História Pretty Hurts. ° YoonJin ° - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bangtan Boys, Kookseok, Lemon, Mpreg, Vmin, Yoongi, Yoonjin
Exibições 272
Palavras 881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Segundo


Duas semanas depois. 

— JIN HYUNG, ACORDE! —kook batia na minha bunda. — anda hyung, é importante. 

— huh? — abri somente um olho para olhá-lo, ele segurava um grande envelope amarelo. — o que é isso? 

— não sei, mas acho que é importante. — ele colocou  o envelope contra o sol. — eita hyung! Caralho hyung! 

Me levantei e peguei o envelope, o abri de vagar, tinha o nome da empresa. 

empresa de moda &  entretenimento, gostaria de informar ao candidato Kim seokjin,  a aceitação do mesmo no concurso. Comparecer ao local_______×

Levar suas malas com muitas roupas, lista de remédios (se precisar). "

— MÃE, EU PASSEI. — gritei. 

Ouvi os passos da minha omma correndo corredor acima, quando chegou ao meu quarto, ela estava vestida em um avental sujo e com os cabelos bagunçados. 

— Deixe-me ver, huh? — ela pegou o envelope e começou a ler a pequena carta. — eu sabia que conseguiria. 

— é para comparecer amanhã, né hyung? — perguntou kook. 

— exatamente, kookie. — abri um sorriso para ele.

— eu ainda irei ver o hyung em capas de revistas, certo?

— não, nem sei se vou ganhar. 

— claro que o hyung vai. — ele sussurrou me dando um abraço. — amo você, vou ficar com saudades. 

//////*//////


Acordei cedo, animado e talvez... Feliz de mais. Nem quis tomar café, comecei a arrumar as malas. Com os cabelos ainda bagunçados, corpo dolorido por causa do colchão duro e pernas doendo. 

Minha omma entrou no quarto. 

—está animado não é? —perguntou com um sorrisinho.—tenho certeza que você ganha e estará em todo canto, tenho certeza. 

— quanto otimismo, omma. 

— claro, caso você não ganhe... Eu cortio o pênis de 4 centímetros daquele alfa metido. — minha omma deu um peteleco no meu nariz. 

Pegou minhas malas e desceu, fui atrás dela. Até porque não sou rico sabe...não tem banheiro no meu bentido quarto, kook estava à tomar banho a mais de 30 minutos. 

— kook, adianta os passos. — bati com mais força. — sério, é hoje que eu vou divar. 

Ouvi risos. 


Tomei  um banho demorado, afinal, eu precisava ir bem bonito. Voltei pro quarto, vesti uma blusa manga longa...preta, uma calça justa também preta. Arrumei meus cabelos, e sorri pra mim mesmo. Simples, eu sei, mas confortável.  

 Sai de casa, com minhas malas. Me despedir da minha omma foi horrível, eu não queria a deixar sozinha, parte de mim se quebrava ao deixá-la lá. 

 Fui ao ponto de ônibus mais próximo, consegui um dinheirinho para isso. Dizer que estou nervoso é pouco, estou um pouco assustado e curioso.. Eu não achava que passaria, mas... Quando a vida te dá um limão... 

 Alguns alphas me encaravam, detesto que me encarem.

 Um garoto que também segurava malas, se sentou ao meu lado, ele aparentava ter uns catorze anos. Ele estava nervoso, olhou pra mim, ajeitou os cabelos ruivos e sorriu.  

 — você também vai? — disse apontam para o papel em minha mão.  

— ah, sim... Estou nervoso. — falei com um enorme sorriso.

  — eu tenho que pagar uma cirurgia para minha irmazinha, por isso estou indo pra lá. — ele sorria mais eu conseguia ver tristeza. — a propósito, me chamo Jimin. — pensei que seguraria minha mão, mas muito pelo contrário, ele me abraçou.   

Era uma graça de pessoa. 

Chegando na empresa, pude ver diversas ômegas e betas, o pequeno Jimin parecia assustado. Segurou minha mão e a apertou, coitado... Tão frágil, tão... Pequeno (?) 

— tem muitas pessoas. — ele sussurrou. 

— e entre todos, você é o mais bonito. — falei. 

Uma tia subiu em um palanque que havia ali, a moça usava uma coisa que parecia um terno, perto. Um coqui enorme pendia na cabeça. Parecia uma modelo da vogue. 

— então, como sabemos... Isso é um concurso de beleza. — ela disse com uma vozinha chata. — e também sabemos que o grande dono dessa empresa. — acho que ela já deu pra ele. – escolheu um dos lindos filhos dele. — acho que deu pro filho também. — para que dentre 100 pessoas, somente uma pessoa conquiste a fama, apareça em capaz de revistas e é claro... — ela suspirou. — casasse com um dos lindos filhos dele. — agora eu tenho certeza. — Min Yoon Gi. 

Todos bateram palmas, ele subiu no palanque e olhou para todo mundo, parecia em busca de alguém em particular. 

— isso é um concurso de beleza, onde vocês obviamente irão desfilar e fazer toda aquela baboseira, só isso mesmo. Falou, é nós. — ele fez uma reverência e saiu. 

Que garoto mais convencido. 

— escolham suas companheiras de quarto. — disse a mulher de terno novamente. 

Olhei pra Jimin, que olhou pra mim e sorriu. 

— eu também não quero dividir o mesmo espaço que elas hyung. — ele disse. 

— então ficamos juntos, né? — ele assentiu. 

Subimos as escadas, no local o que mais dominava era o branco. O  terceiro andar havia sido reservado somente para nós, escolhi o último quarto do corredor e antes de entrar ouvi a única regra do local. 

— não devem subir ao último andar, pois lá é a sala dos garotos e de Yoongi. — disse a mulher. — fiquem longe. 

Pode deixar. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...