História Pretty Reckless - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 830
Palavras 1.633
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


"Hoje foi um conto de fadas
Você tem um sorriso que me leva pra outro planeta
Cada movimento que você faz, tudo que você diz está certo"
-Today Was a Fairly Tale, Taylor Swift

Capítulo 26 - Eu tenho claustrofobia


Desci e Demi estava organizando a sala, trocando as capas da almofada. Caio estava jogando vídeo game.

-Porra véi, é pra ajudar!-Falei entrando na sala.

-Calma véi, to vendo se os controles estão pegando. -Ele falou jogando um controle no sofá e pegando outro.

-Bom mesmo. -Falei, ele deu um soco de leve no meu braço, rindo. -Idiota. Vou limpar a piscina. -Falei e fui lá pra fora e meu celular tocou.

 

TELL ON 

 

-Alô? 

-Oi princesa, é o Chaz.

-Fala, mala.

-Chata, nossas mães mandaram a gente ir ajudar vocês, sua mãe falou pra nossas e elas pra gente.

-Vindo só você e o Ryan, de boa. Mas se o Justin vier, nenhum entra nem na minha rua. 

-Ui, ok. Ele me falou de ontem. Sério, não foi ele.

-Chaz, cala a boca, isso é coisa minha e dele. Fica na sua.

-HAHAHAHA, bravinha. Ok, Ryan chegou, estamos indo pra aí então.

-Repito: se o Justin vier, nenhum entra nem na minha rua.

-Entendi, ele não vai. Tchau.

-Tchau Chaz. 

 

TELL OFF

 

-Gente, Chaz e Ryan estão vindo. -Gritei indo pegar a rede de limpar a piscina, eu tenho que fazer tudo por aqui viu. u.u HAHAHA

-Pra que? -Ouvi Katy gritar do meu quarto.

-Ajudar, tá fazendo o que no meu quarto? -Eu gritei.

-Arrumando. -Ela gritou da escada.

-Já estava arrumado. -Eu falei.

-Mais ou menos, vai. -Ela falou já na piscina.

-Cala a boca. -Falei colocando a rede na piscina. A rede passeava de um lado ao outro, pegando alguns bichinhos mortos, por causa do cloro, folhas que o vento trouxe sabe-se lá de onde. Terminei a limpeza, guardei a rede, e comecei a arrumar as coisas de fora. Peguei um balde com água e sabão e comecei a limpar as esteiras ao redor da piscina. Lá dentro, ouvi Taylor na cozinha,Katy corria pela casa toda, arrumando enfeites e a decoração da casa toda. Demi ainda estava na sala, limpando a mesma, e Caio ainda testando os controles. O trabalho era acompanhado de música, agora, Nicki Minaj. Ouvi um motor de carro, Chaz e Ryan apareceram atrás de mim.

-Oi minha gata. -Chaz falou quando o cumprimentei.

-Oi bobão. -Falei e cumprimentei Ryan também.

-O que fazemos? -Ryan perguntou me observando cheia de sabão.

-Primeiro, pega o telefone e procura no Google por empresa que encha balões, peça nas cores roxo, branco e dourado, gás hélio também, dois galões grandes. Falei, eles entraram e ouvi outro carro.

-Filha? Já encomendei o buffet e os garçons. -Minha mãe falou colocando algumas sacolas pra dentro de casa, passando por mim.

-Garçons bonitos né? Sem garçonetes? -Eu falei, enxaguando a esteira.

-Sim, tem um moreno, meu Deus, se eu tivesse sua idade, pegava. -Minha mãe falou rindo, eu ri, ela falava as coisas assim.

-AHAAHAHAHAHAHAHAHHA. Eu pego! -Falei.

-DU VI DO. Você vai querer pegar o canadense e mais ninguém. -Ela falou pegando uma bucha e me ajudando a lavar as esteiras.

-HAHAHAHAHAHAHA, me faça rir mãe! E mais ninguém ?????????? HAHAHAH apostei que pego 9, esse garçom tá na lista. -Falei.

-Ok, vamos ver, eles vão me falar se você pegou o garçom ou não. -Minha mãe falou dando um tchau pra Katy.

-Mãe, se sabe que eu pego. -Falei enxaguando uma esteira e indo pra outra.

-HAHAHA, ok, vamos ver. -Ela falou e terminamos de lavar. Entramos e Chaz e Ryan entraram em casa trazendo dois bujões de gás hélio, com um "carrinho", e em uma das mãos de cada um, uma sacola meio grande.

-Opa, chegou? -Eu falei pegando e examinando a sacola, com vários pacotes de bexigas.

-Não, impressão sua. -Ryan falou ironicamente.

-Idiota. -Falei e dois homens entraram na sala.

-Ah, são os caras da empresa, eles vão nos ajudar. -Chaz falou.

-Ah, obrigado! -Falei para eles, pareciam ser gêmeos, bonitos, altos e fortes. -Qual o nome de vocês?

-É, eu quero muito saber. -Demi falou chegando atrás de mim, escorando no meu ombro, essa safada.

-Eu sou Liam e ele é Chris. Hellotery. -Um falou, Liam.

-Prazer, sou Demi, ela é a Jamie, os dois são Chaz e Ryan e pela casa tá espalhado um moreno alto, Caio, uma alta, Taylor e Katy. -Demi falou me empurrando e apertando a mão de cada um.

-Demi, fica enchendo bexiga com eles, vou sair. -Falei, pisquei, ela retribuiu e saí dali. Peguei a chave do meu carro e fui até o shopping. Assim mesmo, de shorts curto desfiado, All Star de cano baixo e blusa simples. Assim que estacionei o carro, um outro carro estacionou do lado do meu. Abri a porta e saí do carro,  abri a porta de trás e peguei minha bolsa. Ajeitei meu shorts, o puxando pra baixo e quando olhei pro lado, havia um garoto, arrumando seu tênis, tênis não. Sua nave espacial, de tão grande que o tênis é. Ah não, não faz isso comigo. Por favor, Jesus Cristo abençoado, o que ele tá fazendo aqui???? Apertei o botão de travar o carro. Era Justin.

-Ah não. -Ouvi ele falar, olhei com indiferença e falei.

-O shopping é seu por acaso?

-Não, se não você não pisaria aqui. -Ele disse se aproximando.

-Não mesmo, claro que não. -Falei.

-Estava me seguindo? Pra me pedir desculpas? -Ele falou encostando no meu carro.

-HAHAHAHHA, eu????? Te seguindo????? Pra pedir desculpas???? -Falei rindo.

-É claro, se arrependeu. Viu que eu estava certo. -Ele falou e eu sai andando, ele ligou o alarme e veio atrás.

-Eu não me arrependo, não fui eu que errei. -Falei entrando no elevador. Ele hesitou um pouco e entrou.

-Eu não errei. Você que é uma idiota. -Ele falou e a porta do elevador se fechou, ele segurou minha mão.

-HAHAAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAH, O bebê tem medo? -Eu falei rindo.

-Não, eu tenho claustrofobia. -Ele falou. Como se tivesse diferença.

-Oooooo inteligente, caso nas escolas canadenses não ensinam, a palavra "fobia" significa "medo". -Falei.

-Aff, larga de ser idiota. -Ele falou apertando minha mão. Ri abafadamente e senti o elevador parar. Só que a porta não se abriu.

-O que aconteceu? -Ele falou soltando minha mão.

-Não sei, acho que o elevador quebrou. -Falei rindo. As luzes se apagaram e senti ele me abraçar de lado. -AHAHAHAHAHAH, para com isso. -Eu falei. Uma luz de emergencia se acendeu, iluminando um pouco.

-COMO ASSIM QUEBROU? QUE PORRA DE ELEVADOR É ESSE???-Ele falou e chutou a porta do elevador, eu ri. -SOCORRRO! ESTOU PRESOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!! SOCORRO!!

-Ele disse batendo na porta.

-AHAHAHAHAHHAAHHAHAAHHAAHAHAHAHHA. -Eu ri, minha barriga tava doendo, fui rindo e sentei no chão. -HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA.

-Para de rir de mim!!! -Ele falou, quase chorando.

-É engraçado, cara. HAHAHAHAHHA. -Falei rindo e encostando na parede do elevador. -Ow, fica de boa.

-Não tem como eu ficar de boa. Tá escuro e estou preso em um lugar fechado, vou morrer! Ah meu Deus, eu vou morrer, não. -Ele falou choramingando. Ri mais ainda.

-HAHAHAHAHAHAH, meu Deus, que drama! Agacha. -Falei levantando.

-Pra que? -Ele falou. Peguei meu celular e apontei pro teto.

-Tá vendo aquela portinha?

-Tô! -Ele falou.

-Me coloca no seu pescoço que eu vou abri-la. -Falei.

-Não, me poe você no seu pescoço. -Ele falou cruzando o braços.

-Aff, idiota. -Falei e olhei pro elevador, havia nas paredes uma espécie de listra de madeira, dava pra eu apoiar meu pé ali. Coloquei meu pé direito e dei um impulso. Segurei na outra listra de madeira, estiquei meu braço e abri a janelinha, pulei e sentei de novo.

-Desculpa não ter te ajudado. -Ele falou sentando ao meu lado.

-De boa, estou acostumada já com essas suas mancadas. -Eu falei. Ele não falou nada.

-Amor, posso finalmente te explicar o negócio da camisinha? -Ele falou. AFF BIPOLAR!

-AMOR? Justin, você sofre de bipolaridade, cara? Sério, há um minuto atrás estava me xingando, não querendo me ajudar e agora me chama de amor? Qual seu problema? Me deixa fora deles porque de problemas eu... -Ele me interrompeu me beijando. O empurrei e me afastei dele.

-Não, eu não sofro de bipolaridade. -Ele falou.

-Então por que me beijou? -Falei.

-Porque eu quis, fiquei com vontade. -Ele disse dando de ombros.

-Aff, acha que pode simplesmente, ter vontade e me beijar? Estúpido. Você tem muito problema de bipolari... -Ele me interrompeu me beijando de novo. O afastei de novo e dei um tapa no rosto dele.

-Ai, vadia. -Ele falou indo pro canto do elevador. -Há quanto tempo estamos presos aqui? -Fiquei quieta. -Tá me ouvindo não? -Permaneci em silêncio. -Aff, não vai me responder porque?

-Porque eu não quero te responder, porque não quero falar e você me interrom... -Ele me beijou de novo! Que merda! Filho da mãe gostoso, desgraçado, delícia, idiota,

sexy,AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH eu to maluca :x :@ Retribui o beijo, que merda! Passei a mão por debaixo da blusa dele, sentindo seu abdômen e parei de beija-lo.

-Eu te odeio demais. -Falei.

-Eu sou irresistível, eu sei. -Ele falou. Pior que é. Só que não vou admitir isso pra ele.

-Aff, irresistivel o caralho. Fiquei com vontade de beijar sabe? Ai, você é o único aqui mesmo, aproveitei a oportunidade. -Falei dando de ombros, percebi ele ficar bravo. Ah, tinha nada pra fazer mesmo, continuei. -É, sabe puta quando quer dar? E vai pra esquina e entra no carro do primeiro que aparecer? Então, fiz a

mesma coisa, só que não dei e não sou puta. Só beijei um menino no elevador. Aham, se eu não beijasse você, o primeiro que aparecesse quando a gente sair daqui, eu beijava.

-Dá pra você calar a boca? -Ele falou, bravinho.

-Ué, só estou te explicando porque eu retribuí seu beijo, amor. -Disse fazendo ênfase no amor. HAHAHAAHAH.

-Aff, você é uma idiota, sério. Você me beijou por que tem sede dos meus lábios, admite. -Ele falou.


Notas Finais


meninas, uma foto dos irmãos Hellotery : http://www1.pictures.zimbio.com/gi/Chris+Hemsworth+Liam+Hemsworth+Oakley+Party+9EkjuGsqtAcl.jpg
huhauhauah :3
desculpem me pela demora, ontem não conseguia postar porque o site saiu do ar :s
xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...