História Pretty Little Lairs - Boys version - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 9
Palavras 1.612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, desculpem pela demora

Capítulo 25 - Capítulo XXIV


- Eu devo está muito bêbado.- fala Henry piscando os olhos duas vezes.- me explica de novo.

- Eu sou seu subconsciente em forma de uma pessoa muito querida para você.- fala Alex.

- e por que você está aqui ?.-Pergunta Henry.

- Por que você tá deixando alguma coisa escapar, tem que se ligar nas pistas ao seu redor, Henry.- fala Alex.

- Espera, você sabe quem é A ?.-Pergunta Henry.

- Não, como eu disse, eu sou parte de você, então só sei tudo o que você sabe.- fala Alex.

- Você acha que tudo o que eu tou fazendo com o Ben, vai ter fim ?.-Pergunta Henry encarando o chão.

- depende de você, por que ?.-Pergunta Alex.

- Sei lá, tudo isso é divertido mas... Tá cansando.- fala Henry.

- então você deveria parar.- fala Alex.

- Henry!- grita Fred de dentro dá casa.

Henry vira a cabeça para ver se conseguia ver Fred e então olha para frente, notando que Alex tinha desaparecido.

****

- Então vocês acham que aquele loiro é o irmão de Suzanne e também A ?.-Pergunta Fred.

- Sim, lembram daquela foto que tiraram de mim no banco ? Tinha uma figura encapuzada, Achamos que fosse Tabitha, Mas poderia ser a mesma pessoa do vídeo, a mensagem dizia que a figura estaria naquela noite, A poderia está naquela noite,nos observando.- fala Arthur.

- não faz sentindo, por que A mandaria uma foto dele mesmo ?.-pergunta Henry.

- Pode ser que o ajudante de A fez isso para que isso atraísse vocês até onde eu iria fazer a troca com Tabitha, isso se encaixava perfeitamente naquele dia, além disso, mal dá pra ver o rosto daquela imagem, eles não fariam algo que indicassem quem era A.- fala Steven.

- isso é genial.- fala Fred.

- Mas e agora ? Como vamos saber quem é ele ?.-Pergunta Henry.

- Isso sempre acontece, sempre que descobrimos algo, voltamos a estaca zero.- fala Erick.

- precisamos bolar outro plano para finalmente vencer A no próprio jogo dele.- fala Steven.

Todos suspiram.

****

Arthur e Erick estavam no corredor quando Arthur observa Hester sair do banheiro feminino.

- Ela não pode continuar me ignorando, alguma coisa está acontecendo com ela, eu sinto ela.- fala Arthur.

- Marcel me deu um ultimato, eu gosto tanto dele, realmente quero ficar com ele, não posso continuar com medo... Ou posso ?.-Pergunta Erick.

- quer saber, vou lá.- fala Arthur que  vai até ela.

- vai continuar me evitando ?.-Pergunta Arthur.

- Arthur... Eu...- fala Hester.

- Não sei o que está acontecendo, mas não precisa passar por isso sozinha, não vou perguntar o que é, mas tou aqui para apoiar, e isso fica difícil quando você fica me evitando e...- falava Arthur quando Hester o interrompe com um beijo.

Após o beijo, os lábios dos dois vão se separando devagar.

- Uau.- fala Arthur.

- Tem razão, quer sair essa semana ?.-Pergunta Hester.

- Claro.- fala Arthur.

- Temos aula juntos, vamos ?.-Pergunta Hester.

Arthur caminha ao lado de Hester até a sala de química.

- por que não pode ser fácil assim comigo ?.-Pergunta Erick a si mesmo.

- Por que você tem medo do que os outros vão falar.- fala uma voz atrás dele.

- Marcel ?.-Pergunta Erick.- a quanto tempo está aí ?.

- a algum tempo.- fala Marcel.

- Eu...- falava Erick.

- Esquece.- fala Marcel indo embora.

Erick pensa em chamar Marcel de volta mas percebe várias pessoas no corredor então desiste e caminha para sua sala.

****

Steven estava no meio dá aula quando recebe um email, ele sutilmente pega o celular e abre o email, era o mesmo endereço daquele que envio as reportagens, um embaralhado de letras e números.

" Me ajude a te ajudar, Steven"

Steven escreve de volta.

" Você sabe quem é o irmão de Suzanne ?"

"Não, mas tenho um plano"

" Qual ?"

" Confia em mim ?"

" Qual seu plano ?"

"Seu irmão tem uma chave especial,preciso dela!"

" Por que ?"

" Não posso falar por meio de emails, A poderia hackear e descobrir meu plano"

" Como que você quer que eu confie em você ?"

" Eu poderia tentar pegar a chave sozinho, Mas estou aqui dizendo falando dela para você"

" Prove que mereça minha confiança"

" Gosta de segredos ?"

" Continue..."

" Seu irmão foi expulso dá faculdade por alguns dias, mas depois conseguiu mexer uns pauzinhos e voltou"

" Eu não sabia disso"

" Ninguém sabia"

" E seu plano ?..."

" Pegue a chave, mandarei mais instruções"

" Como vou saber que chave é ?"

" Ao vê ela, você vai descobrir"

****

Ao chegar em casa Steven vê o irmão entrando no celeiro, ele entra no celeiro sem o irmão vê e vê ele indo para o banheiro com uma toalha e em seguida ouve o chuveiro. Steven tenta procurar as chaves do irmão, ele procura na mesinha de centro, na mesa e porta chaves, ele encontra o molho de chaves na cozinha, ele vê uma chave com um chaveiro com "Pertence ao Sanatório Radley" escrito.

- é essa.- fala Steven pegando a chave e saindo do celeiro.

Steven vai até o quarto dele e liga seu computador.

"Consegui a chave"

Ele aguarda vários longos minutos e recebe uma mensagem de volta.

" Vá até o seguinte local"

Steven espera alguns segundos e recebe outra mensagem.

" Gente, segredos mantém amizades, o que aconteceu vai fazer a gente ficar mais unidos, eu prometo"

Steven olha para aquela mensagem e se lembra de quem falou aquilo, Alex Dilaurentis, ele tinha falado aquilo logo depois do incidente com John, mas o que a pessoa queria dizer com isso ? Steven se lembra de quando Alex falou aquilo, os cincos estavam em um antigo celeiro no bosque de Rosewood, talvez seja lá o local.

Steven sai de casa e dirige até o celeiro, ao chegar, ele entra, vê um bilhete na parede e o pega.

- "o melhor lugar para guardar segredos sempre é embaixo dá terra"... Espera, Alex disse isso uma vez... Entendi.- Steven vê uma pá a sua frente e começa a cavar, ele enterra a chave e então sai do celeiro.

Ele aguarda alguns minutos no carro e então recebe uma mensagem.

" Obrigado, agora finalmente saberemos quem é A"

" Você ainda não me contou seu plano"

" Mandarei outro Local, dessa vez vou estar lá com a resposta de quem é A"

Steven dirige de volta para casa, torcendo para não ter caído em outra armadilha de A.

*****

Arthur estava sentado com Erick quando vê Hester entrar no refeitório, ele caminha até ela e a chama até o pátio externo.

- Eu realmente estava precisando daquele mini discurso que você fez para mim no corredor,obrigada.- fala Hester.

- Hester, você sabe que sempre pode contar comigo, Planejei uma noite perfeita para nós.- fala Arthur.- vamos jantar no restaurante que você mais gosta, depois vamos caminhar até o monte Roseli, eu sei o quanto você gosta de caminhadas, onde tem uma surpresa.

- aí meu Deus!.- exclama Hester.

- o que foi ?.-Pergunta Arthur.

- você é perfeito.- fala Hester beijando Arthur.

Erick observa Arthur e Hester de longe e então muda o foco dá visão, ele vê Marcel conversando no refeitório com um novato, os dois começam a rir e o novato segura a mão de Marcel e dá um beijo, fazendo uma veia dá testa de Erick saltar. Ele estava com ciúmes sim, mas também estava com raiva, com raiva porque não poderia fazer isso com Marcel em público, ele olha ao redor e percebe que ninguém está se importando com o que Marcel e aquele garoto estão fazendo.

Erick vê Marcel se levantando e segue ele até o jardim, onde ele tira um cigarro do bolso e começa a fumar.

- o que estava fazendo com aquele garoto ?.-Pergunta Erick.

- como é ?.-Pergunta Marcel.

- Eu estou com saudades, e você não tem o direito de ficar com aquele garoto.- fala Erick.

- Eu não estou ficando com o Roderick.- fala Marcel.

- Foda se o Roderick, eu quero ficar com você.- fala Erick beijando Marcel.

Após se afastarem, Marcel encara Erick confuso.

- sim, eu vou ao baile de Inverno com você.- fala Erick fazendo Marcel sorrir.

- é a primeira vez que você me beija em lugar como esse.- fala Marcel.- então não tem mais medo do que os outros vão pensar ?.

- ainda tenho, mas eu realmente quero ficar com você.- fala Erick.

Marcel sorrir ao ouvir isso de Erick e então o beija.

****

Arthur e Hester caminham por uma trilha na floresta até chegarem em um monte que tinha a vista de toda Rosewood, tinha uma manta enorme com várias rosas ao redor e ao lado tinha algumas velas.

- Arthur, que lindo.- fala Hester sorrindo.- você fez isso para mim ?.

- Sim, eu sempre vinha aqui quando pequeno, deitava sobre essa grama e ficava observando as estrelas e a lua, achei que gostaria disso também.- fala Arthur.

- Eu amei.- fala Hester se deitando com Arthur na manta e observando o lindo céu de Rosewood.

- Por que aqui tem esse nome ?.-Pergunta Hester.

- de uma velha lenda, a muito tempo atrás, existia uma garota chamada Rosali, Um dia ela se apaixonou pela lua e a lua correspondeu, para ficar mais perto de sua amada, a lua ordenou que a terra se levantasse até ele para que Rosali pudesse subir e chegar até ele, a terra se ergueu com Rosali, os dois estavam esperançosos, mas a terra tinha ciúmes desse amor, então na metade do caminho, a terra engoliu Rosali, a lua ficou triste mas viu várias rosas brotarem na terra, entendeu isso como um sinal e se contentou em ter somente a visão de sua amada.- Conta Arthur.

- que história linda.- fala Hester com uma lágrima no olho.- Arthur ?.

- sim ?.-Pergunta Arthur olhando o céu.

- Eu quero fazer.- fala Hester se virando para Arthur.

- o que ?.-Pergunta Arthur curioso se virando para ela.

- quero que minha primeira vez seja com você.- fala Hester.

- espera, tem certeza ?.-Pergunta Arthur.

- Absoluta.- fala Hester beijando Arthur.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...