História Portrait-Camren g!p - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, Troye Sivan
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Troye Sivan
Tags Allyson Brooke, Camila Cabello, Camren G!p, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Romance, Troye Sivan
Visualizações 897
Palavras 981
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Intersexualidade (G!P)
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa história iria ser Larry, porém eu decidi fazer Camren porque não conheço muito o shipper Larry e eu sei que sairia uma merda então...

Espero que gostem :3

Capítulo 1 - Parte I


Fanfic / Fanfiction Portrait-Camren g!p - Capítulo 1 - Parte I

~Lauren~

-Viado, olha o tamanho desse quarto. -Dinah gritou colocando a mala no chão.

-Isso é do tamanho da minha sala. -Falei surpresa.

Coloquei minhas malas no chão e caminhei até a janela que tinha ali, era enorme e de vidro.

Me apoiei ali e olhei para o campus que era enorme, com uma fonte gigante no meio, e tinha três garotas em volta sentadas e uma delas tocava violão.

-Laur, posso ficar com essa cama?. -Perguntou e eu olhei para minha amiga.

-Ah, claro, eu vou adorar ficar com essa. -Disse pulando na cama de casal enorme que tinha ali.

-Eu odeio camas grandes, mas essa é tão macia. -Ela disse rindo deitada na sua cama.

-Verdade né?Parece mais que são feitas de plumas. -Ela riu e eu suspirei me levantando. -Vou tomar um banho e dormir, chegamos bem tarde. -Ela riu.

-Quem manda morar do outro lado de Londres?Dá nisso. -Ri e caminhei para o banho.

(...)

-Mas as coisas aqui são diferentes sabe?Você tem que sempre estar acordada cedo, lanchar no horário correto porque se não, você não come. -Uma garota dizia. -E claro, sempre assistir as aulas. -Assenti olhando para o meu livro. -Você está me ouvindo?. -Olhei para ela.

-Claro, estou ouvindo. -Sorri. -Mas qual é o seu nome mesmo?. -Perguntei franzindo a testa.

-Normani, Normani Kordei. -Assenti e sorri.

-Lauren Jauregui, me desculpe mesmo, é que amo leitura e não gosto muito quando as pessoas atrapalham. -Falei apertando sua mão e ela riu.

-Me desculpe mesmo. -Olhou por cima do meu ombro. -Qual nome da sua amiga?. -Apontou com a cabeça.

Olhei para trás visualizando Dinah conversando com o garoto do quarto ao lado e ela gargalhava de algo que ele havia dito, ou não.

-Ah, a Dinah. -Sorri olhando para ela.

-Hum...Ela é bonita. -Arqueei as sobrancelhas.

-Você é gay?. -Perguntei rindo e ela me olhou.

-Eu não uso rótulos. -Mexeu no cabelo. -Mas você, tenho certeza que é gay. -Ri e dei de ombros.

-A Dinah também. -Fechei o livro e me levantei. -Passa lá no nosso quarto depois, vamos fazer uma pequena comemoração por ter entrado aqui, chama algumas amigas, sei lá. -Disse sorrindo e ela assentiu.

-Vou aparecer sim, pode deixar. -Assenti e coloquei o livro dentro da bolsa e fui até a Dinah.

-Bolinho, eu vou dormir um pouco, estou morrendo de sono. -Ela me olhou sorrindo.

-Esse é o Troye, nosso vizinho, Troye, essa é a Lauren, minha melhor amiga. -Acenei sorrindo.

-Tudo bem Troye?. -Perguntei sorrindo.

-Tudo ótimo. -Coloquei a mão no peito.

-Que voz linda garoto. -Ele riu e passou as mãos nos cabelos pretos.

-Obrigado, me sinto lisonjeado. -Gargalhei e dei tchau para eles.

Fui caminhando pelo corredor enquanto tentava procurar minha chave na bolsa e acabei esbarrando em alguém que acabou indo ao chão.

-Oh Deus. -Exclamei quando vi a garota loira no chão. -Me desculpa, me desculpa mesmo. -Pedi estendendo a mão e ela agarrou minha mão se levantando. -Você se machucou?. -Perguntei olhando para ela.

-Acho que ralei o braço. -Disse com um sotaque tentando olhar o braço.

-Me desculpa, eu estava procurando a chave do meu quarto, me desculpa mesmo. -Ela sorriu leve e balançou a cabeça em sinal negativo.

-Está tudo bem. -Suspirou. -Só pare para procurar da próxima vez ok?Tchau. -Assenti e ela saiu andando com os pezinhos quase juntos, o que me fez rir.

Fui direto para o meu quarto, abri a porta e fechei correndo para minha cama e me joguei dormindo logo em seguida.

(...)

-Acha que essa roupa está bonita?. -Perguntei me olhando no espelho.

-Lauren, elas só vem para cá curtir, conhecer a gente, não está vindo o campus inteiro. -Debochou.

-A primeira impressão é a que fica Dinah, saiba disso, e eu quero passar uma de...A garota linda dos olhos bonitos. -Falei balançando as mãos como um letreiro ilustrativo.

-Você é gay. -Ela disse e eu a olhei.

-Você também. -Mostrei o dedo do meio e ela riu.

-O que achou do Troye?. -Olhei pra ela.

-Eu achei ele bonito, a voz dele é linda também mas, você continua sendo gay. -Ela riu.

-Ele tem um beijo bom. -Me engasguei com a saliva.

-Vocês se beijaram?. -Perguntei quase em um grito.

-A gente deu um beijo só de zoeira, por isso estávamos rindo. -Neguei.

-Você é ridicula Dinah, a garota gostou de você. -Ela me olhou. -A Kordei. -Ela assentiu.

-Ela faz ciências comigo, eu acho ela bem bonita, mas nunca nos falamos. -Sorri.

-Entendi, eu vou arrumar os meus cabelos, provavelmente as garotas cheguem nestante, ai você recebe elas. -Dinah assentiu pegando seu celular e eu entrei no banheiro.

(...)

-Oi. -Falei saindo do banheiro e todas me olharam.

-Lauren. -Normani disse sorrindo e me puxou pelos ombros. -Essa é Allyson. -Sorri.

-Desculpa por mais cedo Allyson. -A loirinha sorriu e assentiu.

-Vocês se conhecem?. -Normani perguntou.

-Ah, mais ou menos, a gente se bateu no corredor. -Allyson respondeu e eu assenti.

-Aquela é a Camila, ela está um pouco acanhada,  ela odeia boas vindas, a dela foi péssima. -Olhei para a tal Camila.

-Eu vou lá falar com ela. -Sorri e me aproximei.

Usei a desculpa do frigobar estar perto dela e me agachei pegando uma garrafinha de vodka.

-Oi. -Falei ao levantar e ela me olhou.

Olhos castanhos.

-Oi. -Disse baixinho.

-Lauren. -Estendi a mão para ela que olhou para minha mão depois para mim.

-Camila. -Apertou e soltou um sorriso labial.

-Eu sei, você faz artes no bloco C. -Ela assentiu. -Eu também.

-Sério?Você não tem cara de que gosta de arte. -Disse levando o canudo até os lábios e eu sorri.

-Eu gosto de uma arte em especial, mas não vem o caso agora. -Ela assentiu. -Então, quantos anos você tem?. -Perguntei dando um gole na vodka.

-Dezesseis. -Disse olhando para o nada. -E você?. -Perguntou me olhando.

-Dezessete. -Ela assentiu.

-Olha, eu já vou, não gosto muito de festas. -Franzi a testa.

-Não quer ficar mais?Eu acabei de chegar. -Ela franziu o nariz.

-Desculpa. -Colocou o copo em cima da mesinha e saiu sem se despedir de ninguém.

Suspirei e olhei para Normani que me olhou confusa, dei de ombros e fui conversar com Dinah que estava balançando a cabeça freneticamente sendo que a música que tocava, era lenta.


Notas Finais


Então?...Continuo?...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...