História Preencha o vazio - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Menma Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Rikudou Sennin, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Tsunade Senju, Yondaime Kazekage
Tags Narusasu, Sasunaru
Visualizações 88
Palavras 917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aqui vai o próximo, espero que gostem
Sofri um pouquinho nesse.

Capítulo 19 - Sentimentos e Sensações


Aquela noite estava fria, o vento cortante soprava afoito do lado de fora, criando fortes e agudos assobios. As estrelas não podiam ser vistas por causa de grossas nuvens de chuva que cobriam todo o céu, sinais claros de uma próxima chuva ou até mesmo tempestade.

No entanto tudo isso era ignorado pelas duas figuras que se encontravam dentro de um minúsculo cômodo.

Cômodo esse que estava incrívelmente quente se comparado com clima frio do lado de fora.

Mas esse calor todo tinha um, digamos, delicioso motivo.

Para Naruto esse motivo tinha nome e apelido, Sasuke Uchiha.

O garoto que, mesmo sem que o nosso querido loiro adorador de lámen soubesse, é dono de seu lindo porém ferido coração.

Mas isso não é muito importante agora, não para eles dois.

A única coisa que realmente importa para eles nesse momento é aproveitar cada segundo do toque um do outro, somente isso e mais nada, eles nem ao menos se lembraram da pequena criança que contava lentamente até 30, como se quisesse dar mais tempo a dupla, não que ela soubesse do que ocorria naquele cômodo, ela estava completamente por fora daquele assunto, o único motivo de tamanha lentidão era o desejo inocente de alongar mais a divertida brincadeira.

O pequeno cômodo parecia cada vez mais quente, o ritmo frenético e afobado que se apossava daqueles corpos grudados também parecia maior.

O beijo era profundo e exitante, os toques de mãos não eram nada castos, assim como os pequenos gemidos e estalos que pairavam no ar.

Tanto o loiro como o moreno deixavam claras as suas intenções, não que isso fosse necessário, os membros completamente despertos e duros já ditavam isso perfeitamente.

Sem que eles percebessem o tempo acabará e a pobre criança começava a procurar minuciosamente pelos dois completamente leiga de tais assuntos indecentes.

POV. Sasuke

Não havia se passado nem um dia do nosso primeiro beijo e eu já estava ficando louco de saudades dos lábios macios desse idiota, tive que usar quase toda a minha força de vontade para não agarrar-lo na porta quando ele mordeu o lábio.

Há, se ele soubesse o quanto isso me enlouquece não se atreveria a morde-los novamente.

Se ele soubesse as sensações que ele causa em meu corpo simplesmente por existir, por estar ao meu lado, tudo nele me excita e me atrai.

Desde a primeira vez em que cruzei os meu olhos com aqueles olhos azuis profundos mas mistériosos, eu sabia que ele seria alguém que mudaria o meu mundo.

Eu podia ver através daquela camada de sorrisos que ele estava escondendo algo, os olhos dele me contavam os seus segredos, eram os meus maiores confidentes.

Eu pude ver a dor quando ele me olhou pela primeira vez, assim como uma pequena gota de esperança, eu sabia que ele estava procurando um pilar para se apoiar, alguém para se agarrar e confiar todos os seus segredos.

E quando eu vi isso eu desejei do fundo da minha alma de que fosse eu esse pilar, que ele se agarrasse em mim e me contasse os seus segredos, que ele confiasse em mim.

Óbvio que no início eu estranhei esse sentimento, até mesmo o repúdiei.

Mas daí eu vi ele chorar, eu vi aqueles olhos azuis que eu considerava secretamente os mais belos que eu vi em toda a minha vida, vermelhos e úmidos, eu vi dor.

Eu não gostei de vê-los afundados em dor, eu queria vê-los brilhando como um dia eu sei que brilharam, eu queria vê-los felizes.

Eu fiquei curioso.

Passei a me perguntar todos os dias como seria um sorriso verdadeiro dele, deve ser extremamente belo, se mesmo forçado já erra lindo imagina quando natural.

Não sei bem certo quando foi que eu passei a admira-lo, me parecia tão natural acha-lo lindo que eu consideraria uma afronta imaginar ele ao contrário.

Insegurança

Eu sempre fui alguém confiante mas ele conseguiu trazer esse sentimento que eu nunca nem sequer podia me imaginar tendo a tona.

Naquele dia, no banheiro ele conseguiu pela primeira vez me fazer sentir vergonha, me sinto encabulado só de lembrar.

Se eu pensar bem, na verdade ele conseguiu me fazer sentir milhares de sensação e sentimentos sem nem ao menos estar consciente disso.

E isso só piorou depois daquele beijo

Há, aquele beijo.

Eu não preciso nem dizer que, mesmo me pegando de surpresa, foi o melhor beijo que eu já tive.

Sinceramente eu tive um puta conflito interno quando eu me forcei a me afastar dele, mas era isso ou pular em cima dele e agarrar-lo a força.

Não é culpa minha que ele consiga me fazer perder o controle tão facilmente.

Mas falando sério, ele me faz perder o controle em praticamente tudo, e aposto que ele não percebe isso.

Se ele soubesse o quanto ele corre perigo quando dá aqueles sorrisos sacanas ou provocativos antes de começar uma discussão.

Se ele soubesse o quanto eu sofro tentando manter o meu controle perto dele ele não faria isso.

Mas agora ele fez, ele me agarrou novamente totalmente desprevenido.

E minha mente só pensa uma coisa.

Dar o troco por todas as vezes que ele me deixou duro em momentos inapropriados, por todos os banhos gelados que eu tive que tomar unicamente por culpa dele.

Claro que eu não vou passar dos limites, ainda não, eu só vou fazer ele sentir o mesmo que eu sinto.

Vou fazer ele se viciar em mim assim como eu estou viciado nele.

E então finalmente, fazer ele sentir toda a minha exitaçao em seu corpo.

Marca-lo como meu tanto na pele como no papel, claro que isso vai demorar.

Mas uma das minhas maiores vantagens é a minha paciência.

Pobre Naruto, você vai se arrepender de atiçar esse Uchiha.


Notas Finais


E aí, o que acharam da primeira aparição do nosso amado Sasuke?? Tô louca para ver a reação de vocês kkk
Como sempre aceito dicas e críticas e até breve 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...