História Porquinhos,Porquinhos... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Abraham Ford, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Eugene Porter, Lori Grimes, Maggie Greene, Michonne, Morgan Jones, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha
Tags Daryl Dixon, Lucille, Michonne, Mortes, Negan, Rick Grimes, The Walking Dead
Exibições 37
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Esse tá longo, e me deu um pura trabalho pra fazer no bloco de notas, no ônibus com minhas bests opinando indo pra um passeio com a turma (fim de ano, despedida, sabe como é) em SAMPA. foi foda. É ai, ~Crazy_Bitch123, para quem era a carta? Quero ouvir o óbvio!

Capítulo 4 - Shiva, Shut up


Mirem no tigre! 

Não sejam idiotas, na dona! 

Ela não deve ter balas pra matar todos! 

Mate-o! 

Rick se meteu no Meio da "multidão" afoita com a visita inesperada, com um rifle gigante em suas mãos, cortesia de Carl. Michonne se esgueirou por trás do tigre e Carl se pôs em postos na janela aberta do quarto. A população levantava as facas ao ar e ameaçava a dona do grande animal. A mesma pareceu não se opõr. Todos deram caminho lentamente, até eu chegar a desconhecida.Ela parecia sombria. Com um casaco longo na altura do joelho e uma longa corrente ligada ao corajoso tigre como um cinto, trazia a cara tampada por panos onde só podia se ver os olhos marrons e uma bota que lhe cobria os pés. 

Os olhos de Rick passou por ela e depois chegou a Negan, que se metia entre moitas para açoita-los. 

A mulher levantou a mão e Negan levantou Lucille. Quando ela guiou as mãos cobertas por luvas até o rosto, Carl abaixou lentamente a arma, como o resto da população. Michonne tirou a mão da Katana desapontada e toda o povo abaixou a Guarda, levando as mais variadas e pesadas armas ao bolso, as facas novamente nos suportes de couro. 

A moça já havia tirado a parte das sobrancelhas e era possível ve-las arqueadas. Os dedos envolveram lentamente o pano marrom listrado e Rick acompanhou os movimentos, hora ou outra puxando a faca para fora. A mulher de uma vez puxou e deixou o pano cair no chão. Os cabelos grisalhos estavam mais longos, as marcas de idade e as cicatrizes apocalípticas marcavam o rosto antes tão limpo. Obviamente não de culpa. 

É Carol! 

Carol! 

Ela voltou! 

Como lidara com a falta De Daryl? 

A faca de Rick despencou no chão e o policial correu até a moça. Era daquilo que ele precisava aliás. Por mais maternal que sua.. Michonne fosse, ninguém poderia ser tanto quanto Carol e seus instintos, além dos deliciosos biscoitinhos que só ela sabe fazer. 

Rick guiou-a agitado até a sala, e viu o rifle despencando da janela, ouviu os pés batendo na madeira que anunciava a ansiedade de Carl ao rever sua antiga tutora dos tempos de acampamento. Michonne seguiu os dois em silêncio, mas com um sorriso bobo nos lábios. Negan, mesmo tendo um pouco de ódio da maior apoiadora de Daryl, se sentia bem por ela, aliás, com tamanha bondade que exala dela, era quase impossível que não quiséssemos ela viva e ao nosso lado. Deixou Lucille cair e amassar as amoreiras e andou ao encontro do novo grupo. 


XxX ??? XxX


-As coisas estão ótimas

Em Alexandria. Carol voltou! 

Como cúmplice, nos informará

Sobre os sussurradores. Isso me 

Anima! Não o faz querer voltar? 

Se ainda acha que não está pronto, 

Carol fará bolinhos. 

Você pode voltar a hora

Que quiser, sua honra se mantém! 

Ass: Sua amiga, 

Michonne. 

__________________________________________

-Jesus, arrume minha malas e me separe um bom rifle. 

O mesmo fechou a garrafa de Whisky e o depositou na mesa de aberto. Mesmo que desapontado, O barbado assentiu e jogou um sorriso desanimado, para apoiar o parceiro de bebida. O mesmo soltou fumaça pela boca e sorriu fraco de volta. Sentiria saudade daquele lugar, mas não suportava mais o porão, nem a asfixia que ele lhe dava. Muito menos da poeira que flutuava pela sala apertada o dia inteiro. 

-Vão estar no armário combinado, parta as sete horas e não mais. Saudades dela? 

-Mais do que se pode imaginar. Coloque Tabaco extra. 

XxX Sala de estar XxX

O fogo crepitava próximo aos pés de Carol e Michonne, enquanto Carl se esgueirava atrás da poltrona e paparicava Carol com felicitações. O tigre rugia no outro canto e a mulher grisalha contava maravilhas de seu Reino, do povo maravilhoso e de sua nova ministra, Altheia,que cuidava do povo quando Carol gostava de metralha algumas cabeças de Salvadores anonimamente. Rick a ouvia enquanto opinvava as histórias e Michonne apenas ouvia atenta o que a moça tinha a dizer. Ela se familiarizava com Carol, estranhamente. Tão boa, tão capaz. 

A voz de Carol trovejava pela sala, mas foi interrompida pelo famoso rangido da porta, onde Negan se esgueirou. A mulher se pôs de pé e tirou de um compartimento no casaco um longo cutelo:

- Você, seu desgraçado. 



Notas Finais


Deu um puta de um trabalho, mas valeu a pena. O que não temos de favorito, temos de visualização, então, pra quem tá lendo, obrigado, mesmo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...