História Pretty Reckless - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 2.940
Palavras 1.891
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Atenção:
-Escrita em 2011/2012. Postada em 2013.
-Nenhum dos personagens marcados e no decorrer da história são famosos.
-Taylor Lautner é apenas para saberem como ele é, na fic seu nome é Caio Meneghello.
-Uso frequente de palavrões

Capítulo 1 - Minha Vida


E o terceiro ano começava hoje, abri a porta da varanda e pude ver Tay escovando seus lindos e longos cabelos loiros. Peguei uma pedra que tinha no chão e taquei, se quebrasse, to nem aí eu pago depois. Ela olhou pra porta, sorriu, abriu e veio até mim.

-Oi Jay minha linda, tá bem?

-Tay, hoje tem aula! Não estou bem!

-HAHAHAHAHAHA não vai se arrumar não?- Eu ainda estou de pijama, um short e um moletom enoooooorme azul escuro.

-Vou, vou tomar banho. Vem pra cá hora que você terminar de se arrumar.

-Tá bom, eu vou. Beijo sua idiota.

-Tchau sua trouxa do cabelo amarelo!

-Não é amarelo!! É loiro!!- Eu ri, ela ficava puta da vida quando eu falava que o cabelo dela era amarelo. Fechei a porta da varanda e entrei. Meu celular tocou. Era o Caio.

-Fala meu viado!

-E aí retardada, já acordou?

-Não, não seu idiota! Estou falando com você pelo meu sonho, que porra né Caio, claro que já.

-HAHAHAHAHAHAHAHAHA vai pra escola?

-Não tenho 18 anos ainda, tenho que ir. Você sabe que por mim..

-Você fugiria comigo com a Demi e com a Tay pro Canadá. Eu sei, eu sei.- Ele disse me interrompendo.

-É isso aí, vou desligar viadinho, vou tomar banho.

-Vai remelenta, vai.

Essa era a nossa relação, de nós 5, xingando, zoando, fazendo um monte de bobagens, mas sempre unidos, amigos, sem segredos. Tomei meu banho e me troquei. Desci correndo as escadas, quase caí. 

-Bom dia mãe!-Eu disse a cumprimentando.

-Oi filha, bom dia.

-Heeeeeeey pessoas!-Falou a Demi entrando na cozinha.-Oi tia Nina E aí minha vadia?

-Oi minha puta. – Ela veio até mim, e sentou do meu lado. Pegou minha tigela de sucrilhos e colocou na frente dela.

-Ow.-Eu puxei minha tigela.

-Ow o cassete, eu estou com fome.-Ela disse puxando de novo.

-Demi, para sua tonta.-Eu puxei de novo.

-Não.-Ela puxou, eu olhei pra ela e arquei uma sombrancelha. Eu fingi que espirrei, dentro da tigela.- Ai porca idiota, eu não ligo.-Ela disse e deu uma colherada no sucrilhos.

-Vadia! Eu quero!-Peguei uma colher e dei uma colherada também.

-Não, é só meu sua idiota.- Demi disse pegando a tigela de sucrilhos e correndo para a sala. 

-Ahhh, vadia!!- Eu gritei da cozinha. Fui até o balcão e me servi, e fui para sala.

-Vey, vaza!- Quando cheguei na sala Demi estava no meu lugar no sofá e assistindo Bob Esponja.

-Mano, a casa é minha. Eu fico onde eu quiser.-Eu falei sentando ao seu lado, aumentando o volume.

-Jamie, vocês vão para a aula né?-Minha mãe disse passando pela sala, esperando a resposta na ponta da escada.

-Mãe, Demi disse que não vai, e que eu também não.- Fingi.

-OOOOOOOOWWWW- Demi gritou e eu ri.

-Demetria Devonne Lovato, sua mãe sabe disso?- Minha mãe colocou as mãos na cintura.

-Tia, é mentira dessa sua filha de esquina de avenida, a gente vai sim.

-Hmm, sei. É bom irem.

-sim mãe, a gente vai.- Eu respondi. Nesse momento a porta foi aberta, era Caio, que estava pronto para irmos.

-Hey tia Nina)!!-Ele disse indo abraçar minha mãe.

-Puxa sacooooooooo- Eu e Demi dissemos ao mesmo tempo.

-Calem a boca-Caio disse, olhando para nós.

-Oi Cainho, tudo bem meu bebê?-Minha mãe falou.

-Tudo sim.

-Aff ¬¬-Demi disse, não que ela tinha ciúmes de Caio, é só que, sei lá.

-Aff você Demi, sua lenta. 

-Calados.-Eu disse interrompendo os dois.-Cade aquela branquela ? Cade aquelas duas branquelas?

-Vey, se falou com uma das duas hoje??- Caio perguntou.

-Sim, com a Tay. Ela tava na varanda.- Eu disse levantando do sofá e indo pra cozinha.

-Filhos, to indo embora, beijos e manda um beijo para as meninas.-Sim, minha mãe chamava eles de filhos. Também, ela viu cada um deles nascer, estamos juntos desde sempre.

-Tchau tia!-Caio disse, dando um beijo nela.

-Tchau tia, eu mando o tapa, ops o beijo pras meninas!-Demi levantou do sofá, deu tchau pra minha mãe e foi pra cozinha.

-Tchau mãe, até a tarde.- Eu disse, já de volta a sala.

-Fui.-Minha mãe foi embora, e ficamos esperando as meninas chegarem. Uns 5 minutos depois, Katy e Taylor chegaram.

-Porra demorou hein vaca?-Caio disse já se levantando e pegando a chave do carro.

-Ah vai tomar banho.- Katy disse dando um leve tapa em sua cabeça.-Bobão. Hey bitches!

-Fala suas vacas, vamos embora?-Demi disse.

-Vamos ué.-Taylor disse indo de novo para a porta.

-Estavamos só esperando vocês.-Eu disse pegando minha mochila e a chave do carro da mão do Caio.

-Mano devolve.- Ele disse.Fechei a casa, abri o carro, as meninas entraram atrás.

-Não, eu dirijo.

-Não não, quero chegar dirigindo no primeiro dia de aula, e vocês como, minhas garotas, minhas vadias sabe??

-Por isso que você não vai dirigir.-Eu disse entrando no banco do motorista. Ele ficou esperando, de braços cruzados, que eu desistisse.-Porra, entra logo.

-Caio, pelo amor de Deus mano, entra vai.- Demi disse. Caio saiu batendo o pé, se direcionando ao banco do passageiro.

-Amanhã é minha vez.

-AHHAA, vamos ver.-Liguei o som, passava Look at Me Now, deixei ali. Fomos conversando até o colégio, onde eu realmente não queria entrar, onde haveria 

pessoas desconhecidas, e principalmente pessoas chatas, patricinhas, garotos com o ego maior que o mundo e nerds. Assim que estacionamos, todos os olhares se voltaram para nós. Eu não ligava. Nem meus irmãos. Descemos do carro, e Caio todo assanhado, já olhava para as menininhas do 1ºano que haviam acabado de chegar no nosso colégio. 

-Caio, por favor, olha isso!- Olhei discretamente para uma das novatas, que o secava, parecia que ia dar pra ele, ali mesmo, no estacionamento do colégio.

-Vixe, sou irresistivel fia.-Ele sorriu.

-Nossa vey, se mata.-Katy falou.- Demi, sabe os numeros dos nossos armários?

-São os mesmos do ano passado.Dãar.-Nós rimos.

-Ah. a tia Nina mandou um beijo pra voces duas.-Demi falou.

-Awwn ela me ama ok?-Tay disse.

-Bla bla bla.-Caio falou.

-Nossa Senhora, cada ano que passa essa escola fica pior vey, olha isso.-Eu disse olhando para um garoto, ele tinha aparelhos nos dentes, era ruivo, com sardas, o cabelo com gel, formando uma tigela. Rimos.

-Trágico vey. Trágico-Tay disse, quando chegamos em nossos armários. Dei uma olhada no horário. A secretária tinha colocado o horário pelo vão do armário. Inteligentes até. Provavelmente, teria apresentação dos professores, e talvez um jogo de beisebol do time do colégio contra um colégio do outro lado da cidade. Revirei os olhos, eles faziam isso sempre. Fechei o armário. Eles estavam organizando os armários. 

-To indo na cantina.-Eu disse

-Tá.-Taylor falou.

Fui até a cantina, observando as pessoas que passavam por mim, que pareciam comparar-se umas as outras. As cheerleaders passaram por mim.

-Olha, a baranga voltou.-A loira, Stephy falou para as outras loiras ao seu redor.

-Nossa, voltou mesmo, quer dizer, todas as suas amigunhas estão aí né?-Eu adorava tirar uma com elas.

-Ai, que burra estou falando de você!-Ela riu de novo, essa rizada me pertubava. Demais.

-Opa, não sou eu que estou com um escrito ''baranga'' na minha testa! Stephy arregalou os olhos e saiu gritando pelo corredor, procurando o banheiro, achando que havia mesmo um escrito em sua testa. Eu ri, e passei trombando nas outras vadias que ficaram por ali. Cheguei na fila da cantina, quando senti alguém me cutucar, olhei para trás e eram Chaz e Ryan.

-A princesa está de volta ao seu reino.

-Bom dia para você também, Chaz.

-Ui, gata, fica tranq. estou brincando.-Revirei os olhos, eles são da minha sala.

-Passou as férias bem?-Ryan perguntou. Ryan era bonito, bom não era feio, Chaz também não era feio.

-Claro, amor. Estava bem loooooonge de você.-Eu disse sarcásticamente.

-Eu adoro quando você é fria deste jeito.-Ele falou. Virei as costas para ele e pedi Trident.

-Sério baby? E eu te odeio.-Saí de lá e fui até minha 'galera'. Peguei meu telefone e perguntei pra Demi onde eles estavam. Ela me respondeu que estavam na arquibancada, vendo o time se aquecer. Fui até lá, e o time era o mesmo do ano passado. Eles não eram bonitos de rosto. Mais ou menos. Só eram bonitos de físico. Um mais bombado que o outro.

-Alguma novidade?-Katy me perguntou. Ela se estendia sobre o sol das 7:30.

-Nenhuma que valha a pena, mano.-Eu disse sentando e observando que as arquibancadas vazias começavam a ser preenchidas.

-E o nosso timeco? Alguma novidade?-Caio estava lá se aquecendo também, ele fazia parte do time. Era a estrela, não o capitão, mas a estrela do time.

-CAAAAAAAAAAAIO DELÍIIIIICIA!!!!!!-Taylor gritou mostrando o dedo para ele, que ria de suas bobagens. Nós rimos.

-Ai caramba viu, te mereço mesmo Taylor.

-Te odeio sua idiota.-Ela disse.

-Calada.-Eu falei.

-Na boa, essa porra não vai começar?-Demi disse, já tava estressada. Logo de manhã.

-Mano, se sabe que é assim. Tem Red Bull ai?-Katy disse, se levantando e sentando direito.

-Não vey, esqueci de comprar na cantina.

-Ai Lord, vai ser tenso ficar aqui esperando.-Katy falou, e observou Chaz que vinha vindo em nossa direção.-Putz agora fudeu...

Todas nós olhamos para onde ela olhava e vimos Chaz vindo.

-HAHAHAHAH, agora que é impossivel de ficar aqui.-Demi disse gargalhando.

-Oi gatas do meu coração.-Chaz disse.

-Oi Chaz, Ryan, guri ai de trás que eu não faço ideia de quem seja.-Taylor falou.Ryan e esse menino estavam atrás de Chaz.

-Nossa Tay, está incrivelmente mais bonita.-Ryan disse, e eu levantei. 

-Já volto, vou pegar alguma coisa para beber.

-Vai tonta.-Demi falou.

-Vai não gata.-Chaz disse segurando minha cintura.

-AHAHAHAHAHAHAHAH, ai eu mereço-Eu falei, olhei em seu rosto, me aproximei, ele sorriu e eu dei uma joelhada no meio de suas pernas, fazendo ele se curvar de dor.

-Aiiiiiii Jamie. Vai se ferrar maaaaano, tá doendo.-Ri e sai de lá. Fui até a cantina e peguei quatro Red Bull's. Quando voltei Chaz, Ryan, e um menino estranho 

estavam sentados do lado das meninas. Fui atravessando os alunos sentados. Os garotos me olhavam e as garotas me mediam de cima abaixo, e empinavam o nariz.

-heeeeeeeey broooo!!-Joguei a bolsa com as latas para a Demi e ela pegou e deu para as meninas.

-Jamie, cade os nossos?-Ryan disse.

-HAHAHAHAHAH, a tá, bem capaz.-Sentei e abri meu Red Bull. O jogo começou e Katy deu um grito, quase um sussuro perto do barulho que estava naquelas arquibancadas. Levantamos

e começamos a gritar também. 

-Demi, quem é o novato??-Eu gritei para ela. O menino não deve ter ouvido.

-Sei lá, Chaz o apresentou mas eu nem prestei atenção na criança.

-Olhou para ele pelo menos?

-Sim, ele não é lá aquelas coisas!Porque hein safada? Já quer pegar?

-HAHAHAHAHAHAHAH, minha cara de quem quer pegar ele.

-HAHAHAAHHAHAHAHA.- Ela riu e percebi pelo canto do olho que o garoto novato me olhava.Olhei discretamente para ele, quando fiz isso, ele hesitou e voltou a olhar para o jogo Ele era da altura de Chaz, mais magrelo, devia ter alguns pequenos quadradinhos em sua barriga, mas nada de muita coisa, nada que nem o Caio. Se vestia bem, uma calça preta e um moletom roxo, com algum simbolo.Sua boca era carnuda e rosada, tipica boca de gay. É ele podia ser gay.Ele olhou para mim e nós nos olhamos.Seu olhos, eles que me chamaram mais atenção, sim seus olhos cor de mel, lindos olhos cor de mel...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...