História Precisa-se de um submisso - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~stefanyguedes

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae
Tags Alfa, Cio, Jikook, Markson, Namjin, Ômega, Submissão, Vhope, Vkook
Exibições 591
Palavras 1.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola gente, tudo bem?!
Nos vemos nas notas finais...💋

Capítulo 4 - O teste


Fanfic / Fanfiction Precisa-se de um submisso - Capítulo 4 - O teste

 Minha respiração estava em desordem, senti mais lubrificação vazar encharcando ainda mais minha Box, sentir sua mão apertar minha bunda possessivamente, enquanto seu rosto afundava-se em meu pescoço encostando os lábios no mesmo seu toque era leve, mas mesmo assim me fez arfar.

 -então é sensível!- fala convicto ainda no meu pescoço, ele se retira de lá, sua mão agarra em meu cabelo me fazendo olhar nos seus olhos, suas hobis escuras estavam fixas em mim, como se estivesse me testando

ele aperta ainda mais a minha bunda com sua outra mão, e me seguro para não gemer, sinto seu membro duro sendo pressionado contra o meu, mesmo estando cobertos pelas roupas, de repente ele para separando nossos corpos, me fazendo olha-lo confuso. 

-isso é bom. - falou indiferente, depois ele simplesmente vira de costas para mim andando em direção a um enorme sofá de courino preto

 no caminho ele pega um copo de bebida que mais parecia uísque e logo depois, se senta no sofá de frente para mim calmamente, como se nada do que fez há alguns segundos atrás tivesse acontecido

 eu estava confuso, ainda na parede em que ele me deixou e o pior, molhado como um ômega em pleno cio!

 Eu não sabia o que fazer ou falar, ele bebericava a bebida olhando fixamente para mim como se fosse me atacar a qualquer momento, o que me deixava tenso e ao mesmo tempo excitado ate que sua voz se fez presente.

 -venha até aqui- disse apontando para o meio da sala próximo a ele, em ton autoritário. 

Obedeci, indo até lá com minhas pernas bambas e sentir borboletas na barriga assim que parei de frente pra ele ainda de pé. 

Parando de bebericar, ele botou o copo em cima de outra mesa de canto rubra que ficava ao lado do sofá sem tirar os olhos de mim. 

-tire a roupa!- falou simplista,... O que!? 

 Decerto que fazia parte do meu trabalho fazer o que ele mandava, mas não estava acostumada a fazer isso, a maioria dos alfas estavam em pleno cio quando me contratavam, de modo que arrancavam minhas roupas desesperadamente no momento em que me viam, me senti desconfortável fazer isso para ele que me observava tão fixamente.

 Comecei a tirar a camisa larga, mais devagar do que o normal e a joguei em um canto qualquer votei meu olhar para ele que mordia os lábios ao ver meu abs definido

tirei meus sapatos e comecei a desabotoar minha calça ainda olhando pra si, tiro e a jogo no mesmo lugar da camisa, quando já ia tirar minha Box... 

-pare!- falou de repente me deixando robotizado

- sente-se aqui!-falou dando tapas em sua coxa farta, sorrindo malicioso. 

Fui até ele me sentando nele com uma perna de cada lado, sinto sua mão em minha cintura me pressionando contra si me fazendo sentir sua intimidade desperta. 

Seus lábios vão ate os meus mamilos mordendo e sugando com força me fazendo arfar botando a cabeça para trás, ele tira uma mão da minha cintura indo em direção a minha intimidade e acaricia meu membro por cima da Box.

 -ah-h!- gemidos saem involuntariamente da minha boca quando sua mão adentra minha Box pegando fortemente o meu membro pulsante fazendo movimentos de vai e vem, minha boca esta em formato 'o' enquanto tento controlar meus gemidos, involuntariamente começo a cavalgar em seu membro pulsante por baixo da roupa. 

Ficamos alguns segundos assim ate que sinto meu ápice próximo, ele para na hora me fazendo sair do colo dele me fazendo ficar de joelhos, contra a minha vontade obedeço

 -me satisfaça!-diz sério começando a desabotoar sua calça social ate mostrar seu volume pulsante ainda coberta pela cueca

mordi os lábios ao ver seu volume maior que eu pensava, levei minhas mãos até sua cueca adentrando na mesma, passei o dedo pela sua glade que já expelia pré-gozo e o senti arfar, começei a passar a mão pela sua extensão devagar 

-É só isso que consegue faz...ahh!- não foi capaz de terminar sua frase, quando o abocanhei de surpresa o fazendo botar a cabeça para trás

...pensou que eu estava brincando em serviço!?

 seu membro era grande,de modo que não consegui chupa-lo por completo, mas mantinha minha mão massageando o mesmo o fazendo gemer, não demora muito para eu senti sua mão agarrando os meus cabelos ditando os moviventos ferrozmente de repente ele puxa minha cabeça para cima, retirando seu membro ainda pulsante da minha boca

O alfa aproxima seus labios dos meus ainda segurando nos meus cabelos possesivamente pediu passagem com a lingua que logo cedi

seu beijo era voraz, o alfa deixou o beijo ainda dando uma mordida no meu lábio inferior, ainda sentia seu gosto em minha boca, quando passei a lingua no canto do meu labio, levando o mesmo ao cativeiro dos dentes, nesse momento, o alfa me suspende me fazendo sentar em seu colo novamente, rasgou minha box por inteira sem paciencia enquanto minha entra expelia lubrificante natural

pela primeira vez eu ansiava desesperadamente para ter um pau dentro de mim durante um progama, rebolei em seu colo e o mesmo posicionou seu membro em minha entrada e me puxou pela cintura fazendo com que seu intimo me invadise de vez chocando nossos corpos

em dias normais a dor seria insuportavel, mas eu estava tão exitado que minha lubrificação funcionou igual a epoca do cio, oque não me fez sentir nada

 O alfa segurava em minha cintura fortemente ditando os movimentos, sentir seu pau enorme me preenchendo foi simplismente maravilhoso

 Cavalgava com minha cabeça para tras, me controlava para não soltar gemidos espalhafatosos, o que não foi possivel quando ele finamente acertou minha prostata

 -AHH-gritei enquanto ouvia o som dos nossos corpos se chocaram cada vez mais rapido 

-isso jungkook-ah- falou serio entre dentres segurando minha cabeça e a puxando para perto da sua 

 -goze para mim!- sussura no meu ouvino enquando acertava mais minha prostata a cada estocada, gemi coisas desconexas até senti que meu apice estava chegando, minha entrada se contraiu, fazendo o alfa gemer mudo o que parecia um nome que concerteza não era o meu

 Ele chega a seu apice e sinto o seu liquido quente me invadir junto com seu nó

me sentir exausto, e tombei para frente caindo sobre seu peitoral quase desacordado 

 Depois que o nó se desfez ele saio de mim me deitando no sofa do jeito que eu estava e eu apago.

 ✴✴✴✴✴✴✴✴✴✴✴✴ 

 Quando acordo arregalo os olhos so ver que não estou no mesmo lugar de antes, o quarto estava escuro, as janelas eram cobertas por cortinas blackground mais ainda dava para ver os raios de sol atrevessarem os feichos

senti o cheiro forte do alfa e sabia que ele estava por perto Levantei meu tronco apoiando-no sobre meus cotovelos,

 olhei para todos os cantos do quarto, ate minha visão para em um poltrona

 Ele estava lá, seus olhos estavam fixos em cada reação minha, senti um arrepio em minha espinha quando ele levantou rapidamente indo para a porta do quarto serio, ele era intimidante

 - Siga-me- falou serio quando ja estava abrindo a porta do quarto e saindo do mesmo, o que me fez levantar rapidamente esqueçendo que meu quadril pós foda doia, me curvei de dor mais aos poucos fui me controlando

percebi que só estava com minha camisa larga branca sem mais nada, o bom é que ela era grande o bastante para conbrir minhas partes intimas

dando passos curtos seguindo ele que ja tinha saido de lá, sai do quardo me deparando com um corredor imenso estava quase me perdenfo quando vi o alfa abrir uma porta no final do corredor adrentando na mesma

fui ate la entrando no que parecia um escritorio esse foi o unico lugar claro que encontrei na casa, admirava a beleza do local quando minha visão parou novamente no alfa que estava sentado em uma cadeira atras de uma grande messa de vidro

nessa messa continha somente um papel e um envelope, que se eu não me engano era o mesmo que ele quis me dar na sala Ele apontou para a cadeira onde eu deveria me sentar e obedeci

 -está aqui para falarmos do serviço que terá de fazer- fala serio e eu o olho confuso 

- m- mas a gente n...- falo sem entender nada

-NÃO ME ENTERROMPA!- usa sua voz de alfa me fazendo tremer

 - será muito bem pago para me acompanhar a um encontro de sócios hoje a noite- vouta ao seu ton formal como se não estivesse se alterado 

- mas como são negocios...nada naquela reunião poderá ser divulgada- fala serio, eu não conseguia ouvi quase nada do que ele falasse, a beleza dele me deixava impnotizado...tinha que me controlar

Ele pegou o papel que estava em cima da mesa e o botou de frente para mim, me fazendo o olhar confuso

...aquilo era um contrato?!     


Notas Finais


Iai gente gostaram fo lemon, sei que não ta la de bagdá, mas como diz o titulo eh só um teste!
MDS! +70 fav to enterradaaaaa!
Ate a proxima!
~duda
~estefany


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...