História Possibilità


Escrita por: ~ e ~boIo


Sinopse:
Em meio ao caos de seu casamento, Layla Rizzo, mãe e dona de casa, decide que o divórcio é a melhor escolha. A conselho de suas amigas, ela procura a Dra. Vittoria Cirillo, advogada de vara de família mais renomada de Roma.
Após fecharem o acordo, o convivo das duas aumenta. Assim como a curiosidade de uma sobre a vida da outra. O que elas não imaginavam é que, deste simples caso, surgiria uma história de amor.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Feminismo, Homossexualidade, Igualdade, Lésbica, Lgbt, Originais
Exibições 145
Comentários 5
Palavras 4.401
Terminada Sim

Fanfic / Fanfiction Possibilità
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Capítulo Único
5
145
4.401

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~vittidaramor
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~vittidaramor
Usuário
Essas ones suas que despertam meu lado lesbiquinha hahah #Adoro
Como.diz tancinha " Essa fic me deixou toda divididinha" Por que um lado que adorou a Vittoria ter terminado só, dona de si coisa que é mravilhosa, a mulher tem que tomar conta das rédeas da vida dela e não deixar que parceiro lhe impunha nada. E nisso nota 10000000 vocês passaram perfeitamente, desde do início ela já mostrou força e que não ia ficar atrás de parceiro. Mas por outro lado já tava shippando Layria sim pq sou dessas, a Vittoria com o filho da Layla e a coisa mais linda do mundo, ele chamando ela de tia, me derreti todinha.


Eu amei a abordagem dos assuntos, Parabéns.
Eu amei, tudo.
Linda história.
ps: adorei a parceiria, podia rolar uma long aí hein hahah
bjs
day
xx
Postado por ~Jeleninhaz
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~Jeleninhaz
Usuário
Bom, dessa vez não vou começar o comentário falando sobre o início da história, prefiro abordar primeiro aquilo que mais gostei: O final.
Caralho!
Eu sempre, tipo sempre mesmo, quis ler uma história em que o casal ficasse separado no fim, isso sem ter acontecido alguma fatalidade, como a morte de um dos dois, ou algo do tipo. Eu tinha uma curiosidade imensa sobre como seria o casal principal acabando a fic/livro feliz, sem estar junto e com uma outra pessoa.
Possibilità me deu isso, e eu não poderia estar mais satisfeita <3
Achei a temática bem madura, as personagens são mulheres adultas, não duas adolescentes, embora a Layla tenha feito inúmeras descobertas a respeito de si mesma ao longo do enredo, enquanto a Vittoria já sabia o que queria desde o início, isso não a fez menos. O relacionamento passado dela estava ligado ao comodismo, ao medo de não dar conta sozinha e mesmo com tudo apontando para o lado negativo, ela conseguiu superar isso. Melhor personagem, sem dúvidas!
Pela primeira vez o casal ter terminado separado não fez eu me sentir triste ou tola por ter "perdido meu tempo" lendo uma história com um fim não feliz. A One me tirou do meu amado clichê, já quero e vou voltar correndo para ele, só que eu precisava deixar minha opiniãozinha aqui antes.
Sinceramente gostei muito de tudo, a escrita de ambas é maravilhosa. O término delas ficou MUITO real.
E teve aquele hotzinho maroto (lesbiquinho) que nós adoramos.
Mesmo que a história tenha sido sobre a vida de duas mulheres diferentes, na minha opinião a Layla se destacou muito mais não só pelas descobertas que fez, mas também por transmitir a mensagem de que uma pessoa não precisa estar necessariamente ao lado de uma outra para alcançar a felicidade, para isso basta ela estar bem consigo mesma.
Arrasaram!*
Postado por ~Rachel_Wilde
Capítulo 1 - Capítulo Único
Usuário: ~Rachel_Wilde
Usuário
Começo dizendo que achei a abordagem top.
Estou acostumada com histórias nas quais um casal precisa estar junto para estar completamente feliz. Cresci com um clássico clichê de que haveria um príncipe encantado para mim ai e fora, que ele seria a peça faltante em mim e que me completaria, faria como que eu me sentisse inteira de novo. A realidade é muito diferente disso e nos chocamos com o fato de que apenas nós mesmas podemos ser a nossa peça faltante. No começo, é quase um choque, mas depois acabamos por perceber que essa é a melhor notícia que poderíamos ter; somos, oficialmente e irremediavelmente, donas e nós mesmos e não cabe a ninguém além de nós lutar para conquistar o que queremos.
Acho que é justamente essa a mensagem que Possibilitá me deixou. Não é a questão do romance homossexual ou do marido estúpido. O que realmente me tocou lá no fundo foram as descobertas que Layla fez sobre si própria. Ela compreendeu que não precisa de nada além de si mesma para ser verdadeiramente feliz.
É uma mensagem pouco comum no mundo das histórias. Pessoalmente falando, não há vejo e, odeio admitir, não me esforço tanto quanto gostaria para passá-la. É realmente um fator de autenticidade para a obra de vocês duas, que resolveram nos dar uma face tão realista da vida.
Eu já havia lido Numbers de vocês (e peço perdão por nunca ter comentado decentemente). Em ambas as narrações, vocês trabalharam perfeitamente bem juntas. Acho que em Numbers vejo uma face mais sentimental, detalhista e romântica de vocês. Em Possibilitá, vejo uma preocupação maior em se adequarem às experiências e realidades das mulheres desse século. O que posso afirmar é que, independente da abordagem que conferem às suas escritas, vocês trabalham estupendamente bem! Em ambos os casos, vi temas menos comuns sendo jogados em foco e adorei.
Parabéns pelo excelente trabalho! Aguardo por mais coisas incríveis de vocês, garotas.
xoxo