História Possible Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Castiel, Kentin, Nathaniel
Tags Alexy, Boyxboy, Kentin, Kentinxalexy, Yaoi
Visualizações 24
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo
Criei uma historinha ai Kentin e Alexy pq eles são uns amores juntos
Experimento...se ficar muito ruim eu excluo ela T.T
Ia ser oneshot
Poreem
Dividi em três capítulos pra ter mais historia e pq eu tinha preguiça de escreve tudo duma vez só hehe
Ignorem os erros, to sem pc e escrevo pelo celular T.T é difícil mas nee!
Boa leitura
Kissus

Capítulo 1 - Pode ser apenas uma paranóia


Suspirei pela milésima vez em meio a aula, esse tempo parece não passar. Que merda.
E pra ajudar o periodo anterior fora horrível, era educação física e estávamos jogando queimada, mas, para a minha infelicidade aquele moleque de cabelo azul não parava de mirar em mim, tanto que chegou a me acertar duas vezes.
E é claro, não é de hoje que Alexy vem me incomodando. Sério, o passatempo favorito dele é me irritar e me constranger, e o motivo disso? Não faço a mínima ideia.
Olho para trás e vejo aqueles olhinhos violetas me encarando. É incrível, ele parece um anjo as vezes mas na verdade é bem ao contrário.
Revirei os olhos tentando focar no que a professora falava, é sério mesmo que eu estou, em sã consciência comparando Alexy com um anjo? Por Kami, devo estar pirado de vez!

Depois de mais dois longos períodos aqui estou eu, no intervalo, querendo morrer.
Meu animo é tanto que eu nem quero sair dessa sala, então resolvi ficar aqui mesmo sentado nessa cadeira em uma posição pré-morte.
De repente vejo uma figura ruiva adentrar a sala. Ótimo, senhor TPM para deixar meu dia mais feliz.
- Caralho Kentin parece que tá morrendo mano, ontem de noite teve, em? -Castiel pergunta se aproximando com aquele sorriso malicioso.
- Ontem teve com o Nath, né? -Questionei arrumando minha postura. -Caso contrario você estaria com aquela cara de TPM de sempre. -Castiel fecha a cara na mesma hora.
-Ah, sabe como é. -Deu de ombros.
-Não, não sei.
A ruiva da TPM suspira revirando os olhos.
- Enfim, você ainda não me respondeu por que 'tava ai atirado que nem um doente mental. -Quando que ele perguntou mesmo?
Ah é, mas a pergunta foi se teve ontem a noite.
Teve um churrasco só se for.
-Eu quero matar aquele moleque...-Resmunguei.
-Deixa eu adivinhar...Alexy?!
-Parabéns, sua bola de cristal funciona bem. -Ironizei.
-Eu tenho duas. -Piscou com um sorriso malicioso.
Queima meus ouvidos.
-E por que você quer matar o Alexy?
-Não é óbvio? Ele vive me irritando, deve gostar muito de me ver constrangido ou com raiva...
-Haha! Talvez ele não goste só disso...-Sugeriu com a típica cara de malícia.
Ele tá querendo chegar aonde com isso?
- O-o que você quer dizer com isso?
-Inocente Kentin...talvez ele goste de você sabe, só uma possibilidade. -Castiel apoia o rosto sobre as mãos me encarando.
- Sem chance! -Retruquei sentindo minhas bochechas corarem.
- Sabe, antes de eu e o Nath ficarmos juntos, eu vivia fazendo com ele o que o Alexy faz contigo...talvez pior. A real era que eu amava provocar o loiro certinho porque na verdade eu amava ele. -Deu de ombros.
Eu nunca pensei nisso, e nunca deveria ter pensado.
Agora fodeu, vou criar paranoias com qualquer coisa.
-Não se iluda muito. É só uma possibilidade.
Castiel piscou para mim e saiu da sala me deixando sozinho ali refletindo.
E se o Alexy gostar mesmo de mim?
Faz um pouco de sentido, na real. Mas porque alguma coisa dentro de mim me causa certa...esperança?
Não, eu to fantasiando coisas, com certeza! Daqui a uns tempos esse azulado vai pegar no pé de outro, ele não gosta de mim...não mesmo! E mesmo se gostar, eu não gosto dele...
Ou será que sim?
Que porra eu acabei de pensar?
Ah meu Kami...por que eu fui conversar com aquele ruiva de TPM?
O sinal bateu tirando-me desses pensamentos bem absurdos, mas tudo piorou quando vejo os olhos cor de violeta me olhando antes de entrar na sala, e acompanho com meu olhar o seu percurso até a sua mesa.
- Tá querendo Kentin? - Perguntou na maior cara de pau, bem alto pra geral ouvir.
E minha única resposta foi ficar estupidamente vermelho e me virar para frente enterrando a cara entre os braços.
As vezes eu tenho vontade de espancar aquele rostinho lindo...
"Rostinho LINDO"
É, eu preciso urgentemente ir para casa tomar um banho e relaxar.

Para minha sorte os últimos períodos passaram mais rapidamente que os primeiros, mesmo que eu tivesse passado o tempo todo pensando no Alexy, mereço?
E ainda por cima as professoras chamaram minha atenção diversas vezes por estar muito distraído.
Uma delas até teve a ousadia de me perguntar se eu estava pensando em alguém, e eu neguei. Mesmo sendo mentira.
E agora estou saindo da escola tranquilamente, até o exato momento em que ouço alguns passos de alguém correndo atrás de mim.
Olho para trás para ver quem era, mas só pude ver um vulto azul e sentir o impacto do corpo de Alexy se chocando brutalmente contra o meu.
- Ken...tin! - Exclamou mordendo os lábios depois de pronunciar o meu nome. -Sabe de uma coisa? Não gosto quando as pessoas me deixam sem resposta...
- D-do que você tá falando?
- A perguntinha que te fiz na aula baby, tá com amnésia agora?
Revirei os olhos, é serio isso?
- Por que você não vai provocar outros em? -Resmunguei entediado.
Só quero ir pra casa tomar uma ducha e esquecer os pensamentos relacionados ao menino que esta na minha frente.
- Porque é mais divertido provocar você ne! - Alexy fez uma expressão óbvia, apenas revirei meus olhos novamente. - Para a sua falta de sorte eu tenho que ir agora baby...até amanhã biscoitinho.
Alexy selou minha bochecha e saiu correndo.
Eu não sei porque estou mais vermelho; o "biscoitinho" ou esse beijo.
Casa. Ducha. Esquecer Alexy e as ideias malucas que Castiel botou na minha mente.
Tenho que focar nisso.
Mas é impossível pensar em outra coisa que não seja aquele moleque irritante de olhos violetas, cabelos azuis e rosto de anjo...mesmo a personalidade sendo ao contrário. Que droga!


Notas Finais


Continuo?
Comentem X.x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...