História Possessivamente Dominador - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Chiyo, Chouji Akimichi, Darui, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hotaru Katsuragi (Hotaru Tsuchigumo), Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Karin, Karui, Karura, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Ko Hyuga, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Mebuki Haruno, Mei, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mito Uzumaki, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Samui, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Toneri Otsutsuki, Tsunade Senju, Utakata, Yahiko, Yamato, Yugito Nii
Tags Bdsm, Naruhina, Revolução Naruhina, Sadomasoquismo, Sasusaku
Exibições 1.150
Palavras 3.413
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bom dia gente.
Cheguei com o Capítulo XLIII, desculpe o atraso. Meu filho tem um trabalho enorme para entregar hoje.

Bem, o capítulo hoje ficou menor um pouco, mais ainda sim está especial. Chyo Obaa-sama chegando, Toneri voltando e mais duas submissas reaparecendo.

Espero que gostem.
Sem mais delongas, boa leitura.

Beijos

Capítulo 45 - Parte II Capítulo XLIII


 

 

(...)

 

Foi então que ele tomou uma decisão que me doeu até a alma. Eu sei que ele está muito preocupado comigo, e eu tentaria entender aquela atitude.

_ Gomenasai meu anjo, mas a partir de hoje eu não quero que você saia de casa por nada. Se for sair será somente comigo. Eu não posso deixar que nada aconteça nem a você nem ao nosso filho _ Disse ele estarrecido.

 

Eu não disse nada na hora que ele falou aquilo, mas quando ele voltou para empresa eu fui para o quarto e chorei até dormir. Eu agora era prisioneira dentro da minha própria casa por causa de uma mulher louca e obsessiva.

 

A única coisa que me resta e acreditar que essa nuvem negra vai passar e que no final eu irei ver um lindo sol raiar no céu outra vez.

 

Acordei de repente sentindo alguém me abraçar. Me virei já sabendo de quem eram aqueles braços fortes e quando olhei para ele chorei mais ainda.

Parecia que tinha um buraco imenso no meu peito tamanho a tristeza que eu sentia.

_ Não chore meu anjo _ Disse-me ele chorando também.

_ Eu...não quero...ficar pre...sa Naru...to-kun _ Falei chorando e soluçando.

Naruto me abraçou com carinho e se pôs a me embalar.

_ Shiii, não fica assim meu anjo, não faço isso para te punir, é para proteger vocês. Se acontecer algo com vocês dois eu morro _ Disse-me ele com carinho.

Eu não sei o que estava acontecendo comigo, mas eu nunca chorei tanto em minha vida.

Naruto olhou para mim que chorava daquele jeito e ficou apreensivo.

De repente ele pareceu sorrir com alguma ideia.

_ Não se preocupe meu anjo, eu já tenho a solução _ Falou ele convicto.

Olhei para ele com os olhos embaçados pelas lágrimas e ele se pronunciou.

_ Minha bisavó virá ficar com você e dela a maldita tem medo _ Respondeu confiante.

Eu ainda estava chorando, mas precisava saber quem era a bisavó de Naruto.

_Q..Quem é... ela Na...ruto-kun? _ Perguntei com dificuldades devido ao tanto que eu chorava.

_ Ela é uma senhora muito esperta, mãe do Ero-Senin _ Disse-me ele _ Você vai adorar conhecer a Chiyo Baa-chan.

Naruto parecia mais relaxado e eu consegui parar de chorar um pouco.

_ Agora a senhorita vai comer um pouco. A Anko me contou que você não comeu nada _ Disse-me decididamente.

Como eu não tinha almoçado nem comido nada a tarde inteira, estava com muita fome.

Naruto levantou-se da cama e foi até a cozinha buscar algo para eu comer. Voltou cinco minutos depois com uma bandeja cheia.

Ele me fez comer tudo e depois de um tempo nós fomos tomar banho.

Antes de dormir ele ligou para o seu avô e falou da ideia de trazer sua bisavó para ficar comigo, é parece que ele adorou a ideia.

_ Tudo certo, amanhã o Ero-Senin vai a Fukuoka buscá-la _ Disse Naruto sorrindo.

Eu fiquei pensando no porque a maldita tinha medo da bisavó de Naruto, já que ela parecia tão cheia de si. Aproveitei e perguntei a ele, mas nem ele soube me dizer o porque.

_ Não sei meu anjo, mas desde que eu era pequeno quando a Chiyo Baa-chan chegava a maldita nem aparecia lá em casa.

Depois disso eu gostei ainda mais da senhora Chiyo, mesmo sem ainda conhecê-la.

 

No outro dia pela manhã eu fiquei muito triste antes de Naruto sair. Eu não queria ficar sozinha, eu queria ir com ele para o serviço.

_ Mas meu anjo, aqui em casa é mais confortável e você não está sozinha, tem a Anko, o Gai e o Yamato com você aqui _ Falou ele tentando me convencer.

_ Mas não é a mesma coisa Naruto-kun, deixa eu ir com você hoje, onegai _ Pedi manhosa.

Naruto ficou com dó de mim e me levou com ele. E lá fomos eu, ele, Yamato e o Gai para a empresa. Levamos meu travesseiro, uma colcha, meus remédios e depois o Yamato voltaria para buscar nosso almoço e um lanche para mim.

Não sei o que aconteceu, mas tanto Gai quanto Naruto pareciam preocupados com alguma coisa e não me falaram nada.

De tarde o Sasuke apareceu na empresa e conversou com Naruto em particular e eu também não soube do que se tratava.

Eu passei o dia todo bem, o único problema que eu tive foi a bendita dor de cabeça que estava insuportável. Ela até parece ter horário marcado, pois sempre começa no mesmo horário todos os dias. Para não preocupar o Naruto eu fiquei quieta com os olhos fechados até ela passar, pois parece que nem o chá está fazendo efeito.

A noite quando fomos embora, na hora de sair, parecíamos estar participando da cena de um filme. Naruto me pegou no colo enquanto Gai ia na frente olhando para todos os lados e Yamato esperava com o carro ligado.

Logo que chegamos em casa Kakashi foi nos ver. Ele aproveitou enquanto Naruto buscava alguma coisa para eu comer para falar comigo do ensaio com a banda para o meu casamento.

_ Hinata, amanhã eu e o Sasuke arrumaremos uma desculpa e daremos um jeito de te buscar _ Disse ele enquanto vigiava se Naruto estava vindo.

_ Hai, que horas vocês viram? _ Perguntei curiosa.

_ A tarde, mas não se preocupe será a desculpa perfeita e o Naruto não vai descobrir nada, ok? _ Disse confiante.

Eu fiquei feliz com aquela notícia, mas do jeito que Naruto está ultimamente, seria bem difícil convencê-lo a me deixar sair.

 

E como o combinado, no sábado a tarde a Sakura veio me buscar, e o Gai e o Yamato foram juntos.

_ Ai Hinata-sama não podemos demorar. Naruto-sama disse que antes das 18:00hs quer a senhora em casa _ Disse Yamato preocupado.

_ Ah, não precisa se preocupar Yamato Taijou, o tio Minato também estará lá em casa, qualquer problema ele resolve _ Tranquilizou-o Sakura.

_ Mas diga para nós Hinata, quais músicas você escolheu? _ Perguntou-me Gai.

Todos os três olharam para mim.

_ Vou falar apenas uma Fuyu no Owari ni, as outras são surpresa _ Respondi a ele.

Quando chegamos na casa de Sakura eu vi algo que nunca havia imaginado: Meu sogro com uma guitarra, Sasuke tocando bateria, Kakashi com um violão, Itachi no teclado e Obito com um contra baixo.

Eu olhei aquilo e pensei: "Será que eles sabem tocar mesmo?"

E me surpreendi. Não é que eles sabiam!

Quando todos me ouviram cantar as músicas que eu tinha escolhido ficaram impressionados. Meu sogro foi o primeiro a se manifestar.

_ Hinata minha filha, você canta muito bem, estou impressionado! _ Disse ele boquiaberto.

_ E você escolheu músicas difíceis, eu achei que você não conseguiria, mas não é que eu me enganei! _ Falou Obito surpreso.

De repente o celular de Yamato tocou e ele se desesperou.

_ Hinata-sama, e o Naruto-sama, ele está vindo te buscar _ Disse afoito.

_ Oras, mas porque ele está vindo se ele sabia que ela estaria aqui? _ Perguntou Itachi.

_ Porque a gravidez de Hinata é de risco e ela não pode fazer muito esforço _ Respondeu Yamato.

Aí foi uma correria só para guardar tudo para que o Naruto não visse.

Quando ele chegou achou estranho até seu pai estar ali e jogando cartas.

_ Tou-chan, o que o senhor faz aqui? _ Perguntou desconfiado.

_ O Kakashi e o Obito me convidaram para um jogo de cartas que seria na casa do Sasuke _ Respondeu meu sogro.

Naruto olhou de um para outro com os olhos estreitos e me chamou.

_ Vamos meu anjo, você precisa descansar _ Disse ele me levando consigo.

Yamato e Gai levariam o Corolla para casa.

Durante a ida Naruto e eu fomos conversando tranquilamente.

_ Ah, meu anjo, a Chiyo Baa-chan chegou hoje e amanhã nós iremos buscá-la na casa dos meus pais. Parece que a tia Shima e o tio Fukasaku vieram também e você irá conhecê-los.

Naruto parecia muito feliz e aquilo também me alegrou muito.

 

Antes de dormir eu estava ansiosa e incomodada, e Naruto percebeu.

_ O que foi meu anjo? Você está inquieta demais _ Disse me analisando.

Eu não sabia como falar com ele o que eu estava sentindo, então disse que não era nada.

Acordei agitada de madrugada depois de um sonho erótico. Já fazia mais de uma semana que Naruto nem me tocava. Acabei acordando ele também.

_ O que foi Hina, você sonhou com o que? _ Perguntou preocupado.

Eu queria ele, então o beijei para ele entender.

Eu estava tão ansiosa que apertei meu corpo contra o dele e ele notou na hora.

_ Lie meu anjo, você não pode, lembra? _ Disse Naruto cessando o beijo.

Eu fiquei triste e quase chorei.

_ Não chora Hina, eu também quero, mas pensa um pouco no bebê _ Falou me acalmando.

Eu insisti tanto que Naruto acabou cedendo, ele fez um oral em mim para me aliviar.

Eu nunca tive tanto desejo assim e mesmo depois de ter me aliviado um pouco, ainda sentia desejo.

Naruto correu para o banheiro depois de me ver tão excitada daquele jeito. Eu queria retribuir, mas ele não deixou.

No domingo de manhã fomos para casa dos pais dele buscar a sua bisavó.

A senhora Tsunade e a senhora Shima estavam conversando entre si quando Naruto me apresentou.

_ Shima como vão as coisas em Fukuoka? _ Perguntou ela  sorridente.

_ Estão muito bem Tsunade _ Respondeu a senhora Shima.

_ Titia, essa é a Hinata, minha futura esposa _ Disse ele me apresentando.

_ Olha, mas é uma moça muito bonita meu filho. Quando for a Fukuoka a leve com você _ Disse ela com um sorriso.

A senhora Shima é baixinha e o cabelo dela é meio encaracolado e cortado curto.

E de repente chega a bisavó de Naruto na conversa, aí eu vi porque o Naruto disse que ela é muito esperta e vivaz.

_ Quer que a moça morra envenenada Shima, sua comida é um horror _ Disse ela seriamente.

Mas foi ela ver a senhora Tsunade para mudar a conversa

_ Oras, se não é a Rainha das lesmas. Como vai querida? _ Perguntou a senhora com cara de sapeca.

_ Eu vou bem Chiyo-sama _ Disse a senhora Tsunade entre os dentes.

A senhora Shima olhou para ela e deu um discreto sorriso.

_ É Rainha dos girinos, agora você vai descansar de mim por um tempo, mas não se acostume, logo logo estarei de volta.

A senhora a minha frente realmente era muito esperta e viva para a idade que tem. Eu fiquei feliz em saber que teria uma pessoa assim comigo o tempo todo.

_ Ah, pelo menos o Naruto arrumou uma boa moça para casar. Como vai querida? _ Perguntou-me com um sorriso no rosto.

_ Eu vou bem senhora _ Respondi a ela educadamente.

_ Nada de senhora, posso ser velha, mas não escondo a idade que tenho, não é Tsu querida?

A senhora Tsunade ficou tão nervosa que chegou fechar os olhos de raiva.

_ Eu não escondo minha idade querida sogra, eu fui abençoada com uma boa genética _ Respondeu ela forçando um sorriso.

Quando a senhora Chiyo saiu de perto de nós a senhora Tsunade virou-se para a senhora Shima e falou desgostosa.

_ Como você aguenta Shima? Céus!

_ Ai, nem me fale Tsunade, ela é assim o tempo todo _ Respondeu a senhora Shima compadecida.

Eu fiquei observando tudo, até que os demais foram chegando e o clima ficou mais acolhedor.

Parece que o Sasori e a Sakura são o xodó da senhora Chiyo, pois foram eles chegar que ela ficou toda feliz.

Depois quando ela viu a Temari já querendo aparecer uma barriguinha, correu até ela para a paparicar também.

_ Sakura, dá um jeito de encomendar um bebê logo, eu não vou durar para sempre _ Disse a senhora Chiyo para a Sakura.

Quando fomos embora e chegamos em casa a senhora Chiyo chamou a mim e ao Naruto para conversar.

_ Naruto, agora eu quero saber o que exatamente aconteceu. Você não pediria que eu viesse atoa, não é mesmo.

Ela é muito esperta mesmo, fiquei aliviada.

_ Mei _ Naruto respondeu sem humor.

_ Ah, então ela voltou, hã? E o que ela fez dessa vez? _ Perguntou ela me olhando.

Naruto olhou para sua bisavó e respondeu seriamente.

_ Ameaçou Hinata e disse que vai acabar como nosso casamento.

Eu pensei que somente quatro pessoas soubessem do segredo de Naruto, então depois de levarmos a senhora Chiyo para o quarto dela, fomos para o nosso quarto para eu me deitar. Estava com tanto sono que manter os olhos abertos parecia uma missão impossível.

_ Não dorme ainda meu anjo, a Chiyo Baa-chan foi fazer um caldo para você bem forte _ Disse Naruto vindo se sentar ao meu lado.

Resolvi conversar para ver se o sono passava.

_ Naruto-kun, você disse que só eu, seu tio, o Sasuke e agora o seu avô sabemos de tudo o que te aconteceu. Sua vó sabe? _ Perguntei a ele curiosa.

_ Lie, esse assunto eu nunca contei a ela, mas ela sabe coisa pior, de quando eu era pequeno _ Respondeu reflexivo.

Eu fiquei curiosa, será que a maldita já tinha tentado algo antes?

_ Ela já tentou algo antes Naruto-kun? _ Perguntei apreensiva.

_ Ela era muito estranha comigo meu anjo, muito possessiva. E a Baa-chan nunca confiou nela, tanto que quando ela vinha para nossa casa a maldita nem aparecia por lá.

Eu fiquei pensando naquilo e minha mente ficou perturbada. Não quero nem imaginar as coisas que ela deve ter feito com o Naruto.

O caldo de galinha que a senhora Chiyo fez estava muito gostoso. Eu cheguei a suar depois que terminei de comer. Naruto ficou satisfeito de me ver tão bem assim.

Dormi sem perceber e acordei de madrugada com a roupa trocada. Eu nem percebi que Naruto tinha trocado minha roupa. Mas agora eu precisava de um bom banho.

 

Durante aquele dia eu estava me sentindo tranquila, minha cabeça doeu e a senhora Chiyo mandou o Yamato ir ao mercado comprar umas ervas para ela fazer um chá para eu tomar. A senhora Chiyo era médica já aposentada e o chá que ela me deu foi certeiro.

De repente o porteiro ligou anunciando uma entrega, nós ficamos surpresos e o Gai foi ao hall de entrada receber.

Era um buquê de lírios brancos perfeitos e eram para mim.

_ São para você Hinata _ Disse o Gai me entregando com um sorriso no rosto.

Todos achávamos que o Naruto tinha me mandado aquelas flores, até o Yamato pensou o mesmo.

_ Ah, parece que o Naruto-sama resolveu me ouvir e mandou lírios dessa vez.

Eu sorri apaixonada com aquela surpresa, mas ainda mais surpresa quando li o cartão que veio junto.

 

"Até que enfim achei você Princesa. Não se preocupe, em breve irei pessoalmente buscá-la."

 

E para a surpresa de todos o cartão não tinha a assinatura do Naruto, mas sim um nome que me gelou até a alma.

TONERI OTSUTSUKI.

 

Eu comecei a chorar desesperada de medo e o Yamato se sobressaltou. Foi um alarde só e em menos de 20 minutos Naruto já tinha chegado com o Sasuke e alguns policiais.

_ Quem fez a entrega Gai? _ Perguntou o Sasuke.

_ O sujeito era estranho, tinha umas barbatanas tatuadas no rosto e o corte de cabelo dele era um moicano _ Respondeu ele.

_ Eu vou mandar o Sai investigar Naruto, Toneri já devia estar te seguindo há dias, desde antes daquele dia na empresa.

Eu arregalei os olhos surpresa. Então era isso que ele estava escondendo de mim!

_ Hinata, precisamos do cartão e das flores para análise. Vamos descobrir o nome do sujeito e de onde essas flores vieram _ Pediu-me Sasuke.

Depois daquele dia a minha preocupação triplicou. Não era só a tia Mei que tirava meu sossego, Toneri reapareceu com ainda mais ousadia. E para piorar a situação uma ex submissa do Naruto nos seguiu até uma loja no Ginza e fez maior escândalo quando me viu.

O nome dela era Fuka.

_ Seu desgraçado, me largou para ficar com essa vagabunda _ Gritou ela dentro da loja.

Todo mundo olhava para a cena horrorizado, enquanto eu e Naruto fingíamos não acontecer nada. Até que ela veio para cima de mim me dar um tapa. Naruto entrou na frente e a jogou no chão.

_ Escute aqui sua louca, se você encostar um dedo na minha mulher eu te mato, está me ouvindo _ Falou ele furioso.

Os seguranças da loja foram chamados e Naruto contou a eles que aquela mulher tentou me agredir. Ela foi retirada da loja a força com ameaças de que eles chamariam a polícia.

Eu fiquei pasma com a ousadia daquela mulher e fiquei pensando como seria se eu encontrasse com outras já que a "Senhora Escândalo", como Naruto a chamou era muito ousada e atrevida.

_ Se aquela vadia tivesse te encostado um dedo eu não sei se me controlaria meu anjo _ Disse ele me abraçando.

Estávamos a caminho da cafeteria onde Chouji preparou umas amostras do bolo que escolheríamos para o nosso casamento.

_ Hinata, ohh que bom te ver _ Disse Chouji ao me ver.

Eu gostava muito dele, ele era um rapaz muito gentil e educado.

_ Aqui, minha mãe mandou alguns doces que serão servidos no casamento para você experimentar também.

Eu comi até não aguentar mais. A senhora Akimichi mandou vários bombons, trufas, dangos e camafeus. Estavam deliciosos.

_ Hina, você vai passar mal desse jeito, deixe uns para mim também _ Disse Naruto provando as amostras de bolo.

E nós escolhemos um bolo de chocolate com o mesmo recheio da torta de chocolate que eu comi com Naruto a primeira vez que fui a empresa dele fazer uma entrega.

Eu queria um Naked Cake, mas para harmonizar melhor com o tema o Chouji sugeriu usar um glacê leve já que eu odeio pasta americana.

 

Quando saímos da cozinha da cafeteria tivemos mais uma surpresa desagradável. Para encerrar o dia com chave de ouro a maldita estava no salão conversando animadamente com a Kin e o Darui.

Naruto segurou firme em meu braço e seguimos andando. A cafeteria já era dele mesmo, então nem me preocupei.

Ela teve a cara de pau de vir até nós.

_ Meu bebê, como vai? A Sara quer ir a sua casa mais o Iruka, você não faria essa desfeita, não é? _ Falou ela debochadamente.

Naruto chegou a tremer de raiva, mas respondeu da forma mais pacífica que conseguiu.

_ Claro, acho que a Chiyo Baa-chan ficará muito feliz em revê-la "titia" _ Disse Naruto no mesmo tom usado por ela.

A maldita chegou a ficar branca na minha frente. Agora eu quero saber o que a senhora Chyo escondia.

_ Pois será um prazer revê-la também. Eu aviso quando formos. Ja ne bebê _ Despediu-se ela.

Fomos embora e Naruto parecia muito feliz, com certeza esse segredo deveria ser bem tenebroso.

E o que mais me deixa tranquila e feliz é ver meu Naruto-kun sendo ele mesmo. Ele tem passado tanto tempo sendo o Menma que as vezes até eu me assusto.

 

Meu casamento agora está mais próximo de acontecer e eu estou muito feliz por isso. Tudo estava correndo muito bem.

 

Mas sempre acontece algo inesperado para nos surpreender e o que nos surpreendeu agora foi ver Shion na casa da minha sogra conversando animadamente com a Sakura e a Ino observava tudo. Quando ela me viu um sorriso diabólico brotou em seu rosto. E Sakura sem saber de nada nos apresentou.

_ Hina, essa é a minha amiga Shion Otsutsuki.

Olhei para minha prima a minha frente e a vi encarar Naruto maliciosa.

_ Bem, nós já nos conhecemos Sakura-san, Shion e eu somos primas.

A primeira coisa que fiz foi ligar para o Neji. O único que poderia me ajudar agora era ele.

_ Neji nii-san, adivinha quem está na casa dos meus sogros? Shion _ Disse a ele apreensiva.

_ Não deixa ela te humilhar Hinata. Eu mesmo vou conversar com o Naruto depois _ Disse ele seriamente.

Agora eu poderia esperar de tudo. Kami me ajude.


Notas Finais


Genteeee espero que tenham gostado.
Vou tentar postar outro hoje se der tempo a noite.

Abraços
Dani


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...