História Pra te fazer lembrar... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Ficção, Magia, Romance
Exibições 21
Palavras 903
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que gostem
Obrigada por escolherem essa historia
Bjus...
;)

Capítulo 2 - O que há de errado comigo?


Fanfic / Fanfiction Pra te fazer lembrar... - Capítulo 2 - O que há de errado comigo?

Quando abro os olhos, esta escuro, e mal consigo enchergar, pois a minha visão esta meio embaçada, sinto algo sobre a minha mão e  á uma sombra preta a minha frente, pouco a pouca ela vai ficando mais nítida e então eu vejo, claramente uma garota, olhos negros, pele clara, lábios avermelhados, bochechas rosadas, cabelos negros e bonita, muito bonita, ela me olha com atenção como se estivesse ali a muito tempo.

-Oi... - Diz ela baixinho como se estivesse aliviada por eu ter acordado - Você sabe quem eu sou? - Pergunta a garota esperançosa

Tento falar, mas a voz não sai.

Porque não consigo falar?

Então só balanço a cabeça em negativa.

Ouvimos um barulho na porta e olhamos ao mesmo tempo para ela e antes que eu possa perceber á, provavelmente, um casal, um senhor de meia idade de cabelos escuros querendo ficar grisalhos e uma senhora cabelos castanhos claro também de meia idade.

-O meu deus, Jhom - Diz ela ao homem e vem correndo na minha direção aos prantos

Quando volto meu olhar para garota que estava do meu lado, vejo que ela não esta mais lá, e quando olho em volta não consigo achala, então sinto um vento forte e gelado, olho para a direção da janela, e quando vejo,  a garota esta pulando pela janela, arregalo os olhos, entrando em pânico, olho desesperado para o, provavelmente, casal que esta ao meu lado chorando e sorrindo.

O que?

Vocês não viram isso?

Pisco os olhos varias vezes, me perguntando o que esta acontecendo.

Sera que eu estava alucinando até agora?

Eu acho que foi isso, não é possível somente eu ter visto aquela garota pulando pela janela

Cinco meses depois...

Se passou muito tempo desde aquele dia e eu por alguma razão toda noite lembro dela, daquela garota, me vem a cabeça, fico olhando para a janela, como se esperasse por ela, mas isso parece ter sido somente algo da minha cabeça. Estou recebendo alta do hospital, estou bom o suficiente para voltar para casa. Aquele casal eram meus pais, e eu descobri que tenho uma irmã onze anos mais nova, e que minha outra irmã ja entrou no ensino médio, que meu irmão vai se casar, que eu tenho um amigo, que diz ser meu melhor amigo e eu acho que isso seja verdade, que vem me visitar sempre que pode, uma mãe contadora e um pai engenheiro.

Os medicos disseram que eu perdi a memoria e que eu tive muita sorte de não ter morrido, disseram que eu fui realmente forte, pois perdi muito sangue, e quebrei muitos ossos, tanto que estava engessado até duas semanas atrás, não conseguia nem mesmo sair da cama para ir ao banheiro, mesmo com a ajuda de alguém, era impossível me mexer.

Estávamos saindo do hospital, em uma cadeira de rodas que minha mãe empurrava, enquanto meu pai estava ao nosso lado, cheio de sacolas e bolças nas mãos, parecendo um pouco perdido, fico olhando desatento para os lados, vendo aquele amontoado de pessoas a nossa volta, não me lembrava que os hospitais eram assim, quando de repente minha mãe para a cadeira de rodas bruscamente, me fazendo inclinar para frente.

-Me desculpe - Diz uma voz doce e feminina

-Não tem... - Digo olhando para cima e quando paro meu olhar no rosto dela, a reconheço,  -...problema - Digo embasbacado

-Com licença - Diz a garota fazendo uma pequena reverencia com a cabeça em direção a minha mãe, assim mostrando o seu respeito, em quanto ajeitava a alça da bolça e sai caminhando em direção contraria com alguns papeis na mão

Aquele rosto, é o mesmo rosto da garota daquela noite, e tudo nela estava igual aquela noite, mas uma coisa avia mudado nela.

Ela estava... GRAVIDA...

Aquela barriga, quando foi que ela cresceu? Naquela noite ela não estava gravida ou estava, mas a aquela noite não foi real, ela pulou de uma janela, ninguém sobrevive completamente ileso se pular de uma janela, mas se aquilo foi um sonho, isso quer dizer que eu a conhecia ou que nos namorávamos?

O que aconteceu com ela? Porque eu tive aquele sonho esquisito? Porque o rosto dela não me é estranho? Porque toda noite eu fico esperando ela vir até meu quarto?

E o mais importante

Porque eu sou estranho o suficiente para me importar e gastar meu tempo pensando numa coisa que só aconteeu na minha cabeça?

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

O que esta acontecendo comigo?

Agora eu estou mais confuso do que eu estava antes...

Com isso na cabeça voltamos para casa, entrando nela, vejo que quase nada avia mudado, vou direto para o meu quarto, que é, praticamente, no porão da casa, ele é grande e espaçoso, mas é muito bagunçado.

Nossa... quando foi que eu me tornei tão bagunceiro?

Largo as minhas malas no chão e começo a arrumar a bagunça no meu quarto para tentar esquecer, o que vi hoje mais cedo.

Porque aquilo não quer sair da minha cabeça?

Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida... Gravida...

Quando foi que isso aconteceu? Como isso aconteceu? Porque sera que isso aconteceu?

Porque não consigo tirar isso da minha cabeça?

Porque eu me importo tanto com isso?

Eu não consigo entender - Penso em quanto me jogo na cama

Qual é o meu problema? - Penso suspirando e fecho os olhos

E logo adormeço


Notas Finais


Obrigada por lerem
Desculpe por quais quer erros de português
Deixem seus comentários para eu saber o que vocês acharam
Espero que vocês tenham gostando
Compartilhem com seus amigos
Ate o próximo capitulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...