História Possessive Love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 101
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heeeeey

Caralho, 3 capítulos hj, melhor eu parar por aqui kk

O próximo sai terça

Capítulo 3 - Capítulo 3



         POV JUSTIN BIEBER

Mandei até que comprassem roupas para a garota, se ela não fica por bem, vai ficar por mal

As horas se passaram e já eram quase onze da manhã do outro dia

Fui até o quarto dela e me surpreendi ao ve-la ainda deitada, com a mesma camiseta que continuava marcando seus seios, Allyson estava com as pernas abertas o que dava para ver sua calcinha preta de renda bem cravada

fiquei admirando a bela vista por algum tempo mesmo que ela deveria ser bem rodada, com uma mãe prostituta ela já deve ter dado bastante

      POV ALLYSON

Acordei e me sentei na cama vendo Justin na porta me observando então fechei as pernas que até agora estavam abertas

- quero você pronta em uma hora para o almoço - Justin falou grosso do jeito dele e saiu

Eu já estava faminta de novo, acho que minha fuga pode esperar

Olhei as sacolas, separei uma lingerie branca, um short curto de pano fino e uma regata branca

Me despi e entrei no box,  tomei um banho rápido lavando aqueles machucados e vendo todas as marcas roxas que ele deixou, só de olhar para ele e lembrar do que ele me fez já dava náusea

Me sequei e vesti a roupa, penteei meu cabelo o deixando solto e sai do quarto, vi uma escada e desci encontrando Bieber e mais três garotos inclusive Butler, aquele que me bateu também

- Olha se não é a garota rebelde - Falou um loiro e eles riram

- A situação tá feia hein - Falou um outro do cabelo castanho

- Obrigada pelos elogios - Falei irônica

- Volta para o quarto Allyson, só desça quando eu for lá te chamar - Bieber falou e eu revirei os olhos

- Porque? - Perguntei

- Porque eu quero que seja assim - Ele falou

- Mas... - Já iria protestando quando ele se levantou vindo até mim e pegou no meu rosto me fazendo afastar um pouco numa tentativa falha

- Seria uma pena estragar esse rostinho - Ele falou colocando uma mecha do meu cabelo atrás da orelha

Num movimento rápido ele pegou no meu cabelo é me arrastou para o quarto onde me jogou com força em cima da cama

- você é louco - falei me sentando adequadamente na cama enquanto ele riu

- Muitos dizem isso - Ele falou pensativo

Ele é um louco gato

- Me deixa ir - Falei

- Nunca, agora, você é minha - Ele falou

- Prometo que você nunca mais me verá - Falei quase chorando

- Proposta tentadora, mas, não - ele falou fechando a porta e a trancando

Desabei chorando na cama, Eu vou fugir, eu vou, a todo custo quero sair dessa casa

Peguei uma jaqueta e vesti

Olhei da janela e era muito alto, não seria fácil uma garota descer ali sem ser vista por vários seguranças que estão no portão

Fui em direção ao banheiro e olhei meu reflexo no espelho, lábios cortados, olho roxo

Dei um soco no espelho o deixando espatifado no chão e meus dedos sangrando

- Que porra tá acontecendo? - Bieber abriu a porta do banheiro sem bater e viu o sangue nos meus dedos

- Você tem problema? - Ele perguntou e eu neguei lavando a mão e sentindo o ardor

Mordi o lábio inferior

- Então porque fez isso?

- Porque vi o que você fez com meu rosto

- Isso é nada garota, vê se relaxa - Ele falou saindo e me trancando dessa vez dentro do banheiro

Tirei a jaqueta a jogando em qualquer canto e me sentei no chão enquanto escorriam lágrimas pelo meu rosto

Eu poderia me matar agora, mas não, isso seria muito fácil para ele

...

Fiquei uma meia hora dentro daquele banheiro

- Vem - Ele falou ríspido e eu me levantei abaixando o short um pouco que havia subido

O segui até um quarto onde ele me mandou sentar na cama e eu obedeci

Ele chegou com uma caixinha de primeiro socorros e passou um líquido em cima me fazendo estremecer

Doía muito

depois de fazer um curativo descemos para a cozinha

- Maria, serve um prato para ela e depois a leve para o quarto, tranque a porta, vou sair e chego para o jantar - Bieber falou e me encarou

- E você, Se eu souber que você saiu do quarto, eu vou fazer seu rosto ficar bem pior - Ele falou me causando medo e eu assenti de leve

- O que eu vou ficar fazendo o resto do dia? - Perguntei

- Isso não é problema meu - Ele falou saindo

Grosso

Maria me serviu um prato e eu comi rapidamente

- Vamos? - Ela perguntou e eu neguei

- Se não for por bem acho que vou ter de chamar algum segurança - ela falou grossa

Me levantei suspirando e me preparei

É agora ou nunca

Corri em direção a porta de entrada principal passando pelos seguranças dela estilo the flash e abri o portão facilmente já que não tinha segurança lá, estranhei mas no momento não me importei, sai correndo rua a fora mas fui surpreendida por um carro preto

Dele saiu um loiro que ainda não conhecia mas o vi na sala hoje cedo

- Tentando fugir? - Ele perguntou sério

Olhei para trás vendo vários seguranças atrás de mim

- Me deixa ir... eu não quero ficar aqui - Falei desesperada

- Não, infelizmente não posso, Bieber é muito possessivo com as coisas dele - O loiro falou me pegando pelo braço e eu me debati

Fui pega no colo por ele que aproveitou para passar a mão na minha bunda

- tira a mão daí - Falei irritada me debatendo

- De onde? Daqui? - Ele se fez de desentendido e depois apertou com força

Filho da puta

Num movimento consegui dar um chute nas partes baixas dele que me largou no chão com toda força fazendo um barulho

- Vadia - Ele falou enquanto eu me levantei correndo novamente em qualquer direção

Eu já estava dentro da mansão então não tinha muito para correr

Me joguei atrás de algumas árvores que havia ali

- Chris ela está ali - ouvi uma voz e o loiro que descobri ser o " Chris " me pegou pelos cabelos e me arrastou até a porta de entrada onde me jogou escada acima e me puxou enquanto eu estava jogada no chão até o quarto

Todo meu corpo doía

Ouvi o estrondo da porta sendo fechada e ele se aproximou de mim o olhei

- Vadia nunca aprende - Ele falou chutando próximo a minha intimidade

Gritei de dor

- Minha vontade é te queimar viva agora mesmo mas não posso, então, deixo essa tarefa para o Bieber mesmo - Ele falou socando meu rosto diversas vezes

Cuspi sangue no chão

- Me mata logo - Pedi enquanto caiam lágrimas

- Seria muito fácil - Ele falou me jogando na parede e eu não vi mais nada, apenas desmaiei 


Notas Finais


Cometem aí ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...