História Pra sempre com você! ∞ - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Luan Santana
Personagens Luan Santana, Personagens Originais
Exibições 34
Palavras 608
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boooa leitura! 📄
Desculpa à demora ;/ é que estou cheia de coisas, final de ano! 💐

Sou de SC #Somostodoschapecoense #ForçaChape 😥💪😢

Capítulo 4 - Acidente!! Socorro, que vergonha...


~ Malu Narrando ~

Não está fácil minha vida, meu pai deu na louca. Quer se mudar, minha vida está virando numa montanha russa, me deixando enjoada sei lá... Nossa, final de ano! Terrível final de ano...

Sabe como é? Você estar em recuperação, mais não ter como estudar, se concentrar e ESTUDAR, já falei ESTUDAR?!

Amanhã é sábado, graças a Deus. QUER DIZER QUE CADA DIA MAIS ESTÁ CHEGANDO A HORA DE SABER SE EU PASSEI OU NÃO!

Vou indo para escola estudando, isso é normal, final de ano sem besteiras. Só estudar, esse é o foco! Chego lá, nem vou atrás das garotas...

Vou até lá trás, era um pequeno jardim. Pois, tem pessoas que acabam com o mesmo — por isso é pequeno —. Me sento em um banco a baixo de uma linda árvore, com algumas folhas no chão!

Coloco meus cadernos, livros e também meu estojo sobre a mesa. Começo a marcar as coisas mais importantes, vejo as garotas chegarem. Maisss, com o idiota do Guilherme... Só faltam ir no banheiro com ele, pela mor de Deus.

Maria: Oi Malu, Oque está fazendo?

Malu: É cega, Maria?

Eduarda: Calma Malu, ela só perguntou...

Malu: Desculpa.

Eduarda: Oque está lhe deixando assim, mulher?

Malu: Não sei! Minhas coisas, minha vida está num ponto de jogá-las para o ar e fugir para bem longe...

Maria: Isso passa!

Malu: Não parece.

Bateu o sinal, fui até a sala me sentei na mesma. Quis sentar na primeira cadeira... 

Professor: Bom dia alunos, a prova será em dupla. Por favor se ajuntem, eu irei escolher! Maria e Jonathan, (...)

Me sentei ao lado da Maria, começamos a fazer a prova. Logo se acabou a aula, a última era Educação Física! Estava saindo da sala, quando vejo uma poça de sangue em baixo de minha cadeira e na mesma também...

Fico pasma, paraliso! Não, ninguém entra aqui. O pior é que estão voltando, Oque eu vou fazer? Vejo o Luan, quieto lendo um livro grosso.

Malu: Luan... — Falo não muito alto.

Ele logo vem até mim.

Luan: Sim?

Malu: Chama a diretora para mim, por favor. — Peço envergonhada.

Luan: Mais Oque aconteceu?

Malu: É uma coisa, deixa! Poderia chamar?

Luan: Claro; algo a mais? — Ele sorri.

Malu: Nada não! — Sorrio sem jeito.

Ele chama a diretora, logo ela vem. Vê o meu caso e pediu para eu me trocar, troco a roupa! Fiquei tão envergonhada, com certeza ele viu e se ele contar algo?

Vou até ele e me sento ao lado do mesmo. 

Malu: Obrigada! — Sorrio o olhando.

Luan: Foi nada. E não se preocupa, acidentes acontecem e não irei falar com ninguém! — Ele sorriu e sem querer colocou sua mão sobre a minha.

Ele logo tirou a mesma.

Luan: Tenho que ir, desculpe. — Ele corou e saiu.

Vejo minhas amigas vir até mim, mais queria ficar sozinha. Fui para casa... Coloco meu diário em dia.

• Mensagem On •

Eu: Oi, Luan.

Luan: Oi, tudo bem?

Eu: Tudo sim, Oque faz de bom?

Luan: Nada não, será que podemos conversar outra hora? Estou ocupado!

Eu: Claro e me desculpe. 

• Mensagem Off •

Oque eu fiz?

~ Luan Narrando ~

Bruna: Ela quer algo! Ela já te pediu coisas?

Luan: Mais é óbvio, Bruna! 

Bruna: Como você é otário, Luan.

Luan: Não fale assim de mim, Bruna.

Bruna: Ela está só lhe usando, trouxa!

Luan: Você tem razão, é o único motivo das conversas e tudo mais...

Bruna: Finalmente abriu os olhos, burro!

Luan: BRUNA CHEGA! SAI PARA DE ME XINGAR.

Marizete: Oque está acontecendo?

Luan: Nada mãe, nada! SÓ QUERO FICAR SOZINHO.

Amarildo: Oque você acha que é para falar nesse tom com sua mãe?

Luan: Desculpa, pai... — Fechei a porta e caí no choro.

Como fui tão idiota assim? Luan, idiota! Chorei tanto, tanto. Que meus pais queriam arrombar a porta... Deitei em minha cama e chorei demais.


Notas Finais


Ahhh que dó do Luan. ;/ 😍 Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...