História Porque o amanhecer logo antes do sol nascer é mais escuro. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope/hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Suga(yoongi), V(taehyung)
Exibições 33
Palavras 924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi. Voltei sem muita demora. Me perdoem qualquer coisa. Obrigada pelos favoritos e me mandem sugestões para a história. 💕
(O capítulo é essas florzinha porque eu gosto delas)

Capítulo 19 - Nineteen ♡♡


Fanfic / Fanfiction Porque o amanhecer logo antes do sol nascer é mais escuro. - Capítulo 19 - Nineteen ♡♡

POV YOONGI

Eu já não sabia o que Fazer, como reagir. Estava triste, cansado, nervoso. Um emaranhado de sentimentos passavam por mim.
Duas ligações em um dia me derrubaram por completo.
Já tinha se passado uma semana, mas era como se o tempo não tivesse passado. Fiquei todos esses dias na casa do Jimin, ele não comia ou bebia algo por um longo período, tinha medo que ele ficasse doente.
Jungkook e os outros meninos iam la na casa dele de vez em quando mas ele não gostava de receber visitas.

Hoje é o primeiro dia de férias do meio do ano. Esperava viajar com os meus amigos. Mas não tá nada bem pra viagens agora.
Estava deitado no sofá da casa do Jimin com um pouco de dor de cabeça.

-Hyung?-ouvi uma voz baixa vindo da escada.

-Jimin? Você desceu. -falei me levantando e não pude conter um sorriso fraco em mim.

Fazia dias que ele não descia, não dormia e comia pouco la no quarto mesmo.

-Eu acho que...-Jimin Não conseguiu terminar a frase e desmaiou caindo da escada.

Fui ate ele com certa pressa e a respiração dele era fraca, coloquei ele no carro e fui ate o hospital.
Quando chegamos levaram ele pra um quarto e eu não pude entrar. Lá de fora liguei pro pai dele e pro Jungkook.
Logo o pai dele chegou.

-O que aconteceu? -perguntou quando chegou.

-Ele desmaiou e caiu da escada.

Quando terminei de falar o médico saiu do quarto.

-Você é o pai dele?- apontou pro Sr Park do meu lado

-Sim. Sou eu!-falou com certa pressa.

-Ele desmaiou porque não tinha força pra nada nem pra manter o próprio corpo. Mas pelo fato de ter caído da escada e bater a cabeça, está desarcodado. Não temos um previsão para quando ele possa acordar, certamente foi meio grave. Sinto muito.

-O que??? Não por favor.... Jimin acorde... não me deixe só...-o pai dele falava se encostando no vidro onde era possível ver Jimin dormindo.

Logo umas enfermeiras chegaram e entraram no quarto. Encheram o Jimin de tubos e agulhas furavam seu braço. Aquilo doia em mim.
Jungkook chegou e perguntou o que tinha acontecido, eu expliquei e antes de terminar de falar ele ja estava chorando muito.

-Eu tenho que ir embora Hyung! -JungKook falou sentado no meu lado me olhando.

-Você o Que? Porque? Pra onde?-olhei pra ele confuso.

-Aconteceram problemas no trabalho da minha mãe e ela foi demitida. Vamos voltar a morar com meus irmãos! Queria falar isso pro Jimin... Mas aconteceu isso.....

-E se ele acordar? O que eu vou dizer pra ele? Que o namorado dele simplesmente foi embora! Você não pode!

-Eu não queria isso Yoongi, não foi eu que decidi! Eu não tenho idade suficiente pra isso!

Eu ja não sabia o que fazer... Jimin naquela situação. Jungkook ia embora e Min já tinha ido. Estava confuso, com medo e triste. Eram as coisas que tomavam conta de mim no momento.

*dois dias depois *

Quando voltei em casa, pra pegar umas roupas, um carregador e uns livros pra ler encontrei Jungkook na frente de casa com os outros garotos enquanto colocava as malas no carro.
Saí de casa com uma mala pequena onde tinham algumas coisas minhas pra levar pro hospital. Eu ia voltar porque o pai do Jimin ainda trabalhava E eu não podia deixá-lo sozinho. Não quando eles precisam de mim e eu posso ajudá-los.

Saí de casa e fui ate os meninos, cheguei perto do Jungkook e ele me abraçou chorando.

-cuida dele Hyung!- falou baixo entre soluços.

-Vou cuidar!-respondi segurando o rosto dele e sorri.

Depois que ele se despediu de todos entrou no carro e foi embora, fiquei com os meninos ate que deu a hora de eu voltar para o hospital.

-Eu ja vou indo. Boas ferias pra vocês! -falei e andei um pouco

-Yoongi!!-Tae falou um pouco alto.

-O que foi?-perguntei me virando.

-Posso ir com você? Quero ver como o Jimin está.

-Claro. Vamos logo.

Ele se despediu do Hobie e dos outros meninos e entrou no carro e fomos.
Quando chegamos o pai do Jimin já estava saindo e disse que voltaria a noite.

-Olá você é Min Yoongi? -uma moça chegou com uns papéis perto de mim

-Sou eu-falei e me levantei.

-Acompanhante de Park Jimin certo?

-Sim!

-Você pode entrar pra ficar lá dentro com ele a partir de hoje. A menos que esteja doente ok?

-Ok! Posso entrar agora?

-Você sim mas e esse rapaz?-apontou pra Taehyung.

-Ele veio pra visita!

-Ok, você tem 2 horas de visita quando acabar o horário venho avisar!

-Ta bom!-Tae assentiu.

Entramos na sala onde ele estava, tão perto de mim mas tão distante ao mesmo tempo.
Dói ver ele assim.

-Será que ele vai demorar acordar?-Tae perguntou chegando perto do Jimin.

-Não sei, mas não quero que demore muito...

Ficamos conversando ali sentados num sofá  que tinha no quarto, por um tempo. Nos faltou assunto mas ele não tinha notícia da Min por muito tempo e achou que eu tivesse.

-Você viu a Min depois daquele dia?-perguntou sem me olhar.

-Não mas falei com ela.

-onde ela está?

-Em Paris. Com os irmãos.

-QUE?? Como assim?

-pois é.  Não tem previsão pra voltar e se voltar.

Depois disso a enfermeira chegou avisando que o tempo de visita havia acabado e que Tae precisava ir embora. Ele foi e eu continuei sentado no sofá. Pensei em tudo que estava acontecendo e vi como minha vida era merda.


Notas Finais


Um capítulo pra vocês! Espero que tenham gostado. Um beijo e um queijo e ate mais. ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...