História Presos pelo amor ( Castiel ) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Alexy, Amor Doce, Castiel, Lucy, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Exibições 259
Palavras 1.985
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


GENTEEEE LINDA LEIA AKI PORFA

EU VI QUE TEMOS MUITAS PSICOPATAS AKI, ENTÃO SIMMMM EU VOU MATAR A DIABRAHHHH YEEEEEEEEEEEEEEE MAS NÃO NESSE EP. VAI SER EM EPS FUTUROS.

ME AGUARDEM MUAHAHAHAHAHAHAH

Postarei capitulos Domingo :3

Capítulo 17 - Kelly e Kenny ( 2 temporada )


Leia as notas, plis :3

Diretora- O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI???
Debrah- s-soc-orro...
Diretora- LUCY!!! LARGUE-A - retirou minhas mãos do pescoço de Debrah e ficou entre nós-
Debrah- essa louca tentou me matar..cof..cof 
-- eu não tentei, EU IA TE MATAR -cruzei os braços- 
Diretora- JÁ CHEGA!! Lucy, para minha sala!!! Senhorita Debrah por favor, vá para a enfermaria ver se está tudo bem mesmo.

Segui a Diretora até sua sala, Cheguei lá e sentei-me na cadeira em frente sua mesa, e a diretora na cadeira de trás da mesa. Ela arrumou a papelada em cima e depois me olhou para falar comigo.

Diretora- senhorita Lucy, explique-se
--- e-eu... não sei o que deu em mim...
Diretora- como não sabe? você quase matou a aluna nova
--- eu não sei... apenas senti que tinha que matar ela...
Diretora- senhorita Lucy, quero que por favor vai ver um psicólogo 
--- c-certo -abaixei minha cabeça e sai da sala-

Quando sai da sala vi Castiel que me esperava do lado de fora ou... espionava... ele levantou minha cabeça com seu dedo indicador me deu um selinho e disse:

Castiel- está tudo bem, estou aqui com você 
--- obrigado Cast, eu te amo -uma lágrima caiu e eu o abracei-
Castiel- vou com você. -o soltei-
--- mas... -ele pôs o dedo em minha boca-
Castiel- mais nada -sorriu-
--- obrigada

Então Cast me reconfortou depois quando eu me acalmei fomos par a sala. No meio da aula Cast me entregou um bilhetinho para
Rosa, Rosa entregou para Alexy e Alexy entregou para mim, eu abri e li.

Bilhete
Me encontre
na escadaria depois
das aulas

Obvio que eu falei ok, foi o que eu fiz. Terminou a aula, arrumei minhas coisas dentro do armário e fui ao encontro de Cast na escadaria como combinado.

Ele estava me esperando lá. Ele me levou em um canto da escada onde avia uma porta, ele abriu com a chave que ele tinha e abriu espaço para eu entrar. Eu entrei e era uma espécie de porão misturada com sala de música.

Quando eu era bem pequena adorava cantar, fazia até aula de canto, mas não sei se minha voz ainda esta boa. Fui andando e segurei o microfone enquanto Cast trancava a porta.

Cast- gosta de cantar? -perguntou sentando em uma cadeira-
--- cantava quando era pequena... não sei se ainda tenho " a voz "
Cast- tente cantar, vou te acompanhar -pegou a guitarra-
--- o-ok

Lucy cantando
You're on the phone with your girlfriend
She's upset
She's going off about something that you said
'Cause she doesn't get your humor like I do
I'm in my room
It's a typical Tuesday night
I'm listening to the kind of music she doesn't like
And she'll never know your story like I do'

But she wears short skirts
I wear T-shirts
She's cheer captain
And I'm on the bleachers
Dreaming about the day when you wake up
And find that what you're looking for has been here the whole time

If you can see I'm the one who understands you
Been here all along so why can't you see
You belong with me
You belong with me

Walkin' the streets with you and your worn-out jeans
I can't help thinking this is how it ought to be
Laughing on a park bench, thinking to myself
Hey isn't this easy

And you've got a smile that could light up this whole town
I haven't seen it in a while since she brought you down
You say your fine
I know you better then that
Hey what you doing with a girl like that

She wears high heels
I wear sneakers
She's cheer captain and I'm on the bleachers
Dreaming about the day when you wake up
And find that what what you're looking for has been here the whole time

If you can see that I'm the one who understands you
Been here all along so why can't you see
You belong with me

Standing by and waiting at your back door
All this time how could you not know
Baby, you belong with me
You belong with me

Oh, I remember you drivin' to my house in the middle of the night
I'm the one who makes you laugh
When you know you're about to cry
And I know your favorite songs
And you tell me about your dreams
I think I know where you belong
I think I know it's with me

Can't you see that I'm the one who understands you
Been here all along so why can't you see
You belong with me

Standing by and waiting at your back door
All this time
How could you not know
Baby you belong with me
You belong with me

You belong with me
Have you ever thought just maybe
You belong with me
You belong with me

TRADUÇÃO

Você está no celular com sua namorada
Ela está chateada, ela não gostou de algo que você disse
Ela não entende seu humor como
Eu sei
Eu estou no meu quarto, é uma típica noite de terça-feira
Eu estou escutando o tipo de música que ela não gosta!
Ela nunca vai saber sua história como
Eu sei

Mas ela usa saias curtas
Eu uso camisas
Ela é líder de torcida
Eu estou na arquibancada
Sonhando com o dia que você vai acordar e achar que o que você procura
Esteve aqui todo o tempo

Você não pode ver que eu sou a única que te entende
Estive aqui por todo esse tempo 
Então por que você não consegue ver
Você pertence a mim
Você pertence a mim

Andando nas ruas com você
E seus jeans desgastado
Eu não consigo evitar de pensar
Que é assim que tem que ser
Rindo em um banco do parque
Pensando em mim mesma 
Hey, não é tão fácil? 

E você tem um sorriso 
Que pode acender essa cidade toda
Eu não tenho visto à algum tempo 
Desde que ela te deixou para baixo
Você diz que está bem
Eu te conheço melhor que ela
Hey, o que você está fazendo
Com uma garota como ela?

Ela usa saltos altos
Eu uso sapatos
Ela é líder de torcida 
Eu estou na arquibancada 
Sonhando que um dia você vai acordar e achar o que você está procurando
Esteve aqui todo o tempo

Se pudesse ver que eu sou a única que te entende
Que esteve aqui todo esse tempo
Então por que você não pode ver
Você pertence a mim
Em pé esperando em sua porta dos fundos
Todo esse tempo como você não pode saber
Você pertence a mim
Você pertence a mim

Oh, eu lembro você me levando para casa
No meio da noite
Eu sou a única que te faz rir
Quando você está quase chorando
Eu sei suas músicas favoritas
E você me conta sobre seus sonhos
Eu sei a quem você pertence
Eu penso que é a mim

Você não pode ver que sou a única que te entende
Estive aqui todo esse tempo
Então porque você não consegue ver
Você pertence a mim
Em pé esperando em sua porta dos fundos
Todo esse tempo como você não pode saber
Você pertence a mim
Você pertence a mim

Você pertence a mim
Você já pensou que talvez 
Você pertence a mim
Você pertence a mim

( musica nas notas finas/ You belong with me )

Castiel- nossa! você canta muito bem...
--- em compensação você errou todas as notas -brinquei com ele- 
Castiel- você não sabe mentir
--- hihi -ri- vamos tomate! tenho que ver o psicólogo lembra? 
Castiel- eu tenho uma coisa melhor pra fazer -sorriu malicioso e veio se aproximando-
--- quer que u te esgane? -dei um tapinha fraco em seu ombro-
Castiel- tá bom vamos, minha agressiva
--- ouch! 

Saímos do porão e o Cast trancou a porta. Fomos conversando até chegarmos na clinica de psicologia. Avia poucas pessoas então fomos atendidos logo ( desculpem se ta errado, é que eu nunca fui no psicólogo então não sei como funciona )

Psicólogo- olá no que posso ajudá-los? 
--- eu estou com problemas ao me controlar...
Psicólogo- que tipo? controlar a calma, a raiva... 
--- sei lá! É que quando eu estou com muita raiva, penso em matar alguém
Psicólogo- hmm -anotou no caderno- você sempre tem isso?
--- não primeira vez... -Cast apenas observava-
Psicólogo- você apenas fica irritada, fique mais calma e ignore as pessoas que te irritam. Caso contrário você vai absorver um estilo psicótico. Poderá parar em um manicômio.
--- o-ok
Psicólogo- você me lembra uma garotinha que esteve aqui, tinha apenas 5 anos quase matou uma garota...
--- qual o nome dela? -perguntei curiosa-
Psicólogo- o nome dela é Kelly tinha um irmão chamado Kenny, a garota que ela quase matou foi... -interrompido-
Cast- vamos em bora... -disse meio preocupado-
--- pera Cast, continue...
Psicólogo- não, melhor não. Escute seu namorado, é melhor irem -sorriu-
--- c-certo -corei- mas, poderia me passar o endereço dessa menina?
Psicólogo- c-claro -pôs em um papel e me deu-
--- obrigada, tchau
Psicólogo- tchau 

Saímos de lá e Castiel parecia pensativo, pensando bem, quando o psicólogo disse o nome da garotinha, Cast parecia que à conhecia. 

Ele me levou até em casa sem dizer uma única palavra,depois foi diretamente para sua casa. Eu o observei por um momento antes de entrar.

Próximo dia

( ... )

--- Cast, para seu .. haha... trouxa -ri- 
Castiel- só paro se você disser que sou o cara mais gostoso do mundo -riu ainda me fazendo cócegas-
--- C-cast...haha... v-você...ha..é o cara mais gostoso que conheço -ri-
Castiel- Eu sei -parou de fazer cócegas em mim- vamos temos aula sabia?  -saiu de cima de mim-
--- ok -ri-

Demos um selinho e fomos para a escola. Na escola eu vi as pultianes com a falsipiputa ( falsa+piranha+puta ) no caso, Ambre e suas " amigas " e a Debrah, elas pareciam tramar algo mas não dei importância.

As aulas correram normalmente eu eu voltei para casa. Chegando em casa eu me arrumei pôs eu ia a casa da Kelly. A história dessa garotinha me interessou.

( ... )

Lá estava eu, em frente a casa de Kelly e Kenny. Toquei a campainha sem hesitar, esperei alguns segundos e o portão foi abrido somente um pouquinho, uma pequena garota mostrou seus olhos ali para poder ver quem tocou sua campainha. 

???- quem é você e o que quer?
--- sou Watae, eu vim visitar você... se chama Kelly né?
Kelly- sim, mas não te conheço. 
--- Kelly, eu estava em um psicólogo ontem e ele citou seu nome e um pouco de sua história. Me interessei e vim aqui -sorri-
Kelly- entre... -falou com desconfiança na voz-

Ela abriu seu enorme portão branco, revelando ela e sua casa. Certamente é bem estranho entrar na casa de uma pessoa assim, mas eu preciso saber por que Castiel ficou daquele jeito.

Kelly- então sobre o que quer falar? -foi curta e grossa-
--- eu fiquei sabendo que quando você tinha 5 anos quase matou uma menina é verdade?
Kelly- sim, eu à mataria se não me parassem.
--- v-você poderia me dizer o nome dela?
Kelly- não posso, como vou saber se você não é uma outra marionete dela?
--- você está certa.... me desculpe ser intrometida....
Kelly- não tem problema...

Então fui para minha casa depois de mais uma conversinha, fico pensando quem é a garota de que ela fala queria muito saber, e se for a Debrah? Será?

( ... )

Já faz mais ou menos duas semanas que visito a Kelly, viramos bem amigas mas ainda não vi seu irmão Kenny. Hoje estou visitando ela novamente.

Kelly- quem é? -gritou-
--- um passarinho encantado -brinquei-
Kelly- Lucy, sua idiota -riu- 
--- hihi onde está seu irmão? Nunca o vi...
Kelly- e-ele está... internado.. 
--- nossa, me desculpe -abaixei a cabeça- 
Kelly- não se desculpe, foi ela que armou tudo -parecia com raiva-
--- você nunca me disse, quem é ela?
Kelly- agora que sei que você é confiável direi. Ela é Debrah

 continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...