História Potter Chronicles - I Must Not Tell Lies (INTERATIVA) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Aberforth Dumbledore, Alvo Dumbledore, Alvo Potter, Argo Filch, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Luna Lovegood, Personagens Originais, Ronald Weasley, Rose Weasley, Scorpius Malfoy, Ted Lupin, Tiago S. Potter, Viktor Krum
Tags Alvo Dumbledore, Alvo Severo Potter, Bruxas, Bruxo, Bruxos, Comensais Da Morte, Draco Malfoy, Edward Remus Lupin, Feitiços, Harry Potter, Hermione Granger, Hogwarts, Horace Slughorn, Interativa, Lorcan Scamander, Lysander Scamander, Magia, Minerva Mcgonagall, Neville Longbottom, Puro-sangue, Rony Weasley, Rosa Granger Weasley, Sangue Ruim, Scorpius Malfoy, Severo Snape, Slytherin, Sonserina
Exibições 90
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Qualquer duvida, criticas ou elogios só comentar ;)

PS: Tem começo de seleção de Quadribol no proximo cap.

Beeijos!

Capítulo 4 - Did you see that too?


— Além de; tórax torrados de libélula, asas de fada, cavalos-marinhos voadores e ovos de fadas mordentes. — O Prof.º Slughorn olhava para os alunos, um de cada vez agitando um frasquinho prateado entre os dedos. — Eu ainda coloco um ingrediente especial na poção da Vitalidade. Alguém sabe que ingrediente é esse?

— Sangue de unicórnio, senhor? — Arrisca Astrid Krum, filha do famoso apanhador da
Bulgária, Viktor Krum.

— Muito bem Srtª Krum, cinco pontos para Grifinória! — O Prof.º Slughorn analisava o caldeirão de Astrid, enquanto ela aguardava nervosa alinhando todas as suas coisas na mesa. — E vejo que fez uma ótima poção da Juventude com seu tempo extra, mas errou na poção da Vitalidade. Ela deveria ser dourada e não cor de vomito.

 

Alguns alunos riram de Astrid que parecia decepcionada. Harley e Olliver sussurravam alguma coisa.

 

— Sendo assim, é com prazer que anuncio o merecedor desse frasco de Sangue de unicórnio, Dustin O'Well! Por ter feito uma Poção da Vitalidade Perfeita. — Sorrindo, o Prof.º Slughorn fez um sinal com a outra mão livre para que Dustin se juntasse a ele. — Parabéns e não se esqueça, só adicione o sangue de unicórnio quando for toma-la, no caso de vida ou morte.

 

— Ah... — Dustin olhava pasmo para Slughorn enquanto recebia o frasco e levava tapinhas nas costas de um professor orgulhoso.

 

— Espero que esteja tudo em ordem para o Clube de Poções este ano. — Dizia alegremente o Prof.º Slughorn.

 

— Está sim, professor. — Dustin sorria satisfeito consigo mesmo. — Eu e Noah estamos nos organizando.

 

— Ótimo, ótimo! Agora vamos para a poção da Beleza, é bem simples. — O Prof.º Slughorn folheava seu livro de poções em cima da mesa preta que parecia mais com um altar de rituais. — Henry meu rapaz, poderia ler para nós os ingredientes da poção?

 

— Claro. — Henry Smith esperava o silencio da classe para começar a ler. — Poção Embelezadora; os ingredientes para a poção são: Pus de bubotúberas, espinho de bubotúberas, escama de serpente marinha, urtiga verde em pó, ovo de fada mordente. Modo de preparo...

— Que nojo, desisti dessa poção! — Comenta Blair com Astrid.

— Até que não é tão ruim, não vamos engolir mesmo. — Responde Astrid.

 

O Prof.º Slughorn já tinha em mãos uma lista feita por Dustin O'Well dos integrantes do Clube de Poções para ocasiões eventuais. As aulas de Poções seguram até o meio dia.

 

— Até que enfim saímos daquele buraco escuro que chamam de sala de aula! — Exclama Darwin, um aluno da Corvinal.

— Não aguento duas aulas seguidas de Poção. — Comentava Mia, uma morena da Sonserina.

— Nem fala, meu cabelo está horrível de tanta fumaça que impregnou. — Comenta Blair pelos corredores.

— Relaxa, pelo menos isso disfarça seu cheiro. — Harley passa por Blair debochando e a garota faz uma careta.

 

A maioria estava a caminho dos terrenos ensolarados de Hogwarts próximo a orla da Floresta Proibida, como uma passeata colorida de alunos empolgados.

 

— Eu só queria uma cerveja amanteigada agora. — Comenta Natasha se abanando com as mãos.

— Já estou com fome e vocês? — Scorpius mantinha a mão na barriga enquanto desviava de pedregulhos.

— Não consigo nem pensar em comida com aqueles ingredientes de hoje. — Diz Alvo.

— Fora que ainda tem mais duas que não vimos. — Olliver comenta para o grupo da Sonserina.

— O que você faz aqui, Veela? — Pergunta Scorpius num tom agressivo.

— Eu chamei! — Harley responde antes de Olliver. — Está incomodado, Malfoy?

— Não tem problema, Hay. — Olliver pega no braço de Harley. — O riquinho só está com ciúmes.

— Como vocês são infantis. — Natasha aperta o passo na frente de todos.

— Você não vai dizer nada, Potter? — Pergunta Harley indignada.

— Não tenho nada para dizer. — Alvo evitava olhar para Olliver.

— Vem Ollie, melhor ficarmos com a Nat. — Olliver foi arrastado.

— Mas... — Olliver olhava para Alvo confuso.

— Qual é o seu problema? — Alvo se aborreceu com Scorpius.

— Nenhum. — Scorpius continuou caminhando de cara fechada. — Reducto! — Com sua varinha Scorpius destruiu uma pedra grande que estava a sua frente.

 

Um grupo de meninas sentadas sobre a grama verde, alguns já encostados em arvores, mas todos os alunos aguardavam o Prof.º Rúbeo Hagrid na Orla da floresta.

 

 

— Galera, que animal é aquele perto do Hagrid? — Alvo apertava os olhos adentrando a Floresta Proibida.

— Não sabe o que é um Pegasus, Potter? — Caçoa Blair.

— Não o Pegasus, o outro. — Alvo pensou ter visto um macaco branco de olhos grandes.

— Que outro? — Natasha também aperta a vista.

— Não vejo nada além de Hagrid e um Pegasus. — Harley comenta. —  Sério, Potter, o que você está tomando?

— Eu sei o que você viu. Mas não sei o que é também. — Olliver aparece por trás de Alvo.

— Você viu isso também? — Alvo pegou no braço de Olliver de repente.

— Mais ou menos. — Olliver mordia seu lábio inferior ao mesmo tempo que ficava corado.

 

— Boa tarde! — Hagrid chega acompanhado de um Pegasus de pelagem branca que reluzia sob a luz do Sol. — Fico feliz que muitos escolheram minhas aulas nas opcionais. Tenho grandes coisas para ensina-los este ano!

 

— Esse Pegasus é incrível Hagrid! — Exclama Lena Chang.

— É só um cavalo alado. — Comenta Darwin quase sussurrando para si mesmo.

— Na verdade, Sr. Hamilton, ela é um Abraxana. Uma das raças de cavalos alados de nosso mundo. — Hagrid sorria satisfeito. — O nome dela é Lady.

 

Lady galopava graciosamente em um descampado da Floresta Proibida, onde era de costume terem aulas de Trato das Criaturas Magicas.

 

— Que tal um desses, em Olliver? — Hagrid trazias Lady para perto dos alunos pelas rédeas. — Acredito que você já esteja familiarizado com esse tipo.

— Sim, Hagrid. — Olliver olhava com sentimento para o Pegasus acariciando, enquanto algumas meninas suspiravam ao ver a cena. — Quando vou visitar meus pais na França sempre vejo alguns por lá. São lindos.

— Ela não chega nem aos cascos do meu Graniana Branco! — Lorcan Scamander comentava com orgulho.

— Ah, não tenho dúvidas de que seu Graniana é um excelente alazão! — Hagrid voltou sua atenção para Lorcan — O que me lembra da tarefa de vocês. Quero relatório dos diferentes tipos de cavalos do nosso mundo, e algo inusitado sobre qualquer um. Valerá 20 pontos. E obrigado Lorcan.

— Idiota! Viu o que você fez?! — Lysander Scamander não gostava muito do exibicionismo do irmão gêmeo. 

— Agora vamos para a aula pratica de Equitação, mas antes os procedimentos. — Hagrid alimentava Lady com um torrão de açúcar. — Lembrando que; cavalos têm uma memória notável, especialmente de lugares onde eles sofreram sustos terríveis. Mas eles também têm uma memória mais, digamos, afetiva. Podem se lembrar das pessoas que os trataram bem mesmo após um afastamento por longo período de tempo.


Notas Finais


>>> JORNAL SOBRE A FIC <<<

https://spiritfanfics.com/perfil/hunkcash/jornal/potter-chronicles--i-must-not-tell-lies-7011466

Lista de personagens e fichas no jornal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...