História Preso a você - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Bardock, Bulma, Freeza, Gine, Gohan, Goku, Kuririn, Mestre Kame, Nappa, Oolong, Pual, Raditz, Rei Vegeta, Tarble, Vegeta, Yamcha
Visualizações 74
Palavras 2.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Essa semana foi um pouco difícil para arrumar tempo para escrever, tive que sair praticamente a semana toda para resolver problemas, pagar algumas contas e nunca dava tempo para escrever, mais enfim o capítulo saiu. boa leitura e obrigada a todos por estar acompanhando.

Capítulo 7 - O planeta Slydy foi conquistado! De volta ao planeta Vegeta


Fanfic / Fanfiction Preso a você - Capítulo 7 - O planeta Slydy foi conquistado! De volta ao planeta Vegeta

Depois da longa batalha com as pessoas de Slydy, os 10 saiyajins estavam ainda dormindo, o primeiro a acordar foi Bardock, que estava sentado do lado de fora olhando para o céu, estava morrendo de fome, então resolveu ir procurar coisas para eles e os outros comerem. O próximo a acordar foi Goku, que se levanta da cama que estava dormindo com Vegeta, Goku gostava de dormir com ele, e apesar de seu jeito rabugento, Vegeta permitia que dormisse ao seu lado. 

Goku saiu para o quintal e viu seu pai descendo de uma das árvores, indo em sua direção ao chegar perto do pai, que havia acabado de descer da árvore e colocou a mão em seu ombro lhe dando um susto. 

Bardock — garoto não chegue assim de repente. 

Goku — o senhor que estava distraído e não me viu. 

Bardock — o que você quer? 

Goku — só vim ver o que o senhor estava fazendo. 

Bardock — pegando algumas coisas para a gente comer. 

Goku — então eu vou pegar alguns peixes. 

Bardock — a gente não tem ferramenta para pescar. 

Goku — não precisa de ferramenta, eu pesco com as mãos mesmo. 

Bardock — como você faz isso isso? 

Goku — venha pai eu te mostro. 

Goku tirou sua roupa e foi para a beira do rio, ficou em pé parado como se estivesse prestando atenção em alguma coisa, depois se abaixou rápido já com um peixe na mão, o jogando para Bardock, que fica impressionado com a facilidade que o filho tem para pescar. 

Goku — viu pai, é muito fácil, por que você não tenta também? 

Bardock — mais como eu vou fazer isso? 

Goku — ora papai, você tem que sentir a presença dele, veja as vibrações que ele faz dentro da água, mais você não pode se mexer muito se não espanta eles, quando eles estiverem bem perto, o senhor abaixa rápido e os pega, por que o senhor não tenta? 

Bardock — tudo bem. 

Bardock fechou seus olhos e tentou prestar atenção nos movimentos dos peixes, quando sente um perto de si, ele se abaixa rápido e o pega, deixando Bardock muito feliz. 

Goku — viu papai é fácil, com o tempo o senhor vai pegando mais prática e vai fazer rapidinho. 

Os dois foram pegando muitos peixes, e quando já tinham bastante os levaram para os outros comerem, depois Goku foi procurar por lenhas para assar os peixes pescados por eles dois, Vegeta se levanta descendo as escadas vendo Bardock guardar os peixes, vendo que tinha bastante. 

Vegeta — como conseguiu pegar esses peixes sem ferramentas para isso? 

Bardock — o Goku me ensinou um jeito de fazer sem precisar de ferramenta. 

Vegeta — e cadê ele? 

Bardock — foi buscar lenha para assar os peixes. 

Não demorou muito Goku volta com vários pedaços de lenha, quando vê Vegeta dá um sorriso para ele. Pega os peixes coloca tudo num espeto e coloca para assar. Depois de uns 20 minutos todos já estavam assados. Todos comeram rápido e bastante, pois os saiyajins comiam demais. Depois do café da manhã, Goku foi procurar o almoço, indo pegar mais peixes, dessa vez Vegeta foi com ele ao riacho, queria aprender a como pescar com as mãos como Goku faz. 

os dois estavam no riacho pescando, para Vegeta foi um pouco mais difícil para aprender, mais Goku com toda paciência do mundo lhe ensinou, e finalmente ele conseguiu  pegar um peixe, e dali ele pegou vários. 

Goku — Veggie você conseguiu, eu sabia que você iria conseguir. 

Vegeta — idiota! Pare de me chamar de Veggie. — disse o empurrando na água. 

Goku — a é assim, então toma! — disse o empurrando também. 

Os dois ficaram jogando água um no outro, Vegeta estava sorrindo, coisa que nunca tinha feito em sua vida, conhecer Goku realmente havia lhe mudado muito. Bardock, Raditz e Nappa olhavam os dois de longe. 

Nappa — nunca vi Vegeta sorrir daquele jeito, será que ele realmente gosta de Kakaroto? 

Bardock — eu tenho certeza que gosta, eles dois fizeram uma grande amizade. 

Depois de pescarem bastante, foram assar os peixes e comer. Todos comiam muito mais Vegeta ainda não estava satisfeito, e os peixes haviam acabados, então ele foi para o riacho e pescou mais alguns, depois os assou e comeu, mais ele havia deixado alguns peixes, então Nappa se aproximou querendo pegá-los, mais levou um tapa na cabeça de Vegeta. 

Nappa — ai ai! Por que me bateu? 

Vegeta — esses peixes são de Kakaroto. 

Nappa — parece que você gosta muito dele não é mesmo? 

Vegeta — não te interessa. 

Nisso Goku saiu vendo os dois conversando, não gostou muito de ver Nappa perto de Vegeta, estava com ciúmes de seu amigo. Se aproximou e sentou ao lado de Vegeta. Nappa não ficou muito tempo e foi embora. 

Vegeta — esses peixes são para você. 

Goku — obrigado Vegeta. — disse os pegando e comendo. 

Na Terra, todos aguardavam ansiosamente a ligação de Bulma, para que possam finalmente ir ao encontro de seu amigo Goku. Yamcha, Tenshinhan, Caos e Kuririn treinavam para o momento em que iriam se encontrar com os saiyajins. De repente o telefone toca, mestre Kame vai atender e para a sua surpresa era Bulma. 

Bulma — mestre Kame como o senhor está? 

Mestre Kame — vou bem e você? 

Bulma — estou bem, e os rapazes estão ai com o senhor? 

Mestre Kame — estão lá fora treinando. 

Bulma — chame o Kuririn por favor. 

Mestre Kame foi para fora e chamou por Kuririn, que logo veio curioso querendo saber o que Bulma tinha para falar. Pegou o telefone e colocou no ouvido. 

Kuririn — o que houve Bulma. 

Bulma — tenho uma notícia para lhe dar, os dispositivos que irão nos servir para nos disfarçar de saiyajins já estão prontos, agora só falta consertar uma nave velha que temos aqui e poderemos ir encontrar Goku; 

Kuririn — que bom, não vejo a hora de ir buscar o Goku, acredito que ele não esteja feliz naquele lugar. 

Bulma — brevemente iremos tirá-lo de lá, então eu acho que em um mês eu consigo acabar. 

Kuririn — tudo bem, até mês que vem então. 

Kuririn avisou a todos o que Bulma havia dito, todos ficaram felizes com o que escutaram. Enquanto isso no planeta Slydy, todos arrumavam suas roupas para irem ir embora, Goku já tinha acabado, afinal ele não tinha muita roupa, então foi ajudar Vegeta. 

Depois de tudo pronto, entraram na nave e programaram para que chegassem ao planeta Vegeta em dois dias, então todos guardaram suas malas e ficaram esperando procurando algo para fazer nesse período de dois dias. Goku teve uma ideia para passar o tempo, resolveu fazer uma mini festa, foi para cozinha preparar bolos, salgadinho e docinhos. 

Vegeta — Kakaroto aonde vai? 

Goku — a gente não tem nada para fazer, então vamos fazer uma festinha entre nós. 

Nappa — festa? O que é isso? 

Goku — o que! Vocês não sabem o que é uma festa? 

Vegeta — a gente não tem tempo para coisas estranhas. 

Goku — e o que fazem para se divertir? 

Bardock — nossa diversão é destruir planetas. 

Goku — a sei, festa é uma comemoração que a gente na Terra faz quando a pessoa faz aniversário. Tem muitas coisas gostosas para comer bolo, docinho, brigadeiro e muitas outras coisas. 

Vegeta — e o que pensa em fazer? 

Goku — vou fazer um bolo, salgadinhos, docinhos e brigadeiros. 

Vegeta — e isso é bom? 

Goku — sim vocês vão gostar. 

A comida do planeta Vegeta é diferente do planeta Terra, então nenhum deles sabem o que é um bolo, brigadeiro, docinhos e salgadinhos. Goku foi para a cozinha fazer todos os preparativos da festa, estava fazendo o bolo e quando terminou pôs no forno e assim foi fazendo tudo, todos que estavam na sala, sentiam o cheirinho gostoso que vinha da cozinha. 

Raditz — nossa que cheiro gostoso é esse! 

— é mesmo! Nunca senti um cheiro tão gostoso assim. 

Depois de duas horas Goku volta com um monte de bandeja nas mãos, uma de docinho e outra de salgadinho, depois trouxe o bolo e os brigadeiros. Todos se reuniram e começaram a comer tudo que Goku havia feito, tendo a aprovação de todos pois tudo estava uma delícia. 

Depois de um tempo tudo havia acabado e os 10 guerreiros foram dormir. Enquanto isso na Terra, todos dormiam tranquilamente e quando foi de manhã, Bulma ligou para a casa do Kame, e quem atende é Kuririn. 

Kuririn — o que foi Bulma? Por que está ligando tão cedo? 

Bulma — tenho uma notícia para vocês, amanhã a nossa nave espacial estará pronta. 

Kuririn — que legal mau posso esperar. 

Bulma — então avise aos outros para estarem preparados, quando for 11 horas irem buscar todos vocês com o dispositivo. 

Kuririn — tudo bem. 

Depois que todos acordaram, Kuririn contou o que Bulma disse, e logo foram arrumar suas coisas. Na nave espacial, faltava apenas meia hora para chegar ao planeta Vegeta, todos já estavam arrumados e quando se passou o tempo a nave pousou. 

Todos saíram da nave, e os soldados logo pegaram suas malas e as levaram para dentro. Goku de certa forma estava aliviado por ter voltado ao planeta Vegeta, mais sabia que não iria ficar só naquilo, ele iria ter que fazer aquilo mais vezes até que conseguisse arrumar uma forma de ir embora, mais o que Goku não sabia, era que seus amigos estavam prontos para viajar ao planeta Vegeta, e levá-lo de volta para Terra. 

Vegeta — o que foi Kakaroto? Parece pensativo. 

Goku — nada, só estava pensando no meus amigos lá da Terra. 

Vegeta — você sente falta deles? 

Goku — sim, bastante. 

Vegeta — um dia você vai voltar para lá. 

Goku — a única coisa boa que me aconteceu neste planeta, foi conhecer você Vegeta. — disse deixando Vegeta vermelho. 

Vegeta — bem Kakaroto, não entenda mal as coisas, eu só te ajudei por que eu quero você como aliado para derrotar o Freeza. 

Goku — tudo bem. 

Vegeta — e outra coisa, a partir de amanhã passe a acordar cedo, pois vamos começar nosso treinamento. 

Goku — você vai me treinar? Obaaa. 

Vegeta — tsc! Palhaço! Vamos treinar sua cauda, para que não tenha mais ponto, vai ser meio doloroso mais você tem que resistir. 

Goku — tudo bem. 

Vegeta — mais primeiro temos que ir a sala de Freeza. 

Goku — eu tenho que ir também? 

Vegeta — claro, todos nós vamos, se um de nós não for é castigo na certa. 

Todos os saiyajins se reuniram e foram a sala de Freeza, entraram e logo lhe entregaram a posse do planeta Slydy, Goku não conseguia nem olhar para Freeza, ficava o tempo todo de cabeça baixa. 

Freeza — o que você tem? Por que está com a cabeça baixa? 

Goku — não é nada senhor Freeza, apenas estou um pouco cansado. 

Vegeta — é a primeira vez que ele trabalha dessa maneira, depois vou treiná-lo para ter mais resistência da próxima vez. 

Freeza — faça isso Vegeta, agora vocês podem se retirar, por favor. 

Todos foram embora, Goku e Vegeta ainda ficaram conversando um pouco depois foram dormir. No dia seguináte, no planeta Terra, todos já estavam com as malas prontas para viajar ao planeta Vegeta. Bulma combinou com eles de se encontrar na casa do Kame, indo bem cedo para lá. Ao chegar todos já os esperava. 

Kuririn — não vejo a hora de encontrar o Goku, ele deve estar muito triste naquele planeta. 

Tenshinhan — é mesmo. 

Bulma — agora eu vou dar o dispositivo que irá nos transformar em saiyajins. — disse tirando da bolsinha um pote com dez dispositivos parecendo um relógio. — vocês colocam no pulso e apertam esse botão vermelho que vocês vão se transformar. — disse apertando o botão e se transformando em uma melher com cabelos negros compridos, olhos castanhos, com uma cauda de macaco e roupas iguais as dos saiyains. — viram? Para voltar ao normal é só apertar o botão azul. Cada um de vocês terão um nome, eu me chamarei Ecchi, Tenshinhan se chamará Tenshan, Kuririn se chamará Bun, Yamcha se chamará Aotsuki e por fim Caos se chamará Camerom. 

Kuririn — então você não acha que trouxe dispositivo demais? 

Bulma — temos que ter bastante dispositivo, por que se um der defeito eu não tenho como concertar, então é melhor termos bastante. 

Kuririn — então vamos partir para o planeta Vegeta. 

Todos entraram na nave preparando para a decolagem, depois de 10 segundos a máquina decola indo em direção ao planeta Vegeta. Enquanto isso, Goku não sabia que seus amigos já estavam a caminho do planeta aonde ele estava, tomou seu café da manhã e se preparou para ir treinar com Vegeta. Como será o treinamento que Vegeta vai dar a Goku. 

continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...