História Pretty Reckless - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Chaz Somers, Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Taylor Lautner, Taylor Swift
Tags Colegial, Festas, Justin Bieber, Romance
Visualizações 793
Palavras 1.874
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Giullia e Isah obrigada pelo apoio meninas, sério mesmo *-----* fico louca e mt feliz quando vejo os comentários de vcs <3
"Mas o que eu realmente quero
Não consigo encontrar porque,o dinheiro não encontrar para mim
Alguém para amar"
-Somebody to Love, Justin Bieber

Capítulo 32 - Eu sei que você quer


Fui pra cama e engatinhei até ele. Me deitei ao seu lado e respirei fundo. Senti meu corpo relaxar.

-Cansada? -Ele perguntou.

-Um pouco. -Falei virando pra ele.

-Vai fazer o que amanhã? -Ele perguntou.

-Hmmm provavelmente, depois que eu levantar 1 hora da tarde, nada..

-HAHAH, vou te levar pra almoçar então. -Ele falou passando seu braço por trás de mim, me puxando pra ele.

-Então, ok. Eu aceito. -Falei. Ele sorriu. Ele aproximou seus lábios dos meus. Sua língua pediu passagem, eu cedi. Eu massageava sua nuca, ele, os meus cabelos. Passei minha perna pela dele, o entrelaçando. Ele desceu uma mão e arranhou fraco minha coxa, subindo e descendo sua mão, fazendo meu shorts subir. Parei o beijo mordendo seu lábio inferior.

-Foi mal, me descontrolei. -Ele disse passando a mão pelos cabelos.

-Desculpa. -Falei meio sem saber o porque das desculpas.

-Não tem que se desculpar. -Ele disse. Sorri e virei de costas. Ele me puxou pra perto e entrelaçou as duas pernas nas minhas, deixando nenhum espaço entre nossos corpos.

-Boa noite Jus. -Sussurrei.

-Boa noite minha garota. -Ele disse me abraçando.

 

[...]

 

Senti a mão de Justin em meu seio e outra em minha coxa, por baixo do shorts e sua samba canção meio.. molhada.

-Jus? Jus? -Sussurei. -Justin? Acorda! -Falei mais alto.

-Ah meu Deus, amor des desculpa. -Ele falou nervoso, tirando as mãos e sentando. -Nossa, desculpa, me mesmo mesmo? Não foi cu culpa minha! -Sentei também. -Isso é normal nos homens, tipo, de noite a gente fica exitado e tals e e e... -Eu ri pelo nariz.

-Ta bom. Caio uma vez me falou, pra eu não ficar preocupada caso eu visse ele "de pé" no meio da noite, ou com a cueca meio, molhada. -Falei e levantei.

-Desculpa. -Ele disse sorrindo. -Preciso de um banho. Sua mãe chegou? -Ele falou.

-Calma, vou ver. -Eram 12:30. Fui até o quarto dela e nada. Voltei pro meu.

-Jus, se ela chegou não está no quarto, pode ir lá. Quer outra cueca? -Falei olhando pra seu membro, meio ereto. Ele percebeu e tapou com as mãos.

-Ei! -Ele falou rindo. Sorri e olhei pra seu rosto. -Acho melhor.

-Tá, vai entrando no banho, seu porco. -Eu falei tirando a blusa, de costas pra ele e indo pro closet.

-Porco nada, não é culpa minha. -Ele disse.

-Vai tomar banho Justin! -Falei de volta ao quarto.

-Ta bom! Fui. -Ele falou e saiu. Fui até o quarto de Caio. Abri a porta.

-Quem quem é você? -Falou uma loira sentando na cama e se cobrindo. Que coisa linda Caio!

-Opa, não sabia que ele tinha trazido garota, foi mal. Ah sou a dona da casa. -Falei indo pro armário.

-Ah desculpa e... -Ela falou.

-Fica tranquila. Caio levanta. -Falei pegando uma cueca e tirando do pacote.

-Que se quer? -Ele falou de pé na minha frente. -Ta vendo que eu tenho visita não? -Ele disse se referindo a loirinha.

-Primeiro, coloca alguma coisa pra cobrir esse seu, seu, material. -Falei. Ele estava pelado.

-Ah idiota. -Ele disse pegando a cueca na minha mão e vestindo.

-Ou, era pro Justin! -Falei batendo no ombro dele.

-HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM SAFADA!!!!! Ele perdeu a cueca pelo seu quarto? -Ele falou com um sorriso safado.

-Larga de ser idiota, cara! Ereção noturna. -Falei revirando os olhos.

-Argh, é estranho sério. -Caio falou. Peguei outra cueca.

-Tchau babaca. -Falei saindo. Fui indo até o quarto da minha mãe.

-Justin? -Falei na porta do banheiro.

-So, and it's all because of you, oh baby you.. -Ele cantarolou.

-JUSTIN! -Falei mais alto.

-Ai desculpa. Fala. -Ele gritou parando de cantar.

-A porta da aberta?

-Sim! -Ele falou. Abri a porta e coloquei a cueca junto com a toalha e fechei a porta.

-Oi filha! -Minha mãe falou entrando no quarto.

-Oi mãe. -Falei lhe dando um abraço. Ela colocou a bolsa na cama e sentou na mesma.

-E a festa? Como foi? -Ela perguntou. Eu sentei também. -Quem tá no banho?

-Muito boa, sem brigas, sem desmaiados nem mortos. Perfeita! -Falei. -O Justin...

-Que bom. E o Zayn heeeeein? -Ela perguntou.

-HAHAHAHA peguei ele. -Falei.

-OK, perdi! -Minha mãe falou rindo.

-Eu te falei mãe, você  que não acreditou. -Falei debochando.

-Jay eu.. AH MEU DEUS! -Justin falou saindo do banheiro só de cueca. Quando viu minha mãe, arregalou os olhos e colocou a toalha na cintura.

-HAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAA VOCÊ TÁ VERMELHO, JUSTIN! -Falei rindo.

-Porque não me avisou que sua mãe estava no quarto? -Ele falou meio nervoso.

-Aiin eu esqueci. -Falei rindo.

-Desculpa, sra. Coleen não sabia que estava aqui e e e ... -Ele falou mais nervoso ainda.

-Tá tudo bem Justin. Eu gosto. -Minha mãe falou sorrindo. Justin olhou pra baixo rindo, mais vermelho que eu já tinha visto desde que o conheci.

-Mãe, para de ser idiota. -Falei batendo no braço dela. -Vamos Justin, deixa essa pervertida aqui. -Falei levantando e arrastando o Justin pra fora do quarto. Fomos pro meu quarto e eu arrumei minha cama, enquanto Justin se trocava, em silêncio até então.

-Hmm.. Vai tomar café onde? -Ele perguntou.

-Nós, vamos tomar café lá embaixo, daqui a pouco. Vou acordar as meninas. -Falei saindo do quarto. Fui até o quarto de hospedes e acordei as três dorminhocas.

-Levantem, a gente tá com fome. -Falei batendo o travesseiro na Katy.

-Ai caralho, que porra, vai tomar no cú, vadia, filha da puta, me deixa dormir. -Katy resmungou. 

-Levanta logo, véi. -Falei batendo na Tay e na Demi também. -Levanta, caralho!

-Ta bom, para de me bater. To indo. -Tay falou se sentando.

-Levanta logo, to descendo. -Falei saindo do quarto. -Justin, vem cá. -Gritei do corredor, ele veio até mim, arrumando o cabelo.

-Oi. -Ele falou.

-Vamos descer. -Falei descendo e me jogando no sofá da sala. Ainda havia copos e controles no chão.

-Nossa, que bagunça. -Ele falou se sentando no sofá, delicadamente demais para ele.

-Relaxa, depois a gente arruma, as meninas nos ajudam. -Falei pegando o controle e colocando em Bob Esponja.

-É uma criança mesmo. -Ele falou e soltou uma risada nasal.

-Fica quieto. -Falei.

-Chata. -Ignorei seu comentário.

-Vem cá. -Falei levantando do sofá. Tive uma ideia muito cute! Fui até o fundo de casa, na área da piscina, e entrei no porão. Justin logo depois.

-O que que a gente tá fazendo aqui, amor? -Ele perguntou.

-Justin! Estamos pegando uma mesa. -Falei acendendo as luzes e procurando a mesa de piquenique, bem ninda. -Achei, me ajuda. -Falei pegando. Ele veio e levamos a mesa até o gramado.

-Pra que isso, shawty? -Ele perguntou.

-Ahh, vamos tomar café aqui fora. Tá bonito o dia. -Falei. Apesar de serem 13:00, vamos tomar café.

-RS, ok então, vou limpa-la, tá um pouco suja. -Ele falou tirando a blusa. Hmmmmmm ele é até gostosinho sim.. -Tá acordada? -Ele me falou fazendo eu parar de olhar para seu tórax.

-Oi, oi, estou. Vou pegar as comidas. A mangueira está ali. -Falei apontando pra mangueira atrás dele. -Vou pegar a bucha e o detergente. -Falei lhe dando as costas e indo pra lavanderia. Peguei um detergente, uma buchinha e levei pra ele.

-Toma, guri. Seja feliz. -Falei colocando na mesa.

-mmimimimim chata. -Ele falou mostrando a língua. Sorri e fui pegar a comida. Peguei uma toalha, pão, Nutella, suco de laranja, coloquei a água pra ferver, algumas frutas e levei lá pra fora.

-Justin acabou? -Falei.

-Aham, coloca aí. Não tá seca ainda. -Ele falou. Havia espuma no queixo dele.

-HHAAHHHAHAHHA, barba branca? Não gostei. -Falei rindo e colocando as coisas na mesa.

-Ai, chata. -Ele falou tirando a espuma. -Vem cá, vem. -Ele falou olhando pra espuma e pra mim.

-NÃO NÃO! -Falei me afastando.

-Vem sim! -Ele falou vindo pra perto.

-NÃO! -Falei andando mais rápido, pela borda da piscina. -Justin!!! Nãaaaao!

-Sim, sim, sim. -Saí mais rápido,  ele mais ainda. Ele me alcançou e colocou a espuma no meu rosto todo.

-AAAh seu idiota! -Falei limpando com a mão e passando na roupa.

-HAHAHAHA chata! -Ele falou rindo e me agarrando pela cintura. Ele colocou a mão direita em meu rosto, me puxando pra perto de si.

-Toda vez que eu olho pra você, é como se fosse a primeira vez, sabia? -Ele disse a pouco centímetros de mim.

-Você parece tão sincero e ao mesmo tempo algo me puxa pra longe de você. -Falei desviando rapidamente de seu olhar.

-Você não pode voar sem asas, apenas pegue minha mão, meu amor. -Justin disse com as duas mãos em meu rosto.

-Justin. Para com isso. -Falei me soltando dele e arrumando as coisas na mesa. Ele bufou. Ouvi passos na escada e eram Demi e Katy conversando.

-Falando sobre? -Falei quando elas chegaram ao jardim.

-Ontem. Como foi a noite barra madrugada de vocês? -Katy falou comendo uma uva.

-Hmm não teve nada. Eu dormi. -Falei.

-E você hein Justin? Dormiu ou ficou vendo outra coisa? -Demi falou com um sorriso malicioso.

-Ahn Demi eu eu eu dormi mi nor normal. -Ele falou suando.

-HAHHAHAHAHAHAH to vendo viu! -Demi falou.

-Bom dia minhas gatas -Caio falou de mão dadas com a loira.

-Bom dia Caio. -Falamos em coro.

-Cade a branquela? -Perguntei.

-Xiu, fica quieta! -Tay falou chegando também.

-Awn que coisa linda, minha família reunida. -Minha mãe falou entrando no jardim com mais frutas na mão e o café. Nós sentamos.

-Tia, essa é a Carly, ela vai tomar café com a gente.

-Oi, tudo bem? Sou a Nina. Prazer. Fique a vontade. -Minha mãe falou a cumprimentando.

-Obrigada Sra.Nina. -A garota falou.

-Ela precisa se recuperar, se é que vocês me entendem.. -Caio falou e todos riram.

-Caio! -A garota corou. Coitada..

-Ah... parece que a Jamie também tem que se recuperar. -Katy falou e todos riram.

-Katy, cala a boca, véi. Inventa não. Tenho que me recuperar da festa. -Falei.

-Ai como esse Justin é mole viu.. -Caio falou. Justin revirou os olhos.

-Ai como esse Caio é desinformado viu.. -Justin falou, fazendo nos rir. Comemos e depois de organizarmos a mesa, Caio foi levar Carly pra casa e Justin e eu ficamos tomando sol.

-Amor, deixa eu te chamar de amor? -Justin falou.

-Justin, porque quer me chamar de amor? -Perguntei.

-Não sei, acho fofo. Quero te chamar assim.. -Ele disse.

-Não sou o seu amor, Justin. -Falei.

-Mas vai ser Jamie. -Ele falou.

-Então, SE eu for seu amor, você me chama de amor, tá legal? -Avisei.

-Tá. -Ele disse desanimado.

-Hmm.. Sua mãe sabe que está aqui em casa? -Perguntei mudando de assunto.

-Sabe, eu mandei uma mensagem para ela ontem a noite. -Ele disse, se virando na esteira e ficando de barriga pra baixo.

-Que bom. -Falei.

-E eu ainda vou te levar pra almoçar, viu. -Ele disse se levantando e espreguiçando.

-Vish, acho que não vou almoçar tão cedo. -Falei ainda deitada.

-Então, te levo pra jantar, minha linda. -Ele falou sentando nas minhas pernas.

-Ow, para de ser folgado, canadense. -Falei mexendo as pernas, tentando tira-lo de mim.

-Para você de ser chata e vem ficar comigo. Eu sei que você quer. Consigo ver em seus olhos. -Ele falou se sentando na minha coxa e segurando em meu queixo.


Notas Finais


;33333333
minhas leitoras são as melhores u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...