História Possessive Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 108
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heey, tá aí o segundo

Capítulo 2 - Capítulo 2


     POV ALLYSON 


Acordei a alguns minutos atrás nesse cômodo, eu estou presa por correntes e cordas junto com uma mordaça 


Fiquei encarando a porta de ferro a minha frente até que ela foi aberta por Bieber 


- Achou que iria fugir de mim? Eu conheço todos o cantos dessa cidade, não foi difícil achar a filha da prostituta que cansei de comer - Bieber falou se referindo a minha mãe 


Fiquei em silêncio 


Ele me soltou e eu ameacei correr só que fui pega pelo cabelo e jogada no chão, bati minha cabeça na parede e comecei a ver tudo turvo 


- As horas a seguir serão emocionantes pequena Ally - ele falou chutando minha barriga e eu gritei de dor, recebi uma série de socos no rosto e chutes, por fim eu estava acabada, chorando e sangrando muito 


- Me mata por favor, eu tô implorando - Falei enquanto ele pisou na minha mão quebrando o resto de minhas unhas gigantes que um dia foram 


Vi o sangue do meu nariz pingar no chão e ele chutou o mesmo 


Senti uma dor imensa no rosto, 


- Isso seria fácil demais, amorzinho - Ele falou pegando pelo meu cabelo é me jogando na parede de novo 


Dessa vez comecei a cuspir sangue e acabei apagando 


... 


Acordei com marcas de ferro quente por todo meu corpo, sim, esse maluco me torturou com ferro quente, meu corpo todo doeu quando tentei me levantar 


- Se eu fosse você não faria isso - Uma voz falou e eu reconheci ser do garoto da floresta que eu soquei 


- Vai se foder - Falei rindo mesmo sem aguentar mais um assopro 


- Gatinha... A festa só tá começando - Ele falou pisando na minha coluna com força 


Pude ouvir os estralos 


Gritei de dor novamente mesmo que ninguém pudesse me ajudar 


Levei mais uma série de socos no rosto e no estômago, por fim eu não estava mais sentido, eu estava inconsciente apenas parada 


- Butler,  a garota já está lotada de sangue, e melhor parar por hoje - Ouvi uma voz de fundo mas não conseguia me mexer 


- Acho que não vai conseguir nem chegar até amanhã - Outra voz falou e seguidos de risos 


...


Acordei em um lugar macio com todo meu corpo doendo um pouco mas não muito, eu apanhei pra porra e agora tô assim? Eu estava em um quarto muito bem decorado, uma cama macia 


Meus ferimentos estavam com curativos 


Franzi o cenho e me sentei com um pouco de dificuldade, o lençol caiu e eu pude ver que estava vestida com uma camiseta de basquete apenas 


Então é assim? Eles quase me matam e depois cuidam de mim? São loucos 


A porta foi aberta e eu arregalei os olhos assustada 


        POV JUSTIN BIEBER 


Essa garota estava me dando nos nervos, por ter me dado um tapa no meio da minha boate na frente de vários caras importantes, deu um soco quase mortal no Ryan que está doendo até hoje


Então descobri facilmente onde ela mora e mandei os seguranças irem busca lá, a vadia arrombada da Andréia fugiu na hora mas conseguimos pegar a garota 


Bati muito nela junto com o Ryan 


Pena que acabei recebendo um telefonema do papai dela e tive que parar 


Sim, eu conheço o pai dela, é um traficante que vai me pagar uma grana alta para mim deixa lá viva e em segurança por um ano, não vou matar, ela é gostosinha, vou levar pra boate e deixar lá para ter o mesmo destino da mãe 


Mandei que cuidassem dela, pretendo leva lá em breve para a boate 


 Subi a escada indo em direção ao quarto que a deixei e abri a porta sem bater, ela fez uma expressão de susto 


Não pude deixar de reparar em seus peitos marcados pela minha camiseta 


- Não me machuca - Ela falou se encolhendo e eu ri nasalado 


- Você tem mais utilidades para mim mocinha - Falei


Allyson deve ser alguns anos mais nova que eu, eu digo uns dezoito 


- Quantos anos? - Perguntei 


- Dezesseis - Ela respondeu baixo enquanto caíam lágrimas no lençol 


Apenas dezesseis? 


Eu posso ser ruim mas não consigo ver pessoas chorando e não perguntar porque 


- Porque você está assim? Chorando - Perguntei me sentando na cama ao seu lado mas ela recuou 


- Eu só estou pensando... Eh, preciso ir embora - Ela falou e eu ri 


- Nunca, você agora é minha - Falei seco e ela me encarou com os olhos cheios de lágrimas 


Confesso que não era divertido ver ela assim, estava mais quando ela apanhava 


Ouvi o barulho do estômago dela 


- Vou pedir para Mary trazer algo para você - Falei e ela assentiu 


Agora que a encarei eu pude perceber como era bonita, eu poderia ficar a olhando o dia inteiro mas não sou desse jeito, só pegar e largar depois, esse é o lema 


Sai do quarto e avisei para Mary levar algo para ela 


          POV ALLYSON


Quando ele saiu as lágrimas vieram com mais intensidade, como assim eu era dele? Isso não pode acontecer, minha mãe foi embora e me deixou, como ela pôde? 


Mary trouxe um lanche pra mim e depois saiu me deixando sozinha no quarto 


Comi e quando terminei ela veio e levou a bandeja 


A porta foi aberta por um homem de terno preto que me entregou sacolas de loja com sapatos e roupas, ordens de Justin para eu me trocar se quiser depois 


Eu não quero isso, eu só quero voltar para casa e ter minha vida tediosa de volta, acordar todos os dias com a chata da Andreia perturbando, ir para boates e rachas


Me deitei e peguei no sono 





Notas Finais


Comentem aí ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...