História 1 Temporada - Pre-Destined - (Imagine Jimin) - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Jimin
Exibições 496
Palavras 2.228
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - Capitulo 20


Jimin (on)

Já havia muito tempo que esse sentimento e essas palavras estavam entalados em meu peito sufocando-me com a vontade de libertá-las e dizer tudo que sinto a ___. E agora que finalmente o fiz, sinto como se um enorme peso houvesse sido tirado de minhas costas, mas ao mesmo tempo em que me sinto aliviado sinto um nervosismo descomunal, sei que ela disse que também estava apaixonada por mim, mas paixão é diferente de amor não é? 

Não tenho vergonha de admitir para mim mesmo que estou com medo, medo da recepção dela a esse fato, medo de sua resposta e principalmente, medo de perder a melhor coisa que me aconteceu em muito tempo precipitadamente, porque não há como evitar o inevitável, mas há como adiá-lo, e eu pretendo fazer ao máximo possível, o que não será por muito tempo.

Olho para ___ imaginando o que se passa pela sua cabeça e me desespero ao ver uma lágrima solitária escorrendo por seu rosto perfeito.

Merda! Eu sabia que deveria ter deixado minha maldita boca fechada.

- Não chora princesa, esquece o que eu falei, devia ter ficado calado, me desculpa! - Digo rapidamente tropeçando nas palavras tentando concertar o erro que havia cometido e ___ me interrompe colocando seu indicador em meus lábios.

- Se me pedir pra esquecer sequer uma palavra que acabou de dizer,  vou embora imediatamente, porque foram as coisas mais lindas que já ouvi na vida e não quero nunca me esquecer desse momento. - Diz sorrindo enquanto mais lágrimas caem de seus olhos e meu coração respira aliviado fazendo-me sorrir também.

- Então pare de chorar meu anjo, odeio vê-la assim, por qualquer motivo que seja, lágrimas me remetem a tristeza, e não quero vê-la triste nunca. - Passo meu polegar por seu rosto limpando suas lágrimas e beijo seus olhos. ___ ia começar a dizer algo mas me adianto antes que diga qualquer coisa que não está realmente sentindo só porque se sente na obrigação de retribuir minhas palavras por mais que eu queira seu amor, não desejo que seja da boca para fora. - Não precisa responder nada agora, não se sinta pressionada a dizer nada só para me agradar.

- Você é tão bobo. - Sorri e deixa um beijo casto em minha boca. - Eu sou sempre sincera e não será diferente dessa vez. - Jimin, não compreendo essa aversão que tem a si mesmo, você é a pessoa mais perfeita que conheço e nunca irei me cansar de ressaltar isso, porque é verdade. O que acabou de me dizer fez meu coração dar saltos, sabe por que? - Nego com a cabeça e ___ prossegue. – Porque desde a primeira vez que te vi, e não digo acordado, naquela maca desacordado a beira da morte soube que algo muito forte me ligava a você, naquela época, pouco tempo atrás pra falar a verdade. - Rimos juntos, porque é verdade e espero para ouvir o que mais ___ tem a dizer com o coração acelerado. - Eu não sabia o que era, mas agora tenho plena certeza do que me liga a você Jimin, é amor. O mais lindo e puro sentimento, o que sinto por você jamais senti por ninguém, e em pouquíssimo tempo eu já te amo...muito.

Meu coração se enche de esperança e alegria e não contenho meus impulsos, ataco sua boca com uma vontade enorme de clamá-la como minha, com paixão, luxúria, e amor. Nossas bocas encaixam-se perfeitamente como em todas às vezes, sugo sua língua e sinto uma leve mordida em meu lábio inferior que faz com que um grunhido saia do fundo de minha garganta involuntariamente.

- Eu amo você. - ___ diz quando separamos com o olhar preso ao meu, como se afirmando a veracidade de suas palavras para que não haja dúvidas e não posso imaginar que algum dia possa estar mais feliz do que ao ouvir essas palavras vindas de sua boca.

- E eu você. - Digo acariciando suas bochechas.

Ficamos sentados ali, abraçados entre beijos e carícias discretas quase até o final da tarde, não consigo imaginar um dia minha vida que tenha sido melhor do que esse, um dia feliz. Atravessávamos o parque de mãos dadas caminhando em direção onde o carro estava estacionado e ___ toca em um assunto que nada me agrada.

- Quando chegarmos ao seu apartamento posso usar o computador? - Estranho a pergunta mas aceno positivamente

- Claro, mas porque?

- Apenas preciso procurar um lugar pra mim e Yoongi, não sei se quero continuar naquele apartamento, acho que vou vendê-lo e podemos comprar algo novo, talvez menor. - Franzo o cenho e puxo sua mão virando para mim fazendo com que sua frente cole em meu peito.

- Porque precisa procurar algo?

- Como assim por que? Porque preciso morar em algum lugar oras. - Responde como se houvesse acabado de lhe perguntar a coisa mais estúpida do mundo.

- Pode ficar lá em casa por quanto tempo quiser, não precisa procurar nada agora. Ou se se sentir melhor podem se mudar para a cobertura ao lado, é minha também. - ___ ri e tento entender onde ela está vendo a graça aqui.

- Amor, você é lindo querendo que eu fique na sua casa, mas não posso morar lá pra sempre. - Interrompo murmurando baixinho um "pode sim" só para mim, mas vejo que falei mais alto do que pretendia quando escuto a mesma gargalhar. Abro a porta do carro para ela e entro em seguida pondo o cinto de segurança e assim que verifico se ___ já havia entrado,dou partida no carro em direção a meu apartamento.

- Continuo preferindo que fique lá em casa ou seja minha nova vizinha gostosa, mas ainda assim prefiro a primeira opção.

- Ficar na sua casa está fora de cogitação, afinal está se esquecendo de que não sou só eu, te o Yoongi também.

- Ah, é claro. - Digo sem muito entusiasmo ao lembrar do queridíssimo amigo da minha namorada e irmão da minha irmã que me odeia.

- Mas... - Continuo prestando atenção a estrada,ouvindo entusiasmado o que acompanha esse mas. - Quem sabe pode ser que o senhor possa vir a ter uma nova vizinha gostosa. - Sinto um alívio enorme ao ouvir suas palavras e por não ter ___ longe de meus olhos e em segurança.

O resto do caminho foi feito em um clima leve e silêncio agradável, chegamos em casa por volta das cinco horas e Yoongi estava sentado na sala com um balde de pipoca enquanto falava no telefone.

- Não Ma Ri.- Ta bom, eu sei que quer me ver, mas não dá, minha vida esta complicada demais, então não preciso de mais problema.- Não, não estou insinuando que você é um problema, estou afirmando que é um.- Acabou Ma Ri.- Yoongi diz com o tom de voz grosso e nada amigável e desliga o telefone em seguida.

- Hey, onde estavam? - Pergunta olhando nossas mãos entrelaçadas.

- Hmm, passeando, por aí. - ___ responde.

- E posso saber o motivo de estar grudado na minha amiga feito chiclete? - Yoongi diz sem rodeios ou vergonha.

- Yoongi, nós estamos namorando. - ___ diz sem hesitar e tento conter o sorriso que insiste em surgir em meus lábios ao ver a cara de Yoongi. - E antes que diga alguma coisa, eu cansei dessa briga de jardim de infância de vocês dois. Sei que não gosta do Jimin e tem seus motivos pra isso, mas pelo menos sejam maduros pelo amor de Deus. - Fala sem alterar a voz, caminha até o sofá sentando-se ao lado de Yoongi e direciona seu olhar pra mim. - O mesmo serve pra você.

- Sim senhora. Vou deixar vocês conversarem. - Sigo em direção as escadas mas me viro antes de subir. - Ah, e Yoongi, em momento algum te odiei ou tive algo contra você, até porque sei que todos os motivos que tem pra querer minha cabeça são válidos, e eu entendo você. - Dito isso volto ao meu caminho.

Jimin (off) 

Yoongi está quieto, não me olha nos olhos e isso me magoa.

- Eu sabia que tinha algo entre vocês, isso era óbvio para qualquer um, até um cego veria que são atraídos um pelo outro, mas eu esperei que me contasse. Ultimamente você anda tão distante e eu sinto falta da minha melhor amiga, aquela que me contava tudo e estava sempre presente. - Suas palavras me batem como uma soco no estômago, não imaginei que Yoongi sentia-se assim e não havia me dado conta do quanto estava negligenciando alguém tão importante para mim e que sempre esteve ao meu lado.

- Ai meu Deus. - Abraço meu melhor amigo tão forte quanto consigo e encho seus cabelos de beijos. - Eu não tinha a mínima ideia de que estava sendo uma cadela sem coração com você e que se sentia desse jeito, prometo não te deixar de lado nunca mais, me sinto péssima.

- Hey florzinha, sei que não fez por mal. - Me abraça de volta tão apertada que quase me sinto sufocar.

- E sobre eu e Jimin. - Dou de ombros. - Sua cabeça está cheia com tudo que vem acontecendo e como sei que não gosta dele preferi não encher sua cabeça com algo que não lhe agrada, me desculpa.

- Não precisa se desculpar ___, e não é só porque não gosto dele que não vejo como você é feliz quando está com Jimin, eu amo você, e qualquer um que te faça feliz me faz feliz também. - Sorrio com sua sinceridade. - Prometo tentar ser mais amigável com ele, por você. - Agora é minha vez de sorrir e abraçá-lo de novo.

- Obrigada, eu te amo e você é o melhor amigo do mundo, domingo vamos passar o dia juntos, só eu e você, que tal?

- Fechado, mas Sophie e Lexy estão quase enlouquecendo com saudades de você que não manda sequer uma mensagem pras duas fofoqueiras, acho melhor chamá-las antes que cortem sua cabeça.

- Ó meu Deus, não acredito que estou sendo uma cadela com todos os meus amigos, eu não mereço vocês.

- Que tal escolhermos um novo apartamento domingo hum? - Yoongi pergunta e não sei por onde começar a falar sobre a proposta de Jimin.

- Hmm...então, sobre isso...é que....

- Desembucha.

- A cobertura ao lado é de Jimin e ele sugeriu que nos mudássemos pra cá, e bem, eu meio que disse que iria pensar. - Dou um sorriso amarelo e pisco os cílios como uma boneca meiga tentando convencer Yoongi a não me jogar pela janela. Meu melhor amigo me encara sério, revira os olhos e balança a cabeça em negação como se não acreditasse no que acabou de ouvir.

- O que eu não faço por você.

- Isso. - Digo empolgada ao que Yoongi me corta.

- Não se empolgue tanto, vou considerar a ideia mas não garanto nada. 

Ficamos mais meia hora conversando como nos velhos tempos e não fiquei muito surpresa ao saber que Yoongi havia terminado o que seja lá que ele tivesse com Ma Ri, mas o que me chocou foi o motivo disso.

- Eu conheci uma pessoa.  - Desvia o olhar e vejo um mínimo sorriso brotar em seus lábios.

- Homem ou mulher? E onde se conheceram? - Pergunto curiosa para saber como em nome de Jesus no meio desse caos Yoongi conseguiu conhecer alguém.

- Mulher. E lembra que ontem fiquei fora praticamente o dia inteiro?

- Uhum. - Balanço a cabeça positivamente confirmando.

- Eu fui ao hospital ver Naomi e achei que estaria sozinha e pudéssemos conversar melhor, que no máximo Jin estaria lá. Mas quando cheguei havia uma morena sentada na poltrona ao lado da maca com ela.

Yoongi descreve a morena como se fosse uma deusa e põe ela em um pedestal, até eu fiquei com inveja agora de tantos elogios que ele falava.

- Uhh, Min Yoongi apaixonado. Quem te viu quem te vê hein. - Digo rindo e empurrando seu ombro.

- Que apaixonado o que ___ , essa palavra não existe no dicionário de Min Yoongi. O namoro com o Jimin fez você ficar maluca? Ainda bem que sou psiquiatra. - Diz convicto e se não o conhecesse tão bem poderia até acreditar em suas palavras e achar que seria só mais uma de suas fodas fixas, como Ma Ri era. Realmente não acho que Yoongi esteja apaixonado, mas que algo nessa mulher mexeu com ele, ah, isso sim.

- Tudo bem tudo bem “Sr. Pega mas não se apega.” - Levanto as mãos em um gesto de rendição e vou a pergunta que me interessa. - E qual é o nome da deusa grega do olimpo e a mulher mais maravilhosa do mundo? - Yoongi abre a boca para responder e levanto o dedo parando-o. - Não precisa dizer meu nome, pode dizer a segunda colocada mesmo.

- Tão modesta. - Revira os olhos e joga uma almofada em mim.

- Sempre. Mas e ai, qual o nome dela?

- Yank. - Diz e aquele pequeno sorriso volta a brotar em seus lábios. Com certeza essa mulher mexeu com ele. Parte superior do formulário


Notas Finais


Para quem não se lembra, Yank é a treinadora e melhor amiga da Naomi. Ela apareceu depois do capitulo 10,no "bônus da Naomi"! ^^
O dia do baile está chegando em..
Até o próximo! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...