História Pretty Hurts. ° YoonJin ° - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Bangtan Boys, Kookseok, Lemon, Mpreg, Vmin, Yoongi, Yoonjin
Exibições 248
Palavras 983
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Quarto


Fanfic / Fanfiction Pretty Hurts. ° YoonJin ° - Capítulo 4 - Quarto

 

Depois de ouvir toda aquela baboseira sobre" beleza" a tia estranha disse que iríamos participar de um jantar, como o dono da empresa, seus dois filhos e seus dois sobrinhos.

 Eu não queria saber disso, eu queria dormir para ser mais exato... Eu estava exausto, parecia que eu não havia dormido a dias. Um puta torci-colo me fazia mexer e remexer na cadeira, eu estava sentado ao lado de Jimin.  

— vocês está bem, hyung? — perguntou baixinho.

 — estou com dor.

 Logo um homem alto, de terno e acompanhado de 4 garotos entrou na grande sala —e eu só queria sair —, o homem carregava um olhar cheio de ternura... Acho que Yoongi é adotado, o homem parece alguém que você vê na 25 de março ou na 7 portas comendo sopa! * Parecia que ele sabia como era está lá em baixo. 

 Quando ele se sentou, todas as pessoas na mesa se levantaram e se curvaram, eu tentei me levantar mas... Eu não consegui, assim que me levantei minhas pernas falharam, sorte que Jimin me segurou.

 — você está bem, ômega? —perguntou o homem. 

 — sim, senhor... E-eu e-estou... — fiz um reverência com dificuldade. — obrigado por perguntar.

 Os quatro garotos se posicionaram atrás do homem, um dele tem o cabelo preto e um grande sorriso no rosto. O outro estava um pouco sério mas não deixava de ser fofo, Taehyung estava ao lado de Yoongi.

 — esses são, Taehyung meu filho, Namjoon meu sobrinho e Hoseok o irmão dele. — falou o homem. — Yoongi todas já conhecem.

 Havia certa malícia na voz do homem. Acho melhor ele colocar uma vírgula no "todas" o que eu menos queria era ir pra cama com yoongi. Prefiro sentar em um formigueiro

 Todos se sentaram em seus lugares, Taehyung sentou ao lado de Jimin. Já eram amigos?! Fui trocado. 

 — então, filho. — disse o homem. — qual te agrada menos?

 Yoongi olhou para todos na mesa mas o olhar parou em mim, ele levantou a sobrancelha e apontou para mim... Por que não o agrado?  

 — qual seu nome, garoto? — perguntou o homem diretamente para mim. 

 — k-kim s-seok jin. — falei olhando para minhas mãos. Por que eu não o agrado?

 — de onde você veio? — o homem me lançou um olhar reconfortante mas... Que eu ia responder, alguém interrompeu.

 — veio do subúrbio. — disse uma das candidatas com um sorriso superior. 

 Eu abaixei o meu olhar novamente, mas de canto, vi Yoongi abrir a boca e balançar a cabeça, como se a professora tivesse acabado de o corrigir em uma questão.

 — por que ele te desagrada tanto,  filho? — perguntou o pai.

 — eu não namoro pessoas sem sal como ele. — essa doeu. 

 — e eu tão pouco namoraria alguém tão grosso, senhor. — Yoongi me fuzilou com o olhar. — eu mereço coisas... 

 Eu não consegui terminar a frase, comecei a sentir falta de ar e meu corpo doer. Eu estava passando mal, pelo simples fato de a comida servida aqui ser menor que as mãos de Jimin, eu praticamente não comia nada.

 Vi Yoongi sussurrar uma coisa no ouvido de tae e tae sussurrar para Jimin que de imediato cochichou a resposta, quando tae respondeu, Yoongi se levantou e se ajoelhou ao meu lado.

 — está morrendo de fome, certo? — ele passou o dedo pelos lábios. — você não é o tipo que vive a base de dieta, huh? 

 Uma candidata se levantou.

 — claro que ele não faz uma dieta, olha esse corpo!— ela estava sendo muito rude. — sem contar o amiguinho dele, parece um leitão.

 Yoongi enchugou uma lágrima que caiu, pegou minha mão e me levou mancando até a cozinha do local. 

Era um lugar enorme, maior que minha casa. Ele me sentou no banco e foi preparar um prato para mim, logo  voltou... Com o prato que estava parecendo o pão de açúcar.

 Se sentou em minha frente. 

 — pode comer a vontade. — ele falou e ficou encarando o nada. — sua família é realmente muito pobre? 

 — sim, eu parei os estudos para kook poder estudar. Minha omma só podia pagar para um de nós, como só faltava um ano para eu terminar... — me perdi ao lembrar da minha família... Droga, eu estava a sentir tanta falta deles. — eu...sinto falta deles. 

 Yoongi se pôs a me encarar, penetrante... Um sorriso ladino surgiu nos lábios dele quando me viu corar. 

 — por que eu te desagrado?

 — porque continua a fugir de mim. — disse sem hesitar. — quer dizer... 

 — Yoongi, appa está te chamando. — Taehyung veio informar. — eu fico com jin. 

 Yoongi rosnou e eu me encolhi, as vezes alfas davam muito medo.

 Ele saiu pisando duro e tae sentou em minha frente. 

 — liga não, ele judia de quem gosta. — tae falou. 


 Mais tarde aquele dia, uma inspetora veio nos conhecer. Ela usava um espartilho apertado, uma saia negra que iam até o chão. 

 — Park Jimin. — chamou.

 Jimin deu um passo a frente, estava nervoso e quase roia as unhas.

 — tem um belo rosto. — disse com a cara fechada. 

 Sendo que pra mim, ela disse: PARE de comer tanto. Ela está sonhando se acha que vai fazer isso comigo. 

 — vocês são bonitas, botem na cabeça... Isso é o que realmente importa. 

 Revirei os olhos e ao longe vi que Yoongi me encrava, fechei a cara e olhei pro outro lado.

 Prefiro sentar em um formigueiro.  

Quando enfim aquela palhaçada acabou, subi pro segundo andar, disposto a ir dormir, enfim! 

 Estava escuro, detesto escuro. Quando passei pelo casal Yoongi e mulher que me chamou de leitão no corredor, eu fingi que não vi, eu não me importo, certo? 

 Prefiro sentar em um formigueiro ou passar uma eternidade assistindo comercial de fim de ano. 


Notas Finais


* portas é um lugar dahora aqui da Bahia, tem comida boa.

Ps: moro em Salvador.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...