História Porque você me viu naquela noite ? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Porque Você
Visualizações 32
Palavras 1.680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Discussão


Mitsumy ak 

Ele matou aquele homem.. Por que ? Era só ter me salvado .. Então porque ? E daquela maneira terrível, e por que sempre que vejo ele, com um sorriso estranho, ou até mesmo bravo, tenho a sensação de já ter visto antes.

Fiquei pensando isso, até que finalmente cheguei ao quarto, abri a porta e a tranquei logo em seguida, me joguei na cama, e tentei dormir, pois estava quase amanhecendo, quando estava fechando os olhos, ouvi a porta bater.

- Quem é !? - Gritei me sentando na cama.

- Sou eu ! Abre a porta ! Preciso me trocar ! - Falou Shigatsuky do outro lado, cruzei meus braços, e caminhei até a porta.

- Eu não vou abrir nada ! Se não você me mata também ! - Falei voltando para cama.

- Então pelo menos me entrega minhas roupas ! - Ele disse alto, e eu finji que nem escutei, e voltei a me deitar, até que escuto a porta sendo quebrada - Garota ! Não me provoque ! Hoje não estou em um dia bom ! - Ele falou com a toalha na sua cintura, mostrando seu corpo, branco como leite, mais reparei que tinha algumas cicatrizes, ele se virou de costas para mim, pegando suas roupas da gaveta, fiquei apenas observando, sua costa era coberta por cicatrizes e queimaduras, quando ele notou que eu estava o observando, se virou para mim com um sorriso pervertido - Por que está me olhando tanto ? Resolveu me dar hoje em ! Não á coisa mais prazeroso do que matar alguém e depois tranzar ! - Ele disse se aproximando de mim.

- Fique longe de mim ! - Falei jogando meu sapato no rosto dele, o mesmo me olhou bravo, mais logo se acalmou, quando olhei a hora, eu estava sentindo que tinha algo para fazer, mais oque - Shigatsuky !? 

- Oque foi ? - Ele disse se virando de costas para mim, e tirando a toalha de sua cintura, deixando o mesmo, nu na minha frente, eu corei e evitei olhar para ele.

- Bem... Eu ... Eu ... - Eu não conseguia falar com ele - Se vista logo ! - Falei levando meus olhos para ele, que estava de frente para mim, pude ver seu membro, fiquei muito corada.

- Está bem ! - Ele disse sorrindo, e colocando sua cueca, eu tinha desviado meu olhar, mais logo ele disse que já estava vestido - Pode olhar agora ! Já coloquei minha cueca ! 

- Bem .. Eu ia em algum lugar ? À essa hora ? - Perguntei corada, e o vendo abotoar sua calça preta, ele só vestia preto, destacando ainda mais sua cor.

- Acho que você ia à escola ! - Ele disse colocando uma camisa, eu arregalei meus olhos, me lembrei ! Eu cursava o 3° do ensino médio. 

- E que horas eu entro !? - Falei me levantando e procurando minhas roupas - Cade minhas roupas ?!?

- Acho que daqui apouco ! - Ele disse colocando uma blusa, com capuz - Coloquei para lavar ! Pode usar as da minha m--- ... Umas roupas que estão no outro armário ! - Ele disse cortando o meio da frase, e apontando para o armário, eu fiz que sim com a cabeça e caminhei até lá, abri e estava cheia de roupas femininas, eram lindas, peguei uma calça preta, uma bota que vinha até a canela, uma regata vinho, e uma blusa preta, coloquei uma luva estilo mordomo, mais preta, e coloquei tudo em cima da cama, quando estava tirando a camiseta, notei que ele ainda estava lá parado.

- MAIS OQUE VOCÊ TA ESPERANDO !!!!!! SAIA DAQUI !!!! - Falei gritando e empurrando ele para fora, e antes que ele falasse alguma coisa fechei a porta.

Não demorei para me trocar, então saí, ele estava sentado em uma cadeira, quando me viu ele se levantou, e ficou me olhando estranho.

- Você está que nem ela .... - Ele disse algo assim, baixo, que não pude ouvir direito.

- E então ! como estou ? - Falei me aproximando dele, o mesmo não me olhou direito, e ficou olhando para o lado pensando em alguma coisa.

- Está bonita ! Agora vá ! Antes que os portões fechem ! - Ele disse se sentando na cadeira, eu achei que ele iria me levar.

- Você não vai me levar ? - Falei indignada, mais ele me lançou um olhar de tipo "suma da minha frente antes que eu te mate !" 

- Não ! Talvez amanhã eu vá ! Agora anda logo e vai ! - Ele disse seco e caminhando até o quarto, eu apenas me virei e caminhei até a porta.

Quase cheguei atrasada, ainda bem que hoje iria começar mais tarde as aulas, entrei correndo, mais eu sentia que estava faltando alguém ! Alguém que sempre me recebia com um sorriso, mais quem ? 

Fugi desses pensamentos quando a sirene tocou, eu corri até a sala e me sentei perto da janela, a carteira a minha frente estava vazia, por alguma razão senti falta da pessoa que se sentava ali, mais não consigo me lembrar quem é, fugi desses pensamentos de novo, quando o professor chegou, e com ele vinha um garoto, acho que era novo, ele se sentou ao meu lado, eu apenas fiquei o olhando, ele era bonito até, o mesmo notou que eu estava olhando para ele, então me olhou docemente e se aproximou de mim.

- Olá ! Notei que você está me olhando, faz um bom tempo ! Prazer me chamo Kuroky ! E como você se chama ? - Ele disse sorrindo para mim, eu sorri torto e corei.

- Mitsumy .. Muito prazer ! - Falei ainda sorrindo torto, ele me olhou docemente de novo e com um sorriso pequeno no rosto.

- Mitsumy. .. Que nome bonito ! Oque acha de sairmos depois da escola ? - Ele disse sorrindo.

- Eu não sei ... - Eu falei pensativa, pois tinha o Shigatsuky. . mais ele estava pouco se fudendo para mim ! Na parte do amor, pois eu tenho a sensação que ele quer outra coisa, então está resolvido - Está bem ! Me espere na frente da escola ! - Falei sorrindo, o mesmo sorriu e fez que sim com a cabeça.

Depois de muito tempo a aula acabou, eu saí anciosa da sala e fui a frente da escola, o mesmo estava lá, quando me viu, sorriu e me deu um abraço.

- Vamos então ? - Ele perguntou segurando na minha mão, eu corei.

Caminhamos por vários lugares, tomamos sorvete, passeamos pelo um parque, ele me comprou um chaveiro do L sentado em um sofá, mais eu que pedi um chaveiro, pois não queria nada grande e chamativo, nos divertimos o resto da tarde inteira, quando notei que estava quase anoitecendo, me despedi dele e fui em bora, caminhei sozinha até minha "casa", quando cheguei, Shigatsuky estava sentado de frente para a porta me esperando, com um olhar, de muito bravo e puto.

- Quero que você se afaste dele ! - Ele disse seco e se levantando, eu fechei a porta, e admito que fiquei apavorada naquele momento. 

- Mais por que ? Está com ciúmes ? - Falei respondendo ele, que me olhou ainda bravo.

- Não estou com ciúmes ! Só estou mandando você ficar bem longe daquele cara ! - Ele disse segurando meu braço com força, estava machucando.

- Ei me solta ! Está doendo ! - Falei com dor, ele soltou meu braço e se virou de costas para mim.

- Escute oque estou dizendo ! Se afaste daquele maldito ! Não crie nenhum tipo de laços com ele ! - Shigatsuky disse me encarando, eu o encarei.

- Você não manda em mim ! E você está pouco se fudendo para mim ! Só me salvou por que você quer outra coisa comigo ! Traduzindo ! Foi por puro capricho seu ! Você nem liga para os meus sentimentos ! Parece que só estou aqui porque é do seu interesse ! Você é um assassino maníaco sem sentimentos ! Aposto que você nem sabe oque é amor, carinho e amizade ! Você só sabe matar e ver as pessoas sofrerem ! - Eu falei puta, ele apenas me olhou bravo, e segurou na golinha da minha blusa.

- Você tem razão ! Eu não tenho sentimentos ! Adoro ver as pessoas sofrerem ! Me divirto muito com isso ! Eu realmente não sei oque é amor ! Para mim isso só é uma palavra que define quanto o ser humano é fraco ! Como posso dizer de amor de mãe ?! Minha mãe nunca me amou na porra de vida que tive ! Carinho ? Não sei o significado dessa palavra ! Acho que significa sua mãe e pai cuidarem de você ! Te tratarem bem ! Mais não ! Minha mãe me dava um prato de comida a cada dia ! Me tratava como um miserável cachorro de estimação ! Amizade ? Nunca tive nenhum amigo até hoje ! Esses sentimentos foram tirados de mim da pior maneira ! Você acha que cresci como você ? Com uma família feliz, que se sentam todos juntos para comer ? Dão risadas e compartilham felicidades ! Não ! E te salvei porque você é do meu interesse ! E por puro capricho meu ! Você não acha que eu poderia ter te matado já ? Mais matei ? Não ! Eu achei que isso era algum sentimento que criei com o passar do tempo ! Por você ! Achei que você tinha trazido meus sentimentos de volta ! Que me foram tirados a muitos anos atrás! Mais pelo jeito era tudo imaginação minha ! Você não sabe oque vivi, oque sofri e oque eu vi ! Então lave a porra da sua boca ! Antes de falar merde para mim ! - Ele disse me jogando no chão e saindo, bateu a porta com força, eu fiquei no chão imóvel, pensando em tudo que ele falou.

- O que eu fiz .... 


Notas Finais


Espero que tenham gostado =^-^=
Fiquem com Rikudou !!
E até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...