História Porque você me viu naquela noite ? - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Porque Você
Visualizações 49
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Perdendo um pouco o controle


Mitsumy ak

Quando eu já estava me sentindo um pouco melhor, ele falou que iria sair, mais antes, deu uns avisos, eu fiz que sim com a cabeça e me despedi com um aceno, mais o mesmo não retribuiu e saiu.

Voltei ao quarto, chegando lá deitei na cama, e fiquei olhando para o teto, tentando me lembrar de alguma coisa, só que foi uma tentativa em vão, mais a dúvida que não me abandonou des do momento em que ele saiu de "casa", foi quando ele falou para não tocar em nada.

- Por que será que ele me disse isso ? - Falei para mim mesma, logo em seguida, revirei meus olhos e sorri - Nossa estou com uma vontade de ir ao banheiro ! Mais aquele viado não me disse onde fica ! Vou ter que procurar sozinha ! - Falei um pouco indignada, mais sorri logo em seguida.

Caminhei pelos corredores da casa, que para a minha sorte, era pequena, não encontrei a mesinha de mais cedo, até que quando estava voltando para o quarto, por outra direção, passei ao lado de uma comoda, que estava um pouco torta, resolvi arrumar, sei sobredisse que não era para mexe em nada, mais eu só estou arrumando, mais quando eu estava empurrando a comoda para o lado, vi uma pequena porta, meio aberta no chão, a curiosidade bateu na minha cabeça, então resolvi descer para ver oque tinha lá em baixo.

Quando já me encontrava no último degrau da escada, caminhei pelo local, que era imenso, eu caminhava devagar, observando tudo oque estava ao meu redor, quando cheguei um pouco longe da porta, vi uma coisa que fez minhas pernas travarem.

- Meu Rikudou ... - Falei estendendo minhas mãos e puxando a toalha que estava sobre uma mesinha, quando ele saiu por completo, vi todas as armas, olhando de perto as mesmas estavam manchadas de sangue, fiquei olhando sem piscar, até que ouvi alguém entrando, logo tampei a mesinha de novo, e corri até a saída, mais antes de chegar a porta, vi uma fotografia em preto e branco, em um pequeno quadro de madeira, mais o rosto da mulher e do homem, estavam rasbiscados, só a do garoto que aparecia, me aproximei do retrato e peguei, tentei limpar, mais saiu um pouco só da mancha, apertei meus olhos para ver melhor, e notei que todos da foto estavam sorrindo, será que esse garoto da foto era ele ? Mais e o resto da sua família ? E por que ele tem aquelas armas cheias de sangue ? Quem é ele realmente ? Por que eu não consigo me lembrar ? 

- Eu falei para você não mexer em nada ! -  Fui cortada desses pensamentos, quando o vi descendo as escadas puto e depois caminhando até mim, mais eu não soltei a fotografia. 

- Vo... Você. .. Você é o garoto da foto ? - Falei com medo e dando alguns passos para trás, ele continuou bravo e continuou caminhando até mim.

- Me dá essa foto ! - Ele disse seco, ele mudou totalmente, algumas horas atrás ele não estava desse jeito.

- Você é o garoto da foto né ? - Falei na esperança de ganhar uma resposta, mais ele continuava puto, eu já estava, prensada na parede, e ele já estava chegando, quando chegou ele segurou um de meus braços com força, e estava doendo muito - Ei... Me .. Solta ... Esta... Está doendo ! - Falei o olhando, ele parecia hipnotizado, e com um sorriso maníaco no rosto, eu já tinha visto isso em algum lugar.

- Me .. Dá. . A PORRA DA FOTO !!! - Ele falou gritando e segurando com a mão esquerda meu pescoço - SE NÃO EU VOU ARRANCAR A MERDA DA SUA CABEÇA !! ASSIM COMO FIZ COM A DO S..... - Ele não terminou a frase, pois olhou para meu rosto, muitas lágrimas consumiram meus olhos, eu estava desesperada, ele olhou para os meus olhos e depois olhou para cima, e logo em seguida soltou sua mão do meu  pescoço e me fez cair com força no chão - Vai ! Antes que eu mude de ideia e arranque sua cabeça fora e tudo que tem dentro ! - Ele terminou a frase se afastando de mim.

- Mais .... Você ainda não me disse ..... você é o garoto da foto ? - Terminei a frase e ele me olhou puto, com vontade de realmente me matar, fiquei com medo, e não consegui me mexer, apenas estendi a mão direita para ele, entregando a foto.

- Vai logo ! Antes que eu ... Perda todo o meu controle ! - Ele disse pegando a foto da minha mão e dando alguns passos a minha frente.

Não falei nada, apenas corri para fora do porão, não olhei para trás, voltei para o quarto pois não pensei em outro lugar para ir, cheguei ao quarto, e o tranquei, me sentei na cama e me cobri, eu estava totalmente gelada, tremendo, com muito medo, desesperada e com a sensação de já ter sentido isso em algum lugar, o silêncio reinava naquele quarto, mais logo foi cortado, com estrondos de algumas coisas quebrando, chutes, eu estava com muito medo, até que ouvi ele dizer meu nome.

- DOCE MITSUMYY !!! Oque acha da gente brincar minha querida ? Seus pais eram tão divertidos, mais não foram muito simpáticos, e na nossa última conversa eles não falavam quase nada ! Bem ... Eles não falavam nada né ! Que pena que você chegou depois ! - Ele disse do outro lado da porta, eu chorava de medo, e no mesmo tempo tremia, mais não entendi o assunto sobre meus pais, pois ele tinha dito que eles tinham ido morar para fora.

Derrepente ficou um pequeno silêncio novamente, eu me senti aliviada, até que escutei alguém bater na porta.

- Qu-quem está aí atrás ? - falei me encolhendo no canto da cama, até que ouvi uma voz suave responder.

- Mitsumy ! Vou sair ! Cuide daqui ! E não deixe ninguém além de mim entrar ! Já está tarde, então não me espere acordada ! - Ele falou calmo, eu me levantei e abri a porta, quando eu ia falar alguma coisa, ele já tinha saído de casa, eu sei que toda essa confusão começou por eu ter ido ao porão, mais eu ainda não sei nada sobre ele, mais vou descobrir tudo sobre o mesmo  a fundo, então agora mesmo vou voltar ao porão, mesmo que custe a minha vida, vou descobrir tudo sobre o passado dele e a vida dele hoje !.


Notas Finais


Espero que tenham gostado =^-^=
Fiquem com Rikudou !!
E até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...