História Precioso dia chuvoso. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac
Tags Amor, Chuva, Lemon, Mike, Mitw, Pac, Tazercraft, Yaoi
Exibições 167
Palavras 2.953
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, espero que gostem, tentei fazer algo bom...
Boa leitura.
:3

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Precioso dia chuvoso. - Capítulo 1 - Capítulo Único.

Apenas mais um dia de chuva.

 

Ah, a chuva naquele fim de tarde de terça-feira deixava o clima tão tedioso...O tédio no momento era tanto, que foi capaz de deixar Tarik totalmente sem o que fazer olhando a chuva pela janela de seu quarto, não se passava nada em especial na sua mente no momento, só se lembrava de algumas reações que obteve nos comentários do vídeo onde apresentou sua namorada, Tarik gostava da garota, do seu jeito alegre e sua facilidade em comunicação, mas deveria admitir que a via como amiga... O real motivo daquele namoro, era por que simplesmente, desde o termino com a Maria, nunca conseguia ficar com alguém seriamente, poucas pessoas conseguiam espaço na vida de Tarik, ele ficou um bom tempo isolado, apenas Cellbit e Mike eram os mesmo ainda com ele, foi ideia do Cell isso, Tarik se lembra bem da fala do loiro, ''Tarik... vai ver esteja assim por que sente falta de alguém com você... Vai ver a pessoa ideal pode estar perto de você.'' e com aquelas palavras, Tarik se lembrou de sua amiga de longa data, Amanda, mas... Se ele já estava com ela, por que sentia um vazio ainda? Era o que Tarik se perguntava olhando o céu acinzentado e alguns prédios cobertos por um pouco de névoa enquanto as gotas da chuva batia forte em sua janela, geralmente, nessas horas ele ficava vendo séries com o Cellbit, mas o mesmo havia ido para a casa da namorada hoje, Pac não ficou chateado por isso, afinal não podia prender o amigo em casa, Pac estava tão distraído que nem viu quando Mike abriu a porta de seu quarto, Mike analisou o amigo sentado na cadeira abraçando as pernas enquanto olhava a chuva, apenas suspirou, não era a primeira vez que encontrava o amigo em uma situação como esse, Mike até mesmo se sentia um pouco mal de não conseguir melhorar o humor do amigo as vezes.

-Pac...?

Mike o chamou baixo fazendo o garoto o olhar e apenas sorrir de leve, Tarik não gostava quando o amigo o via naquela situação, ele virou a cadeira em direção a Mike e se sentou direito nela.

-Oi Mike.

Pac respondeu tentando não parecer tão depressivo, Mike sorriu o olhando.

-Estava pensando... Em dias assim você sempre fica trancado no quarto do Cell fazendo sei lá o que... E como ele não está por aqui hoje e eu estou atoa, que tal vermos um filme no meu notebook?

Mike disse divertido, Pac riu de leve e apenas concordou com ele.

-É... acho que vai ser legal...

Ele responde e Mike concorda, fazia um certo tempo que não fazia algo junto com Pac, ele sempre estava com Cellbit, de certa forma Mike se sentia meio trocado, parecia que o outro estava até mesmo o evitando, mas ele preferia pensar que era coisa de sua mente apenas.

-Ok, vai lá fazer a pipoca pra gente, que vou preparar um filme lá no quarto.

Mike disse saindo do quarto em seguida, Pac se levantou um pouco mais animado, ele foi até a cozinha da casa pegando o milho de pipoca no armário e um pote verde-limão que tinha no outro armário, pegou uma panela que estava em cima da pia já que tinha lavado a pouco tempo, colocou no fogão com um pouco de óleo, despejou uma boa contia dos grãos, ligou o fogo e a tampou, ficou dando uma olhada no twitter enquanto a pipoca não ficava pronta.

Já do outro lado da casa, Mike tinha escolhido um filme de terror que ele ainda não tinha visto, era um terror bem leve já que sabia do medo de Pac, até ria só de lembrar da última vez que eles viram um filme de terror, o garoto havia ficado aterrorizado, infelizmente seu sorriso morreu de leve ao se lembrar que o garoto praticamente implorou para dormir com o Cellbit com medo do escuro... Mike suspirou fechando a cortina do quarto para poder ficar escuro e o filme ficar melhor assim, sorte que Mike era muito organizado e seu quarto estava sempre em ordem, apesar que com o costume que tem com Pac, não faria mal caso estivesse bagunçado... Ele foi até o guarda-roupa pegando uma coberta fina por causa do frio mesmo, ele se deixou na cama já sem os sapatos escorado em um travesseiro e começou a mexer no twitter, logo vendo uma publicação de Pac, ''Um filme final de tarde chuvosa <3'', Mike riu e publicou sem o marcar; ''filme debaixo das cobertas nesse frio, melhor coisa.'', era engraçado o fato das fãs mais atenciosas começarem já a criar teorias Mitw já, depois de um tempo lendo Pac aparece no quarto com uma tigela nas mãos cheia de pipoca, Tarik vai até a cama deixando a tigela em cima da mesma e se senta para tirar sapatos.

-Hum, fecha a porta.

Mike disse enquanto comia pipoca, Pac não acreditava que ele não foi capaz nem de esperar o filme começar.

-Para de comer a pipoca antes do filme, espera ai, vo pegar suco pra gente.

Pac disse saindo do quarto em seguida, Mike se segurou para não comer a pipoca, mas pegou uma ou outra ali... Assim que Pac voltou viu que Mike já tinha devorado quase metade da pipoca e apenas revirou os olhos, entregou o suco a ele, fechou a porta a trancando e deitou do lado de Mike, Mike deu play no filme e começaram a assistir, por conta do frio Tarik acabou se cobrindo com Mike, assim que Pac percebeu ser um filme de terror quis amaldiçoar seu amigo por isso, mas se manteve calado, algumas cenas mais tensas praticamente obrigavam Tarik a se esconder no ombro de seu amigo que apenas ria de sua cara, Mike apenas passou o braço ao redor de Pac o reconfortando e aproveitando para não passar tanto frio, quando o filme acabou eles ficaram naquela posição um tempo pelo conforto que causava.

-Foi tão difícil assim ver o filme?

Mike perguntou divertido fazendo Pac o dar um tapa de leve.

-Se eu não dormir a noite a culpa é toda sua!

Tarik o respondeu se aconchegando em seu amigo.

-Se não conseguir dormir te deixo dormir comigo.

Disse Mike inocente em suas palavras, mas Pac acabou ficando corado, as inscritas que shippam os dois mexem um pouco com a cabeça de Pac, fazendo muitas das vezes ele pensar em seu amigo de outra forma, Mike percebendo o silêncio ficou meio sem entender.

-Pac...?

Mike o chamou baixinho meio em dúvida se deveria o chamar, Pac apenas tentou se esconder um pouco melhor já que devia estar vermelho.

-Hm?

Tarik o perguntou baixinho também, as vezes já se perguntou se sentia algo por Mike, não podia negar que o amigo era bonito, e só dele pensar isso do amigo o assustava.

-Olha pra mim..?

Mike perguntou, como Pac tinha se calado do nada ele deduziu que o mesmo pode ter entrado em sua depressão sem motivos novamente, isso o preocupava, Pac mesmo incerto se apoiou na cama o encarando agora, Mike notou seu amigo meio vermelho que tentou desviar o olhar, Mike adorava o ver com vergonha, o achava bonito assim por mais estranho que fosse, Mike apenas sorriu mesmo sem saber os motivos da vergonha de Pac, Pac encarrou o sorriso do outro o achando agradável e sorriu também, ficaram se encarando um tempo e sem perceber Mike foi se aproximando de leve, já estavam bem perto um do outro, sentiam a respiração um do outro, Mike pensou em se afastar, ele gostava de Pac, já pensou em provar de teus lábios, mas isso era um segredo profundo de sua mente, mas desistiu da ideia quando percebeu que Pac ia fechando os olhos e acabou com a distância entre eles, no início foi apenas um selar, o suficiente para deixar Pac bem confuso, mas aquela sensação pareceu preencher o vazio que ele tinha guardado, Mike estava imerso na sensação agradável, vai ver realmente sempre gostou do amigo, o próximo passo foi dado por Mike que pediu passagem delicado com a língua, Pac cedeu se esquecendo de tudo como exemplo sua namorada, o beijo começou lento e aos poucos pegava ritmo, Pac passou os braços ao redor do pescoço do outro enquanto Mike o segurou delicado com uma mão em sua cintura e a outra adentrava os fios negros de seu cabelo, mas uma hora o ar fez falta os fazendo se separar um pouco, eles se olharam corados pelo acontecido, do cabelo de Tarik a mão de Mike foi para seu rosto e logo passando os dedos sobre os lábios do menor, Pac encarava Mike com muita vergonha, a sensação tinha sido tão boa que acabou o beijando novamente mais afoito fazendo Mike ir um pouco para trás pela força do beijo, Mike o segurou firme pela cintura o puxando para sí fazendo com que Pac deixasse uma perna de cada lado de seu corpo, Pac puxou de leve o cabelo de Mike, que era um ponto sensível até, talvez eles achassem aquilo uma loucura, porém no momento não achavam nada, a sensação dominava os dois os levando a verdadeira loucura, entre o amasso dos dois naquela cama, Mike segurou Pac na cintura agora por baixo de seu moleton, Pac tinha um pele macia, mesmo sentindo o contato pouco mais íntimo Pac não se separou de Mike, e seguindo seus instintos se sentou melhor no colo do amigo, agora amante, fazendo uma certa pressão, Pac notou que causou algum tipo de efeito pelo simples fato de que Mike o apertou em sua cintura e suspirou de leve, Mike achava pac um pedaço de mal caminho, mal se lembrava de quantas vezes se pegava olhando Pac sem o mesmo notar, as vezes até notava mas Mike sempre tinha uma resposta pronta na ponta da língua, Mike ariscou descer suas mãos um pouco indo de encontro com a bunda de Tarik, que diga-se de passagem, era bem grande. Pac separou o beijo de leve quando sentiu a mão de Mike em um lugar muito íntimo, ele olhou Mike corado, Mike abriu os olhos de leve olhando a face corada de Pac, ele achou que Pac não iria querer nada, mas mudou de ideia quando viu Pac morder o lábio inferior, Pac observava seu amigo com o cabelo bagunçado, acabou por gemer baixinho quando sentiu Mike o apertar com gosto, olhando Mike no quarto escuro iluminado apenas pela luz do notebook Pac decidiu que se deixaria levar e rebolou de leve afim de saber o próximo passo de Mike, Já Mike percebendo que Pac estava entregue a si o segurou com força invertendo e deixando seu amigo a baixo de si, Pac se assustou de leve mas ainda sim sorriu de canto meio envergonhado, era como se sempre desejasse seu amigo, mas apenas agora desse conta disso.

-Pac...

Mike disse baixinho, Pac olhou em seus olhos, e em muito tempo se sentiu protegido e amado, os olhos de Mike o olhava de uma maneira carinhosa e preocupada ao mesmo tempo, Pac apenas passou seus braços em volta do pescoço de Mike novamente o puxando para perto.

-Continua...

Pac disse baixinho e meio envergonhado à Mike, Mike corou um pouco, mas não podia negar que estava um pouco excitado com tudo aquilo, ele se aproximou de Pac distribuindo beijos em seu rosto até chegar ao seu pescoço, Pac meio sem saber o que fazer e querendo sentir um pouco mais de Mike, deslisou a sua mão nas costas de Mike e segurou a blusa do mesmo afim de tira-la, Mike apenas de afastou um pouco atendendo o desejo de Pac, retirando sua blusa, Pac olhou todo peitoral de seu amigo mesmo que com vergonha, Mike o levantou de leve tirando a blusa e moleton de Pac também, Mike voltou sua atenção ao pescoço do menor o deitando novamente, Mike deixava algumas marcas enquanto suas mãos passeavam pelo torso de Pac, até alcançarem seu mamilos brincando com eles de leve com os dedos, Pac se arrepiou gemendo novamente, Mike percebendo que Pac gostava tentou ir descendo seus beijos até alcançar os mamilos de Pac, Mike era tão novo naquele tipo de relação quanto Pac, era uma surpresa cada movimento para os dois, assim que Mike encostou sua boca naquela região tão sensível Pac deixou um gemido mais alto escapar e arranhou de leve as costas de Mike nua, Mike ficou atento a todo tipo de reação que Pac tinha para poder o satisfazer da melhor forma, Mike não ligava para as consequências daquilo no momento, Mike ficou nisso por um tempo até voltar a beijar a boca de Pac, Mike separou discretamente as pernas de Pac ainda com calça para poder ficar entre elas, Mike se impulsionou para frente fazendo uma fricção arrancando gemidos dos dois, Mike também ficou nisso por um tempo até que percebeu as mãos de Pac tentar tirar sua calça para um contato melhor, logo os dois se encontravam sem calças apenas com suas cuecas, sentiam seus corpos quentes, ambos sentindo um ao outro sem se preocupar com nada, Mike não era experiente mas também não era um tolo no assunto, logo pedindo Pac, mesmo que corado, para lamber seus dedos, Pac obedeceu já imaginando para que seria, tentou deixar a vergonha de lado lambendo os dedos que Mike tinha pedido, assim que já estavam úmidos o suficiente, Mike tirou a cueca de Pac vendo assim seu membro, se sentou na cama trazendo Pac para seu colo, de uma forma fácil para o preparar, com vergonha Pac apenas se escondeu na curva do pescoço de Mike, dando liberdade a esse para distribuir mais beijos em seu pescoço, com cuidado Mike colocou um primeiro dedo, para Pac foi uma sensação estranha apenas, depois de alguns movimentos Mike arriscou um segundo dedo, esse Pac já achou desconfortável, porém, dava para aguentar, depois de mais algum tempo Mike colocou um último dedo fazendo Pac morder seu ombro de leve e arranhar suas costas, doía um pouco, mas não era o fim do mundo já que Mike tomava todo cuidado possível para não machucar seu amigo, depois de um tempo naquilo, Mike tirou seus dedos e abaixou sua cueca a tirando, Pac ficou com vergonha mas tentou novamente deixar de lado, Mike preferiu o deixar por cima para assim caso ele queira parar possa simplesmente se levantar e sair dali, com cuidado deixou Pac um pouco mais levantado, Pac um pouco mais no controle agora, tentou se sentar devagar, era dolorido, mas devagar não parecia ser tanto, assim que Mike se encontrava todo dentro de seu amigo, se controlou muito para não se mover, a sensação era maravilhosa, Pac apenas tentava controlar a respiração e tentar esquecer a dor, Mike o segurou com cuidado pelo rosto vendo Pac novamente vermelho.

-Amo você...

Mike disse, realmente ele amava Pac, Pac sorriu de lado beijando seu amigo em seguida, depois de um tempo, arriscou um movimento recebendo um gemido de Mike, Mike deixou Pac controlando até notar que o outro se acostumou, iniciando assim seus movimentos, as costas de Mike eram arranhadas com força, suas bocas se separavam por conta dos gemidos já altos, Pac já tinha parado de sentir dor, no lugar existia prazer, Mike apertou a cintura de Pac o levando para cima e para baixo com força e rápido, Pac levou sua mão até seu membro tentando se tocar, logo depois sendo ajudado por Mike em meio aos movimentos rápidos, se beijavam com amor, descobriam a dimensão desse amor juntos, naquela cama pequena, não demorou muito para ambos chegarem juntos ao orgasmo, Pac se sentiu preenchido e Mike se sujou um pouco junto a Pac, eles se olharam e se beijaram mais um vez, com cuidado Mike se retirou de Pac se deitando com ele na cama abraçado, Mike os cobriu, achava melhor tomar um banho quando acordar, já que ambos estavam muito cansados.

-Te amo Mike...

Disse Pac já quase dormindo

-Também te amo muito...

Respondeu Mike, logo ambos pegaram no sono.

Pac acordou com braços firmes ao seu redor, não demorou muito a seu lembrar dos acontecimentos passados, se virou vendo a face calma de Mike enquanto dormia, ele se afastou com cuidado e se sentou na cama logo deixando um grunido sair, estava dolorido era verdade, Pac foi até o armário de Mike ainda nu pegando sua toalha emprestada, se enrolou e saiu do quarto do outro indo até o banheiro, Pac tomou um calmo banho, com um pouco de vergonha quando sentiu algo escorrer em suas pernas, assim que acabou seu banho foi para o quarto se vestir, quando se encontrava já vestido foi até o quarto de Mike devolvendo a toalha para quando o outro acordasse, seguiu devagar até a sala notando Cellbit sentado no sofá vendo alguma série, Cellbit o olhou e Pac corou como se ele fosse saber de algo, então apenas foi até um dos sofás se sentando, passado um tempo Mike apareceu e sorriu para Pac que sorriu corado, ele se sentou ao lado de Pac, Cellbit os encarrou.

-Achei que iam demorar mais um século pra fazer Mitw ser real...

Cellbit disse descontraído os deixando corados, afinal, digamos que as marcas de Pac não escondia nada, e Cellbit não achou Pac em seu quarto quando chegou em casa, e o quarto de Mike estava trancado.

No fundo, Mitw já era real e Cellbit sabia, mas parece que Pac e Mike eram muito destraidos, pareciam e realmente não notavam se amar, mas Cellbit sempre soube apenas pelos olhares distraidos pela casa, agora apenas torcia para que os dois fossem felizes.

 

Fim.


Notas Finais


Espero que tenha gostado amores <3
Comentem e favoritem se quiserem
Beijos da Foint *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...