História Porcelain of Plastic - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Doll, Drama, Perfeição
Visualizações 5
Palavras 689
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A


A garota que brinca comigo é simplesmente horrível, parece um peixe que havia saído do oceano, ela não fedia, claro, mas se não fosse pelos perfumes caros que seu pai compra tenho certeza que ela exala a peixe podre... Mas acho que para o pai dela isso não importa, ele ama a filha sem mais nem menos, dá a ela tudo que pode e a ama com tudo que ele pode. Já a mãe não posso dizer o mesmo, dizem que ela morreu de desgosto quando viu a cara da filha que havia colocado no mundo… ela com certeza deve ter partido dessa para uma melhor.

Ao foco novamente, eu tenho certeza que o pai dá a ela tudo que ela quer, por conta de ela realmente não ter nada… Como isso?

Ela não é bonita, as amigas que tem eram compradas, não tem mãe… essa garota não tem nada, ela não passa de um vazio.

Então deve ser por isso que ela tem tantas bonecas e o pai as dava por conta de seu trabalho… e é aí que eu entro na história, eu sou a boneca dela, a favorita por enquanto.

Deus não havia me abençoado com uma família, com riqueza e muito menos com uma personalidade, porém em compensação ele me deu a beleza, a beleza de uma boneca, e isso atraiu olhares, controvérsias, rumores e isso acabou se tornando meu trabalho… então acho que Deus não me abençoou, ele apenas me fez com uma maldição e colocou uma mulher para me dar a luz, nada mais e nada menos.

Mas não me importo, ninguém gostava de mim, nem eu mesma gostava da minha personalidade egoísta, idiota que esbanjava orgulho do pouco que tinha, aliás tinha uma pessoa que gostava…

-Ellizabeth, está na hora do chá. —a garota fecha a porta atrás de si e começa a arrumar a mesa chique e detalhada com tudo que ela tinha. -Minhas melhores amigas irão vir também, então se comporte e lembresse das etiquetas que lhe ensinei. —Ela se aproxima de mim e puxa um dos meus cachos loiros longos, o que foi doloroso mas eu era uma boneca e não deveria sentir nada.

-Ótimo, agora vou te preparar. —ela vai até a cômoda e pega a escova que passava horas e horas escovando meu cabelo, sentia como se meu couro cabeludo fosse ser arrancado a cada escovada.

O barulho da campainha soa rápido e a garota corre para me arrumar e descer.

-Já descerei em um momento. —ela arruma o laço vermelho no meu pescoço e me olha nos olhos. — Lembresse de se comportar, se não não ganha doces, Ellizabeth. — ela puxa de novo o mesmo cacho e desce rápido as escadas.

Odeio essa menina, se pudesse mataria ela com uma xícara de chá pela guela.

Não demora muito até as vozes chatas de crianças começarem a aumentar até o som invadir todo o quarto.

-Uau, essa é sua boneca? —a primeira garota perde a etiqueta quando entra no quarto logo se aproximando de mim. -Seu pai estava certo de dizer que ela é a boneca perfeita. —os olhos da garota vibram quando seus dedos pequenos tocam minha pele macia.

-É claro que ela é, aliás ela é minha. —a garota esbanjava orgulho e tentava se mostrar, porém todas se afastaram dela e se aproximaram de mim, me tocando, me dando elogios e dizendo que queriam uma igualzinha a mim.

-ESTÁ NA HORA DO CHÁ. —a garota assusta jogando a louça na cabeça de uma das suas "amigas", o que gerou gritos de desespero. -Ellizabeth eu falei pra você não chamar a atenção e se COMPORTAR!

Não consigo segurar um sorriso maldoso que acaba praticamente rasgando minha ética e quebrando a garota.

-SUA BONECA IDIOTA. —ela pula em cima de mim e me bate, me bate até sangue começar a surgir em suas mãos.-VOCÊ SEMPRE ROUBA TUDO O QUE QUER.

Há, está acontecendo de novo… que coisa triste de se acontecer… será que eu mesma ou ela acabaram sendo minha causa de morte?

 Eu não deveria pensar nisso, nem dar opinião, aliás eu sou uma boneca.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...