bem bom agora senhorita... Mas por que não me ligou avisando que dormiria fora hoje? — sua voz soa desapontada, e olho as horas no telefone. 2:47 da madrugada.

— Desculpa mãe, eu não achei que iria se importar.

— Tudo bem Amanda, mas da próxima vez avisa por favor. — concordo com ela, que logo me deseja boa noite e desliga.

Olho para Lucas que sorri e lhe dou um selinho calmo e leve enquanto deito em seu peito para voltar a dormir. Espero ser feliz com ele, mesmo não tendo nada sério entre nós... Mas que sejamos felizes para que venha algo sério!

[...]

Assim que eu e Lucas chegamos na porta de meu apartamento, escuto a voz de Will na sala, e entro rápido para poder vê-lo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...