História Possession. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Selena Gomez
Tags Amor, Arrependimento, Assassinato, Decepção, Foda-se, Fuga, Mãe, Padrasto, Possessão, Raiva, Sexo, Tesão
Exibições 252
Palavras 1.423
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Festa, Hentai, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oieeee boa noite meus amores.
Queria agradecer pelos comentários, pelos favoritos, por lerem a fic, enfim.. Por tudo.
Espero que também estejam lendo. "Girls of Crime", cada cap esta bafonico.
Enfim.. Vamos pra outro cap?
Espero que gostem bejoooosssss.......

Capítulo 22 - Ah Selena, não meche comigo.



    Katherine POV.

  Então eu levantei decida.
Tinha um tempo que sabia que Selena estava viva, essa morte dela tinha sido muito repentina, e eu não acreditei numa só palavra de ninguém que se passava envolvido" em sua morte.

Peguei meu celular e liguei para Ryan.

- amor?

- Então você apareceu ne?

- Parece que sim né. Estou precisando dos seus serviços.

- Em que área?

- Assassinato.
Estou precisando de armas. O meu porte ta com poucas armas. E não quero ficar pegando coisas no galpão, afinal com a porra do roubo de carga que tivemos, tudo passou a ir por água a baixo.

- Okay. Se encontramos que horas?

- 15:30?

- Fechado.

Então tomei meu banho e passei a maquiagem mas foda que poderia passar.
Eu já tinha localizado Selena, e eu não deixaria ela pegar meu homem.
Não de novo.

De uns tempos pra cá minha maior vingança era essa.
Sua mãe tinha roubado Jacob de mim, e então eu matei os dois e roubei Selena.
E então ela cresceu pensando que eu era sua mãe junto com Jacob. Mas na verdade eu tinha matato seus pais.

Eu a criei, a criei com amor. Vivemos sempre de tráfico, eu estava um pouco afastada eu estava deixando o amor tomar conta da minha cabeça.
Eu já estava me tornando mãe, amiga, conselheira, mulher.
A mulher que eu tanto desejava ser.
Desde quando Jacob morreu eu não vivi mais.

Ainda mais porque eu sabia que quem tirou sua vida foi eu.

Me encontrei com Ryan que me deu toda carga e eu guadei em meu guarda- roupa.
Desci e então fui até o encontro de minha filha.
E não é que ela estava viva mesmo!.
E ainda mais bonita.

Raiva. !

Assim que encontrei Justin o peguei, e então encontrei meu objetivo, Selena.

      Justin POV.

   Acordei num lugar escuro, estava preso. Mais ali tinha comida.
Eu estava com uma roupa de grife branca, e meu cabelo estava do jeito que eu gostava.

- Boa noite amor.- kat disse.

- Onde eu estou?

- UE somo casados né, vc esta aonde deveria.
Aqui comigo.

- Cadê Selena?

- Deve estar com aquele cara que chamamos de ..... Deus.

-VC NÃO É MALUCA KAT.
EU TE MATO.
- disse isso e levei um belo tapa na cara. - Ta maluca caralho?

- Calma que seu amor já já  vai entrar pra você ver ela sofrer até a morte.

- EU TE MATO VADIA, EU TE MATO- gritava enquanto minhas lágrimas caiam.
Logo vi selena entre na sala.

Ela estava com una roupa esfarrapada e seu Rosto estava vermelho.

- E então vou resumir pra vocês,- Kat disse rindo. - Presta atenção Selena.

Kat disse tocando no Rosto de Selena e ela respondeu:

- Não toca em mim.

- Ok cama princesinha - kat disse e então continuou.
Então Selena, matei seus pais e te peguei como filha.
E Justin, eu não vou deixar você ficar com ela, porque voce me pertence.

- Você é doente Kat- respondi.

- Olha como você fala  comigo.

- Kat voce pode fazer oque quiser eu nunca vou te amar.
-  disse e então sua arma disparou.
Ela havia atirado na perna se Selena.

- Fala mais alguma coisa do tipo e a próxima bala é na cabeça.

Selena se remuia de dor. E meu coração estava apertado, ela estava sentindo dor por causa das minha palavras.

- Que tal transarmos justin?

- Nem fodendo- respondi.

- Ah mais você vai me comer.- ela disse descendo minhas  calças e apertando meu pênis.
Porra eu não queria come-la mais eu era homem e é difícil de manter mole quando  tem uma mulher te masturbando.

Ela me masturbou e então subiu seu vestido, selena estava de olhos fechados.
E então kat mandou um de seus capangas abrir os olhos dela.
E assim ele fez.

E ali ela viu kat sanar e quicar gostoso enquanto sentia seu sexo pulsar para gozar.
Eu não estava aguentando, não queria que selena visse que eu estava sentindo prazer com aquilo.
Mas kat sabia fazer direito e então logo senti minhas pernas tremerem.
Sua vagina era gostosa por um segundo gemi alto e então gozei.
Olhei pra baixo vendo kat engolir tudo.
Aquilo foi um pesadelo mais foi bom...

- Viu Selena? Qualquer homem me deseja..

- Assim também né.

- Assim como ?

- no escuro- Selena disse rindo e foi ai que Kat a arrastou pelos cabelos e a tirou dali.
Eu fiquei preso naquela sala.
Meu coração estava na minha mão.
Kat mataria Selena com certeza.
E eu tinha que impedir, mas como?

       Selena POV.

  Aquela cena tinha sido horrível, mas eu fingiria não ligar...
  Eu tinha que manter minha pose mesmo com raiva.
Eu mataria kat, mataria ela mesmo ela tendo me criado.
Eu iria vingar meus pais.
Isso não ia ficar assim.

Eu estava presa por algumas cordas mais eu poderia corta-las.
Ou não....
Kat entrou na sala com uma faca rosa.

- Nossa que faca linda!

- verdade. - ela disse rindo irônica.

Senti que as coisas ali não iriam ficar muito boas.

- Que tal uma tatuagem?

- Em você? Só plástica.

- Ah Selena, não meche comigo.

- Com vc não mecho só com teus machos.

Ela Cortou minha barriga num corte profundo senti o sangue escorrer como uma água de minha barriga a dor foi intensa.

- meche agora, Selena.

- Assim é mole. Me solta pra você ver.

Kat então fechou a cara e deu vários chutes no corte em minha barriga.
Assim ela cortou também minha orelha na ponta.
Aquilo foi o suficiente pra mim  desmaiar de dor.
Ela me soltou e senti meu corpo cair no chão.

- Ta solta, faz alguma coisa agora, Selena...

  Desmaiei....

Acordei com uma pessoa me chamando em uma pequena Brecha de janela que tinha.

- Magrela?

- Quem é?

- Chaz. Vim te ajudar.

- Caralho me tira daqui.

- Calma, trouxe uma faca pra você cortar as cordas. Mais que ainda esta presa por alguns dias, ok?
Vou colocar fogo ni último galpão de Kat e aí a distração vai ser perfeita pra você fugir.

- okay. Chaz cadê Nanda ?

- isso conversamos depois.

Ele jogou a faca e me rastejei até e peguei cortei as cordas e então comi uma comida que ele tinha levado.

- Vou estar aqui sempre, ok.?
Sempre que ela for entrar eu te aviso.

- Tabom. - disse.

   [.....]

     Dois dias depois...

Eu estava cansada de apanhar, sempre na mesma hora chaz avisava e kat entrava em seguida.
Meu corpo estava fraco, eu estava fraca mesmo estando se alimentando.

Eu iria fugue hoje.

- Chaz?

- oi?

- Trás cocaína pra mim.

- Okay.

Chaz saiu dali e logo fiquei pensando em tudo.. Inclusive em Justin.
Será que eu estava pronta pra matar a minha mãe"?
Ela me fez muito mal. Mesmo assim não mudava o fato dela ser minha mãe.
Pensei.. Pensei.... Pensei..

Logo kat veio me levando pra tomar banho, ela não entendia o porque que eu não tinha pedido nada pra comer. Afinal... Era pra mim estar morta de fome.

Tomei meu banho e então ela me levou que nem um bicho pra sela.

Chaz já tinha jogado a droga e então pedi quantas armas e munições ele pudesse jogar ali.
Inclusive um colete de balas.

Minha perna estava doendo, mais a droga tinha me anestesiado.

[...]

Era noite... E então ouvi Chaz falar:

- Tudo arrumado.
  
Coloquei minha roupa que ele jogou na janela, me cobri se munição e esperei ela chegar ali.
Logo ouvi um estouro, provavelmente Chaz tinha explodido o galpão.

Peguei uma corda e me amarrei no alto da porta bem no teto.

Kat chegou logo em segida e olhou o lugar não me vendo.
Antes que ela fosse olhar ora cima voei em cima dela e então dei um chute em seu rosto.

Pousei no chão sentindo minha perna doer.

E então olhei pra porta. Havia muitos homens.
Muitos guardas.
Eu agora me senti totalmente sozinha...
Olhei pro seu e fiz uma pequena reza.

   Comecei a atirar e logo vi todos  os corpos caindo sobre o chão.
Logo senti uma pancada na cabeça.
Mas não desmaiei...

Amarrei kat e fui atrás de Justin. Conseguiu acha- lo.

Demos um breve beijo e então nôs dirigimos a entrada do lugar.

Logo vi Nanda e Kat.

Nanda disse:

- Poxa amor, você ia mesmo deixar minha mãe morrer sozinha lá dentro?
Que feio...
 

             ........


Notas Finais


Gostarammmmm????
Comentem ai amores...
Até amanhã.


Beijooo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...