História Pour It Up - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Kookine-ah

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Jikook, J-suga, Kookine-ah, Kookmin, Yoongine, Yoonseok
Exibições 277
Palavras 982
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yoongine: eai fantasminhas? Td bem?
espero que gostem e desculpe pelo atraso, é que eu Tava resolvendo algo na escola sabe.
Bem meus amores, agora que eu estou de férias, da mais tempo pra escrever pra vocês♥♥❤❤aeeee.
Espero que gostem do cap pq Caralho, eu(nós) vou tentar melhorar pq né
Bjinhos da Saeng! ♥

Kookine-ah: ei suas lindas♥tudo bem com vocês? ♥
Eu tô um pouco receosa sobre o capítulo, pq sei lá...
Amanhã talvez tenha outra atualização, minha gente, espero que gostem mesmo da fic♥♥
Bem, vou deixar vocês lerem em paz...
Beijinhos da Unnie 💜😍😍

Capítulo 6 - Sonhos e Pizza(bônus)


Jimin se perguntava o por que? seu relacionamento tinha altos e baixos, mas Ele não estava entendo mais nada, ainda mais agora, Jeongguk era totalmente bipolar, uma hora lhe tratava com carinho e outra hora lhe tratava como se fosse qualquer um, e isso acabava com Park.

– Park, eu não vou ficar mais aqui. – disse Jeongguk irritado, Jimin estava triste? estava, mas ele falaria o que? iria mudar o que?

– tá. – foi a única coisa que Jimin disse antes de sair dali, Ele estava enjoado e se continuasse ali, provavelmente iria vomitar na cara de Jeongguk.

o menor foi até a sala de sua casa e abriu a porta de vidro que tinha ali - que dava passagem para o quintal da casa -, e se sentou na grama verdinha do local, o Sol estava “frio” naquele dia, Park estava indisposto pra qualquer coisa, essa gravidez lhe fazia ficar cansado de tudo, antes Ele sabia lidar sem demonstrar, mas agora já não é mais assim.

– Park? – aquele ser realmente mataria Jimin um dia, Park olhou para Jeongguk e não disse nada, simplesmente levantou-se do chão gelado e caminhou até a porta de vidro, ligi saindo do local e subindo as escadas, Park estava cansado, ele adentrou no quarto e “pulou” cama, puxando o cobertor até os ombros e fechando os olhos, ele sentia uma leveza em seu corpo e assim, adormeceu.

Jimin e Jeon desceram as escadas animadamente, ao contrário do que parecia teriam que se despedir um do outro, mas mesmo assim não pareciam tristes; já que no dia seguinte se veriam novamente.

Jeongguk desceu primeiro e parou no último degrau, enquanto Jimin dois acima dele. Se encararam fixamente para logo depois o mais alto puxá-lo pela cintura e colar os corpos, assim como as bocas num beijo afoito e necessitado. Ambos se desejando mais do que deviam, mais do que suportavam. Era demais para seus corpos que transbordavam hormônios.

Jeongguk pegou Park pelas coxas, sentindo a maciez e enchendo suas mãos com a pele branquinha, fazendo-o entrelaça-las em sua cintura, colando o corpo menor que o seu na parede logo em seguida. O baque das costas com o concreto fez com que o menor arfasse durante o beijo e apertasse ainda mais as coxas na cintura do outro para nao cair pela falta de apoio. Abraçou o pescoço do outro, enfiando os dedos por entre as madeixas castanhas e macias, fazendo cócegas em seus dedos gordinhos e pequenos, puxando um pouco quando o mesmo mordeu seu lábio inferior e chupou logo em seguida.

Os corpos tao colados que pareciam um. As respirações descompassadas. As mãos nervosas tentando apertar cada pedaço de pele que encontrasse e a de Jeon foi direto ao traseiro avantajado do mais baixo, fazendo questao de marcar seus dígitos na pele leitosa apenas para ouvir aquele gemido manhoso que saia por aqueles labios carnudos e maravilhosos.

O ar faltou e eles tiveram que se separar, mas continuaram com as carícias. o moreno apertando agora a lateral das coxas do ruivo e Jimin dando atenção a seu pescoço, fazendo questão de marcar a pele bonita e imaculada. Chupava, mordia, beijava e lambia toda a extensão que conseguia alcançar naquela posição, sentindo arrepiar-se sob seus lábios e nao deixou de achar graça. Seu riso nasalado fez cócegas naquela região e o moreno apertou um pouco mais do que queria as pernas do outro, fazendo-o grunhir em seu ouvido.

As ereções se encontravam e roçavam a cada investida que Jeon dava contra o Park, se esfregava no mais velho como se realmente necessitasse de contato, e se não fosse pelo tecido das calças já estaria quase em seu ápice.

Jimin gemia manhoso no ouvido de Jeon enquanto tinha sua ereção pressionada com tanto afinco, sua cabeça girava e estava ficando extremamente quente ali, mesmo que a garagem fosse grande e arejada.

o mais novo soltou lentamente as coxas do mais baixo e tornou a beija-lo, dessa vez podendo passear melhor com as mãos pelo corpo pequeno e forte, apertando com gosto a bunda durinha e empinada do outro novamente apenas para ter a carne enchendo suas mãos grandes.

Jimin era fodidamente gostoso e ele não cansaria de dizer isso.

[…]

Jimin acordou logo em seguida, ele olhou para a janela e viu que já estava tudo escuro, o mesmo levantou da cama e caminhou pela casa toda a procura de um ser vivo naquele local sem ser ele, mas quando chegou na sala, Ele viu Jeongguk com uma garota ruiva, de peito fartos bem a mostra, sentada no colo do mesmo, cavalgando em seu membro. Jimin sentiu uma fraqueza nas pernas, Ele estava destruído, machucado, não amado, iludido.

Jimin não fez nada, só ficou olhando, mas do nada sua barriga roncou e bateu-lhe uma vontade de comer pizza, Jimin se perguntava o por que naquele momento, sentiu uma vontade de comer?



Park acordou suado e logo olhou para a janela “ A mesma visão do sonho” – pensou Jimin.

Ele não queria levantar e ter que ver aquela cena, Ele tinha medo, medo de perder Jeongguk. o mesmo se ajeitou na cama novamente e levou a coberta até seu nariz e ficou ali por um tempo, até ver o seu celular vibrar encima da escrivaninha ao lado da cama; Ele esticou a mão pra pegar e viu uma mensagem.

Jeonnie Mozão: Amor, eu sai pra comprar pizza, por que você não parava de repetir que queria pizza,então sai pra comprar, volto logo, e não saia da cama...

te amo❤

Jimin sorriu e vi que era só mais um sonho bobo, mas o mesmo agora estava pensando na pizza que o mais novo iria trazer, será que era de quê?

Jeonnie Mozão: amor, vou levar de calabresa, do jeitinho que você gosta, tá... a estou levando bolo tbm...❤

Jimin sorriu antes de se jogar na cama novamente, Jeongguk podia ter seus defeitos, mas Jimin sabia que o mais novo se importava consigo.




Notas Finais


Yoongine/Kookine-ah: gente linda, eu espero que tenham gostado do cap, e Bem, esse só foi um bônus sabe...
Ô cap normal pode vir amanhã sabe(talvez)
Espero que tenham gostado e se houver erro, desculpas...
(Bye)
Blue~
Tchauzinho
~Pequenadokookie


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...