História Pouco tempo para amar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Simón
Tags Simbar
Visualizações 28
Palavras 272
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiiiii delícias turu bom?
Eu tô de tpm então pfv não me irritei!
🤦🏽‍♀️😂 brincadeira (não, é vdd to de tpm)
Tá bom vamos ir ao que interessa eu quero cem milhões de reais mais não tenho então trouxe mais cap da fic!
😘

Capítulo 5 - A festa (part.2)


Fanfic / Fanfiction Pouco tempo para amar - Capítulo 5 - A festa (part.2)

eu gelei na hora, meu deus aquele policial com certeza iria ligar para meu pai e dizer que eu e o Simon eramos delinquentes.

- claro!

Disse o Simon com um sorriso no rosto.

Entregou os documentos e o policial analisou tudo bem perto até dizer:

- o farol do seu carro senhor Martins vai pifar acho mephor da uma olhada!

Senhor Martins? O nome dele não era Simon Álvares? 

Ele assentiu e falou:

- concerteza obrigado policial!

Disse Simon pegando os documentação e guardando no porta luvas depois ligou o carro e seguiu adiante.

- mas... Como?

- identidade falsa Gata!

Disse ele dando risada.

Ele era um delinquente aquilo era errado mais eu não podia dizer isso a ele agora era só confiar em um desconhecido.

Chegamos numa boate e o cara logo nos deixou entrar, havia jovens fumando maconha e outros trasando em quarteto, aquilo era nojento e demais pra mim.

Simon foie guiando ate um bar onde falou:

- Luna me vê duas cervejas por favor!

A garota de olhos verdes e cabelo castanho sorriu e entregou as cervejas a ele, ele me estendeu uma e eu recusei.

- toma! Beba voce nunca se divirtira assim e vai morrer sem ter feito nada!

Eu peguei e dei um gole bem grande e ele sorriu me puxoi pá pista de dança e ficamos lá por uiras dancando até eu estar realmente bebada.

Ele me puxou para um quarto escuro e me jogou na cama.

Eu sabia que aquilo ia dar errado mais não me importei, eu queria, não transar com um desconhecido mais sim ter todas as experiências possiveis.

 


Notas Finais


Foi pequeno? Foi! Foi estranho? Foi!
Foi com carinho? Foi! Com amor? Foi!
Mais segunda tem mais 😂🤣
Tchau delicias beijo na bunda suja de vcs! 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...