História Porn Girl - Camren - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camila, Camren, Hot Camren, Lauren, Romance
Exibições 420
Palavras 1.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), FemmeSlash, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O que posso dizer desse capitulo? kkk boa leitura

Capítulo 10 - - You Want Me?


Fanfic / Fanfiction Porn Girl - Camren - Capítulo 10 - - You Want Me?

- O que diabos você está fazendo.. Karla? - Lauren murmurou e eu sorri de leve

- Você não me queria, Lauren? - Me levantei somente para acender uma das velas colocando meu corpo na maior luz que tinha ali, somente para que ela pudesse me admirar, e isso ela fez - Eu estou bem aqui

- Mas o que mudou? - Perguntou desconfiada e eu revirei os olhos

- Você vai ficar ai nesse papinho furado ai? - Perguntei indo de volta até ela e sentando sob seu colo - Ande, você tem coisas tão mais úteis pra fazer com essa boca não acha? 

Ela suspirou de rendição e juntou os lábios nos meus com certa violência, meus lábios doiam com a força que era investida contra minha boca, pedi passagem com minha língua e suguei a sua com vontade, toda a textura, o gosto, até mão dela em minha cintura emanava calor, e as roupas que ela usava contra meu corpo nu estavam me enlouquecendo.

Então, como a descontrolada que eu sou, nem perdi meu tempo tentando abrir sua camisa de botão, somente a puxei e rasguei com um puxão firme, olhando seu sutiã rendado e vermelho e mordendo o lábio

- Você é tão.. - Perdi a frase no meio do ar e percorri o olhar sob sua pele, ela era muito branca, seria uma pena se eu carimbasse essa pele..

Beijei seu pescoço e desci até seu seio dando um chupão ali, vendo a pele avermelhada começar a arroxear satisfeita com o meu "trabalho"

- Porra.. - Sussurou e eu sorri provocativa, roçando meu sexo molhado sob sua coxa em vai e vem

Num movimento só, como se tivesse despertado de um transe, Lauren segurou meus quadris e me deitou na cama, se levantando - Você me quer? - Perguntou, retirando seu sutiã e eu assenti mais do que deveria com a cabeça - De quatro, Karla. 

Dei uma risadinha com seu pedido, me pondo sob meus joelhos e as mãos, eu já havia ficado nessa posição muitas vezes sob filmes, mas assim, sem ninguém além de Lauren olhando, nessa meia luz e nada de transa filmada e paga..que diferença..

Sentia o olhar de Lauren queimar sob meu corpo e eu sabia que ela me desejava, provavelmente mais do que gostaria de admitir

Ela sorriu desferindo um tapa forte em minha bunda me fazendo dar um gritinho de dor, e a ardência tomar conta da região, senti meu clitóris começar a pulsar e fechei os olhos com força

- Eu acho que te subestimei - Ela deslizou a mão sob minha boceta me fazendo gemer baixo - Entendi, você não queria que eu saisse com a Keana não é? - Como diabos ela sabia disso?

- N-não.. - Falei baixo e ela beijou as covinhas de minhas costas

- Por que não? Hm? - Não respondi, e então ela puxou meu cabelo pra trás, colando sua boca em minha orelha - Me responde.

- Não eu não queria, e você não foi, Por que não consegue resistir a mim não é? - Falo com a voz falhada e ela respira fundo - Hein? Você nunca desejou alguém como me deseja e isso te assusta não é? 

- Digo o mesmo pra você, Garota do Porno. Se não não estaria aqui comigo sem uma câmera por perto. - Sorriu, bingo..

Ela se deitou sob o colchão, me puxando pra cima dela, deixando meu sexo em frente a seu rosto, roçando seu nariz sob minha fenda inchada me fazendo suspirar e baixar mais ainda meu quadril em busca de contato 

Senti meu quadril ser puxado pra cima e ela sugar meu clitóris pra dentro de sua boca 

- Caralho! - Joguei meu cabelo para um lado de meu rosto e rebolando sem pudores sob seus lábios enquanto ela soltava meu clitóris em um estalo e segurava em minha bunda para me movimentar por cima de sua língua me fazendo dar gemidos altos e espasmos involuntários pelo corpo, respirando pesado e acelerando minha respiração

Quando ela me invadiu com dois dedos senti minha boceta apertar contra os mesmos e umedeci os lábios enquanto sua língua trabalhava em meu ponto de prazer

Me deitou na cama, me dando um beijo nos lábios me fazendo sentir meu gosto enquanto dava estocadas rápidas com seus dedos

- Lauren! - Gemi seu nome em meio as palavras desconexas que murmurava e rebolei contra suas estocadas, arfando contra sua boca

- Sente só como eu estou - Lauren rebolou sua boceta molhada contra minha coxa e eu sorri olhando para ela enquanto ela me penetrava 

- Lauren! Eu vou.. Deus.. - Senti meu corpo tremer em espasmos e com uma última estocada, gozei sob seus dedos, relaxando meu corpo suado sob o colchão enquanto ela chupava os dedos

Fitei seu sexo e mordi meu lábio, a empurrando pelos ombros para que caisse deitada sob o colchão

- Camila? Digo.. Karla..? O que está fazendo? - Murmurou quando rocei meu sexo com o dela, fazendo nossos clitóris se roçarem um contra o outro deslizando

Gememos juntas e a expressão em seu rosto me fez continuar os movimentos que ficaram ainda mais rápidos e precisos, alcançando pontos que eu nem sabia que poderia ter prazer

Nossos gemidos eram tudo que se ouvia por ali, meu clitóris pulsou contra sua carne e ela chegou ao ápice, e eu alcancei meu segundo orgasmo, me jogando no colchão totalmente esgotada, e eu não cansava fácil, na verdade aguentava muitos rounds de foda, então isso me impressionou um pouco, boa, Lauren.

Abracei Lauren com um braço e fechei os olhos escutando Lauren ressonar depois de um tempo, abrindo os olhos para a encarar 

Olhos fechados, boca semi-aberta e um travesseiro entre as coxas, linda. 

Peguei seu celular olhando a mensagem na tela, sorrindo pro nada

"Me deu bolo hein? que coisa feia, Lauren.

-K"

Eu sorri, desligando seu celular, sabendo que hoje, eu ganhei a batalha, batalha não sei pelo que, mas sinto que ganhei mesmo assim, por algum motivo eu não queria que Lauren fosse encontrar essa garota, e eu confio em meu instinto

1 a 0 pra mim, Keana.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...