História Pra Sempre Meu Amor - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah
Visualizações 38
Palavras 1.731
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey meus amores, eu demorei pq tava com preguiça de escrever mesmo kkkk mais não posso deixar vcs sem capítulo neh, espero que gostem. Boa leitura 💘

Capítulo 13 - Medo


Fanfic / Fanfiction Pra Sempre Meu Amor - Capítulo 13 - Medo

Paralisada. Tremendo. Era assim que Camila estava, olhava sem acreditar, balançava sua mão freneticamente tentando conter a dor. Queria chorar, gritar, mais apenas balançava sua mão e olhava o corpo do seu tio caindo no chão, a latina fez uma careta. Alguem da sua família tentou abusar dela. A latina não sabe como fez isso, mais seu tio colocou a mão na sua perna, ela olhou pra ele assustada, depois ele tentou colocar a outra mão na parte íntima da garota mais ela reagiu de uma forma que nunca pode imaginar, com a mão direita deu um soco super forte em seu nariz que só se ouviu o estalo.

Seu tio grunhiu de dor com a mão no nariz e caiu no chão desacordado. A latina pensou o que teria acontecido se ela não estivesse feito aquilo, queria chorar ao pensar na possibilidade de dele ter tocado nela. Quando ouviu a voz da sua irmã a chamando, a latina deu um pequeno salto assustada, olhou nervosa pro corpo desmaiado do tio.

-MILA!! .- a voz de Sofia estava cada vez mais perto.

A latina afastou um pouco o corpo do tio pro lado e colocou um objeto super pesado do lado pra parecer que ele bateu e o objeto caiu perto. A latina respirou fundo e saiu correndo antes que a irmã visse a cena.

-Onde você tava Mila? .- a pequena latina prestou mais atenção nos olhos da irmã que estão meio avermelhados.

-Eu... É.. Tava por ai pensando, tava muito barulhento pra lí .- rezou mentalmente pra que a irmã acreditasse.

-Huum.... .- falou meio desconfiada .- Vem, vamos que as meninas estão chamando, vamos brincar na piscina .- disse divertida.

-Mais não trouxemos biquíni Sofi .- franziu o cenho.

-E quem disse que precisamos? .- gargalhou. Puxou a irmã e levou onde estão as primas, Sofi olhou maldosa pra primas e deu um sorriso pra Camila.

-Sofi o... .- não terminou sua fala porque foi jogada de roupa, sapato e tudo pra dentro da piscina, mergulhou pra fora, tirou o cabelo da cara e gritou .- É GUERRAA!!

Se ouviu gritos e todos se jogaram pra dentro, começou uma Guerrinha de água, brincavam, riam, se divertiam, isso fez a latina esquecer o que aconteceu antes. Foram algumas horas assim até seu tio aparecer meio tonto, o sangue em seu rosto já havia secado. Todos foram pra perto preocupados, perguntando o que aconteceu, a latina ficou nervosa e começou a tremer, Sofi viu o estado da irmã e foi até ela.

-Mila, ta tudo bem irmã? .- tocou no ombro da latina que se esquivou assustada .- Calma, o que ta acontecendo?

-Nada... Só estou com frio, vou trocar de roupa .- Camila não esperou a resposta da irmã e saiu da piscina.

Camila passou correndo pela família que dava toda atenção para o seu tio. Entrou na casa, subiu as escadas, entrou no quarto de uma prima, entrou no banheiro, fechou a porta e pôs a chorar. Foi escorregando pela porta até no chão, abraçou os joelhos e chorou até não poder mais. A latina ficou pensando sempre a mesma coisa.... O que teria acontecido com se ela não tivesse reagido? Esse pensamento deixada Camila destruída, e cada vez que pensava era mais litros de choro. Vendo que passou muito tempo ali, se levantou um tomou um banho quente e demorado, se enrolou na toalha que tinha ali, pegou uma de sua prima, vestiu, apenas se deitou na cama e adormeceu.

_________________________

-BORA JOGAR ESSA DIREITO!!! .- Lauren gritou pro Harry .- ALCANÇA! .- levantou a mão, Harry jogou a bola, a hispânica pegou.

Ficou na dúvida entre dois alvos... Veronica ou Lucy? A hispânica deu um sorriso maldoso, usou toda a força que tinha, jogou a bola que acertou em cheio a cara da Veronica. Levantou os braços em forma de celebração, Lucy vendo que sua namorada foi atingida foi até ela pra ver, Lairen vendo a distração pediu a bola de novo. Pegou e jogou com tudo nas costas de Lucy que urrou de dor.

A questão é que o segundo um desafiou o segundo dois para ver quem vencia, o que eles erraram feio, já que na sala de Lauren a maioria sabe jogar e é forte. Principalmente a hispânica, que ao ver que venceu foi até os amigos gritando de felicidade, se abraçaram em grupo comemorando a vitoria. Mais parou ao ser virada bruscamente.

-Ai! Ficou louca? .- falou com raiva ao ver Lucy.

-Olha o que você fez com a Vero .- falou com raiva e apontou pra outra que mal mantinha os olhos abertos.

-Olha o que você fez com a Vero... .- imitou a outra e revirou os olhos .- eu não fiz nada! Apenas MATEI alguém do time inimigo .- a hispânica falou mais como indireta.

-Hahaha, ainda ta magoadinha por ter sido abandonada pela melhor amiga? É melhor do que pensava! .- riu debochada.

Agora toda a raiva da Lauren se foi por água abaixo, apenas se lembrou do dia que Verônica virou as costas pra ela. A hispânica engoliu o choro, se uma coisa que aprendeu com Normani é nunca chorar na frente dos inimigos, pois vão ver que está fraca, ia ouvir a sua melhor amiga. Quando ia rebater seus amigos ficaram em sua frente formando uma espécie de círculo, ao lado de Verônica e Lucy veio Selena e Demi. Normani ficou do lado de Lauren e Ally do outro lado sendo seguida de Ariana e no outro lado Harry e Louis.

-Olha aqui sua vaca falsiane, não fala assim da minha amiga! Eu te quebro sua patricinha de quinta! .- falou com raiva, a negra não suporta que maltrate seus amigos, muito menos a hispânica.

-Onw, ela precisa dos amiguinhos pra defender, que gracinha .- Falou Lucy debochada, Verônica já estava recuperada da bolada e falou.

-Ela nunca conseguiu se defender sozinha, sempre foi uma criança assustada. Eu sempre tinha que defender essa fraca ai! .- apontou pra Lauren. Que pro incrível que pareça não se abalou.

-Manibear? .- encarou a amiga.

-Fala Fantasminha.

-Ta ouvindo alguns latidos? .- fez uma cara de confusa.

-Não sei Branquinha, eu tô ouvindo mais uns... Sei lá, barulhos de pombo... Tipo PRU PRU! .- os amigos caíram na gargalhada. E começaram a imitar sons de pombo.

-Eu fico me perguntando, como eu pude ser sua amiga Jauregui?

-Sabe Iglesias, eu também olha... Sabe, você mereci um Oscar de melhor amiga falsiane! Sabe porque? Porque em todos esse anos eu realmente fui sua amiga, sempre fui verdadeira com você, nunca virei as costas, nunca te decepcionei e nunca, nunca te traí! E eu dou graças a Deus por eu não ser mais sua amiga, porque agora eu tenho os amigos de verdade que eu preciso, que sempre estão ao meu lado me ajudando e tenho a minha melhor amiga e irmã e ela se chama Normani Kordei. E meus amigos ao meu lado.

Lauren agarrou o braço de Normani e Ally que fizeram o mesmo com os outros formando tipo uma corrente.

-Vocês nem merecem ter amigos, porque vocês são tudo falsas, mal amadas e traíras. E vou logo avisando que se chegarem perto dos meus amigos ou da minha Fantasminha, aah pode ter certeza que eu enterro! .- Normani falou de modo ameaçador.

-Vem Lucy, vamos embora .- pegou no braço dela e foi seguida pelas outras e pela turma que perdeu.

Iam saindo quando Lauren gritou.

-LUCY? .- a outra encarou .- CUIDADO PRA CACHORRA DA VERO NÃO DESFIAR SUAS PENAS.. TCHAU PRU PRU!! .- todos riram até não poder mais.

Se despediram da turma que foram embora deixando apenas os seis amigos ali, Lauren encarou eles.

-Gente, obrigada!

-Pelo o quê Laur? .- perguntou Ariana agarrada ao pescoço de Ally.

-Por serem meus amigos, os melhores do mundo e pelo o que fizeram por mim. O que seria de mim sem vocês?

-Nada, minha baby .- Louis falou fazendo uma pose engraçada o que resultou num tapa de Normani .- Ouch, bruta que nem a Lauren!

-Fecha a matraca Lou, e quem você que ela aprendeu a ser assim? .- disse convencida.

-Sua vaca, tem que ensinar bons modos pra ela isso sim .- disse fazendo uma careta.

-Ei, sai fora! Bons modos são com a Allyluia ali .- apontou pra baixinha que olhou pra negra.

-Me tira dessa Mani .- falou rindo.

Logo começou a típica briguinha de amigos, Lauren riu com interação dos amigos, é...  O que seria dos dela sem os amigos? Sem a sua família? Uma família que ia ajudá-la muito no futuro....

___________

Camila acordou com alguém revirando ela na cama, resmungou e abriu os olhos. Se levantou da cama assustada ao ver quem era.

-Ei, calma! .- levantou a mão.

-O-o que ta fazendo aqui? .- se encolheu na cama.

-Eu só vim avisar que sua mãe já vai e pra você... .- ele mal terminou de falar e a latina saiu correndo escada baixo.

Chegando lá encontrou os pais e a irmã prontos pra sair, logo atrás de sí ouviu os passos de alguém descendo as escadas, se afastou rapidamente e viu a imagem da pessoa que tentou aquilo hoje cedo. Viu que seu nariz está inchado e com um curativo, a latina só queria ir pra casa. Não podia olhar pra ele que sentia... Medo.

Ao chegarem em casa, Camila nem esperou. Foi pro quarto e se deitou lá.

-Mila... .- ouviu a voz da irmã. A latina grunhiu baixo por ter trancado a porta.

-O que foi Sofi? .- não conseguiu encarar a irmã.

-Você ta bem? Ta estranha .- na beirada da cama.

-Sim.. Tô bem, só tô cansada! .-  se agarrou ainda mais o travesseiro.

-Já falou com a Lauren hoje?

-Não...

-E porque não fala? Deve ser por isso que ta desse jeito ai.

-Sofia.. .-tentou não ser rude .- só me deixa, por favor.

Sofi estranhou a atitude da irmã, Camila só chamava a irmã de Sofia quando com raiva, e raiva era a ultima coisa que a latina sentia naquele momento. Ela apenas sentia.. Medo, muito medo. Sofi fez um carinho na cabeça da irmã e saiu. Só tinha uma pessoa que podia ajudar a sua irmã. Sofi entrou em seu quarto, pegou seu celular e abriu no chat.

Sofia Cabello: Laur precisamos conversa.. É sobre a Camila!

Lauren Jauregui: o que aconteceu com a Camz? 😵

Sofia Cabello: Então, é....


Notas Finais


Uuh. Yeah. So.. Ops!

Eu sempre quis fazer isso kkkkkk alguém aqui assistir Carmilla? Se assiste sabe de qual episódio tirei essa fala kkkkkkk 😂😂😂😂 comentem ta amores, bjs e até o próximo 💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...