História Possessivamente Dominador - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Chiyo, Chouji Akimichi, Darui, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hotaru Katsuragi (Hotaru Tsuchigumo), Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karui, Karura, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Ko Hyuga, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mei, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Samui, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Utakata, Yahiko, Yamato, Yugito Nii
Tags Bdsm, Naruhina, Revolução Naruhina, Sadomasoquismo, Sasusaku
Exibições 1.324
Palavras 4.817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi genteeee, voltei. Boa noite.

Como eu prometi está aí pra vocês o Capítulo. XXXIX narrado pela Hinata.

Agora sim a MALDITA chegou.

Quero agradecer todos os comentários que eu tenho recebido. Gente, eu fico emocionada de verdade. Vocês são maravilhosos.

Temos uma surpresa aqui...

Não vou falar mais, vou deixar vocês lerem.

Beijos e boa leitura.

Capítulo 41 - Parte II Capítulo XXXIX


 

 

(...)

 

Acordei de madrugada ouvindo Naruto murmurar e se mexer na cama angustiado. Ele falava algumas coisas e parecia que estava chorando no sonho. Era aquele mesmo pesadelo outra vez. Fiquei ouvindo para entender o que havia acontecido.

"Onegai, me deixa sair..."

"Para tia, não faz isso..."

Eu ouvi aquilo e arregalei os olhos.

"Tia? Mas o que será que aconteceu?" Pensei intrigada e continuei prestando atenção.

"Me solta..."

"Eu não quero..."

_ NÃO!!! _ Naruto gritou acordando assustado e chorando.

Eu me desesperei.

_ Naruto!!! O que foi anata, o que aconteceu? _ Perguntei a ele preocupada.

Ele olhou para mim chorando e me abraçou.

_ Hina _ Disse chorando _ Aquela maldita está voltando.

Naruto estava desesperado, eu fiquei tensa e tentei acalmá-lo.

_ Calma anata, calma, está tudo bem. Eu estou aqui, não precisa ficar assim _ Disse o abraçando.

Deitei Naruto em meu colo e o aconcheguei a mim. Então, tomei coragem para falar o que eu queria.

_ Naruto-kun, eu estou aqui, e o que você quiser me contar saiba que eu nunca irei te julgar. Eu prometi que ficaria do seu lado para sempre não importa o que acontecer. Aishiteru anata.

Abaixei minha cabeça até o rosto dele e o beijei carinhosamente. Eu queria que ele visse que eu o amava e que não me importava o que tinha acontecido, eu sempre o amaria e nada mudaria isso nunca.

Comecei a cantarolar uma música para ele, Halo da Beyonce. Essa música sempre me acalmava quando a ouvia.

 

Remember those walls I built?

Well, baby, they're tumbling down

And they didn't even put up a fight

They didn't even make up a sound

 

I found a way to let you in

But I never really had a doubt

Standing in the light of your halo

I got my angel now

 

It's like I've been awakened

Every rule I had you breaking

It's the risk that I'm taking

I ain't never gonna shut you out

 

Everywhere I'm looking now

I'm surrounded by your embrace

Baby, I can see your halo

You know you're my saving grace

 

You're everything I need and more

It's written all over your face

Baby, I can feel your halo

Pray it won't fade away

 

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

 

Hit me like a ray of sun

Burning through my darkest night

You're the only one that I want

Think I'm addicted to your light

 

I swore I'd never fall again

But this don't even feel like falling

Gravity can't forget

To pull me back to the ground again

 

Feels like I've been awakened

Every rule I had you breaking

The risk that I'm taking

I'm never gonna shut you out

 

Everywhere I'm looking now

I'm surrounded by your embrace

Baby, I can see your halo

You know you're my saving grace

 

You're everything I need and more

It's written all over your face

Baby, I can feel your halo

Pray it won't fade away

 

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

 

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

I can feel your halo, halo, halo

I can see your halo, halo, halo

Halo, halo...

 

Naruto dormiu no meu colo comigo acariciando seus cabelos. Eu olhei para ele e realmente podia ver a sua aura, eu podia enxergar tudo por dentro dele e nada ali me assustava ou intimidava.

 

E foi naquela manhã de sexta-feira que Naruto desabafou comigo aos prantos, mas quem chorou fui eu.

Nunca, em hipótese alguma imaginei que era aquilo que Naruto carregava bem guardado dentro de si. E eu me coloquei no lugar dos meus sogros Kushina e Minato. Se fosse meu filho eu não sei o que faria.

 

A minha decisão está tomada: se é guerra que aquela desgraçada quer é guerra que ela vai ter. Ninguém vai me separar do meu Naruto-kun.



 

A cada palavra que Naruto ia falando eu ia chorando mais e mais. Sentia uma dor tão grande, uma impotência e ficava imaginando como ele tinha se sentido todos esses anos. Ele carregou esse fardo todo, essa mágoa toda dentro dele só pra não magoar os pais, pra não ver a família sofrer e ainda tinha medo de ser julgado. Somente uma pessoa totalmente imbecil e intelectualmente ignorante seria capaz de julgá-lo ou de acusá-lo de ser o culpado por tudo aquilo.

Eu ouvia tudo e via a dor dele estampada em sua face. Aquele menino no porta retrato tinha uma ferida imensa dentro de si e ela o levou a morte. Sim, Naruto mesmo disse que naquele dia ele morreu, e para vencer tudo aquilo ele assumiu a identidade que ele mesmo imaginou que o irmão teria se tivesse sobrevivido. Ele passou a ser o Menma. Um homem frio, solitário, calculista e que dominou seu próprio destino. Mas apesar de tudo eu conheci o Narut, doce, carinhoso, brincalhão e pervertido, e eu o amava. Também conheci o Menma e me apaixonei de igual modo por ele.

Fiquei também muito triste pela história da mãe de Naruto, ter perdido um filho deve ter sido muito doloroso.

 

Mas, chegou a parte mais difícil daquela história toda. A verdade que ele escondia dentro de si. Eu olhei para ele surpresa por tudo o que eu tinha ouvido e perguntei a ele o que eu desconfiava já tinha um tempo. Mas jamais imaginei que a era a sua tia que tinha feito aquilo.

_ O que aconteceu Naruto-kun? Não me diga que ela...

Eu nem terminei e ele confirmou com um aceno de cabeça.

Sua tia, a irmã de sua mãe teve a coragem de abusar do próprio sobrinho sem escrúpulo algum.

_ Hai, foi isso mesmo que você pensou meu anjo. Minha tia me drogou e me violentou naquela noite, e pelos dois dias seguintes eu vivi o pior pesadelo da minha vida.

Ela havia drogado o sobrinho para conseguir ter relações sexuais com ele, coisa que ela jamais conseguiria com ele são. Ela deu a ele um "Boa Noite Cinderela."

Essa é uma das drogas mais poderosas que existem, uma porção generosa de apenas um dos componentes dessa droga já seria o suficiente para derrubar uma pessoa, agora imagina todos eles misturados em uma única bebida?

 

Eu não conseguia dizer nada, eu estava pasma com tudo aquilo. A única coisa que eu sentia era raiva, raiva daquela maldita, eu nunca odiei ninguém na minha vida, nem da minha prima Shion que foi a causadora das piores lembranças da minha passagem pelo ensino médio eu sentia tanta raiva quando dessa desgraçada.

Quando ele terminou de me contar tudo eu já estava soluçando de tanto chorar.

"E se fosse meu filho? Meu Kami do Céu!" Pensei magoada.

Olhei para Naruto, ele tinha um rosto cheio de tristeza e medo. Eu nunca o julgaria, nunca. O abracei  desesperadamente o aninhando no meu colo carinhosamente.

_ Ohhh Naruto-kun, eu nem sei o que te dizer. Eu sinto muito.

Eu chorava, Naruto chorava e eu queria poder arrancar aquela dor que ele sentia.

De repente Yamato chamou do lado de fora do quarto.

_ Naruto-sama, Kakashi está aqui, está tudo bem com você? Já passa das 09:00hs da manhã.

Eu tinha perdido mais um dia de trabalho, porém nem me importei, naquele momento Naruto era mais importante que tudo.

Antes de responder ao Yamato, Naruto olhou para mim e seus olhos estavam cheios de medo. Ele falou comigo desesperado.

_ Hinata, onegai, você não vai me deixar, não é? Porque se você fizer isso eu juro que não quero mais viver. Você me devolveu a vida depois de todos esses anos. Mulher pra mim antes era só um objeto onde eu descontava toda minha frustração, por isso que todas eram masoquistas. Mas se você for me deixar eu não quero mais viver.

Da onde eu ia fazer isso? Nunca. Eu nunca ia deixá-lo, não por aquela maldita, mas simplesmente porque eu o amava. Ele não era um monstro, ele não teve culpa, eu o amava mais que tudo.

_ Escute bem Naruto-kun, eu nunca, nunca vou deixar você, está me ouvindo? Essa mulher nunca vai tirar você de mim. Eu nunca odiei ninguém na minha vida, mas ela conseguiu o impossível e eu a odeio com todas as minhas forças. Ela é um ser mesquinho e egoísta que se aproveitou da sua ingenuidade, ela merece o pior dos castigos. Mas eu já te disse e vou repetir: Aishiteru Naruto-kun, você não teve culpa do que aconteceu, ela te drogou. O que você fez foi inconsciente, e quanto ao seu passado, eu já disse que ele ficou para trás e nós iremos superar tudo juntos. Você é a minha vida Naruto-kun e eu vou cuidar de você para sempre.

Ouvir ele dizer que queria morrer se eu não estivesse com ele me deixou angustiada. Eu precisava conversar com o Kakashi e saber mais sobre o passado do Naruto depois daquilo. Algo me dizia que muitas coisas aconteceram que eu ainda descobriria.

_ Venha meu anjo, vamos ver meu tio. Ele precisa saber que eu te contei _ Falou Naruto olhando para mim e me chamando para irmos ver seu tio que nos esperava na sala.

Mas antes de descermos eu precisava saber quem era essa tia, porque até agora ninguém tinha falado nada a respeito dela, a não ser que ela morava nos Estados Unidos há alguns anos.

Olhei seriamente para ele e então fiz a pergunta mais importante de todas.

_ Naruto-kun, eu já sei de tudo o que aconteceu, só falta uma coisa? Qual o nome da maldita que fez tudo isso com você? Porque uma tia querer ter um relacionamento com o próprio sobrinho não é normal, além de ser pecado de incesto.

Aquilo era simplesmente um absurdo, uma tia desejar um sobrinho não era normal. E o pior, fazer tudo o que fez por vingança, ela com certeza tem algum desvio de caráter gravíssimo.

Mas antes de me dizer o nome da maldita ele me contou que a mesma estava voltando de vez para o Japão dentro de quinze dias.

_ Meu anjo, eu vou te pedir um favor, apenas confie em mim. Daqui há quinze dias ela está voltando para o Japão, depois desses quase 10 anos morando nos Estados Unidos,  e ontem ela me ligou e me fez uma ameaça _  Disse-me Naruto preocupado.

_ O que foi que ela te disse? _ Perguntei a ele seriamente.

_ Ela disse que vai acabar com o nosso casamento e que eu pertencia a ela. Então, quando ela chegar eu não quero que você se aproxime dela em hipótese alguma, ela não é uma pessoa normal e eu temo que ela faça algo com você. Me promete isso? _ Pediu-me ele ansioso.

Se aquela desgraçada acha que vai me separar do Naruto ela está muito enganada. Para mim ela é uma miserável e infeliz que não tem nenhuma moral ou caráter. De mim ela só vai ter desprezo.

_ Não se preocupe Naruto-kun, eu posso até parecer frágil, mas eu sou mais forte do que você imagina.

Ao contrário do que todos pensam eu não sou frágil ou fraca. Posso ser gentil e tímida, mas fraca é que eu não sou.

 

Descemos para receber o tio de Naruto e ele estava na sala preocupado com o que tinha acontecido.

_ Naruto, o que aconteceu dessa vez? O Yamato me ligou preocupado e me contou o que aconteceu ontem? _ Perguntou ele preocupado.

Eu fiquei assustada com aquilo, o que aconteceu no escritório do Naruto que eu não sabia?

Naruto respirou profundamente antes de se pronunciar.

_ Tio, a maldita ligou, eles estão voltando para o Japão e chegam daqui há quinze dias.

Vi quando Kakashi olhou para Naruto espantado. Ele ainda não conhecia o fato de que Naruto já tinha me contado tudo.

_ Eu já contei tudo para Hinata, eu me lembrei de tudo essa noite _ Falou Naruto sem expressão.

Kakashi o olhou preocupado, tinha alguma coisa que eu ainda precisava saber. Só pelo olhar de Kakashi para Naruto eu já sentia que tinha algo a mais nessa história.

_ Naruto, você precisa manter o controle mais do que nunca agora. Você tem a Hinata e essa é a hora de você me mostrar que esses 9 anos de tratamento surtiram efeito em você. Não dê a ela o prazer de te ver vulnerável, está me ouvindo?

Kakashi disse tudo resolutamente. O que ela queria era perturbar a mente de Naruto e deixá-lo totalmente vulnerável a ela.

Naruto ficou calado por um tempo e depois se pronunciou.

_ Você tem razão tio, não vou dar esse gostinho a ela. Se ela acha que eu ainda sou aquele menino idiota ela está muito enganada. Ela vai ter a maior surpresa da vida dela, isso eu garanto _ Respondeu Naruto decidido.

Tinha algo diferente no modo como Naruto falou, ele estava muito sério e compenetrado. Mas eu não precisava me preocupar, comigo ele nunca mudaria.

_ Tio, eu vou me arrumar para ir trabalhar. Hinata, meu anjo, vem comigo para o meu escritório hoje, onegai? _ Pediu-me ele.

_ Claro, mas posso passar na cafeteria ao menos para me explicar? _ Perguntei a ele.

_ Pode, mas não precisa, meu avô vai passar cada uma das cafeterias para cada um dos seus netos e aquela será minha muito em breve.

Eu olhei para ele boquiaberta. Talvez esse era o motivo das reformas.

_ A Karin vai ficar com o Kamui Cafe, o Nagato com o Rinne, o Ashura com a Senju, eu com o Konoha e a Sara com o Suna. Fique tranquila, meu anjo.

 

Naruto me levou a cafeteria como eu havia pedido, ele mesmo falou com Darui que já sabia da decisão do senhor Uzumaki em passar os negócios para os cinco netos. Então, ele não questionou nada quando Naruto disse que eu precisei faltar por motivos pessoais. Agora eu seria a esposa do futuro dono da cafeteria.

O dia na empresa foi tranquilo, eu já tinha experiência em trabalhar num escritório e me habituei rapidamente a tudo que me era passado. Arrumei o arquivo da empresa, digitei alguns contratos da empresa, um em alemão, língua que eu falava fluentemente e outro em inglês, que eu também sabia.

Fiquei boba ao ver quantas empresas haviam fechado contrato com a Fox, Naruto era um verdadeiro homem de negócios. Ele me elogiava a todo momento me dizendo que com uma assistente tão experiente com certeza ele fecharia muitos negócios ainda.

Conversei bastante tempo com a Temari, ela me disse que os enjoos ainda persistiam e me contou dos desejos que estava tendo.

_ Shikamaru quase deu um ataque quando eu pedi a ele que comprasse uma compota de abacaxi para mim e sorvete de pistache. Isso porque era quase 00:00hs e o preguiçoso não queria ir de jeito nenhum _ Disse-me ela rindo.

_ E como você conseguiu convencê-lo a ir? _ Perguntei curiosa.

_ Simples: greve de sexo. Falei que se ele não fosse buscar ficaria duas semanas dormindo no sofá. Em cinco minutos ele já tinha ido _ Falou ela morrendo de rir.

Temari era uma ótima pessoa, eu estava adorando ter ele de companhia.

A noite eu pedi a Naruto para ir comigo a casa da senhora Tsume jantar. Ela havia nos convidado desde segunda-feira e ele foi sem perguntar nada.

Ele estava tão sério, até o Kiba estranhou o jeito dele.

_ Ei Hina, o que seu noivo tem? Ele não é assim, ele nem implicou comigo como sempre.

_ Ah, deve ser o cansaço Kiba, não se preocupe _ Respondi a ele.

Eu também tinha notado, mas fiquei quieta e não disse nada. Eu sabia que Naruto estava passando por um momento difícil, então não iria perturbá-lo com perguntas.

O jantar tinha sido tranquilo e eu aproveitei para convidar a senhora Tsume e sua família informalmente para o meu casamento que seria no final de setembro.

Assim que chegamos em casa Naruto não me deixou nem respirar, já foi logo tirando a minha roupa e me levando para o banheiro com ele. Acabamos fazendo amor no banheiro outra vez.

Naruto apesar de estar quieto demais estava muito carinhoso comigo. Dormimos abraçados como sempre e essa noite nenhum sonho perturbou a mente dele.

 

Os dias passaram rapidamente e eu já havia resolvido praticamente tudo para o meu casamento. Iríamos nos casar no jardim da casa de seus pais e já estávamos enviando os convites do nosso casamento.

Meu pai me ligou esses dias, o que me deixou muito feliz. Ele me disse que um dia eu entenderia tudo o que ele fez e me pediu que o deixasse me levar até o altar. Eu chorei de felicidade com aquilo, nunca que eu deixaria meu pai de fora do meu casamento. Nunca.

A cerimônia será às 16:30hs do dia 27 de setembro. Queríamos aproveitar o final da tarde para dar um ar romântico a cerimônia.

Mas no dia que fomos provar os vestidos eu quase enlouqueci com as meninas. Cada uma queria uma coisa e foi uma confusão só.

O meu vestido eu o escolhi assim que o vi. Era lindo e simples.

Ele tinha um decote v transpassado, atrás ele era de renda até a cintura com botões de pérola, as mangas de renda, cintura marcada e descia até os pés suavemente, nada rodado. Para completar eu coloquei um laço de cetim lilás na cintura. Ficou muito lindo.

As meninas todas estariam vestidas de lilás, cada uma escolheu o seu modelo, o único diferencial era o buquê que elas levariam com as flores que eu havia escolhido.

Já os rapazes usariam um terno preto, camisa social lilás e a gravata Naruto ia com eles escolher.

 

Correu tudo tranquilamente bem esses dias, Gai continuava comigo, nenhum sinal de Toneri, nada para tirar a nossa paz.

Porém, de uns dias pra cá eu venho tendo febre. Naruto me levou ao hospital, mas o médico disse que eu devia ter uma virose. Receitou um anti térmico e me disse para tomar bastante líquido e vitamina c.

Eu já estava ficando preocupada com aquilo porque a febre vinha do nada.

Naruto queria que eu parasse de trabalhar e ficasse com ele na empresa, já que no dia que trabalhei lá com ele fui de grande ajuda.

Eu estava muito feliz apesar de tudo isso, eu me sentia segura ao lado de Naruto, mesmo que esses dias ele estivesse mais sério do que nunca. Mas sempre quando chegávamos em casa ele mudava drasticamente. Eu adorava nossas idas ao quarto secreto e no dia que experimentei o balanço erótico foi maravilhoso.

 

(Quarto Secreto)

 

Hoje eu ia experimentar o tal balanço erótico. Só de ver aquilo pendurado no meio do quarto eu já fiquei nervosa. Parecia não ter muito equilíbrio.

_ E se eu cair Naruto-kun? Eu tenho medo _ Disse a ele preocupada.

_ Já disse que é seguro meu anjo, e eu nunca deixaria você cair, eu vou estar te segurando. Vamos, sente-se aí e segure nas alças do balanço.

Fiz como ele me mandou, estava ansiosa.

Coloquei minhas pernas por dentro das tiras, sentei e segurei nas alças. Aquilo era até divertido, eu estava no meio do quarto balançando de um lado a outro.

Naruto me puxou para ele, abriu minhas pernas e me penetrou. Nossa, aquela era uma sensação diferente. Eu estava suspensa e ele comandava o balanço. Eu joguei a cabeça para trás e me deixei sentir todas as sensações que podia naquela posição.

Depois Naruto mudou de posição se colocando atrás de mim. O bom do balanço era isso, ele te dava várias opções de posição.

Até que Naruto me colocou de frente a ele e me disse que aquela posição imitava uma do Kama Sutra, era como se eu estivesse no seu colo, mas no balanço era mais gostoso ainda.

O vai e vem era bem mais intenso, já que era ele quem estava no comando.

_ Está gostando meu anjo, hum? _ Disse ele sensualmente comigo.

Aquilo era tão bom, imagina você fazendo amor suspenso? Era algo que eu nunca havia imaginado.

_ Ohhh Menma-kun, onegai, eu quero gozar _ Pedi delirante.

Ele sugava meus seios com força enquanto me penetrava sem parar.

Ele largou meus seios por um instante só para me responder.

_ Então goza minha vida, goza pra mim vai.

Aquilo foi tão maravilhoso que eu gozei intensamente. De uns dias para cá estava sendo assim, parece que todos os meus hormônios estavam lá nas alturas.

E eu caí do penhasco mais uma vez e me afoguei naquele oceano de prazer inenarrável.

"Kami, o que eu tenho?" Pensei comigo mesma.

Eu estava tão extasiada, tão fogosa que nem eu me reconhecia.

Era como se eu tivesse fome do Naruto.

Quando ele me tirou do balanço eu ousei pedir algo a ele que até ele se surpreendeu.

_ Onegai Naruto-kun, vamos fazer mais uma vez?

_ Você quer ir no balanço de novo Hina? _ Perguntou-me curioso.

_ Eu faço em qualquer lugar se for com você.

E ali partimos para uma segunda rodada daquelas. Eu saí daquele quarto totalmente moída pelo cansaço, mas nunca estive tão satisfeita em minha vida.

 

(Alguns dias depois)

 

Hoje já é quarta-feira e eu acordei passando mal de novo. Eu me sentia com o corpo ruim, minha cabeça doía, meu estômago estava revoltado e eu já nem comia direito.

Naruto estava preocupado com a minha saúde.

_ Hina, acho melhor você não ir trabalhar hoje, eu vou ficar preocupado o dia inteiro com você. Ou você fica em casa com a Anko e o Gai, ou vem para empresa comigo _ Falou ele decididamente.

Eu realmente não estava me aguentando em pé e quando eu ia dar um passo para ir até Naruto minha cabeça rodou e eu quase caí.

Naruto me segurou e me pegou no colo, ele estava aflito por me ver daquele jeito.

_ ANKO, CORRE AQUI _ Gritou ele nervoso.

_ Hannn, o que aconteceu Naruto-sama? _ Perguntou ela enquanto Naruto me colocava no sofá.

_ Ela quase desmaiou aqui, chama o Yamato agora eu vou levar a Hinata para o hospital, rápido _ Disse ele com urgência.

Eu estava muito zonza, mas ouvia toda a conversa, de repente eu senti meu estômago embrulhar e tive vontade de vomitar.

_ Naruto-kun, pega água pra mim, meu estômago está ruim _ Disse com a mão no estômago.

Naruto se levantou apressado e buscou um copo com água.

_ Toma meu anjo, beba porque vamos para o hospital _ Disse ele me entregando o copo.

Eu bebi e assim que fui me levantar minhas vistas escureceram e eu apaguei.

 

Abri os olhos com dificuldade e vi que estava num quarto de hospital e Naruto estava sentado do meu lado. Tentei me levantar, mas minha cabeça rodou outra vez.

_ Calma meu anjo, não faça nenhum esforço, você desmaiou e eu te trouxe para o hospital, minha tia está esperando o resultado dos exames _ Disse-me ele ansioso.

Senti outra vertigem e me deitei de novo.

Quando a tia do Naruto, Shizune, entrou no quarto ela tinha um sorriso no rosto.

_ Bem, como se sente Hinata? _ Perguntou-me ela enquanto mexia no soro em meu braço.

_ Eu me sinto tonta e meu estômago está horrível _ Respondi a ela.

Shizune olhou para mim e aferiu minha pressão.

_ Sua pressão está baixa 9 por 6, por isso você ainda se sente tonta. E como está a alimentação?

_ Esses dias Hinata não tem comido quase nada Shizune, eu tenho que a obrigar _ Naruto respondeu.

_ Humm, então agora a senhorita precisa se alimentar melhor. Hinata, Naruto, omedeto, vocês estão grávidos!

Quando ela disse aquilo vi um sorriso imenso se alargar no rosto de Naruto.

_ Kami!!! Hinata você ouviu isso, vamos ter um filho _ Falou ele incrédulo.

Eu já tinha lágrimas nos olhos por receber aquela notícia maravilhosa, eu seria mãe.

_ Olha, mas agora você vai precisar ter uns cuidados especiais. Pressão arterial baixa ou alta não é um bom sinal durante a gravidez, e você também está muito pálida e perdeu peso. Então, nada de esforço, nada de pegar peso, comidas leves e não gordurosas, pouco sal, e principalmente repouso. Sua gravidez pode ser de risco, mas primeiro nós faremos uns exames para saber como anda sua saúde. Você teve uma Hemorragia há umas semanas atrás e pode estar com anemia.

Eu já estava chorando de alegria ao saber que teria um filho do homem que eu amo e quando olhei para ele Naruto estava chorando também.

Ele olhou para mim com os olhos vermelhos do choro e me disse decidido:  _ Hinata, arigatou, eu prometo que vou cuidar de você e do meu filho todos os dias. Aishiteru meu anjo.

Eu estava tão feliz com tudo aquilo, meu casamento seria em um pouco mais de um mês, meu pai que agora me ligava de vez em quando e o Naruto, apesar de tudo o que tinha acontecendo Naruto nunca mudou comigo.

Ele estava sim, mais sério, mais concentrado, mais decidido, mas ainda assim ele era carinhoso comigo.

 

No dia seguinte eu estava em casa deitada descansando quando ouço vozes no primeiro andar. Tinha pessoas vindo me visitar.

_ Anko, Hinata está no quarto?

_ Hai, ela está acordada Kushina-sama.

A mãe de Naruto veio me ver e tinha mais pessoas com ela.

Ela bateu na porta antes de entrar e quando eu vi uma segunda mulher a acompanhava. Fiquei curiosa.

_ Posso entrar minha filha? _ Perguntou-me a senhora Kushina parada na entrada do quarto.

_ Claro, entre _ Respondi docemente.

Mas quando uma certa pessoa entrou no quarto observando tudo eu fiquei tensa na hora.

_ Ah Hinata, eu estou muito feliz pela sua gravidez, arigatou. Eu vou ter netos _ Comemorou ela sorrindo.

A mulher que estava com ela me olhava com os olhos estreitos e naquele momento eu já sabia quem era.

_ Ah, mais que descuido o meu. Hinata essa aqui é minha irmã mais nova que morava nos Estados Unidos, ela chegou ontem com a família.

Então eu tive certeza que era ela a maldita que fez tudo aquilo com o Naruto.

O cheiro do perfume dela embrulhou meu estômago, era uma fragrância de rosas.

"Nem meu filho gosta desse cheiro." Pensei comigo mesma.

Instintivamente levei minha mão ao meu ventre como se fosse para proteger o meu filho. Então a maldita se apresentou mais descaradamente possível.

_ Então, quer dizer que você é a futura esposa do meu bebê, hum? Ouvi falar muito de você. Sou Mei Umino tia do Naruto e foi um prazer conhecer você.

Aquela mulher teve tanta ousadia que se apresentou a mim usando uma palavra no passado.

Eu não deixei por menos, ia mostrar a ela que o único passado aqui era ela e um passado muito sombrio ainda por cima.

_ Imagina "senhora", o prazer foi todo meu _ Respondi a ela dando ênfase em senhora.

De repente alguém entra no quarto me chamando e todas nós nos viramos para ver o dono da voz rouca que acabava de chegar.

_ Hina, meu anjo, a Anko disse que você não comeu quase na... _ Ele parou de falar assim que viu quem estava ali no quarto comigo e com sua mãe.

_ Olá bebê, estava morrendo de saudades de você e resolvi pedir sua mãe que me trouxesse aqui para te ver _ Falou ela ousadamente. Naruto simplesmente parou estático onde estava, e quando ela se aproximou dele ele correu para o banheiro com as mãos na boca.

_ Naruto meu filho, o que você tem? _ Perguntou minha sogra indo atrás dele e me deixando a sós com aquela mulher. Sentia ódio só de olhar para ela.

Ela caminhou até minha cama e me olhou com os olhos estreitos.

_ Vou apenas te dar um conselho garota burra, você tem uma semana para sair da vida do Naruto ou eu vou fazer da sua vida um inferno, está me ouvindo? _ Falou ela com brutalidade.

_ Escuta aqui você, não pense que eu não sei quem você é, eu não tenho medo de você muito menos irei deixar o Naruto. Então se veio para me ameaçar perdeu seu tempo. Eu nunca vou deixar o Naruto por motivo nenhum _ Respondi a ela na mesma altura.

 

Se ela pensa que me intimida ela está muito enganada. Eu nunca irei deixar o Naruto.


Eu vou protegê-lo com todas as minhas forças, essa mulher nunca vai conseguir o que ela quer.


Notas Finais


E então gente? Agora sim vcs tem um rosto para odiar. Kkkkkkk

Foi a Mei. Segredo muito bem guardado.

Bolt está a caminho. E a gravidez da Hina eu coloquei e vou colocar tudo o que aconteceu comigo na minha gravidez, porque eu realmente fiquei doente e tive essa mesma hemorragia, ok.

Espero que gostem. Obrigada a todos por gostarem da minha história. Ahhhh, as surpresas ainda não acabaram. Tem muita coisa para acontecer.

Volto logo.

Abraços
Dani.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...