História Pretty Reckless - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 806
Palavras 1.828
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Você se arrependeu de ter estado ao meu lado?
Você se esqueceu o que nós sentíamos por dentro?
Agora só me restou esquecer de nós"
-Don't Forget, Demi Lovato

Capítulo 22 - Brigas e confissões


E deitou na esteira novamente. Passado alguns minutos, Jamie parecia dormir.

-Então, Justin. -Ouvi Josh falar e olhei pra ele.

-O que? -Eu disse.

-Vai sair com ela essa noite? -Ele disse, como ele sabe disso? VÉI?

-Vou sim, quem te disse isso? -Eu falei o observando, percebendo o que ele queria com aquele papo.

-Ela mesma, sei lá, porque. Talvez para me fazer ciúmes. Sabe que ela quer ficar comigo né? -Ele disse, aquelas palavras me machucaram, sério. O "ficar comigo" ecoava em minha mente.

-Hmm.. é. Pode ser, mas é comigo que ela vai sair. -Falei tentando me manter calmo, eu não sabia se acreditava nas palavras dele.

-Bom, agora a pouco, saímos também. Só que na cama. Se é que você me entende. -Ele disse se levantando, se espreguiçando. Essas palavras foram a gota d'água pra mim.

-Filha da puta, transou com a minha garota? -Levantei em um pulo e me aproximei desse filha da puta.

 

**P.O.V.s Justin OFF**

 

Depois que Caio me jogou na piscina, deitei na esteira e dormi. Acordei com Justin gritando.

-Filha da puta, transou com a minha garota? -Ahn? FOI ISSO QUE EU OUVI? Me virei e vi Justin bem próximo de Josh.

-Sua nada moleque, se enxerga, e sim, transei sim. Ela me disse que não estava namorando com ninguém. Muito menos com um guri feito você. -Josh falou, nenhum dos dois percebeu que eu estava vendo isso.

-Desgraçado. -Justin gritou e deu um soco em Josh, fazendo-o cair na piscina.

-Justin! O que você fez? -Eu gritei levantando da esteira. Demi, Katy e Taylor saíram de casa e Caio levantou da esteira e se aproximou de mim.

-Deu pra esse desgraçado? -Ele gritou pra mim! Tá doido?

-O que? -Eu disse sem entender. Ah, eles falavam de mim, o que eu ouvi era sobre mim?

-Ele me disse que agora pouco, estava na cama com você, fez isso Jamie? -Ele disse ainda alto.

-O que? Vai se fuder Justin! Tá vendo coisa é moleque? -Falei gritando com ele também. -E Josh? Você falou isso? -Eu gritei olhando para Josh.

-Estou mentindo Jamie? Já esqueceu da nossa rapidinha há 20 minutos atrás? -Ele falou sorrindo, filha da puta! Desgraçado!

-Idiota! Filha da puta! Vai se ferrar Josh! Rapidinha? Vai pra puta que o pariu vai. -Falei e Justin saiu batendo os pés. Droga. Olhei pra Josh, sorrindo, ele estava brincando com Justin, o fazendo de trouxa. Fui atrás de Justin e o segurei pelo braço, no meio da rua. 

-Me solta! -Ele gritou puxando o braço.

-Ei calma! -Eu gritei.

-Calma nada, vai dar pro seu gostoso vai. -Ele falou indo pro carro.

-Justin me escuta! -Eu falei o encostando em seu carro. Ele estava vermelho, nervoso, respirando rapidamente.

-Não quero te escutar, não quero sair com você mais. -Ele disse rapidamente.

-Ei! Ouve! Eu estava dormindo, acordei com você gritando. Josh está mentindo pra você, não percebe? -Eu falei.

-Eu ouvi muito bem você chamando ele de gostoso. E ainda te perguntei o que tinha com ele, e você falou que nada. Ah, já entendi, demorou pra vir aqui me ver porque estava dando pra ele não é mesmo? Eu sou uma anta mesmo, eu vindo até aqui pra te ver e você com outro. -Ele jogou as palavras sem o menor cuidado, eu não o impedi. O beijei. 

-Calado. Me explica o que aconteceu por favor. Mas primeiro, entra. -Eu falei depois do beijo. O soltei de meus braços e peguei em sua mão, o guiando para minha casa. Sentamos no sofá. -O que aconteceu em quanto eu dormia? -Eu falei. Ele bufou e começou a falar.

-Josh perguntou se eu ia sair com você essa noite, eu falei que sim, e perguntei quem tinha falado isso. Ele disse que foi você, querendo fazer ciúmes pra ele, que você queria ele. Eu disse que podia ser, mas é comigo que você ia sair. -É, foi o que pensei, Josh tentando "tirar" ele de mim. -Ele disse que vocês tinham saído também, só que na cama. Ele levantou e eu me estressei e levantei também. Perguntei se ele tinha transado com você, ele disse que sim, e que você não era minha, que você tinha falado que não estava namorando com ninguém e muito menos comigo. -Justin falava eufórico. -Aí eu bati nele, e o resto você viu.

-Josh está mentindo, só está fazendo você cair no jogo dele e se afastar de mim. Porque acreditou nele?

-Porque, você vive o chamando de gostoso, quando cheguei na casa da Demi, ele estava do seu lado. -Ele disse meio bravo.

-Jus, é mentira! -Jus? Porque eu chamei ele de Jus?  OMG! -Eu tinha acabado de chegar lá e ele deitou do meu lado, nem conversamos direito e Demi me falou que tinha alguém na porta de casa. Eu chamo o time inteiro de beisebol de gostoso, Jus. -De novo? AAAAh para!!!- Quando eu disse que não sou de dar pra qualquer um eu to falando a verdade.

-Desculpa, ele me tirou do sério. Desculpa gritar com você. -Ele disse mais calmo. Owwn, ele quase admitiu ciúmes de mim.

-Ficou com ciúmes? -Eu disse sorrindo e sentando em suas pernas.

-Não, só achei que ele tinha transado com a minha garota, e não gosto disso. -Ele falou.

-Isso se chama ciúmes. -Eu falei aproximando minha boca da dele.

-Tá, se chama ciúmes sim. -Ele falou ficando vermelho. -Acordou com eu falando o que?

-Filha da puta, transou com a minha garota? -Eu disse tentando imitar sua voz. Ele ficou mais vermelho, sorrindo e olhando pro chão. O beijei, calmamente. Seu telefone tocou. 

-Desculpa. -Ele falou e atendeu o telefone.

 

TELL ON

 

-Ah, oi mãe.

-Tudo, sim. Estou na casa da Jamie.

-To bem sim.

-Ok vou sim, vou sim mãe. 

-Tá, tá, tchau. Beijo.

 

TELL OFF

 

-Eu, vou ter que ir. -Ele falou desanimado.

-É, percebi...-Eu falei. -A gente se vê a noite ainda, ou ouço o que você falou no meio da rua? -Disse.

-HAHA, desculpa, estava nervoso. Eu te vejo a noite. -Ele disse sorrindo e se levantando, me levantei também.

-Hm, então até as 19:00. Tchau Justin. -Falei indo até a porta de casa.

-Hey, você pode me chamar de Jus tá? -Ele disse abrindo um sorriso imenso.

-Desculpa, foi, sem pensar. -Eu falei meio tímida.

-Para, eu gostei. Vai me chamar de Jus? -Ele disse me trazendo pra perto dele.

-Não sei, Jus. -Eu falei sorrindo.

-hahaha, minha linda. -Ele disse e beijou minha testa. -Até a noite.

-Até Jus. Tchau. -Eu falei e ele me soltou, indo para seu carro.

Vi ele partir e voltei pra casa de Demi, iria tirar essas histórias as limpo. Cheguei lá, Demi e Katy estavam na piscina e Caio e Josh deitados nas esteiras.

-Josh, porque falou aquilo pro Justin? -Falei nervosa

-Ow, calma gata.

-Calma nada, vai falando. -Falei entre os dentes.

-Só queria te proteger, esse moleque não é bom pra você! -Ele disse se levantando.

-HAHAAHHAAHHAAH e você sabe o que é bom pra mim?

-Claro, eu. -HAAHAHHAHAHAHAHAHAAH, Convencido!

-Aham, tá. -Disse revirando os olhos e cruzando os braços.

-Ah, vai me dizer que está apaixonada por ele? -Ele falou. Damn! Claro que vou responder não, nem eu tenho certeza se estou apaixonada por ele ou não.

-É do seu interesse? -Eu falei.

-Claro. Mas quando falam assim, é porque está apaixonada, só não quer admitir. -Ele disse se aproximando.

-Eu não estou apaixonada por ele. E se você inventar mais uma mentira minha pra ele, ou pra qualquer outra pessoa, garoto.. você está ferrado. Sei de algumas coisas a seu respeito. -Sei mesmo, essa cara de anjo, não me engana. Ele já se envolveu em pequenos furtos e drogas, mas pouca coisa, tipo, na balada. Mesmo assim, ninguém do colégio (fora meus bros) sabem disso. Nem os pais dele.

-Idiota, eu não quero brigar com você, mas se você espalhar coisas sobre mim, faço sua vida um inferno. -Ele disse.

-Está provocando esta briga, não gosto de mentiras. Não ouse a mentir pro Justin de novo.

-Aff, tá, mas foi só uma brincadeirinha, ele que não sabe brincar. -Ele fazia cara de pouco caso.

-Mentiras não são brinquedo. -Falei isso e fui procurar Taylor. Ela estava na sala.

-Oi Tay.

-Oi nega, vem aqui, deixa eu te ensinar a tocar aquela música que eu te falei.

-Awn que linda você. Calma, vou pegar o violão. -Fui até meu quarto e peguei meu violão e desci. Sentei no chão, ao seu lado.

-Começa com assim. -Ela disse e começamos a tocar, depois de um tempo, eu já tinha pegado o ritmo e as notas, menos a letra. -A letra é a mais fácil, vê. -Ela me estendeu uma folha.

 

Depois de ela tocar uma vez, peguei a letra e comecei a tocar e cantar também. Na terceira vez, já estávamos tocando as duas juntas.

 

-Awwwwwwwwwwwwwwwn bebê, é perfeita!!!!!!! -Eu falei quando acabamos.

-HHAHAHAH, é sua. -Ela disse.

-Não, para. Tem nada a ver. -Falei.

-Tem sim, já falei. Porque você vê faíscas voando quando ele sorri! -Ela disse. Eu sorri, tentando mentir.

-Para! Não vejo! -Tay é doida!

-Vê sim, você tá vermelha sua chata. Admite que ama ele logo. -Maaaaaaaaan, a Taylor vê mesmo faíscas voando olha isso!

-Tay, eu não eu amo ele man! -Eu falei.

-Ama sim, ama sim.

-Não amo.

-Ama.

-Não.

-Ama.

-Não.

-Ama.

-Não. NÃO NÃO NÃO E NÃO! -Falei cansada daquela discussão.

-Tá, se não ama, está apaixonada por ele. -Ela disse.

-Droga, ok! Estou tá legal! Pronto, acabou? -Eu falei. É, não posso negar, estou totalmente e perdidamente apaixonada por aquele garoto dos olhos cor de mel.

-HÁÁÁÁÁÁÁÁ ELA FALOOOOU, ALELUIA!!!!! Awwwwwwwwwwwwwwwwwwwn ela está in love pelo canadense. -Taylor gritou correndo pelo sofá.

-Opa, foi isso que eu ouvi? -Ouvi uma voz masculina, Caio.

-FOI! OLHA! UM MILAGRE ACONTECEU!!! -Ela disse e Caio subiu no sofá junto com ela.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH EU SABIA QUE ISSO IA ACONTECER!!!! -Ele gritou mais ainda.

-Paaaaaaaaaaaaaaaaaaarem de gritar!!!!! -Eu gritei.

-Porra, o que está acontecendo aqui? Ouvi vocês gritarem lá de fora! -Demi disse com o cabelo molhado, com cara de quem não entendia nada.

-Tem alguém apaixonada e não sou eu...... -Taylor cantarolou pulando no sofá.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH EU SABIA EU SABIA SABIA VÉI! -Demi disse e se juntou aos doidos no sofá.

-Ahhhhhhhhhhhhhhh para de gritar véi!!!!!!- Eu gritei.

-Man, vocês parecem um bando de doidos que só sabem gritar. -Katy falou se encostando na porta da sala.

-AAAAAAAAAAAH QUE SE FODAAAAAAAA, Jamie TÁ APAIXONADA PELO CANADENSE!!!!! -Demi gritou e Katy também indo se juntar com os loucos.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAH MAS É CLARO QUE VOCÊ ESTÁ APAIXONADA POR ELE, TA ESCRITO NA SUA TESTA! -Katy gritou.

-OWW, Ok, ok, já passou, já sabem, podem parar de bagunça. -Falei aquietando eles. -E Katy, não tá escrito na minha testa.

-Está sim, véi! -Caio falou se sentando.

-Bobos. -Falei percorrendo meu olhar por cada um.


Notas Finais


:D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...