História Precisamos amar. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Original, Romance
Exibições 33
Palavras 371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oii gente.
Primeira fanfic na categoria Original.
Espero que gostem.
Não sei muito o que dizer, pois nunca fui boa em notas do Autor, mas tudo bem.
Vamos ler então?
Boa leitura.
Kissus de sorvete.

Capítulo 1 - Essa sou eu, goste ou não.


Fanfic / Fanfiction Precisamos amar. - Capítulo 1 - Essa sou eu, goste ou não.

Primeiramente oi, o meu nome é Maria Eduada Velásquez, tenho 16 anos, não sou pobre, nem rica, digamos que tenho uma boa vida classe alta, mas não me considero milionária, sou baixa, magra, corpo bonito porém nada exagerado, cabelos longos da cor castanha claro, olhos castanhos médio com o contorno preto, uma pintinha ao lado da boca, curto música que me relaxe e odeio funk que tenham palavrões, nada contra por quem gosta. 

Sei dançar ballet, minha mãe é professora e vive trabalhando, meu pai é arquiteto, minha irmã viajou pois está fazendo faculdade de advocacia, não ligo muito com modas, já liguei mas hoje não ligo mais, já fui uma patricinha bem fútil mas tipo isso foi na 3 série, hoje em dia não sou mais assim, sou normal eu diria, mas...Pensando bem, de normal não tenho nada, já pensei em me suicidar e em me cortar pois não estou feliz, queria ser como as outras garotas, elas são tão alegres, já eu sou tão fechada, tenho poucos amigos, choro por tudo, tenho distimia para quem não sabe o que é, ela é tipo depressão mas menos grave.

Sou uma das que tiram maior notas da turma, sem querer me achar, mas a professora e português me adora, mas meu forte mesmo é matemática, não sou nerd, nada contra, acho que só sou mais uma garota no mundo fechada, tímida, mal humorada, que adora ajudar quem merece, sincera se gostei eu falo e se não gostei falo também, sou curiosa mas não uso muito essa curiosidade, choro por tudo, tudo mesmo pois não consigo me controlar.

As vezes queria dar a minha vida para alguém que quisesse viver, para alguém a beira da morte, para algum bebê com problema, par um policial que está no hospital por ter sido atingido por uma bala no meio de um tiroteio, para uma garota ou um garoto com câncer grave que já perdeu a esperança, para alguém em coma,  não importa quem mas queria dar ela e presente para alguém que queira viver.

Gosto de um menino, mas ele gosta de uma das minhas poucas amigas :( até porque quem gostaria de mim?Sou tão estranha, acho que nem eu mesma gosto de mim.


Notas Finais


Até o próximo capítulo.
Beijinhos. #FUI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...