História Porque você me viu naquela noite ? - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Porque Você
Visualizações 36
Palavras 1.377
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - A metade da história de Jikito


Mitsumy ak

Depois de ter me decidido, sobre o fato de descer ao porão de novo, me levantei da cama, e saí do quarto, quando estava fechando a porta do quarto, ouvi alguém bater na porta de entrada, mais estranhei, pois era muito cedo para ele ter voltado, caminhei até a porta bem de vagar, quando girei a maçaneta e abri, vi um garoto, que eu chutava ter a mesma idade do Shigatsuky. 

- Você precisa de alguma coisa ? - Perguntei fechando a porta, ele levou seus olhos até mim, e ficou me analisando. 

- O Shigatsuky ainda mora aqui ? - Ele perguntou apontando para a casa, eu olhei para trás mais logo voltei a olhar para frente, ele sorria calmo para mim.

- Sim ! - Falei com um sorriso torto no rosto, ficamos nos olhando sem dizer nada, o certo seria convidar ele para entrar, mais o Shigatsuky disse ..

- Ele está ? Preciso falar com ele, com urgência ! Pois tenho um assunto que è do interesse dele ! - Ele me disse, mais ao mesmo tempo não me olhava, aquilo estava estranho.

- Bem ... Agora ele não está. . acho que amanhã você talvez  consiga falar com ele ! - Falei com um sorriso torto, e dando de costas para ele, mais logo senti uma mão gelada, segurar meu braço.

- O que isso ! Não vai me convidar para entrar ? - Ele disse, meio que implorando com os olhos.

- Mais o Shigatsuky me disse... - Não consegui termina a frase, pois aquele olhar estava tão fofo - Está bem ! Mais você è amigo dele ?

- Podemos dizer que sim ! - Ele disse com um sorriso calmo, eu sedi e o levei para dentro, Shigatsuky vai me matar por isso.

Eu estava com pressa para garantir que ele não visse o porão, então não fechei a porta direito, caminhei pelo corredor da casa, o procurando, até que o vi no quarto onde eu estava, entrei de fininho, ele parecia admirar aquele quarto, eu achei muito estranho.

- Bem ...Er... Você e o Shigatsuky são amigos a muito tempo ? - Perguntei me sentando um pouco longe dele, ele levou seus olhos para mim e sorriu pequeno.

- Não muito ! O conheci quando eu estava sendo estrupado e ele matou o homem que estava fazendo isso....

Anos atrás (eu so escrevo isso porque não sei escreve fle.. Alguma coisa kk)

Eu estava voltando da escola, eu morava sozinho, em um bairro excluído da cidade, meu curso acabava muito tarde, e como eu não tinha nenhum tipo de automóvel, ia caminhando para casa.

Até que em uma noite, o curso tinha acabado muito tarde, e meu bairro tinha pouca iluminação e poucas pessoas, eu caminhava calmamente, afinal só é mais uma noite como outra qualquer.

- Cale a boca ! - Falou um homem, colocando sua mão esquerda na minha boca, deixei cair meus livros, tentando me soltar, mais como eu era um garoto magrinho e sem muita força física, acabei sendo levado para um lugar mais afastado um pouco de meu bairro, quando ele me jogou no chão, eu me encontrava em um beco.

- Por favor ... - Falei com medo, ele apenas sorriu, e se aproximou de mim, me levantou com força, e me prensou de costas para ele na parede, meus olhos estavam marejando lágrimas, logo senti ele abaixar minha calça junto com a minha cueca, eu continuava chorando e com muito medo, mais não adiantaria gritar, pois ninguém iria ouvir.

Depois que ele tirou minhas roupas de baixo, apenas senti sua mão, segurando meu membro forte, e o masageava com muita força que doía. 

- Por ... Favor... Pare !.. - Falei tentando olhar para ele, mais o mesmo fez que não com a cabeça, e começou a apertar mais forte, até que senti seu rosto se aproximar do meu.

- Sabe ... Eu sempre te vigiei de longe ! Você me excitava ! Seu corpo me excitava ! Então esperei até agora para poder ter você apenas para mim esta noite ! - Depois de terminar de falar, ele lambeu meu pescoço, mais ainda não soltou meu membro, quando vi que ele iria se colocar dentro de mim, ouvi uma voz vindo atrás de mim.

- Parem de serem tarados ! E vão fazer isso em outro lugar ! - Falou um garoto, minha salvação, poderia pedir ajuda a ele.

- POR FAVOR ME AJUDA !!!! ELE ESTÁ ME ESTRUPANDO !!! - Falei gritando e chorando ao mesmo tempo.

- Assim a história muda ! Vou acabar com esse lixo que pensa que è humano ! - Eu só ouvia sua voz, quando percebi, o cara tinha me soltado, e ido até o garoto, quando olhei para o garoto, ele era branco que nem neve, e seus cabelos eram pretos que nem carvão, ou até mesmo mais escuros, seus olhos apenas mostravam a sede de sangue que ele estava sentindo.

Eu tentava vestir minhas roupas de baixo, mais meu membro doía muito, então fiquei sentado no chão, pensando em tudo que tinha acontecido, mais foi interrompido quando escutei um grito.

Olhei para frente, e vi o garoto, dando várias facadas no membro do homem, ele sorria e dava muita risada, eu fiquei com medo, quando notei que o homem já estava morto, e o garoto também notou, começou a desmontar o corpo do homem inteiro, arrancando tudo do lugar, quando ele terminou, pegou os pedaços e queimou tudo.

- Lixos como vocês não merecem nem serem enterrados ! Que você queime no inferno ! - Ele disse com um sorriso enorme e meio psicopata no rosto.

Eu fiquei paralisado, até que o vi caminhando lentamente até mim, com as mãos, rosto e braços cheios de sangue e vestígios de veias, tripas e mais algumas coisas que eu não sei dizer oque é. 

- Você está bem ? - Ele perguntou, cortando meus pensamentos, eu o olhei de vagar e um pouco assustado, e também com um pouco de vergonha, pois estava sem minhas roupas de beixo.

- Sim.... Só. .. Que ... - Mal terminei a frase e ele se virou de costas para mim.

- Se vista logo ! Pare com essas viadagens de que está doendo ! Pois você não sabe a dor que senti, des dos meus 7 anos de idade ! - Ele disse seco e olhou para mim.

- Es...Está bem ! - Falei me vestindo com muita dor, mais suportei.

- Agora terei que mudar de cidade ! Esse já è o 50ª pessoa que eu matei ! E espero que esse último corpo não saia daqui ! Não conte a ninguém ! Ou eu termino o trabalho que ele iria fazer e pior ! Talvez com uma faca ou furadeira, quem sabe ! - Ele disse sorrindo e olhando para frente.

- Esse assunto não vai sair daqui ! Senpai ! -Falei corado, ele me olhou estranho quando terminei de falar.

- Senpai ? - Ele falo sem entender nada, eu sorri torto.

- Eh ... Que ... Bem ... Como é seu nome Senpai ? - Perguntei muito corado, e o olhando.

- Shigatsuky ! E o seu ? 

- Jikito ! 

Voltando ao presente

Ele me contou  como conheceu o Shigatsuky, mais algumas coisas me assustaram, então o Shigatsuky era, ou ainda è um assassino sanguinário.

- E como você conheceu ele garota ? - Ele me perguntou, me tirando dos meus pensamentos. 

- Eu .. Eu .. Não sei .. Eu acordei uma noite aqui, sem me lembrar de nada, mais ele me disse tudo, e disse também que eu era namorada dele - Na última frase, o garoto me olhou bravo, não entendi o motivo, até que escutei a porta abrir, o garoto logo se levantou, pegou uma faca que estava no bolso de sua blusa preta, me agarrou e colocou a faca na minha garganta, eu estava com muito medo, o garoto me arrastou para fora do quarto sem tirar a faca da minha garganta.

Na entrada estava Shigatsuky fechando a porta, quando viu a minha situação, ele ficou encarando o garoto com um olhar puto, e o garoto o encarava com um sorriso.

Eles começaram a se falar, até que o final da frase que o tal Jikito disse, me chamou a atenção,  ele e o Shigatsuky foram namorados no passado ? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado =^-^=
Fiquem com Rikudou !!
E até o próximo capítulo ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...