História Possessive Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Chara, Frisk, Sans
Tags Chara X Frisk, Charisk, Genocide
Exibições 183
Palavras 677
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oe :3

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Possessive Love - Capítulo 1 - Capítulo Único

Chara POV On

Estar naquele corredor não era novidade, sempre morrendo e voltando, ainda tinha DETERMINATION o suficiente para voltar quantas vezes forem necessárias, voltando para acabar com o Comediante. Ele é meu único obstaculo, ele quer tirar minha Frisk de mim, mas, não irei deixar isso acontecer.

Segurando a faca com firmeza, avancei no Saco de Lixo Sorridente, pude notar que ele já estava cansando de tantas vezes que já me matou, essa é a minha vantagem.

- Devolva-me a Kiddo! - exclamou, disparando vários Blasters na minha direção.

Esse Comediante consegue ser engraçado quando quer, ele é a própria piada aqui. Decorei a maioria dos ataques dele, então foi fácil desviar de seus queridos Blasters. Até que o corpo da Frisk é ágil, seria tão útil se ela fosse uma assassina, mas... Mesmo sendo uma pacifista, ela é perfeita do jeito que é. Ossos inúteis foram disparados na minha direção, me defendi da maioria deles usando minha faca. Enquanto eu rebatia os ossos, um Blaster apareceu em cima de mim, isso é novo. Infelizmente, não pude me defender de todos os ataques, o Blaster conseguiu me atingir, tirando 20 do meu HP (72/92 HP).

Decidi não usar qualquer item de cura agora, não vou morrer por causa daquele "pequeno" ataque, e mesmo que eu morra, irei voltar, mais forte e mais rápida. Um Super Gaster Blaster surgiu naquele corredor, só um disparo ocuparia metade do local, droga! Ele está usando novos ataques! Com certa rapidez, pulei em um dos grandes pilares e cravei minha faca nele, me apoiando no mesmo. Suspirei um pouco aliviada por não ter recebido aquele ataque.

Sans limpou o suor de sua "testa", apoiei meus pés no pilar, segurei a faca com firmeza e posicionei minhas pernas. Ri quando ele errou os ossos, um Blaster estava vindo em minha direção, pulei em cima dele, apoiei minha mão em sua cabeça, sorri e pulei novamente, só que dessa vez, em cima do Comediante. Tentei acerta-lo, mas ele desviou, nenhuma novidade.

- Essa luta não é mais pela seu desejo de matar, não é? - perguntou, sério.

- Claro que sim - respondi, dando uma pequena risada - Só que também estou lutando pela Frisk.

Me desculpe, Sans... A doce voz dela foi ecoada pela sala, por que ela se importa tanto com ele?! Como eu havia dito antes, o Comediante estava usando ataques imprevisíveis. Olha que sorte a minha, um osso acabou atravessando minha barriga, -37 de HP (35/92 HP). Abri meu inventário, pegando um Starfait, antes que eu pudesse usa-lo, Sans atingiu um osso na minha mão, com isso, acabei deixando o item cair.

Meu corpo foi jogado contra alguns pilares, fazendo-os racharem, -12 de HP (23/92 HP). Não posso morrer novamente, irei continuar aqui, lutando pela MINHA Frisk. A sala se encheu de ossos e dois Super Gaster Blasters, me levantei com dificuldade. Comi a única fatia de torta que tinha no meu inventário, enchendo meu HP.

Pulei na cabeça de um deles e fiz com que disparassem raios um no outro, mas, antes disso, dei um mortal para trás, evitando sofrer qualquer tipo de dano. Joguei minha faca para cima enquanto escalava alguns ossos, quando cheguei ao "topo", dei um salto e chutei a faca na direção do Comediante. Em um movimento rápido, fui para trás dele e segurei seus braços, impedindo-o de se teleportar. Levantei a mão, segurando a faca que eu mesma havia jogado, e cravei nas costas do Skeleton. -9999999 HP.

- Olha quem ganhou afinal de contas, Comediante - ri feito uma louca.

- Me desculpe, Sweetheart... Eu falhei com você... - foram suas últimas palavras antes de virar pó.

SANS! CHARA, EU IMPLORO, ME DEIXE RESETAR! POR FAVOR! A luta não havia valido a pena, mas Frisk não tem escolha, ela vai viver ao meu lado, para sempre! Atravessei aquele corredor, acabando com a vida do Rei e da flor idiota.

Tudo estava vazio agora, só a Frisk e eu... Como eu sempre desejei.

- Vamos ficar juntas para sempre, Friskzinha! - exclamei, sorrindo.


Notas Finais


Desculpa se ficou ruim e.e

bae :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...