História Porquê Eu Não Percebi Antes? - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~CrazyCrazyARMY

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Mistério, Revelaçoes
Visualizações 72
Palavras 1.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁ OLÁAAAAA

AQUI
IS
KAUSEOK

FINALMENTE CAPÍTULO NOVO
OMG

EU E A CO AUTORA... BOM.... estávamos com preguiça, essa é a vdd... E sem tempo tbm pq temoa outras fanfic :))

MASSS
CHEGAMOS COM UM CAPÍTULO NOVINHOOO

BOA LEITURRA❤❤❤

Capítulo 4 - O Moletom...



                                                   

                 P.O.V (S/N)


Três dias se passaram, novamente estava a caminho da escola. São apenas sete da manhã, o dia está nublado, frio. Vesti o moletom mais quente que tenho, sinto apenas o vento gelado batendo em meu rosto. Minhas mãos estão congeladas, não as sinto mais, tento esquenta-las em meu bolso, mas não está dando certo.


Sinto um braço rodear meu pescoço e me assusto, mas não demonstro, apenas sinto um frio na barriga, sinto medo, felizmente era apenas Jungkook.


— Olha quem está de volta, senti saudades – me abraçou de lado – você sumiu depois daquele dia da suspenção, ninguém mais viu você, só Yoongi, eu acho, e apenas uma vez. E você nem para me mandar uma mensagem!

— Desculpa Jungkook, eu... eu fiquei sem internet.

— Aham... – fez uma cara de: “não acredito em nada disso”

— O que foi? É verdade! 

— Ok, Ok... bom, Yoongi vai ficar feliz em te ver, ele está preocupado, fala e pergunta de você toda hora.

— Sinto falta dele, de conversar com ele...

— E eu? Aish! – ri.

— Eu também te amo, você sempre está comigo, é o melhor amigo que alguém pode ter! 

— Que fofa, desse jeito eu vou acabar acreditando. – dei-lhe um tapa de leve e rimos.


Avisto Yoongi entrando no portão da escola, quase não o reconheci, pois a neblina ainda estava presente. Meu coração acelerou, estou com saudades desse cara chato e “sem alma”.


— YOONGI! – Gritei e sai correndo para abraça-lo. O mesmo virou e sorriu de canto.

— Ei! Calma! – Disse enquanto quase o derrubo com o abraço. O mesmo retribuiu – por que sumiu desse jeito? Eu fiquei preocupado! Fui na sua casa várias vezes e ninguém abria aquela porra de porta!

— Eu acabei hibernando.

— Ah, agora entendo. Vamos, está muito frio – Disse colocando o braço em volta do meu pescoço.

— ESPEREM AÍ! — Jungkook vinha correndo em nossa direção – eu sou sempre o excluído disso aqui! – cruzou os braços – ri.

— Dramático... – disse .

— Eu? Dramático? Vocês que me ignoram!


E foi assim por uns cinco minutos, apenas discutindo sobre isso. 


Começamos a conversar sobre assuntos aleatórios, os mesmos davam risada e brincavam, e eu apenas dava algumas risadas falsas. De repente eles se calaram e me olharam, sabiam que algo não estava certo comigo. Yoongi até sabe, mas Jungkook, não, e creio que nem irá saber.


— Você não está bem, não é? — Jungkook perguntou enquanto me olhava preocupado

— Eu estou sim, pare com isso, só estou com frio, e com vontade de voltar para casa

— Sinto que você, vocês me escondem algo... 

— É...nós estamos.— disse Yoongi, gelei dos pés à cabeça — Quer mesmo saber?

— Sim! Óbvio que eu quero saber! 

— Tudo bem... mas... não se assuste — Yoongi deu um longo suspiro e então disse:

— (S/N) está esperando um filho meu.

— QUE? Vocês estão zoando com a minha cara né? Diz que sim, (S/N)! Diz que sim! 

— É verdade Jungkook... — suspirei.

— Puta que pariu — o mesmo abaixou a cabeça — VOCÊS NÃO TEM JUIZO NÃO? 

— Calma! — rimos — é mentira, se acalma!

— Vão se foder! Aish! 

— Jungkook, não há nada de errado comigo, ok? Acredite em mim.

— Tudo bem... mas por favor, não façam mais isso!


Logo bateu o sinal e fomos para a sala. Quando entrei, ficaram me olhando, parecia que todos sabiam do meu segredo, que todos sabiam o que fiz. Meu coração acelerou, e parei na porta, mas Yoongi voltou e chamou minha atenção.


— (S/N)? O que foi? Você está bem?

— An? N-nada, nada, estou bem.— disse indo até meu lugar na janela.


Todos parecem me julgar com os olhos, ou será que isso é apenas minha imaginação? Será que estou ficando louca com tudo o que houve? Bom, não sei. Apenas parece que todos estão diferentes.


A cada minuto que passa, parece levar um século, quero ir embora, quero ir para minha casa na árvore e encher a cara.


— (S/N)? — sou interrompida de meus pensamentos pelo aluno novo atrás de mim.

— Oi, é... — disse me virando para trás.

— Taehyung.— sorriu

— Ah, sim, Taehyung, o que foi?

— Você pode me emprestar uma caneta? 

— Claro. — pego uma caneta qualquer e entrego a ele.

— É... posso te devolver final da aula? Eu esqueci meu penal hoje... — disse sem graça

— Tudo bem. — sorri fraco — Pode ficar.


Olho para Yoongi e o mesmo faz um sina de "estou de olho em você". Ri com aquilo, e me virei para frente novamente. Comecei a pensar em diversas coisa, inclusive em o que irei fazer depois da aula. Meu plano é: passar no mercado, comprar bebidas, salgadinhos, doces, e ir para a casa na árvore esquecer do mundo. 


— Senhorita (S/N), pode nos dizer como se chama o... 

— Não — "cortei" a professora — não sei, não estava prestando atenção.

— Me indigna ver você falando desta maneira, como se não fosse algo importante mocinha!

— Mas não é importante — todos se viraram para me olhar.

— Não irei tolerar este tipo de comportamento em minha sala de aula! Saia!


Peguei minha mochila e sai dali. Droga, Namjoon vai me matar se souber disso! Fui para o banheiro e me tranquei lá, pois se a diretora me ver pelos corredores irá ligar para meu irmão novamente. Eu sinceramente não estou com paciência para estudos, não estou nem ai, quero que se foda!


E como já era de se esperar, Yoongi me ligou, deve ter saído da sala apenas para isto.


— O que foi Yoongi?

— Onde você está?

— Trancada no banheiro.


Ele desligou, e logo escutei a porta sendo aberta.


— (S/N)!

— Está maluco? — disse destrancado a porta e indo até ele.

— Eu sou maluco. O que foi aquilo? 

— Não sei! Aish!

— (S/N), eu sei que está difícil para você tudo isso, mas você não pode ignorar tudo, ignorar os estudos!

— Veio aqui apenas para me dizer isto?

— Yoongi? (S/N)? — Disse Jungkook abrindo a porta do banheiro.

— Puta que pariu, vocês são loucos! — disse — E para de dar sustos assim Jungkook! Achei que era a diretora, sei lá!

— Desculpa, é que me pediram pra vir atrás do Yoongi.

— Eu não posso sair nem por três minutos daquela merda! 

— Os professores te odeiam, por isso.

— E não te odeiam né (S/N)? Estamos juntos nessa.— ri.

— Tá bom, tá bom... agora voltem para a sala, e não entrem mais aqui! Nos vemos no intervalo.

— Vai ficar o resto das aulas ai?

— Vou, mas ninguém precisa saber disso, não é? Agora vão, não quero vocês com advertências!

— Também não queríamos você com advertências! — disse Jungkook cruzando os braços

— Aish... vão logo!


Não iria ficar ali até o intervalo, então, decidi ir ao pátio, pular o muro e ir embora. Peguei minha mochila, abri a porta do banheiro, olhei para um lado, para o outro, e não havia ninguém.


— Ótimo!

Comecei a caminhar em passos rápidos, e foi ai que...


— Ai! — disse caindo no chão, e logo alguém caiu em cima de mim. Senti minha roupa encharcar.

— M-me desculpe, e-eu...


Era Taehyung, o aluno novo. Ele se levantou rapidamente e me ajudou, o mesmo estava envergonhado.


— Eu sinto muito, você está bem? Eu vim pegar água e...

— Se acalme! — ri de seu jeito — está tudo bem, foi só um acidente 

Olhei para meu moletom, estava todo encharcado. Com o frio que está, com certeza ficarei doente. Não só eu, mas Taehyung Também, seu moletom estava mais encharcado do que o meu, muito mais.


— Droga! — disse ele — e agora?

— Venha, vamos nos secar

— Onde? 

— Novatos... — o mesmo me olhou — desculpa, não pude evitar.


Fomos ao quartinho de limpeza da escola, há estoques de papel toalha, isso dever servir para alguma coisa. 


Por mais Que Taehyung enxugasse seu moletom, não adiantava, está muito encharcado, o mesmo ficaria doente.


— Droga! Aish!

— É... Você quer meu moletom? 

— Não, não precisa, logo irá secar.

— Eu tenho outro por baixo, você vai congelar assim, pegue.


Tirei o moletom e dei para ele. Como tem uma caveira e é todo preto, nem vai dar para perceber, afinal, é masculino mesmo...


— Você não vai ficar com frio?

— Não, está tudo bem. 

— Tem certeza? 

— Relaxa... eu vou fugir mesmo, irei para casa, mas não conte a ninguém!

— Tudo bem, seu segredo está seguro comigo. — riu — Sou um estranho, mas mesmo assim está seguro — rimos — eu preciso ir, obrigado pelo moletom, amanhã te devolvo, e sua caneta também

— Tudo bem. — sorri — Vai lá antes que você se ferre igual a mim...


O mesmo deu uma risadinha e saiu. 

                

              P.O.V  Yoongi 


— O que a (S/N) tem, Yoongi? Ela está muita estranha!

— Eu não sei Jungkook! — menti — Se eu soubesse, te contaria — menti de novo — Afinal... 


Parei de falar quando vi Taehyung entrar com o moletom de (S/N), com certeza é dela, claro que é dela, reconheço de longe! 


— Mas o que? 

— O que foi Yoongi? — puxei o mesmo e sussurrei:

— Taehyung está com o moletom da (S/N)! — o soltei.

— Ai! Não precisava apertar meu braço porra! Como assim da (S/N)?

— É caralho! O moletom dela! Eu sei que é dela, a vimos com ele à poucos minutos atrás Jungkook! — falei baixinho.

— Que merda, nem me lembrava.

— No recreio terei uma conversa com ele, e com ela também!


               ...


O sinal bateu para o intervalo, e durante o restante da aula. Não parava de pensar em porque ela deu aquele moletom para Taehyung.


— Yoongi, não vá fazer merda, por favor.

— Relaxa Biscoito, eu só vou fazer algumas perguntas para ele.

— Biscoito o caralho! Pode parando, você sabe que odeio esse apelido que a (S/N) me deu!


Procurei por (S/N) e não a encontrei, mas logo ela irá aparecer, então, irei falar com aquele cara primeiro.


— Yoongi.

— O que foi?

— Você parece irritado.

— Não parece, eu estou irritado! — avistei Taehyung — EI! VOCÊ! PARE AI!

— E-eu?

— Você! — fui até ele — Já pode ir me contado tudo, antes que eu me irrite mais ainda!

— Contar o...

— ANDA LOGO! — bati em um dos armários — CONTE TUDO!


                       ...


Notas Finais


TADINHO DO TAEHYUNG BRASILLLLL :-:-:-:

que dó, sério...

Espero que vcs tenham gostadoooooooo

(PROMETEMOS NÃO DEMORAR DOIS FUCKING MESES PARA POSTAR O PRÓXIMO CAPÍTULO)

BEEJJUUUSSSS TREVOSOS
DE MIN YOONGIII!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...