História Précieux - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Monsta X, Vampiros
Exibições 32
Palavras 841
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Canibalismo, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim, demorei, mas estou aqui novamente!
Sem enrolação, vamos lá sz

Capítulo 2 - Início de tudo


Rachel:

Depois de milhares de tentativas falhas de ser uma pessoa organizada e quase perfeita, resolvi largar de tudo.
Preciso estar sempre me mudando com meu pai adotivo, ele me diz que é por conta de seu trabalho, e já que ele nunca teve uma esposa, eu tenho que ir,  mas agora que sou responsável por meus próprios atos, vou me virar sozinha, vou entrar em uma empresa e me especializar no que eu sempre sonhei –ser uma idol.

Hoje, eu estou me juntando com muitos outros futuros artistas, para estudar em um colégio interno, especializado em formar novos idols, depois, seremos selecionados pela empresa para começarmos o trabalho de trainee.

Saindo de casa ás 6:00 horas da manhã, estou parecendo uma zumbi, minha pele está pálida e meus olhos fechando sozinhos, eu falo murmurando e poucas palavras, com a minha bolsa em um dos ombros, vou bem dizer me arrastando até o colégio.

         É um longo caminho, o que me fazia suspirar fundo, mas eu tinha que ir, era meu sonho ficando cada vez mais próximo da realidade.
Ao chegar, é óbvio que eu era a estranha, além do mais, são poucos os que entram depois de 5 meses que as aulas começaram, eu seria penalizada por isso, pois eles já estão acompanhando a matéria desde o começo, acho que consigo me orientar, eu sou inteligente e aprendo as coisas rapidamente.

A mesma sensação de sempre, toco na maçaneta fria e sinto meu corpo arrepiar, dava para ouvir uma breve conversa entre o professor e os alunos dentro da sala, minhas pernas tremiam e eu sentia uma leve dor de cabeça, respiro fundo uma última vez, tomando a coragem necessária e abro a porta lentamente, o professor vem até a porta com um grande sorriso, ele me cumprimenta e dá as boas-vindas, se vira à turma e pede para eu me apresentar.

-Olá, meu nome é Rachel, tenho 19 anos e estou aqui para tentar realizar meu sonho de ser uma artista, mas acho que esse é o sonho de todos aqui. –Dou uma risada nervosa. –Enfim, espero poder trabalhar com vocês e me dar bem com todos.

Depois de minha fala, o professor, agora, nomeado de John, pede para que eu me sente na fila da janela, meu lugar ficava no meio da fila, eu estava satisfeita, uma janela do meu lado me faria bem, já que eu não gosto de lugares muito fechados.

Fico brincando com minha pulseirinha de flores até o intervalo chegar, ela era cheia de florezinhas azuis que pareciam muito reais, meu pai diz que minha mãe acreditava que era mágica e que poderia me proteger de qualquer coisa, e até mesmo reanimar alguém que está prestes a morrer, o que para mim era loucura.
 

Meninos:
 

Os garotos, furiosos vão novamente até Cler, dando a notícia de que a irmã deles não parava em um único lugar, e ela, confirmou que deveria ser de propósito, para que eles não a encontrem.
Todos os sete vão até os antigos lugares onde o pai deles morava, procurando pistas sobre quem era o homem que estava junto a irmã deles, se eles encontrassem, poderia pedir ajuda para uma bruxa, ela faria um feitiço de localização e eles poderiam o seguir facilmente.

Depois de muito tempo de procura, na primeira casa, onde viveram Shownu e Wonho, encontram o que queriam, e quem estava com ela era um vampiro muito importante no governo, um dos mais temidos e nobres, seu nome era Swan.

Sem paciência, procuram uma bruxa e conseguem um mapa que mostrava diretamente onde os dois estavam, eles arrumam suas coisas e percebem que vão ter que estudar no mesmo colégio que ela.

 

Rachel:
 

Cansativo, o dia estava passando lentamente, algumas pessoas vinham me ver, e eram muito prestativas, uma garota que se eu não me engano se chama Soyou, me mostrou onde eram os dormitórios, a coordenação e a biblioteca, e sua amiga Hyolin, me mostrou o resto.

Eu estava bem curiosa para saber o que tanto poderíamos fazer naquele colégio, já que tinha milhares de salas, tinha até uma quadra de esportes, para nos distrairmos durante o final de semana.

Depois das aulas, vou até meu dormitório, eu não iria dividir quarto com ninguém, o que me parecia uma boa ideia, devo agradecer ao meu pai, por ter exigido isso, ele sabe que de vez em quando eu tenho uns surtos estranhos e como sou novata, isso sairia mal para mim. Sobre os surtos, eu não sei o que acontece, minha cabeça dói e eu começo a dizer coisas sem sentido, fico muito agressiva e da última vez sobrou até pro meu pai.

Tomo um banho calmamente, e não deixo de sorrir, agora era para valer, eu estaria a um passo da fama que eu sempre quis, me lavando lentamente, deitada na banheira cheia de espumas, ligo uma música bem alta e começo a cantar alegremente, a água estava quente e meu corpo cansado, me dando um sensação ótima de descanso.
Amanhã, será um novo dia.
 


Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado e conto com o vosso apoio.
Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...