História Presa no amor- Uma garota diferente! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 23
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Mais um capítulo!! Uhahaha, espero que gostem. Em relação a imagem SAFIRA NÃO TEM FRANJA🙄, só uma mecha de cabelo entre os olhos. Mas ela ficou tão fofa😄

Capítulo 4 - Minha querida Safira.


Fanfic / Fanfiction Presa no amor- Uma garota diferente! - Capítulo 4 - Minha querida Safira.

Autora

Safira novamente foi para a floresta com seu arco, já era um pouco mais tarde do qual era costume ela caçar, acordará tarde devido a visita no castelo do princípe durante a madrugada. Ao meio dia voltou para casa com novas trepadeiras para seu pai, dois esquilos e algumas nozes, quando seguio onde a nascente de água onde ela costumava encher sua jarra, ela chegou em uma lagoa azul onde tomou banho onde lavou seus cabelos e seu vestido. Quando seu pai acordou ela já tinha preparado um cozido de esquilos com nozes, os dois comeram acompanhados do chá de trepadeiras.
No castelo do rei, a família do príncipe Arthur estava toda reunida para comerem.

-Desculpa a todos pelo atraso-O príncipe disse se sentando na mesa.

Todos começaram a comer, o barulho das talheres cortando a carne era a única coisa que se ouvia, além do murmurinho das irmãs mais novas.

-Então Art-A irmã mais velha das meninas com 10 anos falou a ele- Soube que você teve uma visita durante a madrugada. É verdade??-ela pergunta curiosa.

-De quem você ouviu isso Minder?-Ele quis saber.

-Hana disse que passou no seu quarto porque estava com medo e disse que não lhe encontrou no seu quarto, depois disse que passou pelo corredor e ouviu vozes, a sua voz e a de uma mulher-Hana chutou o pé da irmã fazendo uma careta, ela era a mais nova dentre as outras.

-Sim é verdade- o príncipe admite.

-E o que vocês fizeram Arthur?- sua mãe, a rainha perguntou- Quem era ela?

-Respondendo sua pergunta querida mãe, não aconteceu nada, ela era apenas uma camponesa que ajudei- todos estavam escutando a história interessados, ele continuou- Ela estava sendo acusada de ser uma bruxa quando era evidente que era apenas um mau entendido.

-E por que ela veio aqui Art?-Hana lhe perguntou.

-Quando os camponeses estavam a julgando, suas roupas foram rasgadas em meio a todos, tinha lhe dado meu casaco para se cobrir seu corpo. Todos disseram que ela era uma bruxa somente pela cor de seu cabelo ser ruivo.

-Mas isso é uma má não é?-Hana se mostrou preocupa.

-Sim minha irmãzinha, quando ela veio aqui disse que não conseguiu dormir sem devolver meu casaco, quando o peguei ele estava bem lavado e muito cheiroso.

O rei se mostrou interessado na história.

-Qual é o nome dessa garota Arthur?-o rei perguntou.

-Safira, Safira Blake.

-Diga a ela que quero vê-la.

-De jeito nenhum-Arthur negou- Hoje irei encontra-la e passaremos o dia juntos.

-De quem ela é filha?-o rei permanência curioso.

-Ainda não sei.

-Pois diga que queri vê-la, e você só sairá daqui quando eu souber que garota é essa... Blake, me lembra alguém.

-Direi então, queiram me dar licença, eu já acabei-dito isso ele se retirou com um sorriso no rosto.

-Nunca vi Art tão feliz-Hana comentou.

-Uma mulher muda um home minha filha -com isso o rei voltou ao seu prato.

Enquanto isso Safira cuidava da casa, lavou a louça e estendeu a roupa. Depois tratou de regar a terra da nova plantação. Depois que tudo estava pronto ela deu um beijo na testa do pai, trancou a porta e foi pela floresta em direção ao castelo. Quando chegou lá ficou surpresa quando o guarda abriu o portão sem ao menos dizer nada. Em seguida ele a acompanhou e disse...

-O rei está a sua espera na sala do trono-o guarda indicou o caminho.

-Espera o rei? Achei que Athur estivesse a minha espera.

-O rei disse que quer conhece-la, melhor não o questionar.

A camponesa caminhou timidamente até onde o guarda tinha indicado o caminho, quando chegou se deparou com uma enorme porta aberta. Ela bateu no gancho antes de entrar.

-Com licença, perdão,vossa majestade queria me ver?

-Então você é a garota que meu filho tanto fala. Diga-me...-O rei ficou chocado quando olhou para Safira-Denafh? É você?!?

-Não meu rei, meu nome é Safira, eu sou a filha de Denafh, todos me confundem com minha mãe.

-A filha de Denafh-o rei ficou impressionado-Incrivel!! Vocês duas são... você é a cara da sua mãe, e até hoje sou grato a ela.

-Eu que agradeço, seu filho me salvou. Tinham me acusado de ser bruxa porque tenho cabelos como os de minha mãe.

-Ele me contou, e sinto muito por isso ter lhe acontecido. Sabe os cabelos de sua mãe sempre se destacavam em uma batalha. Como vai seu pai?

-Bem, ele vai bem-mentiu.

-Bem, então não vou ocupar você com um velho chato como eu, você é jovem! Pode ir passear com Arthur.

-Amm, me desculpe alteza, mas onde ele se encontra?

-Ah claro, siga esse corredor, o terceiro quarto à direita.

-Obrigada-ela faz uma reverencia simples e um pouco desajeitada.

  Safira segue o corredor e em seguida encontra as portas, quando chegou na terceira ela bateu duas vezes.

-Quem é?-o príncipe perguntou.

-S-S-sou eu, Safira-ela gaguejou tímida, dito isso o príncipe abre a porta tão rápido que quase cai em cima de Safira.

-Você veio mesmo!estou muito feliz. Só um momento!-dito isso ele entrou dentro do seu quarto e arrumou algumas coisas-Quer ver meu quarto?-Ele perguntou.

-....-Safira ficou calada mas entrou no quarto- está meio bagunçado-ela criticou.

-Ahh, eu estava pintando.

-Posso ver?-ela perguntou já levantando o pano que cobria a tela.

-NÃO!-Ele interveio-ainda não está pronto, desculpa.

-Tá legal, então, que tal ir a floresta?

-Você passeia pela floresta? A que rodeia as torres?

-Bem eu caço por lá-ela respondeu.

-Você sabe que é proibido não é?-Ele perguntou.

-Claro que sei, mas esse será no segredinho-ela deu um sorriso simpático.

-Quem diria que você sabe sorrir tão linda -o príncipe falou.

-V-V-Vamos logo para a f-f-floresta-ela gageijou tímida com a cabeça para baixo.

-Claro, minha querida Safira.

Novamente Safira ficou sem jeito é corada.

   


Notas Finais


Espero que tenham gostado, esse foi curto mais só vou comer e postar mais um. Vlw pelos favoritos e comentários😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...